Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 31 de agosto de 2008

Saudades...



...Uma palavra difícil de ser traduzida, segundo a wikipédia, é a sétima palavra mais difícil de traduzir, segundo pesquisa entre tradutores ingleses.
Algumas frases relativas às saudades:
1-"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo..."Mário Quintana
2- "A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar".Rubem Alves
3-"Saudade medo de ser esquecido"desconhecido
4-" A saudade é um lago transparente a refletir sempre a imagem da pessoa ausente.desconhecido
5- "Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só.Amir Klink
6-"Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro".Leonardo da Vinci
7-"O verdadeiro amor não é aquele que se alimenta de carinho e beijos, mas sim aquele que suporta a renúncia e consegue viver na saudade...Desconhecido
8-"Há pessoas que nos falam e nem as escutamos, há pessoas que nos ferem e nem cicatrizes deixam mas há pessoas que simplesmente aparecem em nossas vidas e nos marcam para sempre.Cecília Meireles
9-"Faça da sua ausência o bastante para que alguém sinta sua falta, mas não prolongue-a demais para que esse alguém não aprenda a viver sem ti".Desconhecido
10-"A distância é como os ventos: apaga as velas e acende as grandes fogueiras".Machado de Assis
11-"Se tu vens às quatro da tarde, desde às três eu começarei a ser feliz".Antoine de Saint-Exupèry
12-"Não importa se você está perto ou longe, o que importa é que você existe para que eu possa sentir sua falta".Desconhecido
13-"Cada dia que passo sem sua presença...Sou um presidiário cumprindo sentença Sou um velho diário jogado na areia esperando que vc me leia Sou pista vazia...esperando aviões..."Desconhecido
14- "O que uma verdadeira amizade pode nos oferecer de melhor, depois de tudo, é um grande amor; e, de pior, a saudade."Jardson Araújo
Talvez haja dificuldade em traduzir a saudade, porque seja difícil de suportar, tal como se tem um vício, se não o consumir gera uma "síndrome de abstinência", onde todo o organismo participa inicialmente com manifestações que impelem a consumir, é fase muito dolorosa, insuportável, porém depois vem a reação, através da libertação das endorfinas que promovem o seu relaxamento, contudo existem vícios que castigam demais o organismo e precisam de ajuda para atravessar a fase difícil.
O mesmo se passa com a saudade, vai se intensificando de tal ordem que chega a provocar dor no coração, levando a procurar formas de diminuí-las através de avivar as lembranças, tornando presente o que está ausente, sentir essas lembranças como se estivessem acontecendo no presente, escrever uma mensagem, uma carta, um bilhete, mesmo que não envie, criar alguma coisa como se a pessoa estivesse presente observando ou para a pessoa, ajudam a tornar as saudades mais suportáveis, auxiliadas pelas endorfinas que o organismo libera. Ou então tentar ocupar a mente com outros pensamentos, de preferência pensamentos úteis, criando projectos, traçando objectivos e metas,mas neste caso, corre-se o risco das lembranças diminuírem gradativamente, de tal ordem, que a distância vai aumentando lentamente com o passar do tempo.

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Amor......iberdade e escravidão!


O amor tanto conduz a liberdade do ser quanto aprisiona e conduz a uma forma de escravidão.
O amor é libertador quando faz o eu interior da pessoa emergir das entranhas do ser e expressar-se de forma perceptível no dia a dia da pessoa: A criatividade acentua-se, a sensibilidade aflora, a compreensão e a tolerância manifesta-se, os problemas minimizam-se, as dificuldades ultrapassam-se, os obstáculos superam-se, as correntes interiores quebram-se, os sonhos materializam-se, projetos elaboram-se, metas criam-se, o sorriso expressa-se de forma permanente e persistente, o horizonte alarga-se, o raciocínio fica apurado, a generosidade impera, o egoísmo desvanece-se, os conflitos diluem-se, a harmonia e o equilíbrio dominam, a luz brilha e a paz interior e exterior é alcançada.
Contudo o amor escraviza quando se torna uma dependência do outro e passa-se a viver em função do outro de forma egoísta ( cobrando presença e atenção o tempo todo, de forma que, os segundos sem a presença parecem minutos, os minutos parecem horas, as horas parecem dias, levando a conflitos interiores, acentuando inseguranças, abalando auto estima e confiança em si mesmo, acabando por sufocar o ser amado) e não mais de forma altruísta, como o amor exige (estar atento às necessidades, gostos e desejos do outro, tentando satisfazê-los, ter confiança absoluta, deixar o outro livre sem cobranças, ter paciência e serenidade para esperar a sua vinda, estar sempre disponível, aliviar a "carga" do outro, dar-lhe motivação, incentivo, consolo, conforto, compreensão, carinho ou mimos e alívio de acordo com o momento, procurar secar-lhe as lágrimas, independentemente do nosso sentir e necessidades no momento, inclusive até de nossas lágrimas, porque se o outro estiver bem e feliz assim nós estaremos).

