Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Deus Onipresente, Onisciente, Onipotente!

A Doutrina Católica veicula o seu postulado na crença de uma Divindade, a Santíssima Trindade, que é Onipresente, Onisciente, Onipotente, Deus triuno: Pai, Filho Espírito Santo, reafirmando isso, todos os católicos fazem o Sinal da Cruz invocando justamente essa tríade, consistindo numa linha reta traçada verticalmente de cima para baixo e outra linha horizontal, que cruza a linha vertical, traçada da esquerda para a direita. A vertical representa a ligação com Deus, com o superior, com o divino e a horizontal representa a ligação dos Homens de forma igual no plano terreno.
Refletindo sobre o Sinal da Cruz, se traçarmos linhas retas unindo os 4 pontos como uma pirâmide de base quadrangular, teremos os 4 pilares de sustentação da fé católica: Verdade, Justiça, Amor e Paz. Além disso imediatamente surge a ideia de correlacionar as características, com as entidades da Santíssima Trindade:
Onipresente correlacionado com o plano físico, daí talvez possa corresponder ao Filho= Jesus Cristo
Onisciente correlacionado com o plano espiritual, daí talvez possa corresponder ao Espírito Santo.
Onipotente corrrelacionado com o plano superior, divino, simbolizando o poder, daí possa corresponder a Deus propriamente dito.
Contudo nada se pode afirmar com certeza, porque se é um mistério não se explica racionalmente, simplesmente aceitamos e acreditamos no que não vemos, mas que sentimos presentes em nós e na vida que nos rodeia. Por isso:

GLÓRIA A TI, TRINDADE SANTA!
(CALMEIRO MATIAS)
Senhor Deus,
Trindade Santa,
Dou-vos graças por esta minha caminhada na Fé,
A qual é fruto da acção do Espírito Santo em mim.
Agradeço-vos,
Pai Santo,
Por me acolheres e ajudares como a um filho.
Agradeço-te Deus,
Filho eterno do Pai,
Por me acolheres e ajudares como a um irmão.
Agradeço-te Deus,
Espírito Santo,
Por me ajudares com o teu jeito maternal de amar.
Sim,
Eu te louvo Espírito Santo,
Por seres o amor maternal de Deus sempre disponível para mim.
Eu sei que estás permanentemente em mim e por mim,
Mas isto não significa que não estejas nas outras pessoas,
Ou que não estejas por elas.
Quero dizer apenas que habitas no nosso coração com uma presença adequada a cada pessoa.
Na verdade,
Tu és,
Como diz São Paulo,
O amor de Deus derramado nos nossos corações (Rm 5, 5).
Trindade Santo,
Pai, Filho e Espírito Santo,
Eu vos louvo,
Deus único e verdadeiro.
O que não dizeis de vós e do lugar do Homem no vosso plano,
Eu não o posso saber ou compreender.
Por isso,
Agradecido,
Aceito e procuro aprofundar a Vossa Revelação,
A qual é a fonte da Sabedoria Teologal de Fé, Esperança e caridade.
É esta sabedoria que me capacita para conhecer e saborear o vosso plano de amor em favor de toda a Humanidade.
Trindade bendita,
Sinto que o vosso amor para comigo é incondicional.
Pai,
Filho,
Espírito Santo,
Não estivestes à espera que eu fosse bom para gostardes de mim.
Pelo contrário,
Amais-nos de modo totalmente gratuito e o Espírito Santo vem habitar em nós,
A fim de nos ajudar a ser bons.
Por isso a minha gratidão para convosco é enorme.
Eu sei,
Deus Santo,
Que ser bom e justo é ser fiel à tua vontade,
A qual coincide sempre com o que é melhor para nós.
Deus único e verdadeiro,
Por seres amor és uma novidade a emergir de modo permanente.
Nunca te repetes!
O teu jeito de te comunicares amorosamente ao teu Filho,
Pai bendito,
É sempre novo e infinitamente perfeito.
O teu jeito de acolher o amor do pai e de lhe responderes de modo infinitamente fiel é sempre portador de novidade,
Filho Eterno de Deus.
És fonte de vida eterna,
Deus Vivo e Verdadeiro.
A Escritura Sagrada diz-nos que és Amor (1 Jo 4, 16).
Por isso és novidade constante,
Pois o amor nunca se repete.
Sem deixares de ser o único Deus infinitamente perfeito,
És um Deus todos os dias novo.
Dizer que a vossa natureza é imutável significa que és sempre uma emergência permanente de três pessoas de perfeição infinita em convergência total de comunhão amorosa.
Sem vós,
Deus bendito,
A minha vida não tinha sentido.
Por isso vos digo com muito amor:
Eu vos pertenço,
Santíssima Trindade!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Amigo presente...energia renovada

