Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sábado, 19 de setembro de 2009

Magia negra ...caminho das trevas longe do amor

Engraçado diversas vezes a palavra magia é utilizada, mas apenas o ramo que tem por alicerce o bem, porém nestes dias fui confrontada com o ramo que tem como alicerce o mal, alguém comentou: "...Fizeram magia negra em mim e a partir daí ..." continuou dizendo sobre os problemas que surgiram, inclusive afetando a libido.
É um tema complexo, há a tendência a fazer a dicotomia da magia: Branca, aquela em que alguns seres dotados de extrema sensibilidade e intuição, consegue entrar em sintonia com o Universo, invocando as entidades superiores que estão na esfera mais desenvolvida da espiritualidade e extrair deles uma energia que lhes confere poderes extraordinários, sobre naturais, para serem utilizados para o bem e guiar as pessoas no caminho da luz, tendo por base o amor universal, incondicional, que promove a ascensão espiritual daqueles que trilham esse caminho; Negra, aquela em que algumas pessoas invocam as entidades inferiores, que estão na esfera menos desenvolvida da espiritualidade, que vivem na escuridão das trevas porque se afastaram da luz, a partir do momento em que deixaram de ter como base o amor. Enquanto a primeira evoca as bênçãos e proteção de Deus, a segunda evoca a proteção do diabo/Satã/Satanás, que vive através dos tempos tentando ser mais poderoso do que Deus, como as escrituras revelam: "Certo dia, os anjos apresentaram-se a Deus, e entre eles foi também Satã "Job 1,6, ou como pode ser visto no Novo Testamento, onde o próprio Satanás tentou Jesus e este lhe respondeu "não Tentarás o teu Deus" e ele desaparecera.

Contudo o poder, quer de um ou do outro ramo da magia, para atingir outra pessoa precisa do consentimento desta. Quanto mais a pessoa viver na luz, no amor, mais deixará de ser vulnerável aos ataques vindo das trevas, não há maior poder no Universo do que o amor.

Quando Alguém afirma que "fulano fez um trabalho de magia negra" muitas das vezes significa que esse alguém fez algo contra outro alguém ou contra si mesmo e se por acaso o outro alguém for praticante de magia negra, isso vai penetrando na mente da pessoa ditado pela culpa ou pelo remorso, fazendo com que sem o perceber esse alguém comece a agir de forma a ter problemas e insucessos, quantos mais insucessos tiver, mais vai reforçar que lhe fizeram magia negra, mais insucessos terá. Neste caso a forma de cortar isso é meditar sobre todo o seu comportamento e tentar chegar ao momento em que feriu outro alguém ou a si mesmo e arrependido pedir perdão a quem magoou e a si mesmo.
É claro que, quando se lida com forças ocultas, há que ser muito cauteloso e cuidadoso, porque o mal está sempre a espreita a espera que lhe abram a porta, pode se apresentar das mais variadas formas, não devemos esquecer que Lúcifer/Satanás segundo é contado através dos anos, era um anjo, o mais bonito e inteligente, que um dia rebelou-se contra Deus, por considerar que tinha mais poder, desde então criou as trevas que tenta apagar a luz divina do Universo, gerando a eterna batalha entre o bem e o mal, que no mundo de hoje parece que as trevas estão levando vantagem em alguns campos, porém no fim a luz triunfará sobre as trevas, nada supera o poder divino do amor.




4 comentários:

Igor Carneiro disse...

Assim, nesse assunto eu sou um pouco entendido. Mas não quero opinar do ponto de vista de magia. Prefiro ficar calado sobre este ponto, até por ser muito racionalista.

Mas, pelas leituras que tive cheguei a uma conclusão. A demônio pega no pé de quem faz a magia, contra a outra pessoa, na verdade, nada pode ser feita. Acreditar nisso é dar brecha a tudo o que essas seitas dos novos tempos pregam (a IURD, como exemplo). Sou intercessor por vocação, já li um bocado sobre o assunto e já experenciei situações não muito agradáveis.

Em suma. Se eu fizer qualquer ato que seja considerado abominável por Deus, tal como bruxaria, o satanás, mesmo que eu não queira, estará vinculado a mim e aos meus descendentes, até que esse vínculo seja rompido só, e somente só, por meio da oração de cura e libertação, ou por meio da Eucaristia.

Uma amiga minha já foi manifestada pelo "inimigo", como deve ser chamado e, graças a Deus, ajudamos a curá-la. Sua cura deu-se pela forma mais fácil, a Eucaristia, ou seja, o poder so Sacrifício de Cristo na Cruz.

Outra coisa, só por correção. O Lúcifer não "criou" o inferno, só Deus tem poder para criar. O inferno é um lugar (ou uma situação espiritual) no qual Deus está ausente, eis o motivo da escuridão, do sofrimento, etc. Lúcifer e seus demônios, na verdade, foram expulsos do Céu depois de vencidos na batalha contra os Anjos de Luz. Miguel foi quem o derrotou.

Acho que já falei demais.
Abraço.

dyanna disse...

Beautiful post.I like it.
Have a nice day.

Céu disse...

Obrigada Igor Carneiro pelo seu comentario. Que corrobora que a magia, dita negra, e um caminho das trevas.
Obrigada pelo seu esclarecimento sobre Lucifer, porem eu discordo quando diz que ele nao criou o inferno, nao creio que tenha sido Deus a cria-lo, mas concordo que o inferno seja aonde Deus nao esteja presente.
Obrigada pelo seu exemplo de cura pela Eucaristia.
Um abraço

Céu disse...

Obrigada pelo seu comentario e voto de "nice day"
Voce e muito gentil!
Tenha um bom dia!
Um abraço