Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Felicidade...somatório de momentos felizes!




A felicidade é a meta que o ser humano busca durante toda a sua vida terrena.

"No cérebro existem os receptores da felicidade, são nesses receptores, segundo alguns cientistas, onde as substâncias neuroativas de drogas como a planta cannabis (princípio ativo, o delta 9-tetra-hidrocanabinol =THC), assim como o chocolate (substância neuroativa, a amandamida, também produzida no cérebro) embora em menor intensidade, ambos são capazes de aliviar a ansiedade e induzir a uma situação de tranquilidade e relaxamento. Porém, aquela causa danos, irreversíveis, ao sistema nervoso central. A respeito do chocolate, a semente de cacau contém mais de 400 compostos, alguns dos quais antioxidantes já conhecidos, polifenóis, como o ácido gálico e a epicatequina que combatem os radicais livres. Contém ainda compostos como o triptofano e a teobromina, um alcalóide da família das metilxantinas a que pertence também a cafeína, substâncias estimulantes e desencadeadoras de sensações de prazer. No chocolate encontramos ainda feniletilamina, um químico que se concentra em pessoas apaixonadas e daí a sensação de felicidade que sentimos quando um pedaço de chocolate se derrete na boca, Geronimo Piperni em 1796 se referiu nos seguintes termos: «O chocolate é comida celestial, a transpiração das estrelas, a semente vital, néctar divino, bebida dos deuses, panaceia e medicamento universal . A anandamida, que deve o nome ao termo sânscrito que significa prazer ou felicidade suprema, ananda, foi a primeira molécula a ser descoberta (em 1992 na Universidade de Jerusalém)". (parte foi extraído da interne)

contudo poucos são aqueles que reconhecem que alcançaram a felicidade, porque a maioria das pessoas esquece que a felicidade é o somatório de momentos felizes, de momentos singulares de bem estar e prazer, como:

*Andar descontraído, despreocupado de encontro ao vento, à beira-mar, num dia ensolarado
* caminhar na chuva despreocupadamente, sentindo os pingos no rosto como que lavando as tristezas e os momentos ruins ou difíceis.


* Jogar bolinha de gude, soltar pipa, andar de bicicleta, brincar de esconde-esconde, saltar a corda, fazer bolinhas de sabão com um amigo, andar de balanço, jogar o peão, "pegar onda" a beira mar, enfim brincadeiras de criança que ficaram para trás, mas que se por momentos esquecemos que somos adultos e voltarmos a brincar, como nos sentimos bem... Assim como recordar esses tempos, principalmente se estivermos juntos com os nossos amigos de infância, nos transporta magicamente para esse tempo e é impossível conter o sorriso que aflora nos nossos lábios.


* Tirar boas notas nos exames decorrentes do estudo que se fez.


* Passar para a universidade e fazer aquilo que se gosta e que se tem vocação


* Vibrar com o sucesso ou vitória do amigo


* Comemorar a vitória com o amigo


* Festejar o emprego conseguido


* Receber o primeiro salário


* Encontrar-se com sua alma gêmea complementar


* Ver o sorriso de quem se ama


* "Voar para o paraíso" nas asas do amor

* Caminhar de mãos dadas com o amor
* Ouvir gargalhadas espontâneas, soltas, principalmente de quem gostamos, diante de um fato engraçado ou de uma piada que contamos.
* Soltarmos uma gargalhada espontânea ao ouvir um relato engraçado feito pelo nosso amigo ou ente querido


* Proporcionar alegria a alguém
* Ajudar a realizar o sonho de alguém, principalmente se for quem amamos
* Fazer surgir um sorriso por entre lágrimas
* Proporcionar uma brisa suave a quem está mergulhado no stress do dia a dia ou afogado em problemas
* Poder dividir ou aliviar a carga/peso a alguém, em especial aquele que amamos.
* Fazer alguém feliz

* Dançar, ir ao cinema , jogar uma boa partida de volley ou outro jogo que se gosta, comer uma pizza ou uma lasanha de vez em quando, comer um swrill de chocolate ou saborear uma casquinha de coco, baunilha ou nata com chocolate, uma banana-split com tudo que tem direito, desde a cobertura até a castanha ou tomar um suco de morango com leite na companhia de um amigo...hummm! que delícia!