Todos os amigos acrescentam algo quando chegam, porém existem aqueles que, com a sua presença modificam radicalmente a nossa vida, por isso mesmo, são especiais.
Quando se fala das qualidades que tornam este ou aquele nosso amigo especial, tão especial que por vezes ultrapassa a fronteira entre a amizade e o amor romântico, falamos de tudo que sentimos dentro de nós provocados por esse amigo, das sensações e emoções, porém nunca paramos para nos perguntar se o autor dessas emoções que sentimos sabe que tem essa importância, nesse sentido várias perguntas surgem: Será que sabe o quanto é especial para nós e percebe...
...o quanto a nossa energia fica renovada com a sua presença?
...que modifica a nossa vida, tornando-a melhor?
...o quão estimula a nossa criatividade?
...que sua presença faz despontar no horizonte um raio de sol entre as nuvens carregadas pelos
percalços da vida?
...que o seu brilho faz com que tudo brilhe com mais intensidade e luminosidade a nossa volta, inclusive o sol, a lua e as estrelas?
...que chega sempre no momento certo, naquele em que mais precisamos de apoio, carinho, atenção ou "colo"?
...que tem residência fixa no nosso coração e ocupa grande parte dos nossos pensamentos?
...que nos faz sentir como se fôssemos bonito, elegante, inteligente, sexy, sedutor, porque projeta em nós essas que são suas características?
...que faz com que tentemos ser melhores do que somos para sermos dignos desse sentimento?
...o prazer que nos dá e que nos faz alcançar o paraíso, apenas com a sua lembrança?
...o quanto nos faz sentir feliz em êxtase?
...que representa o "sorriso de Deus" para nós?

Talvez a resposta seja não, se possui qualidades que lhe conferem o status de especial, tudo que desperta dentro de nós e todas as modificações que opera em nós é tão natural como o é o seu respirar, automático sem que a consciência ou a razão tomem conhecimento.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Dualidade do agir pela dissociação do ser

O ser humano carrega dentro de si vários "eu": Individual, pessoal, espiritual, profissional, familiar, religioso, político, social, esportista e sexual. Será normal ou natural, embora difícil, uma pessoa conseguir:

*Dissociar as pessoas que existem dentro de si?

* Separar o profissional do pessoal e vice-versa?

* Se tiver duas profissões correlacionadas ter bem definido as fronteiras e os limites que as separam?

* Amar um amigo como homem, estar diante dele como amigo e apesar de ter dentro de si a chama do desejo clamando pelas suas carícias, tentar não demonstrá-lo para não constrangê-lo ou deixá-lo embaraçado?

O normal e o anormal fazem parte de um contínuo, está relacionado com as convenções sociais standardizadas, assim como o natural prende-se com as culturas e tradições de um povo ou sociedade. Mas sem sombra de dúvida é muito difícil uma pessoa conseguir ser só um "eu" enquanto está no seu campo de ação e abstrair-se dos demais, porque há uma interrelação entre eles, o agir de um é causa e consequência do agir do outro.

Conseguir fazer essa dissociação, sem que haja consequências para a própria pessoa, requer um elevado auto controle ou auto domínio sobre si mesmo e sobre suas emoções, uma árdua tarefa, difícil de executar, pois a tendência é haver a dualidade do agir pela dissociação do ser.

Vida....mosaico de detalhes encadeados

A vida é um mosaico de detalhes encadeados que compõem cenas , histórias, fatos. Detalhes marcantes que na altura não nos apercebemos de quão importante foi e a magnitude do seu efeito, como um acontecimento simples e banal do dia-a-dia pode assumir uma dimensão tão grandiosa e ter repercussão passado muito tempo, quando de um momento para o outro surge em nossa mente, as mesmas emoções surgem desencadeando sensações novas, como se estivesse ocorrendo naquele momento, idênticas as ocorridas na altura.
É impressionante esse equilíbrio entre a mente e o corpo, uma intercomunicação que na maioria das vezes ocorre sem que tenhamos percepção dela. Um acontecimento é logo registrado no banco de memória com todos os detalhes, embora nós tenhamos percebido apenas o global, sem atentarmos para os pormenores. Algumas vezes passado o momento é que os detalhes pormenorizados vão ganhando forma e a nossa mente vai reconstruindo como se fosse a montagem de um filme, só nessa altura é que a magnitude do evento assume a sua real proporção. Isso pode acontecer de forma espontânea ou de forma intencional, por exemplo quando temos que "rebobinar o filme" em busca de respostas ou esclarecimento de situações, por exemplo quando presenciamos um crime, um acidente e reconstituímos os nossos passos para buscar todos os detalhes do acontecimento.

