Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Natal Mágico

Este ano o preparo do Natal foi diferente, (depois de 2 anos em que o Natal revestiu-se de tons negros pela perda de um ente querido que vivia intensamente essa época), foi revestido de magia proporcionando aos entes queridos momentos de interiorização junto ao Presépio.
Na infância e na adolescência a nossa árvore de Natal era feita pelo meu irmão com um cabo de vassoura servindo de tronco e os galhos eram feitos de arame, envoltos de algodão onde pendurávamos as bolinhas, juntamente com bombons dados por uma vizinha muito amiga (todos os anos ela na véspera de natal nos dava uma caixa de bombons Garoto) e dizíamos a todos que tirassem um bombom e fizessem um pedido ao comê-lo.
Depois passamos a comprar a Árvore de Natal, mantemos a tradição de pendurar bombons na árvore, mas já não se fazia pedidos, a nossa mãe todo ano comprava mais peças para o Presépio, o rebanho de ovelhas era tão grande que as netas, uma vez disseram que iam pegar umas ovelhinhas para porem no Presépio delas "a avó tem tantas que não vai notar a falta de uma ou duas".


Passou um período em que o Natal deixou de ser vivido como mágico ou de forma diferente devido as intempéries ou circunstâncias da vida.


No Natal de 2000 em cada bombom foi anexado uma mensagem que supostamente seria enviada pelos anjos para aquela pessoa.


Em 2001 como foi encontrado o baralho do I Ching (uma caixa pequena contendo placas com os 64 hexagramas descritos) e as pessoas faziam uma pergunta e retiravam uma placa para obter a resposta. Uma forma de tornar o Natal mais reflexivo.


Novo período em que as circusntâncias da vida não porporcionaram tornar o Natal diferente e até fizeram com que alguns fossem triste com muitas lágrimas.


Em 2009 foi um Natal mágico (oportunidade de cada um diante do Presépio formular um desejo, um agradecimento ou uma promessa de mudança) e místico (perguntas ao pêndulo e ao I Ching):


A Árvore de Natal era de fibra óptica, tinha um presépio comprado, ao lado colocou-se:


1- um pinheirinho artificial sem grandes enfeites a que chamou-se pinheiro da sabedoria onde as pessoas formulavam uma pergunta e iam num bauzinho, forrado de dourado, e pegavam uma plaquinha com um dos 64 hexagramas escritos do I Ching.


2- Um pêndulo, que chamou-se pêndulo mágico, com um círculo, sobre uma base, dividido em 2 metades (sim e não) para as perguntas cuja as respostas eram diretas ou sim ou não, sem precisar interpretar como no pinheiro da sabedoria.


3- Um pinheirinho de cristal com luz, que chamou-se Pinheiro dos desejos/do coração próximo ao Presépio, onde as pessoas que desejassem enfeitavam-no de acordo com os seus pedidos/desejos, agradecimentos e/ou promessa de mudanças ou correção, pegando as bolinhas dentro do bauzinho revestido com enfeite natalino e as colocando no pinheiro e em seguida pegavam uma vela (aroma de lavanda) ou acendiam a que estava no castiçal mentalizando o pedido, o agradecimento ou a promessa durante o tempo em que a areia da ampulheta caía (esse tempo estipulado foi para evitar que esquecessem a vela acesa e houvesse algum acidente em termos de incêndio).


Estes 3 símbolos foram previamente energizados para proporcionarem fluídos positivos e porque não mágicos que estimulassem a pessoa a ter um momento de interiorização, e que ao acender a vela acendesse a chama da esperança e da fé, diante da imagem do Menino Jesus no Presépio, na realização dos seus desejos, ou na força para corrigir e mudar o que estiver errado em cada um e a oportunidade de agradecer e louvar a Deus pelas Graças alcançadas.




Foi muito gratificante ver como a maioria dos entes queridos entrou no "clima" . Pode-se dizer que foi um Natal abençoado por Deus e por isso mágico e feliz, apesar de nossos corações manterem-se entristecidos pela ausência do nosso ente querido, que desejamos que esteja em Paz!


segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Bate-papo...Momento de envolvimento íntimo e interpessoal!