Amor e liberdade



A frase "sou livre quando sou capaz de amar sem nada exigir" mostra que quer o amor, quer a liberdade não é tão simples assim de ser conseguido.
A dificuldade reside justamente nesse "amor incondicional" aquele que é dado sem que seja imposta condições, porque muitas vezes há condições que estão implícitas. Por exemplo quando o ser amado se ausenta, surgem as saudades, ao expressá-las, talvez inconscientemente, a mensagem enviada seja uma cobrança desse afastamento, como se a mensagem fosse: "porque demora?, porque não manda notícias?", contudo, talvez, também possa ser uma mensagem inconsciente de controle do ser amado, como se perguntasse: " tens outra pessoa e por isso não ligas mais para mim? Não gostas mais de mim? ou ainda pode ser uma forma de demonstrar a carência que está sentindo nesse momento de afastamento ao mesmo tempo, ainda que indiretamente, esteja forçando o ser amado a dar-lhe atenção. Neste exemplo estaria demonstrado a grande dificuldade de amar de forma incondicional que conduz a liberdade, para tornar verdadeira a frase inicial.
A forma de superar essas "mensagens inconscientes de cobranças" é seguindo alguns princípios, porque não chamar "regras de ouro", muitas vezes repetidas, porém sem realmente serem refletidas no seu real significado ou postas em prática:
1- Quem ama confia, se confia não há cobranças a fazer e muito menos ciúmes ou inseguranças a ter.
2- Quanto mais se dá, mais se recebe. A oração de São Francisco de Assis tem um parágrafo que diz "...consolar que ser consolado, perdoar que ser perdoado, compreender que ser compreendido compreendido, amar que ser amado, pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado..."
3- Todo o ser humano precisa de um tempo para si mesmo e de ter o seu espaço próprio que ninguém tem o direito de ocupar sem a devida autorização
4-Quando houver alguma suspeita ou dúvida, esta deve ser de imediato esclarecida, quanto mais tempo demorar para ser clarificada, mais a mente ganha espaço para construir "filmes" que levam a falsas certezas e se antes não havia motivos, com a desconfiança passa a transformar as falsas certezas do início em verdadeiras.
5- Colocar-se no lugar do outro leva sempre ao entendimento e a compreensão necessária para não cobrar ou sufocar o outro, muito menos gerar ansiedades ou frustrações com o nosso agir egoísta.

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

No Mar da Vida....





No Mar da Vida tudo se resume numa sucessão de ondas, que podem ser ondulações, "swell", quando são acontecimentos distantes que provocam ondas no local aonde são observados, neste caso pela razão ou consciência, gerando ondas regulares, por vezes altas ou podem ser vagas, "sea", que são provocadas por ventos próximo do local de observação, neste caso pelas emoções, que provocam ondas irregulares e caóticas. Graficamente, representada por uma senóide: Há o início que vai gradativamente aumentando em altura atingindo um topo, a crista, segue-se um platô e depois gradualmente vai decrescendo até formar a cova para depois seguir-se outro platô que assim permanece até a formação de nova onda.


Todos os relacionamentos seguem essa distribuição senoidal : surgem em determinado momento da vida, vão se intensificando até atingirem o climax ("crista da onda") e mantêm-se enquanto há condições de se manterem (platô)depois começa a haver o distanciamento gradual até deixarem de existir ("cova da onda") e as "águas continuam rolando serenas" até que surge um novo relacionamento e há a formação de nova "onda" e assim sucessivamente.


Todas as vertentes da vida, seja no esporte/desporto, política, amor, romance, sexo, amizade, família, o corpo, a fé, a religião, a guerra, o conhecimento científico e tecnológica, a saúde, a doença, a riqueza, a própria vida, podem ser representadas graficamente por uma senóide ao longo da linha do tempo. O que não implica que ao formar a "cova da onda" um relacionamento, por exemplo, tenha acabado definitivamente, nem sempre, apenas termina uma fase para dar lugar a outra fase que até pode ser semelhante a que acabou.
As sucessões de ondas podem ser das várias etapas de uma mesma vertente, por exemplo, num torneio de volley há a organização, divulgação, inscrição das equipes , ocorrem os jogos de apuração e de classificação, depois surge a entrega dos prêmios, neste caso ocorreram 6 ondas de um mesmo acontecimento, os vários torneios são as ondas das equipes que jogam volley e assim sucessivamente. A "altura das ondas" = distância entre a crista da onda e a cova, o "comprimento das ondas"= distância entre duas cristas, o "período da onda " = tempo do comprimento da onda e a "velocidade da onda" =relação entre o comprimento e o tempo, vai depender de muitos fatores, uns intrínsecos e outros extrínsecos à pessoas, poderão ser dependentes ou não das pessoas, poderão ou não serem modificados pelas pessoas, aqui cabe uma espécie de oração ou princípio: "coragem para mudar o que pode ser mudado, humildade para aceitar o que não pode ser mudado e sabedoria para discernir entre a coragem e a humildade"; Uma forma de agir: "Quem sabe faz a hora não espera acontecer"
A partir deste exemplo pode-se extrapolar para tudo que ocorre na vida de uma pessoa, nomeadamente os problemas, as dificuldades, estes surgem atingem a crista e depois a solução chega para fazer com que vão desaparecendo gradativamente até a "cova" onde estarão solucionados.
Se assim pensarmos, poderemos ter mais tranquilidade e menos ansiedade ao nos defrontarmos com os mesmos, reforçando o nosso agir com as frases " não há mal que nunca termine..."; "tudo dá certo no fim, se não deu é porque ainda não é o fim"; "Não há problema sem solução".


quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Luz ou trevas ?


Luz ou trevas é apenas uma questão de virar o "interruptor" neste ou naquele sentido. Esse "interruptor" existe dentro de cada um, porém nem todos se apercebem da sua existência ou mesmo da sua localização, já que é indeterminada. Os "sensores internos" sabem aonde fica localizado, porém aguardam sempre uma ordem para girá-lo, essa ordem parte de nós mesmos de forma consciente, de acordo com o momento que atravessamos: Se vivemos o amor, a amizade, momentos de satisfação ou prazer o interruptor fica ligado no sentido da luz, mas se vivemos momento de solidão, depressão, sofrimento, preocupação, culpas ou dor, acabamos por ligar o interruptor no sentido das trevas.
Curiosamente a amizade ou o amor atingem o interruptor mas no sentido da luz, daí ser como um raio de sol que penetra na vida da pessoa tornando-a radiante e permanentemente num dia ensolarado, mesmo que o relógio diga que já anoiteceu, externamente, sim ... mas internamente o sol continua brilhando ou o céu está estrelado, cintilante com milhares de luzinhas iluminando o breu do horizonte. Contudo isso acontece enquanto a sintonia mantiver-se com a presença física ou quando distante fisicamente, conservando-a no espírito.
Existem pessoas que têm um brilho próprio, uma energia positiva tão maravilhosa que é o suficiente para iluminar a vida de uma pessoa, afastar as trevas, ligando automaticamente o interruptor desta no sentido da luz, mesmo que fisicamente estejam distantes, chegando por vezes a deixar essa pessoa "viciada" e mau acostumada, de tal forma que na ausência daquelas por um período, mesmo que curto, o interruptor é automaticamente acionado no sentido das trevas, porém, basta uma lembrança ou então "ver" ou "sentir" nem que seja a sombra delas para automaticamente o interruptor virar-se para a luz novamente.
Um brinde a essas pessoas, magníficas, que conseguem acionar o interruptor da luz, sendo raios de sol no horizonte de outras pessoas que não possuem brilho próprio ou aprisionaram-no pelos acontecimentos menos bons da vida que foram acumulando ao longo da jornada.

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Amizade...Uma Energia Poderosa!


A amizade é revestida de uma mágica e misteriosa energia poderosa.
Mágica porque num segundo transforma os tons cinzentos ou negros, circundantes, em tons do arco íris.
Misteriosa porque não há explicação para esse fenômeno, não se sabe qual é o seu mecanismo ação, muito menos qual a sua origem e etiologia, apenas sentimos os seus efeitos na vida.
Energia porque não é palpável e tudo no universo é energia e como tal gerador de energia.
Poderosa porque com a sua presença transforma a realidade numa fantasia ou sonho bonito e com a sua ausência a realidade por vezes torna-se insuportável, feia ou opressora. É como se existisse um interruptor que liga e desliga a luz.
A presença da amizade, mesmo que distante fisicamente, enche de luz, que por sua vez sofre difração gerando os vários comprimentos de ondas e consequentemente espalha uma miríade de cores sobre a realidade existente, carregadas de energia positiva que impulsiona, motiva, impele a que a realidade seja vista sob um prisma diferente e muitas vezes sendo o ponto de partida para modificá-la. Já a sua ausência devolve os tons cinzentos ou pretos à realidade, que desprovida de luz, é vista sob uma perspectiva, muitas vezes amplificada e exagerada, tornando-se insuportável, pesada, difícil de ser encarada.
A amizade, sendo uma expressão do amor, é uma energia tão poderosa na vida de uma pessoa que é capaz de operar grandes transformações, como por exemplo, transformar um "patinho feio e desengonçado" num lindo e gracioso cisne.

domingo, 17 de agosto de 2008

Amor e amizade...uma linguagem complicada!