Um detalhe, por vezes pequeno e aparentemente sem importância pode fazer toda a diferença. Quando se faz um inventário e todos os dias se verifica o material e é registrado, se ele desaparece, é através do último registro que pode ser delimitado no tempo e pela pessoa que o fez, de detalhe em detalhe vai se reconstruindo o que possivelmente terá ocorrido. è assim que ocorre na investigação policial e em qualquer tipo de investigação que se faça.

Os detalhes são tão pequenos, mas assumem grande importância na vida das pessoas, de tal forma que Roberto Carlos interpretou uma música onde menciona"...se um outro cabeludo aparecer em sua vida...não diga nada, não vá dizer o meu nome a pessoa errada...até os erros do meu português ruim, tudo isso vai fazer você lembrar de mim..."

Os detalhes ficam gravados no nosso corpo, nos nossos sentidos e na nossa memória, portanto ressurgem a todo o momento, muitas vezes como flashes que pode ser:

* Esclarecedores de situação não resolvida ou das dúvidas surgidas posteriormente;

* Revelador e acusador de nossos erros, falhas ou culpas;

* Sinalizador para o perigo, impedindo que caiamos em armadilhas ou cometermos erros;

* Um bálsamo refrescante no lufa-lufa do dia-a-dia;

*Um tônico revigorante quando a nossa energia está baixa;

*Simplesmente para matar as imensas saudades de alguém.

Seja como for os detalhes estão presentes e estão encadeados como um mosaico de cores e constituem o arcabouço da vida.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Estrelas cadentes...magia no céu

Agosto de 2009 fica marcado por um fenômeno no Céu, visível a olho nú, uma chuva de estrelas, deixando um rastro de luz em forma de flashes em várias direções, um espetáculo repleto de magia, para quem teve a oportunidade, a paciência de esperar por longos minutos de forma atenta e em todas as direções, porque de instante em instante cruzava no céu uma "estrela cadente", partindo de vários pontos, seguindo várias direções.

No dia 12/8/09 durante cerca de 30 minutos tive o privilégio de ver 5 "estrelas cadentes" e como manda a tradição. fazer 5 pedidos. Embora por muito tempo no passado longínquo, esse fenômeno causasse temor e não encanto, porque os povos acreditavam que era maldição vindo do céu.


Por breves momentos, 5 frações de segundo uma perfeita integração e sintonia com o Universo, uma comunicação não verbal estabelecida de forma incrível, nesse curto espaço de tempo, uma vida sem passado, presente ou futuro, sem percepção do corpo ou do espaço físico, sem consciência ou interferência da razão, havia somente um conjunto uno indistinto espírito/Universo. Uma experiência maravilhosa, indescritível de ter viajado numa dimensão diferente, como se o espírito tivesse deixado o corpo e voasse livremente numa velocidade incalculável.


Segundo o Prof. Renato Las Casas afirmou em 13/07/98:" durante a noite do dia 12 de agosto, a Terra cruzará a trajetória do cometa Swift-Tuttle; ou seja: a Terra passará por onde o cometa Swift-Tuttle já passou várias vezes, sendo a última delas em 1992. Um cometa ao longo de sua trajetória vai "sujando" os lugares por onde passa com fragmentos e grãos liberados por ele. Quando a Terra passar por onde o Swift-Tuttle passou, parte desta "sujeira" cairá em nosso planeta, provocando o fenômeno conhecido como "chuva de meteoros" ou "chuva de estrelas cadentes".A chuva de meteoros do dia 12 próximo acontecerá porque nesse dia a Terra cruzará a trajetória deste cometa. Nesse dia a Terra estará se movimentando em direção à constelação de Perseus, daí o nome de Perséiades dado a essa chuva.
Por toda a noite, dezenas de "estrelas cadentes" por hora cairão na Terra, sendo que em seu máximo, essa taxa poderá chegar a 75 por hora".
Estas Perséiades podem ser observadas até 22 de Agosto, embora com menos intensidade do que foi no dia 12 de agósto que foi o pico de sua actividade máxima.