Os bate-papos que travamos com pessoas com quem temos uma forte ligação, em que nos sentimos à vontade ou confortáveis para expressar livremente nossas ideias, pensamentos, convicções, erros, acertos, são muito gratificantes e estimulantes, geram um envolvimento íntimo e interpessoal de elevada grandeza, onde nos expomos, estamos nus diante daquele com quem conversamos e terminado o bate-papo nos sentimos bem, renovados, leves e descontraídos sem a menor preocupação ou receio por termos deixado o nosso interior falar.
Nesses bate-papos por vezes surgem temas que abalam as nossas estruturas internas e convicções, porém, apesar de nos deixarem desconfortados ou numa “saia justa” e porque nos deixam inquietos, são desafios que estimulam o nosso raciocínio de forma a encontrar uma resposta ou uma solução, não para mostrar que estamos certos ou com a razão e sim porque queremos realmente achar a verdade que nos devolva o equilíbrio e a serenidade interior de outrora.
Existem temas que são motivos de grandes debates polémicos e que dificilmente encontramos a verdade, encontramos sim verdades sob o ponto de vista de cada um, como o tema Deus ou religião.
Falar de Deus não é o mesmo que falar de religião, esta será a ponte que liga o ser humano a Deus, digamos que é como se nós estivéssemos diante do nosso computador e quiséssemos entrar em contacto com Deus, que está a frente do seu giga computador, para isso precisamos estar conectado, a religião seria a Internet que permite estarmos online com Deus. Existem várias religiões, não existe aquela que seja a melhor, assim como existem várias formas de acesso à Internet.. Porém, uma religião que difunda o mal, o terrorismo, que atente contra a vida do ser humano e contra a vida de uma forma global, não pode ser considerada religião. Religião é difusão do bem e não a proliferação do mal, é luz e não trevas, é geradora de bem estar pessoal e da comunidade onde estamos inseridos, é solidariedade, partilha, caridade e compaixão.
Num desses bate-papos emocionantes surgiu uma questão: Quando uma pessoa se diz ateu, está dizendo que não crê em Deus ou que não tem nenhum credo religioso? Porque crer em Deus não depende de ter uma religião, a pessoa pode crer em Deus e não necessitar da religião para estar ligado com ele. Dificilmente, ou até impossível, será encontrar alguém que tenha 100% de convicção de não crer em Deus. Esse alguém até pode estar convencido que não crê em Deus porque não professa nenhum credo religioso, mas se refletir sobre algumas passagens de sua vida, verá que bem lá no fundo acredita, mesmo que tente provar o contrário, através do raciocínio lógico e científico.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Ateu...mas com a graça de Deus!

Na sequência de um bate-papo com um amigo especialmente querido, surgiu um tema polêmico sobre a existência de Deus e na sequência dos argumentos pró e contra, ele definiu morte como sendo a "energia que se finda" e portanto, "tudo cessa com a morte, não existindo mais nada para além desta vida".
As pessoas excessivamente racionais e lógicas tendem a não acreditar na existência de Deus e darem uma justificativa para tudo aquilo que é tido como sobre natural e por isso acreditam que um dia a ciência provará que Deus não existe e que será como tirar o "tapete de baixo dos pés" para aqueles que acreditam nele. Contudo a letra da música cantada em algumas missas:

Olho em tudo e sempre encontro a ti
Estas no céu na terra a onde for
Em tudo que me acontece encontro teu amor
Já não se pode mais deixar de crer no teu amor
É impossível não crer em ti
É impossível não te encontrar
É impossível não fazer de ti meu ideal
É impossível não crer em ti

É impossível não te encontrar
É impossível não fazer de ti meu ideal
Olho em tudo e sempre encontro a ti
Estas no céu na terra a onde for
Em tudo que me acontece encontro teu amor
Já não se pode mais deixar de crer no teu amor
É impossível não crer em ti
É impossível não te encontrar
É impossível não fazer de ti meu ideal
É impossível não crer em ti
É impossível não te encontrar
É impossível não fazer de ti meu ideal
É impossível não crer em ti
É impossível não te encontrar
É impossível não fazer de ti meu ideal...