A amizade e o amor possuiu um linguagem própria, por vezes de fácil compreensão, simples de entender, outras vezes muito complicada...
Por vezes direciona o sentido para o êxtase, a felicidade plena, outras vezes direciona o sentido para a angustiante apreensão e preocupação.
Por vezes é nítida e clara, mas noutras vezes é confusa. Ás vezes esclarecedora, mas em outras geradora de dúvidas.
Essa linguagem requer uma sintonia com o uso de todos os sentidos, incluindo o 6º sentido, o da intuição, mas este nem sempre é de fácil compreensão ou percepção, pois existem muitas interferências, principalmente da razão, vontade e do desejo, causando uma "visão" pouco nítida, nebulosa, confusa ou distorcida do sentir e levando a erros de interpretação, como o de "captar" que o outro não esteja bem, quando este ausentou-se por um tempo maior do que o habitual, aqui cabe uma pergunta: será que realmente a sintonia entre os dois é tão profunda que leva a que um sinta ou tenha a intuição quando o outro não está bem? ou simplesmente é a razão dando uma justificativa para tal ausência, mas que na verdade o outro até está bem?
O que fazer nesta situação? ceder ao impulso de tentar fazer alguma coisa ou ajudar para que o outro volte a ficar bem, mesmo correndo o risco de ser mal interpretado pelo outro como sendo uma desculpa ou pior uma cobrança pela ausência, caso a percepção esteja errada ou frenar o impulso e aguardar que o outro chegue mostrando se está bem ou não?
As duas alternativas são coerentes, porém na primeira corre-se o risco de se estar "forçando a barra", sufocando ou invadindo o espaço do outro, sem a sua permissão. Na segunda corre-se o risco de não estar presente no momento em que o outro precise e que às vezes não tem condição (pelos mais variados motivos) de pedir auxílio.
Contudo, é preferível optar pela primeira alternativa, uma vez que a intenção é de estar com o outro no momento em que precise e tentar ajudá-lo, cumprindo a missão da amizade e do amor: Fazer o outro feliz, ajudá-lo nos momentos em que precisa, sem que este tenha que pedir. É encurtar a distância e ser próximo do outro.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Amizade...um raio de sol que desponta no Horizonte

A amizade é um raio de sol que desponta no horizonte da vida, muitas vezes no exato momento em que o céu está carregado de nuvens negras, em que a chama da esperança no amanhã está apagada.
Muitas vezes o amigo chega sem avisar, de surpresa, no exato momento em que estamos precisando, como se tivéssemos enviado um " pedido de S.O.S"e ele tivesse ouvido e vem em nosso socorro.
Quantas vezes estamos "em baixo de forma" e quando o amigo chega nosso "astral" se modifica, elevando-se, mesmo que ele não faça nada nesse sentido, apenas com a sua presença, a sua companhia, a energia gostosa que transmite seja fisicamente, pessoalmente ou pelo som da voz no telefone ou à distância, seja através de um mail, de um "papo on line", de um "torpedo" no telemóvel, ou ainda através de um pensamento isolado, mútuo, em simultâneo, este quando existe uma mágica sintonia.
Quantas vezes as lágrimas escorrem pelo rosto, surge a lembrança do amigo, de repente tem-se a sensação de que elas são enxugadas por uma mão invisível. O mais fantástico disso tudo é que muitas vezes se pudéssemos conferir, comprovaríamos que nesse exato momento o amigo de alguma forma estava pensando em nós e por isso faz-se presente.
Incrível! porém não causa nenhuma surpresa, porque se um amigo é um anjo na terra enviado por Deus, ele tem o poder de se "tele transportar", mesmo que conscientemente não se aperceba disso.
Contudo, há uma fase na vida do Homem propícia ao desenvolvimento e construção da amizade a partir de bases sólidas, que é na transição da infância para a adolescência e na própria adolescência. Os amigos que se conquistam ou são descobertos nessa fase são aqueles que nos acompanham pela vida fora, que ficam guardados para sempre num cantinho do coração, mesmo que estejam separados por contingências da vida, porém quando se reencontram, não importando se passou um dia, um mês ou trinta anos, ou que rumo tomaram na vida, uma onda de felicidade os envolvem, como se o tempo tivesse parado e regressado a época em que a amizade estava em todo o seu apogeu. Essa fase propicia a criação de laços de amizade duradoura porque é uma fase em que olha-se para a vida de "peito aberto", "desarmado", com lirismo, a cabeça cheia de sonhos e ideais, embora seja uma fase conturbada, cheia de dúvidas, de incertezas porque é uma fase de grandes mudanças quer a nível do corpo, das responsabilidades e preocupações com o futuro, onde se escolhe a profissão que desenhará o futuro, para além de ser uma fase de contestação e rebeldia, muitas das vezes sem causa. Tudo isso propicia a uma aproximação maior, uma vez que todos estão passando pelas mesmas dúvidas, incertezas, por problemas semelhantes como por exemplo o conflito de gerações entre os pais e os filhos, acaba por haver uma solidariedade, uma união entre os jovens, dessa aproximação é que surgem as afinidades e daí a consolidação das amizades puras desprovidas de interesses, há confiança, partilha de segredos, troca de idéias, construção de ideais. Há uma "visão cor de rosa" da realidade, pautada num otimismo, para além de um vigor, vitalidade e descontração própria da juventude, fruto de quem ainda não adquiriu o "calo (conhecimento e experiência) da vida", isso faz lembrar a sabedoria que encerra o ditado que meu pai costumava dizer: "se o velho pudesse e o novo soubesse não haveria nada que não se fizesse", isto é o velho sabe mas não tem vigor,não pode, o novo tem vigor, mas não sabe é inexperiente.
A medida que se avança na vida, as chances de se criar laços verdadeiros de amizade vão ficando reduzidas, porque passa a haver jogos de interesse, o "servir-se" do amigo para atingir um fim como uma promoção, um emprego, o "levar vantagem", há um egoísmo e um egocentrismo levando sempre a fazer tudo em prol de si mesmo. Não se criam bases sólidas pautadas na confiança, porque quem nos trai ou nos derruba, não são os os nossos inimigos e sim os nossos ditos amigos.
Na fase adulta aqueles que são "nossos amigos", nada mais são do que colegas mais diferenciados em que mantemos um contato social, uma convivência mais próxima, porém distanciada do eu de cada um. Totalmente o oposto do amigo que se conquistou na fase da pré adolescência e adolescência, onde o eu de cada um está muito próximo, muito íntimo, numa total confiança.
Por isso que o ser humano está cada vez mais desconfiado e isolado dentro de si mesmo, em solidão no meio da multidão.
ahhh! Como é gostoso e relaxante poder estar com os amigos e poder entregar-se ao sabor das emoções revivendo os momentos passados juntos, compartilhando os momentos presentes, de forma despreocupada, desprovida de qualquer interesse a não ser o bem estar do outro.
Um brinde a todos os amigos verdadeiros, com "A", autênticos anjos na terra!
Um brinde especialmente para você, um raio de sol que despontou no meu horizonte.