Sabe-se hoje que o conhecido fenómeno das "estrelas cadentes" ou meteoros, como correctamente deve ser designado, é produzido por pequenos corpos, não maiores que uma ervilha, que, gravitando em torno do Sol, ao atingirem em grande velocidade a atmosfera terrestre, tornam-se incandescentes pelo choque com as moléculas de ar, reduzindo-se na maioria a pó antes de alcançarem o solo. Os maiores, resistindo ao calor da fricção, conseguem chegar até nós: são os meteoritos que podem ser admirados nas colecções dos museus de História Natural. Quando no espaço interplanetário, antes de atingirem a atmosfera terrestre, estes corpos têm a designação de meteoróides.
Mas o Homem não se contentou apenas, ao longo da História, em usar ou adorar estes corpos caídos do céu. Também procurou explicá-los, vendo-os como fenómenos da natureza, ainda que extraterrestres. São conhecidas tentativas dos gregos nesse sentido. O filósofo grego Anaxágoras (c. 500-428 a.C), na base dos seus conhecimentos astronómicos, afirmou que algumas pedras podiam cair na Terra provenientes do Sol. Por seu lado, o filósofo Diógenes (413-327 a.C.) postulou uma conexão entre os meteoritos e as estrelas, situando assim a sua fonte fora dos limites da Terra. Aristóteles (384-322 a.C.) considerou os meteoros como fenómenos atmosféricos, conquanto a sua concepção de atmosfera fosse diferente da actual. Não se referiu porém aos meteoritos como pedras provenientes do céu. http://www.portaldoastronomo.org/tema_pag.php?id=9&pag=1


As próximas "chuvas de estrelas" Ocorrerão em Outubro, Novembro e Dezembro, data de ativdade máximas ( período de visibiliadade):
*Dracónidas =>9 de Outubro (6 a 10 de Outubro)
*Oriónidas =>21 de Outubro (15 a 29 de Outubro)
*Leónidas =>17 de Novembro (14 a 20 de Novembro)
*Gemínidas =>13 de Dezembro (6 a 19 de Dezembro)


Várias oportunidades para apreciar tão belo espetáculo, isto é se o Universo permitir, fazendo com que haja noite de céu límpido, estrelado e que tenhamos oportunidade ou o privilégio de poder apreciar o céu longe das luzes e da poluição das cidades e a determinaçao de o querermos, não importando o tempo que possa levar nem que seja para ver apenas 1 "estrela cadente" e por frações de segundos vivermos uma experiência fantástica mágica, única, porém semelhante a experiência de viver a sintonia do amor.


terça-feira, 11 de agosto de 2009

Debate de idéias...esgrima intelectual

A esgrima no passado foi muito utilizada em duelos, nomeadamente para limpar a honra do ofendido e pressupõe ataque e defesa até que um mais habilidoso ou mais atento ataque o outro sem que esse consiga se defender e "touché".
O debate de ideias, por analogia, é a esgrima intelectual, só que nesta as armas utilizadas são o florete o sabre ou a espada, naquele são as palavras.

Um debate de ideias quando bem realizado, de forma que as partes envolvidas "ataquem" e "defendam" somente a ideias, é muito enriquecedor e estimulante, promove o aperfeiçoamento e o desenvolvimento pessoal, consequentemente a Humanidade também se desenvolve.