Revela aquilo que os crentes acreditam: Tudo que rodeia o Ser Humano mostra a existência de Deus, o próprio ser humano é a prova dessa existência.
Gostaria de compreender porque aqueles que conheço que se dizem ateus usam a expressão "Graças a Deus" ou " meu Deus como isso é possível?" a não ser que sejam "ateus com a graça de Deus", além disso , gostaria de saber 0 que os não crentes fazem quando estão num momento de perigo iminente, (isto a propósito de recentemente viver uma situação dessas : Estava dirigindo na estrada, numa noite de tempestade com rajadas de vento fortes, chuvas intensas, relâmpagos, com visibilidade nula, uma situação terrivelmente assustadora, onde pela primeira vez na vida rezei em voz alta, sem estar na missa ou no terço, pedindo a Deus que me guiasse, amainasse a chuva e me fizesse chegar a casa em segurança, nesses momentos, é que sentimos como é reconfortante, tranquilizador e muito importante para enfrentarmos as situações difíceis, a crença em algo que nos transcende, que cremos ter poder sobre tudo inclusive sobre os intempéries da natureza)
Gostaria também que os ateus respondessem a estas duas questões:

1- O que é a vida?

2- Quando e como surgiu a vida?

Depois que essas perguntas forem respondidas (se é que um dia isso acontecerá) todos dirão, uníssono:




"É impossível não crer em Deus"


Bate-papo com um amigo...fonte geradora de calor!

Impressionante quando estamos batendo papo com um amigo as horas voam e nós não nos apercebemos, acabamos por ficar perplexos por notarmos que passamos uma noite toda acordados, dormirmos uma hora e acordarmos cheios de energia como se tivéssemos dormido uma noite normal de sono.
É surpreendente e ao mesmo tempo fascinante perceber que numa madrugada fria (1ºc), permanecemos sentados horas conversando com o amigo sem sentir frio, porque estamos com o coração aconchegado e aquecido.

É incrível como o papo flui sem dificuldade no encadeamento de temas variados, que muitas vezes não guardam nenhuma relação ou ligação entre si, mas que um assunto vai puxando outro assunto, despertando lembranças que vão originando outras lembranças, algumas vividas em comuns, outras isoladamente e assim sucessivamente.

O bate-papo com o amigo além de ser fonte geradora de calor é também fonte de admiração pelos feitos realizados, que ora são falados, assim como é fonte geradora de prazer, conforto e bem estar, quando percebemos que o amigo ouve o que nós dissemos com atenção, demonstrada pelas sugestões que nos fornece na tentativa de nos auxiliar a atravessar momentos difíceis que relatamos, ou a encontrar as respostas ou soluções para os problemas que apresentamos. Também pode ser fonte geradora de elevação da auto estima, quando nos elogia ou demonstra a admiração que sente por nós ou por nossa performance. Pode ainda ser fonte geradora de descoberta de nós mesmos e reveladora de que encontramos a nossa alma gêmea complementar.

Obrigado amigo pelo bate papo gostoso, descontraído, intercalado por sacudidelas na nossa estrutura ou convicção.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Árvore de Natal...planta que brota do coração!

Todos os anos, antes na véspera de Natal, depois no início do mês de Dezembro, atualmente já no mês de Novembro, surge por todo o mundo a árvore de Natal, tradição que ultrapassa as fronteiras das religiões, segundo pesquisa, já na idade média no dia 24 de Dezembro enfeitavam os pinheiros com maçãs e chamavam "árvore do paraíso". O registro mais antigo de uma árvore decorada com rosas de papel, maçãs e doces, data de 1605 na Alsácia (outros dizem que foi em Strasbourg), Alemanha. Segundo uma antiga tradição alemã, a decoração de uma árvore de natal deve incluir 12 ornamentos para garantir a felicidade de um lar:
Casa: proteção
Coelho: esperança
Xícara: hospitalidade
Pássaro: alegria
Rosa: afeição
Cesta de frutas: generosidade
Peixe: benção de Cristo
Pinha: fartura
Papai Noel: bondade
Cesta de flores: bons desejos
Coração: amor verdadeiro
Quisera
Senhor, neste Natal,
armar uma árvore
dentro do meu coração e
nela colocar,em lugar de enfeites,
os nomes de todos os meus amigos.
Os amigos de longe e de perto. Os antigos
e os mais recentes.
Os que vejo a cada dia
e os que raramente encontro.
Os sempre lembrados e
os que às vezes ficam esquecidos.
Os constantes e os intermitentes.
Os das horas difíceis e
os das horas alegres.
Os que sem querer eu magoei
e os que sem querer me magoaram.
Aqueles que conheço profundamente e
aqueles que conheço superficialmente.
Os que pouco me devem e
aqueles a quem muito devo.
Meus amigos humildes e
meus amigos importantes. Enfim,
os nomes de todos os
que já passaram pela minha vida.
Uma árvore de raízes profundas e fortes,
para que seus nomes nunca
sejam arrancados do meu coração.
De ramos extensos, para que novos nomes,
vindos de todas as partes,
venham juntar-se aos existentes.
De sombra agradável,
para que nossa amizade seja
um momento de repouso na luta diária da vida.
Que o espírito natalino
esteja sempre vivo
dentro de nós,
para que possamos viver
plenamente o amor e a fraternidade.
(Texto de Paulina Fox)

