Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sábado, 14 de novembro de 2009

Estado de depressão...é quando estamos brigados connosco mesmo e com o mundo!

Ao longo da vida é normal as pessoas terem sentimentos depressivos, sobretudo após experiências ou situações que as afetam de forma negativa. No entanto, se os sintomas se agravam e perduram por mais de duas semanas consecutivas, convém começar a pensar em procurar ajuda.
Um pequeno relato: "M. 29 anos, vários incidentes conflituosos carregados de tensão emocional, muitos deles não resolvidos, começou a sentir-se "vazia" por dentro, sem que pudesse atribuir uma causa específica para tal sensação, uma tristeza sem razão, uma sensação de falta de capacidade, sem motivação ou alegria de viver: Vivia por viver, andava por andar, comia por comer, andava na rua as pessoas passavam como se ela não existisse ou fosse invisível, muitas vezes o pensamento na morte era frequente, mas repudiava a ideia de suicídio por questões morais e religiosas".

Se você se identifica com o relato descrito, você deve estar passando por um estado de depressão, portanto algumas "dicas" para tentar superar esse estado:

- procurar um médico se os sintomas forem muito acentuados.

- Se forem moderados ou ligeiros e tiver força de vontade, pode tentar uma ou várias das seguintes sugestões (foi através delas que M. superou seu estado de depressão sem recorrer a medicamentos):

1- Pegue numa folha de papel em branco e numa caneta e escreva tudo o que se passa na sua cabeça, em seus pensamentos, não importa a forma que escreva, não se preocupe com a gramática ou ortografia, muito menos com o nexo e coerência. Deixe a mão livre para escrever conforme os pensamentos forem surgindo. Depois leia o que escreveu, pois vai descobrir o que está lhe incomodando. Para se sentir mais seguro, depois de ler o que escreveu, rasgue a folha de papel ( a não ser que tenha escrito algo de valor literário), porque assim estará preservando a sua intimidade e se sentirá mais confiante para escrever livremente sempre que necessitar (sempre que tiver sensações muito incomodativas);

2- Procure manter os seus pensamentos ocupados de forma objectiva, projete algo que estimule a sua criatividade, empenhece-se e esforce-se por concretizar o projeto.

3- Procure caminhar à beira-mar sem preocupação com o tempo(horários), família, trabalho, procurando "ouvir" o que o mar tem para lhe dizer. Deixe-se envolver pela energia positiva que o mar transmite. Sentir-se-á renovado;

4- Procure caminhar num campo rodeado de árvores, aprecie o "som do silêncio" e ouça o que o seu interior lhe está dizendo, assim encontrará a resposta para aquilo que lhe incomoda no momento;

5. Leia um bom livro, mesmo que não tenha concentração para o fazer, mesmo que chegue ao fim e não saiba o que leu. Insista em ir até ao fim. Verá que aos poucos sua atenção e concentração vai voltando.

6- Seja útil a alguém, ajude a quem precisa, seja um amigo ou um desconhecido, sem pensar em recompensas. Verá o valor que tem e como a vida é bela, importante e valiosa e que você faz parte desse valor que a vida tem;

7- outros:
*Faça qualquer coisa que goste e que lhe dê prazer, como dançar, ver um filme, tomar um sorvete, comer uma pizza, andar de skate, bicicleta, jogar volley, basquete, saltar de para quedas, enfim, algo que goste realmente e que já não faça há algum tempo, como ginástica, "bater papo" on line com desconhecidos ou com amigos. O importante é que faça alguma coisa, movimente-se, mantenha a sua mente ocupada com projetos e tente realizá-los, mas sem cobranças do tipo horário, perfeição, obrigação;

*Mantenha sempre pensamentos positivos;

*Não fique pensando em como você está e sim em como gostaria de estar;

* Tente "cortar" os pensamentos repetidos e os que são "baixo astral";

* Procure dar um novo sentido à sua existência;

*Faça uma lista do que gosta de fazer, do que gostaria de ter, do que lhe dá prazer. Esforce-se por conseguir o que escreveu nessa lista. No início a concentração será nula. Depois perceberá que aos poucos sua concentração vai se firmando e vai descobrindo uma nova visão da vida. O seu interior vai se fortalecendo e você vai fazendo as pazes com você mesmo.

Não se esqueça: O estado de depressão significa que você está brigado com você mesmo e com o mundo que lhe rodeia. No princípio o mais importante é você se reconciliar com você mesmo e com o mundo que lhe rodeia. Quando você se sentir em paz, então procure as causas ou causa que levou a esse estado de depressão e tente corrigir para não mais voltar a incomodar.

Força! Tenha fé em Deus! cultive a sua força interior, movimente-se, seja útil e você reencontrará o seu equilíbrio e encontrará um novo sentido para a sua vida!


3 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.