Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Dualidade do agir pela dissociação do ser

O ser humano carrega dentro de si vários "eu": Individual, pessoal, espiritual, profissional, familiar, religioso, político, social, esportista e sexual. Será normal ou natural, embora difícil, uma pessoa conseguir:

*Dissociar as pessoas que existem dentro de si?

* Separar o profissional do pessoal e vice-versa?

* Se tiver duas profissões correlacionadas ter bem definido as fronteiras e os limites que as separam?

* Amar um amigo como homem, estar diante dele como amigo e apesar de ter dentro de si a chama do desejo clamando pelas suas carícias, tentar não demonstrá-lo para não constrangê-lo ou deixá-lo embaraçado?

O normal e o anormal fazem parte de um contínuo, está relacionado com as convenções sociais standardizadas, assim como o natural prende-se com as culturas e tradições de um povo ou sociedade. Mas sem sombra de dúvida é muito difícil uma pessoa conseguir ser só um "eu" enquanto está no seu campo de ação e abstrair-se dos demais, porque há uma interrelação entre eles, o agir de um é causa e consequência do agir do outro.

Conseguir fazer essa dissociação, sem que haja consequências para a própria pessoa, requer um elevado auto controle ou auto domínio sobre si mesmo e sobre suas emoções, uma árdua tarefa, difícil de executar, pois a tendência é haver a dualidade do agir pela dissociação do ser.

2 comentários:

Dri Viaro disse...

otimo texto
bjs

Céu disse...

Obrigada Dri Viaro pelo comentário!Que bom que gostou do texto, apesar de não ser "alto astral" como os que escreve.
bjs