domingo, 13 de dezembro de 2009

Advento... tempo de mudança!

Recebi por mail, o autor expressou bem o que se passa com as pessoas no mundo atual, inclusive comigo, por isso transcrevo:..


Estranha Mudança
(Tadany)
De tanto correr pelo mundo, as pessoas se cansam de viver.
De tanto chorar pelos cantos, as pessoas se esquecem de sorrir.
De tanto pensar em si mesmas, as pessoas se desesperam de solidão.
De tanto lutar por espaços, as pessoas se esquecem de compartilhar.
De tanto fechar as janelas das casas, as pessoas se esquecem de ver o sol.
De tanto ter inveja dos outros, as pessoas esquecem o valor do amor.
De tanto sentir dor, as pessoas se esquecem que a cura está no coração.
De tanto se preocupar com o todas as pessoas se esquecem que o importante está dentro delas.
De tanto pensar no que pensar, as pessoas acabam se esquecendo da importância do pensar.
De tanto querer tanto, o pouco parece não trazer encanto...
No entanto, enquanto a Luz acariciar as pessoas com seu manto haverá sempre um canto para causar nas pessoas um agradável espanto
No entanto, enquanto a Luz acariciar as pessoas com seu manto haverá sempre um canto para causar nas pessoas um agradável espanto...


... justamente por estarmos no Advento, que é tempo de mudarmos, de renovarmos a vida (apesar das trevas que nos rodeiam, conseguirmos ver a luz e sermos luz para os outros e que jamais apaguemos o brilho da estrela de alguém), de sorrirmos, compartilharmos, de valorizarmos o amor, de sermos solidários e de nos conscientizarmos que as respostas estão dento de nós mesmos.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Parabéns ao Flamengo!

Parabéns ao Hexa-campeão!

Uma breve homenagem a um Rubro-negro querido, que deve estar festejando essa vitória alcançada, uma forma de participar desse seu momento, começando pela imagem retirada da Internet, passando pelo seu Hino e terminando na retrospectiva dos torneios conquistados (pesquisado na Internet) :

Hino do Flamengo


Uma vez flamengo.
Sempre Flamengo
Flamengo sempre eu hei de ser
É meu maior prazer vê-lo brilhar
Seja na terra, seja no mar
Vencer, vencer, vencer
Uma vez flamengo,
Flamengo até, morrer
Na regata ele me mata,
Me maltrata, me arrebata
Que emoção no coração
Consagrado no gramado
Sempre amado, o mais cotado
Nos Fla-Flus é o ‘ai, Jesus’!
Eu teria um desgosto profundo
Se faltasse o Flamengo no mundo
Ele vibra, ele é fibra
Muita libra já pesou
Flamengo até morrer eu sou

Torneios conquistados
Mundial Interclubes1981
Taça Libertadores da América1981
Copa Mercosul1999
Copa Ouro Sul-americana1996 (invicto)
Campeonato Brasileiro (5 títulos)1980, 1982, 1983, 1987, 1992
Copa do Brasil1990 (invicto) 2006
Copa dos Campeões2001
Torneio Rio-São Paulo1961
Copa dos Clubes Brasileiros Campeões Mundiais1997 (invicto)

Campeonato da Capital1991 (invicto)
Taça Estado do Rio de Janeiro1991 (invicto)
Torneio Extra do Rio de Janeiro1934
Torneio Aberto do Rio de Janeiro1936 ( Invicto )
Torneio Relâmpago do Rio de Janeiro1943
Torneio do Povo1972