Amizade...um "flash" no Horizonte

Amizade, uma forma de expressão do amor, surge como um flash de luz no horizonte marcado pelas trevas ao longo do caminhar pela vida. Trevas que são originadas pelos dissabores encontrados nas curvas da vida.
Por isso que a sabedoria popular diz: "quem encontra um amigo encontra um tesouro" de valor incalculável:
Quando estamos sofrendo, seja ele uma dor física, mental, espiritual ou sentimental e um amigo segura a nossa mão, nos abraça, ou simplesmente nos faz companhia, mesmo que em silêncio, há a transmissão de uma energia mágica, que nos dá conforto e alívio. Assim como a vibração transmitida com a força do pensamento do amigo é tão poderosa que mesmo distante nos alcança e nos faz sentir que não estamos sozinhos, nos ampara, conforta e nos dá força para ultrapassar os obstáculos, os conflitos e crises que a vida, por vezes, coloca no nosso caminhar.
Um amigo é um tesouro que enriquece o coração, porque nada mais é do que um anjo na terra, enviado por Deus, sob a forma humana de um desconhecido a ser descoberto, por isso há que estar atento. Porque um desconhecido é um amigo que ainda não conhecemos.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Amizade... Expressão do Amor

Uma amizade entre dois seres vivos é espetacular, porém, se acontece entre duas almas que se reconhecem como gêmeas complementares, é uma sensação maravilhosamente indescritível, encerra um mistério fascinante, porque cria um novo mundo de emoções e sensações, sem fronteiras, sem limites ou barreiras, mas bem delimitado em relação ao mundo individual de cada um. Não há interferências nocivas do mundo novo criado a partir desse encontro e reconhecimento, existe sim um adicionar de energia positiva, maravilhosa ao mundo já existente, porque:
*promove a auto estima
*Estimula os sentidos
*Desenvolve a tolerância, a compreensão e a admiração por si e pelo outro
*Favorece a criatividade
*Fortalece a confiança em si mesmo
*Origina o auto conhecimento e o conhecimento do outro
* induz a construção de sonhos, elaboração de planos e estruturação de metas
*Desperta o que de melhor existe dentro de si mesmo, muitas vez, até ignorado ou desconhecido pelo próprio
*Gera a força e o conhecimento necessário para transpor os obstáculos surgidos
*Impulsiona o levantar, sacudir a poeira e seguir em frente quando ocorrem quedas.
* Apoia nos momentos difíceis, ajudando a superá-los
* Alivia o sofrimento
* Seca as lágrimas que rolam pelo rosto
* Vibra com o sucesso alcançado
* Espalha sorrisos
* Afasta a solidão com a sua companhia
* Desencadeia o máximo de prazer mútuo conduzindo posteriormente ao estado de êxtase
* Aponta o sentido e a direção rumo ao máximo desenvolvimento para atingir a transfiguração próxima da perfeição, que é a divindade.
* Ensina a ter generosidade e altruísmo, que consiste em buscar primeiro a felicidade do outro para depois buscar a sua própria felicidade.
Essa amizade que surge entre duas almas gêmeas complementares ultrapassa todas as barreiras: Tempo, distância, idade, sócio-econômica, status social, crenças religiosas, aparência física, erros cometidos e dura até a eternidade, porque fica gravada no espírito e este é imortal.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Brilho do Amor


