Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Amor...Fonte Inesgotável de Inspiração e Mistério!



O amor é uma fonte inesgotável de inspiração. É um tema muito debatido, muito discursado, muito comentado, tema de vários filmes e romances literários, ao longo de toda a existência da Humanidade. Contudo, continua a ser um autêntico mistério!
O que faz com que num momento haja uma mágica sintonia entre dois seres, tão profunda que muitas vezes não é preciso usar palavras, como que adivinhasse o pensamento do outro, mas no momento seguinte há um silêncio, mesmo que muitas palavras sejam utilizadas, a sintonia não se faz notar?
Que mecanismo existe que a razão não consegue descortinar, que num momento a nossa realidade assume um arco-íris de cores e brilho, na presença da sintonia mágica do amor, para logo em seguida, sem que haja mudanças, essa mesma realidade outrora radiante se torne cinzenta, nublada e sem brilho exatamente como ela na verdade sempre foi, na ausência dessa sintonia?
Como explicar essa sintonia que vence distâncias, trazendo para bem próximo de nós quem está distante, através de uma comunicação não verbal, que se sente para além dos sentidos e da razão?
Como explicar que num dia nossos pensamentos são todos dedicados ao outro e noutro lembramos apenas por breves minutos?
Como explicar todas as sensações despertadas dentro de nós num dado momento como se o outro estivesse presente, quando na verdade encontra-se distante?
Como explicar a finitude dessa sintonia mágica, como se num momento fôssemos envolvidos por um encanto ou feitiço, vivendo como se flutuássemos, como se fôssemos outra pessoa e de repente passamos a ver a pessoa que sempre fomos?
Como explicar que num momento estamos no paraíso, no mundo da fantasia transportado pelo êxtase provocado pela sintonia estabelecida, no momento a seguir temos os "pés assentes na terra" vemos a realidade como ela é e noutro a seguir vivemos no inferno causados pelas saudades que nos consome, pelas dúvidas que nos atormenta e tira a paz de espírito ao pensar que possamos ter feito ou ter dito algo errado que provocasse o término da sintonia? Para logo em seguida as lembranças dos momentos vividos nos fazer sentir novamente próximos do paraíso, as saudades aumentarem e criar um círculo vicioso: Céu-terra- inferno reverberativo até que o tempo, a distância e a realidade se encarregue de cortá-lo e guardá-lo no cofre do coração, principalmente a primeira parte do círculo, o paraíso alcançado, deixando em seu lugar um exasperante silêncio de um profundo vazio existencial.

2 comentários:

Carlos disse...

Quando temos amor vemos o mundo de um modo diferente, gera um sentimento de bem estar que se reflete nas expressoes artisticas.

Adorei seu blog, vc escreve muito bem.

Abraços

Céu disse...

Obrigada Carlos, pelo seu comentário, gostei pelo reforço que deu ao amor como fonte de inspiração.
Obrigada por gostar do blog!
Obrigada por achar que escrevo bem, apenas tento por em palavras aquilo que sinto ou reflito, embora não escreva tão bem quanto você (acabei de ler o seu texto sobre liberdade proporcionada pelo conhecimento e adorei.
Um abraço