Porém isso é verdadeiro desde que não hajam ataques pessoais ou até mesmo ofensas, insultos ou injúrias, como acontece nos debates políticos, onde as palavras são utilizadas não para a defesa de ideias e sim como armas que atacam a moral dos adversários, esse é o tipo de campanha política que presenciamos sempre que se aproximam as datas de uma eleição.
Os debates políticos deveriam partir dos problemas existentes, cada candidato ou representante de um partido deveria apresentar suas soluções ou propostas nesse sentido, assim o povo poderia apreciar e tomar a sua decisão com consciência na hora de votar. Quando começa a haver "lavagem de roupa suja" significa que não existem ideias ou propostas e um passa a atacar o outro justamente para desviar a atenção da sua pobreza de soluções, ideias ou propostas, ludibriando o povo, que sem ter consciência política, acaba votando naquele que supostamente não cometeu falhas nem erros já que apontou os erros e as falhas do adversário, que muitas vezes não são de interesse público e sim pessoal, qual o interesse que pode haver se um candidato é infiel ao seu cônjuge? ou que seja homossexual? Há interesse em saber:
*O que será feito para combater as injustiças sociais e acabar com a miséria ou pobreza extrema?
*Qual a rede de suporte para apoiar aos desempregados?
*O que será feito para diminuir o número de desempregados? (não em termos estatísticos somente, porque muitas vezes há manipulação das estatísticas ou vies, por exemplo, pessoas que estão inscritas no centro de emprego, são colocadas num determinado setor, mas ao final de 6 meses, são substituídas por outras, ora isso é manipulação dos números, porque estatisticamente essas pessoas saíram do desemprego, só que por 6 meses, isso gera uma instabilidade social muito grande e um desperdício econômico, porque nos 2 primeiros meses é para formação e adaptação, quando estão desenvolvendo o trabalho vão embora e o processo recomeça);
*O que será feito para dar a educação necessária de forma adequada às crianças? ( com certeza não será fazendo com que professores se desloquem para muito longe de casa ou sejam frequentemente substituídos, que isso poderá ser alcançado, muito menos tendo professores desmotivados e desgastados, entre outros motivos, por não poder darem o castigo merecido aos alunos mal criados que até os agridem, porque estes agem assim com a bênção e apoio dos pais que em alguns cassos são eles os próprios agressores e com a benevolência ou passividade criminosa da sociedade);

*O que será feito para combater a toxicodependência e o uso abusivo do álcool principalmente no adolescente ou jovem adulto?

*O que será feito para acabar com as drogas e o tabaco nas escolas? (em algumas escolas os alunos mais velhos obrigam aos mais novos, sob ameaça, a consumirem drogas e cigarros e estes amedrontados não denunciam essa situação nem mesmo para os próprios pais);

*Que medidas serão adotadas para a promoção, manutenção da saúde e a prevenção das doenças da população? (Médicos em número insuficiente, vagas nos centros de saúde por preencher, algumas por médicos que foram constituir USF's, teoricamente estas foram criadas para colmatar a falta de médicos, apenas houve mudança de pólos, a população sem médico de família passa a ter com a criação dessas unidades, mas por outro lado a população que já tinha médico e que não acompanhou-o passa a ficar sem médico, isto era de se esperar, como se pode fazer omeletes sem ovos?Se antes havia falta de médico e não houve nenhum acréscimo como então essa reestruturação resolveria isso? Enfermeiros em condições precárias de trabalho ou no desemprego, quando há uma enorme carência desses profissionais)

*Que apoios serão dados aos idosos?

*Que medidas serão tomadas para superar a crise econômico financeira?

Quão proveitoso seria se os candidatos políticos apresentassem as respectivas plataformas mostrando suas soluções para estas e muitas outras questões e usassem as palavras como"esgrima" nos debates das ideias e não para envenenar a moral do adversário.

A esgrima intelectual é um desafio fascinante tanto para os intervenientes, quanto para os que assistem ao duelo, porque acabam por duelarem consigo próprio, para "tomarem partido" por um ou por outro.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Momentos de sintonia...Conspiração do Universo

Incrível como o Universo conspira a nosso favor, para o nosso bem e felicidade! Recentemente tive mais uma prova a confirmar isso: As reservas da minha energia vital estavam prestes a se extinguir, gerando pensamentos inquietantes , provocados pelo diabinho interior, aproveitando-se desse momento de fragilidade, para atiçar a chama da saudade (de um amigo que tem morada cativa e vitalícia dentro no coração, que estava afastado pela vida atribulada que leva) tornando-a torturante e assim um terreno fértil para receber todo o veneno de forma a lançar dúvidas sobre as certezas existentes.
Antes que a energia se extinguisse, uma sintonia se instalou, como se o pensamento de ambos estivessem conectados naquele momento, de forma a que essa extinção eminente sofresse uma pausa para fazer a sua descrição, após essa descrição a serenidade voltou, as certezas fortaleceram-se novamente e interiormente uma nova certeza: Seu amigo especial conseguiria driblar o seu ocupado tempo para estar presente nesse momento ...e para a sua perplexidade... ele veio ao seu encontro, como que atendendo a um chamado silencioso emitido pelo seu coração energeticamente debilitado, trazendo consigo toda a energia maravilhosa que é sua marca pessoal, dissipando as saudades torturantes, elevando para níveis máximos a energia vital, outrora quase extinta.