A pessoa em êxtase, após atingir o Nirvana (*), envolta pelo brilho mágico do amor, fica de tal forma encantada e ofuscada que ao mirar-se no espelho, vê uma imagem refletida que muitas vezes não corresponde a realidade: Jovem, elegante, bela, sensual, inteligente e poderosa, uma autêntica personagem de um conto de fadas, é o caso de uma pessoa velha mas que vê-se jovem, porque o amor faz a pessoa sentir-se rejuvenescida; é o caso da pessoa "insossa", sem atrativos, que se vê no espelho sensual e sedutora, capaz de despertar desejos incontroláveis, porque o amor inflama o desejo sexual; É o caso do gatinho frágil e delicado que se vê ao espelho como um leão poderoso, porque o amor aumenta a auto estima e transmite força e poder capaz de vencer os maiores obstáculos. É o caso da Cinderela vestindo uns "trapos velhos" mas que olha-se no espelho e vê uma linda princesa com um vestido belíssimo e uma teara de brilhantes sobre sua cabeça, porque o amor empresta brilho e liberta a fantasia.

Porém, quando retorna do Nirvana, saindo do estado de êxtase ou na ausência momentânea do ser amado, este sim, possuidor de um brilho e energia positiva maravilhosa contagiante, responsável por tal magnífico sentir, o véu mágico que envolvia o espelho, desfaz-se mostrando a realidade que conhecia, mas que havia ficado ofuscada pelo brilho do amor emprestado pelo ser amado e o distanciamento que existe entre ambos fica vincado: Um apresenta um brilho próprio e o outro só brilha por reflexo do brilho daquele. Um tem uma existência repleta de realizações, conquistas, sucesso, espalhando seu brilho, deixando marcas e fazendo a diferença por onde passa, inesquecível. Já o outro tem uma existência vazia, repleta de fracassos, sem brilho que passa pela vida sem deixar "obras" marcas positivas, somente negativas , facilmente esquecido.
Essa polaridade não é percebida de imediato, mas ocorre porque são almas gêmeas complementares atraídas pelos pólos opostos, as leis da física demonstram que os pólos opostos se atraem, embora a sintonia estabelecida dê-se justamente pelos pontos em comum: Pensamentos, ideias, atitudes, confiança que promovem uma entrega total de ambos, sem reservas, limites ou barreiras, fazendo com que o distanciamento entre ambos não se faça notar enquanto estão dentro da "bolha" que conduz por vezes ao nirvana, sendo complementares, ambos são as duas faces de uma mesma moeda, um é o pólo positivo e o outro o pólo negativo, um o Yin e outro o Yang. Racionalmente compreende-se as razões que levam o pólo negativo a sentir atração pelo positivo, porque é tudo o que não possui, agora não se compreende é o que leva ao pólo positivo sentir-se atraído pelo negativo, a não ser pela sabedoria que o ditado popular encerra: "quem ama o feio bonito lhe parece". contudo, isto revela a grandeza , o mistério e o poder mágico do amor: Modificar a realidade, nem que seja durante os breves momentos de sintonia.
(*) Nirvana »o ápice onde o espírito se liberta do corpo temporariamente

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Amor uma semente...

...Cultivada no jardim do coração de um ser humano!
O amor surge na vida das mais variadas formas: De mansinho e pega a pessoa distraída, instala-se com toda a força, alterando substancialmente a vida dessa pessoa;
Ora chega de repente com toda a força e deixa a pessoa "zonzo" como se tivesse sido envolvida por um furacão, deixando sua vida de "pernas para o ar";
Ora vai se instalando no dia a dia de forma progressiva, a partir de uma crescente admiração e emoção despertadas pelos gestos, atitudes, maneiras de estar na vida;
Ora como fruto de uma procura cuidadosamente estruturada, através da criação de uma fantasia e tentativa de materialização da mesma;
Ora como que por magia nos atinge, nos deixando "fora de órbita".