* Trocar mails, ideias, bater papo descontraído ou um "porre sem álcool" (quando falamos sem censura daquilo que se passa no nosso interior, porque estamos totalmente à vontade, sabemos que não precisamos nos preocupar com críticas ou más interpretações, porque quem está ao nosso lado é o nosso amigo que gosta de nós, nos compreende, nos conhece e aceita como nós somos). Assim como gostamos do amigo, compreendemos, conhecemos e o aceitamos como ele é. Há uma troca mútua.
Como é gostoso ter com quem compartilhar nossos momentos!
Como é reconfortante saber que alguém nos ouve e se interessa por tudo que fazemos, dizemos ou pensamos, sem nenhum interesse, a não ser fazer parte da vida de quem se gosta.


Se durante toda a nossa existência, nesta dimensão, formos colecionando na memória os momentos felizes que passamos, então quando chegar o crepúsculo da vida teremos alcançado a felicidade que nos acompanhará na grande viajem até a eternidade.

2 comentários:

Nuno Coelho disse...

Felicidade... Somatório de todos os pedacinhos de chocolate... Então, deixo aqui uma filosofia questionável, a que já está acostumada e sem a qual a sua vida cibernética perde uma pitadinha de piada:
Porque é que no momento não vemos, e só quando olhamos para trás, notamos os momentos felizes e temos saudade? parece que para trás, só temos bons momentos para ter saudades! Muitas vezes, os "pedacinhos de chocolate" vêm a boiar no vinagre da vida... mas ao passearmos na praia, lembramos quando lá estivemos com alguém especial... até mesmo esquecendo quem temos conosco naquele momento! Não pensamos no que nos levou à praia daquela outra vez, da vontade de fugir a toda a nossa vida... do momento antes, ou depois, em que recebemos notícias tristes e que mudaram a nossa vida, mas sim naquele momento em que estivemos lá, com alguém especial... Até nos esquecemos de apreciar este novo "pedacinho de chocolate" pelo seu sabor!
Mas pelos olhos da memória saudosa, todos os bocadinhos são de chocolate. O tempo transforma as lágrimas em pedra, que pesam no nosso coração, mas ao olhar para trás, não as vemos.
Gostei da sua mensagem. Especialmente pela mensagem que está além do texto: COMAM CHOCOLATE! é isso mesmo! Bom conselho! Apreciem todos os pedacinhos, pois todos eles são únicos, cada um deles tem um sabor muito especial!

Céu disse...

Obrigada pelo seu comentário Nuno. Fazia tempo que não dava o ar da sua graça!
Achei seu comentário "saboroso": "Felicidade ...somatório de todos os pedacinhos de chocolate!" ;)
A sua questão é bem pertinente, porém,penso que só vemos os momentos felizes quando olhamos para trás, justamente porque deixamos de apreciar o momento, porque estamos com o nosso pensamento distante preenchido pelas preocupações, remoendo situações desagradáveis ou por aquilo que temos para fazer ou realizar e não naquilo que estamos fazendo no exato momento, ou seja fazemos as coisas mecanicamente, igual quando sentamos para almoçar, comemos nem sentimos o gosto porque nossa atenção está voltada para aquilo que temos que fazer depois que voltarmos ao trabalho. Deveríamos fazer como os chineses "na hora do chá apreciar o chá" ou seja o momento é para ser apreciado de corpo e alma, a cada momento o seu momento. É claro que as lembranças são despertadas, por exemplo, ao voltarmos a um lugar onde já estivemos antes, principalmente se lá estivemos com alguém que já não está mais connosco fisicamente no presente, fazendo com que sintamos uma saudade tão intensa que chega a causar uma dor profunda dentro de nós, acabamos por não aproveitar o momento presente, porém talvez o momento seja esse mesmo o de sentir saudades, porque há um momento para tudo, de sorrisos, mas também de lágrimas, de alegria, mas também de tristeza, de sucesso, mas também de fracasso. Esses contrastes são necessários, são os degraus do desenvolvimento, ou usando suas palavras "são pedacinhos de chocolate a boiar no vinagre da vida". Se a vida fosse feita só de vinagre seria uma existência amarga, desmotivante, contudo, se a vida fosse feita só de pedacinhos de chocolate, seria doce demais e tornaria-se enjoativa, igualmente desmotivante, felizmente tudo na natureza tende ao equilíbrio, como sabe bem no meio do fel da vida encontramos pepitas de chocolate, como por exemplo, um amigo,que por momentos adoça a nossa existência.
Gostei muito do seu comentário
Um abraço!