Obrigada querido e abençoado amigo que está sempre presente nos momentos mais difíceis, chegando sempre na hora certa com sua energia maravilhosa.

Louvado seja Deus por fazer com que o Universo conspire a nosso favor, em pró do nosso equilíbrio, da nossa harmonia interior e da nossa felicidade.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

O Amor fortalece...mas distância enfraquece

O amor fortalece o funcionamento do organismo, desde o sistema imunitário, passando pelo sistema endócrino ou hormonal, até ao sistema nervoso central, aonde está o comando e integração de todos os sistemas, incluindo o centro das emoções e do funcionamento psicológico.
O amor tonifica os músculos, promove a elasticidade da pele, dá brilho os olhos, ativa a circulação, aumenta as defesas do organismo tornando-o resistente aos ataques e agressões do meio exterior. Estimula a circulação sanguínea, promovendo a entrega do oxigênio e do combustível às células para que trabalhem em condições ideais de funcionamento e recolhendo o lixo resultante daquilo que o organismo não necessita, tóxicos ou o produto degradado dos processos realizados pelas células e eliminando-os para o exterior pelo sistema urinário (urina), digestivo (fezes), respiratório (trocas gasosas), pele (suor).


A nível psicológico o amor promove a sensação de bem estar do ser, a sua motivação, entusiasmo pela vida, estimula a sua criatividade e desenvolvimento espiritual pela interação com o Universo, incentiva às ações de solidariedade e justiça social. Estabelece a harmonia e o equilíbrio entre os Homens e entre estes e a Natureza, difundindo a amizade, a fraternidade, a igualdade, a justiça, a caridade, originando a Paz: interior individual e Universal.
Quando o amor é vivido a dois o efeito torna-se potenciado, as pessoas que tem o privilégio de viver o amor dentro de si por alguém e receber o amor desse alguém por si, encontrou a felicidade plena, torna-se capaz de sentir e captar o ser amado, mesmo que esse esteja distante.
A distância acaba por ser a prova de fogo desse amor, exige maior criatividade, empenho e a cima de tudo confiança, para superar a saudade, por vezes torturante, assim como para vencer os "diabinhos" interiores que estão sempre com o "tridente" semeando dúvidas, plantando sementinhas de desconfiança que vão minando toda a confiança , principalmente quando o afastamento se prolonga no tempo com ausência de notícias e a pessoa já está fragilizada interiormente pelas situações adversas que vai encontrando no dia a dia do seu caminhar pela vida.
O Amor fortalece e sua fonte é inesgotável, mas é preciso ser constantemente renovado, "adubado", ou "regado" para revelar toda essa fortaleza e magnitude, como o grão de mostarda, a menor das sementes,mas que gera uma majestosa plantação. Se assim for não há nada nem mesmo a distância o enfraquecerá.

Tudo que começa também termina...Sabedoria da vida

Uma frase que encerra uma verdade incontestável, tudo que tem começo tem fim. Mas por vezes é tão difícil aceitar isso, principalmente quando gostamos muito do que começou. Talvez se tivéssemos presente isso não nos desgastássemos tanto lamentando ou "chorando pelo leite derramado", nem "nadando contra a correnteza".
É preciso ter um auto domínio muito acentuado para diante do que gostamos aceitarmos com serenidade que deixou de existir ou deixará de existir. Quando atingirmos esse estado de equilíbrio das emoções, então conseguiremos estar tranquilos diante da morte de um ente querido e diante da nossa própria morte.


Contudo podemos ser atraiçoados por nós mesmos, podemos estar iludidos de que tenha chegado o momento do término, então deixaremos de lutar conformados de que o inevitável que esperávamos aconteceu, quando na verdade não é assim, talvez acabemos por antecipar esse inevitável ou aceleramos esse fim, pelas nossas atitudes ou falta delas no momento certo. Isto poderá originar sentimentos de culpa que não serão superados totalmente, porque jamais teremos como ter a certeza se o término aconteceu no momento em que deveria ter acontecido.

Como obter a confirmação do momento exato do término para poder parar de lutar ou de nadar contra a maré? Através da sabedoria.