Não importa como o amor chega na vida da pessoa, importa como seguirá depois de ter se instalado. Tal como a semente de uma planta, o amor precisa ser cuidado, renovado, "regado" com pequenos gestos de aproximação e carinho, seja ele através de uma mensagem escrita numa carta, num bilhete, num mail, no telemóvel, seja através da voz via telefone ou programas de comunicação via Internet, seja através de fazer a sua comida preferida ou usar uma roupa comprada especialmente para ele, de ouvir o que tem a dizer seja um desabafo , um compartilhar de pensamentos, alegrias ou preocupações, seja através de um abraço carinhoso, de um beijo gostoso, seja pelo fato de prestar atenção, de elogiar uma atitude boa ou uma boa ação, seja por vibrar de emoção com o seu sucesso, realização de algum projecto ou meta alcançada. Seja por irmos a um sítio onde ele já esteve antes para sentir as mesmas emoções outrora sentidas, isso encurta as distâncias, renovando e fortalecendo o amor existente.
A permanência do amor exige:
*Confiança a 100% em todas as ocasiões, mesmo que as evidências estejam desfavoráveis e levam a crer ou parecem apontar para o cometimento de uma falha, erro ou deslize, tendo sempre em mente que as aparências enganam, nem tudo que parece é, além de que tudo tem uma explicação.
* Capacidade de Perdoar as falhas ou deslize se essas forem mesmo confessadas
* Aceitação dos defeitos sem humilhação, críticas ou julgamento
* Enaltecimento das qualidades e virtudes
* Compreensão para com as faltas cometidas
* Respeito pela individualidade do ser e pelo seu espaço
* Generosidade e doação de si mesmo, sem cobranças
* Sacrifício e renúncia mútua em prol da harmonia
* Diálogo, debate de ideias e opiniões, principalmente se alguma coisa não está bem no relacionamento
* Sinceridade, base sólida para qualquer relacionamento
* Capacidade de ouvir
* Atenção, carinho e companhia
* Sabedoria para discernir o momento certo de calar e o momento oportuno de falar
* Entrega total
* Equilíbrio e harmonia sem querer mudar o outro ou exigir mais do é possível dar
*Alegria, vibração e emoção pelo sucesso do outro como se fosse seu próprio sucesso
* Incentivo para alcançar as metas
* Apoio nos momentos difíceis
* Auxílio para transpor os obstáculos, as barreiras e as próprias limitações
Num mail lido, havia uma passagem interessante a cerca de gestos de carinho que renovam o amor (amor com A), mas sem impor a presença:"no livro de Paulo Hecker Filho, fidelidades, numa de suas prosas poéticas, conta que deixava, livros bilhetes, quindins na portaria do prédio de Mário Quintana..."para estar ao lado sem pesar com a presença".
Quando lemos um livro ou quando vamos a um sítio indicado com amor, sentimos a sua presença.
Todo o pensamento gerado, as emoções despertadas por sua lembrança, a partilha dos acontecimentos da vida, é uma forma de perpetuar o amor outrora instalado.

Amor... Um Arco-Iris no Horizonte


O amor de uma forma geral, em especial aquele que ocorre entre almas gêmeas, faz despontar um arco-íris(*) no horizonte dando vida e beleza à própria vida.
Em muitas situações esse arco-íris opera uma transformação radical na realidade existente, despertando o que de melhor existe no ser humano e isso reflete-se em todos os níveis, no dia a dia das actividades, ações, decisões e no próprio relacionamento com os outros, a criatividade é estimulada, projetos são desenvolvidos, levando a que o ser atinja níveis superiores de desenvolvimento intelectual, espiritual, emocional, psíquico e social.
Noutras situações esse arco-íris acaba ofuscando a realidade, gerando momentaneamente a ilusão de que a realidade a volta é bela e colorida tal qual as cores do arco-íris, despertando igualmente o que de melhor existe no ser humano, mas essa ilusão, embora muito intensa e por momentos, curtos, bem reais, desaparece quando "baixa a poeira"da emoção, do êxtase, do furacão que o amor despertou, dando lugar a que a razão mostre a realidade como ela é negra, triste, uma existência apagada, que só adquiriu cor e brilho enquanto esteve sob o manto mágico do amor. Porém essa ilusão criada pelo arco-íris pode ser uma seta apontando o caminho a percorrer, como se fosse uma "bola de cristal" mostrando um futuro alternativo, possível de ser alcançado, bastando muitas das vezes apenas uma mudança de atitude ou postura perante essa realidade e a vontade de ser melhor. Se a realidade não é como aquela vislumbrada pelo prisma do amor que gerou o arco-íris, há que tentar, tentar não, quem tenta não realiza, há que mudar, se não puder ser colorida, por condicionantes variados, pelo menos adquira um brilho diferente que a torne mais viva, mostrando que o amor não foi em vão, que deixou marcas visíveis, que operou mudanças e transformações, que o amor faz toda a diferença na vida de uma pessoa.
(*) Arco-íris=arco-celeste, arco-da-aliança ==> daí a associação ao amor
"O Arco-Íris é a ponte entre o real e o imaginário...O Arco-Íris é como uma ponte gigantesca que liga a Terra ao Céu ou como um enorme portão que se abre para o infinito. Representa, por um lado, a magia de um momento tão efémero como a sua própria visibilidade; por outro lado, representa o inacessível, pois, tal como o Povo diz, a construção do Arco-Íris é um projecto maravilhoso, deveras desejado, mas inatingível"- retirado do site " a magia do arco-íris"
A descrição do fenômeno pela wikipédia=> A aparência do arco-íris é causada pela dispersão da luz do sol que sofre refração pelas (aproximadamente esféricas) gotas de chuva. A luz sofre uma refração inicial quando penetra na superfície da gota de chuva, dentro da gota ela é refletida (reflexão interna total), e finalmente volta o sofrer refração ao sair da gota. O efeito final é que a luz que entra é refletida em uma grande variedade de ângulos, com a luz mais intensa a um ângulo de cerca de 40°–42°, independente do tamanho da gota. Desde que a água das gotas de chuva é dispersiva, a grau que a luz solar retorna depende do comprimento de onda e da frequencia, principalmente. A luz azul retorna em um ângulo maior que a luz vermelha, mas devido a reflexão interna total da luz na gota de chuva, a luz vermelha aparece mais alta no céu, e forma a cor mais externa do arco-íris.
Para ajudar a lembrar a sequência de cores do arco-íris, usa-se a mnemónica: «Vermelho lá vai violeta», em que l,a,v,a,i representam a sequência laranja, amarelo, verde, azul, indigo.