Mas como se obtém a sabedoria? talvez esta seja uma pergunta para qual não haja uma resposta. Talvez a sabedoria seja o somatório das experiências vividas e das lições aprendidas na vida ou talvez seja algo que já nasce com a pessoa e vá se expressando com o passar do tempo, ou que fique latente, escondido, como um diamante bruto a espera de ser encontrado e lapidado para revelar todo o seu esplendor e brilho. Talvez seja a sintonia entre Deus e o nosso espírito.

domingo, 2 de agosto de 2009

O sentido da vida é a expressão do amor

O sentido da vida é conseguido pela expressão do amor. Este deve ser expresso em todos os momentos da vida, começando dentro de nós mesmos, nos nossos pensamentos, pois nossas ações são resultantes dos nossos pensamentos. Não é porque os pensamentos são invisíveis aos nossos olhos e ao olhar dos outros que podemos ter pensamentos menos dignos sem que expressem o amor a todos os momentos.
Porque o pensamento é energia e assim se reflete no universo, nas nossas ideias, no nosso comportamento, no nosso trabalho, enfim no nosso dia a dia.
A expressão do amor não requer obras faraônicas, requer gestos e atitudes simples, um sorriso, uma palavra amiga, o estender a mão a alguém que precise, o dividir um peso com alguém, ouvir um desabafo, entre outros, que até fazemos isso automaticamente, muitas vezes na nossa jornada, o fazer bem não olhando a quem e nem a espera de recompensa ou divulgação, mas que não são alvos de notícia, não dão lucros e não são mensuráveis.
Quando os nossos pensamentos são desprovidos de amor geramos uma onda negativa a nossa volta que nem nos apercebemos e ao contrário do postulado da física "pólos opostos se atraem" vamos atraindo ondas negativas, aqui sim o postulado da física se aplica "a toda ação corresponde uma reação de igual tamanha com a mesma direção em sentido oposto" ou como disse Einstein "a vida nos devolve o que mandamos para ela".
No dia a dia expressamos nosso amor nas atitudes que tomamos ou que deixamos de tomar, na forma como realizamos o nosso trabalho. Os compositores e os intérpretes musicais manifestam o seu amor na música que compõem ou que interpretam-na. Existem melodias que por si só difundem o amor pelo universo, cada pessoa que a ouve deixa-se embalar pela suas notas musicais, automaticamente sente o amor dentro de si e nesse momento até a sua respiração exala o amor, o que vai gerando ondas de amor que vai se ampliando, como quando lançamos uma pedra num lago e vemos a formação de círculos na superfície da água que aumentam de diâmetro à medida que se distanciam da pedra.
É o que acontece com esta sinfonia:
Ao ouvi-la nosso espírito eleva-se, sentimos-nos invadidos e rodeados pela Paz, como se fôssemos transportados para uma dimensão diferente, alcançamos o paraíso, sensação igual como acontece quando duas almas gêmeas se encontram.

Ser amigo também é saber dizer não

Até que ponto um amigo deve ir por outro amigo? abrir mão dos seus princípios?
Por um amigo devemos ir até onde for necessário, desde que não estejamos ferindo à nossa consciência ou indo contra os princípios que nos regem.
Um amigo não deveria pedir ao outro que faça algo contra a sua consciência, porque isso seria desrespeitar o outro. E o princípio em que se baseia a amizade, assim como o amor, é a confiança e o respeito mútuo.
Nem tudo que um amigo pede ao outro pode ser atendido.
Tem pedidos que devem ser rejeitados, se estes poderão causar mais danos do que benefícios.
Quando fazemos um pedido pensamos que seja para o nosso bem, porque só estamos focando uma direção, porém ás vezes o pedido acarretará consequências nefastas, mas não nos apercebemos, se o amigo perceber isso é seu dever negar o pedido, mesmo à custa do outro ficar zangado e até romper a amizade. Entretanto se isso acontecer é porque a amizade não possuía bases fortes e sólidas.
Dizer não quando for preciso é um ato de coragem e uma prova de amizade.

Amigo que é amigo diz sim quando for necessário, mas também diz não se a situação assim o exigir, porque o amigo quer o nosso bem e muitas vezes o nosso bem está justamente em receber um não. Dizer sim, quando deveria se dizer não é como se estivesse "dando corda para se enforcar", estamos contribuindo para que o mal aconteça e não o bem.

O maior desejo de um amigo é que tudo de bom aconteça ao seu amigo, que encontre o seu caminho, tenha saúde,tenha sucesso, paz de espírito e que se precisar terá uma mão estendida para ajudar, lembrando que muitas vezes a ajuda passa por dizer um simples não.