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Amor Alicerce da Saúde...Essência da Vida!


O amor é o alicerce da saúde, essência da vida. O ser humano que não ama e não é amado leva uma existência vazia, possui um constante desequilíbrio energético, tornando-se vulnerável a todos os ataques vindo do exterior e do seu próprio interior, permitindo que a doença se instale dentro de si.
O primeiro passo para alcançar um equilíbrio energético passa por amar a si mesmo, isso implica em conhecer-se, admirar-se, porém sem iludir-se, olhar com olhos de ver, apreciar suas qualidades, mas também reconhecer seus defeitos, aceitar-se como é, modificar o que pode ser modificado, respeitar-se e cuidar de si mesmo...enfim dedicar parte do tempo a si mesmo...para fazer aquilo que gosta, seja praticar seu esporte favorito, cuidar da beleza do seu corpo, momentos de relaxamento, momentos de meditação (estar consigo mesmo, "ouvir" o seu eu interior), momentos de libertação de você mesmo, bate papo e encontro com seus amigos, assistir a um filme, ouvir música, dançar, fazer compras, de vez em quando dar um presente a si mesmo, caminhar a beira mar.
O 2º passo é amar o ser vivo. a natureza, o universo, mantendo um atitude de respeito pela vida, pela natureza, pelo universo.
O 3º passo é combater tudo que é nocivo ao organismo, à vida. O "stress" por exemplo, na dosagem certa é o que impulsiona ao desenvolvimento e está relacionado com o instinto de sobrevivência, porém, se em exagero, acaba minando o próprio sistema imunitário, deixando o organismo debilitado, vulnerável, fragilizado.
Mas, uma pergunta se interpõe: como combater o "stress"? Buscando o essencial que possibilite satisfazer as necessidades básicas, frenando a busca desenfreada pelo poder, contendo a ambição desmedida, travando o consumismo exagerado que implica em querer mais e mais, muito além do necessário, querer ter muito dinheiro para atender a esse consumismo, traçando objectivos alcançáveis a curto e a médio prazo, dando valor ao que tem e conquistou, ao invés de querer ter o impossível, vivendo dentro das suas possibilidades, o que não significa que tenha que ficar estacionado, muito pelo contrário, deve ir ampliando os horizontes, de forma dinâmica, gradual conforme for alcançando as metas traçadas.
Promover a saúde é justamente alcançar o equilíbrio energético. Segundo algumas correntes do conhecimento, a doença acontece quando há um desequilíbrio energético de um órgão ou até mesmo de forma global no organismo como um todo, daí algumas técnicas e/ou terapêuticas que visam justamente reequilibrar o organismo em termos energéticos, como a meditação, o tai-chi, como tasmbém é o caso do Reiki, que de forma geral, é o espalhar do amor incondicional pelo universo, é o canalizar da energia dispersa no cosmos e direcionar para o reequilíbrio da energia vital do ser vivo. Éuma doação cuja a intenção é o de ajudar ao próximo a restabelecer o seu equilíbrio energético, recuperando a sua saúde física, mental e espiritual.
Muitas vezes o desequilíbrio energético está ao nível do espírito ou da mente, porém manifesta-se no físico, são as chamadas doenças psicossomáticas, neste caso, a pessoa afetada começa a apresentar queixas e sintomas, mas que não se consegue chegar a um diagnóstico preciso ou objectivo, os exames apresentam resultados normais, mas a pessoa sente-se doente e quanto mais lhe é dito que está tudo normal, mais doente fica, porque sente-se doente e ninguém descobre a sua doença.
Em resumo o amor é a essência da vida, é o alicerce da saúde, através dele o impossível torna-se possível, até mesmo a morte é modificada pelo amor. O amor gera esperança, fortalece e ajuda a transpor os obstáculos, dá vida à própria vida, faz com que tudo se renove dentro de nós e fora de nós, nos impulsiona a seguir sempre em frente, redobra as forças e a vontade de viver e superar a sua própria doença e a doença do outro.