Torneios no Exterior:
Torneio Quadrangular de Lima (Peru): 1952
Torneio Quadrangular da Argentina: 1953
Torneio Quadrangular de Israel: 1958
Torneio Hexagonal do Peru: 1959
Torneio Octogonal de Verão: 1961
Torneio Quadrangular da Tunísia: 1962
Troféu Naranja (Espanha): 1964 - 1986
Torneio Quadrangular do Equador: 1966
Torneio Quadrangular de Marrocos: 1968
Torneio Ciudad de Palma de Mallorca (Espanha): 1978
Troféu Ramon de Carranza (Espanha): 1979 - 1980
Troféu Ciudad de Santander (Espanha): 1980
Copa Punta del Este (Uruguai): 1981
Torneio Internacional de Nápoles (Itália): 1981
Torneio Air Gabon (Gabão): 1987
Torneio Internacional de Angola: 1987
Copa Kirin (Japão): 1988
Troféu Colombino (Espanha): 1988
Torneio de Hamburgo (Alemanha Ocidental): 1989
Copa Marlboro (Estados Unidos): 1990
Taça Libertad (Argentina): 1993
Pepsi Cup (Japão): 1994
Torneio See' 94 (Malásia): 1994
Torneios Internacionais no Brasil:
Torneio Triangular do Rio de Janeiro: 1954
Torneio Gilberto Cardoso (Rio): 1955
Torneio Internacional de Verão do Rio de Janeiro: 1970 - 1972
Torneio Quadrangular Internacional de Goiás: 1975
Torneios Interestaduais:
Torneio Triangular de Curitiba: 1953
Torneio Triangular de Goiás: 1965
Torneio Quadrangular do Espírito Santo: 1965
Torneio do Povo: 1972
Torneio 320 Anos de Jundiaí (SP): 1975
Torneio Elmo Serejo (DF): 1976
Torneio Inauguração do Estádio José Fragelli em Cuiabá/MT: 1976
Torneio Quadrangular de Varginha (MG): 1990
Torneio Cidade de Brasília: 1997
Torneios Municipais / Estaduais:
Taça Madame Gaby Coelho Netto: 1916
Troféu América Fabril: 1919 - 1922
Amigo e demais Rubro negros, um brinde ao campeão!

Parabéns Flamengo!

Apesar de não ligar para o futebol fiquei contagiada por essa euforia que tomou conta do Brasil, semelhante, quando o Brasil foi penta do mundo.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Natal: Renovação da vida!

"Olá, Nem nasci, e já estou trabalhando... Meu nome é... Hummm... ainda não tenho nome...Mas de qualquer forma, eu vou guiá-lo nessa "viagem" que se chama Vida: tudo começou com uma “corrida” dos espermatozóides do papai, o vencedor uniu-se então ao òvulo da mamãe e sofreu várias divisões, implantou-se no útero da mamãe e aí começou o meu desenvolvimento:

5ª/6ª SEMANA:Eu flutuo numa bolsa de líquido. Possuo cérebro, espinha e um sistema nervoso central simples.
12 SEMANAS:Todos os meus órgãos internos estão formados, a maioria funcionando, estou mais protegido contra infecções e drogas. As pálpebras se desenvolveram e estão fechadas sobre os olhos. As orelhas já têm os lóbulos. Os membros estão formados, com dedos nas mãos e nos pés. . já mexo os músculos da boca, abro e fecho os lábios, e faço “ biquinho” e “beicinho”.
16 SEMANAS: Minhas sobrancelhas e cílios estão crescendo, tenho uma lanugem fina na face e no corpo (conhecida por lanugo). Minha pele é tão fina que deixa transparecer as redes de vasos sangüíneos por baixo dela. As articulações dos braços e das pernas já se formaram, e os ossos começam a se desenvolver. Os órgãos genitais estão tão desenvolvidos que o meu sexo é evidente. Eu faço movimentos de respiração com o tórax. Já chupo os polegares. Também já me movo com vigor, mas provavelmente você ainda não possa sentir mexer-me. Meu coração está batendo quase duas vezes mais rápido do que o seu. Depois da 14ª semana, o médico pode ouvir as batidas com um aparelho especial. Meço 16cm - Peso: 135g
20 SEMANAS: Já tenho cabelo. Os dentes se desenvolvem. Começa a formar-se a vernix caseosa, substância gordurosa que vai proteger a minha pele no útero. Meus bracinhos e as pernas estão bem desenvolvidos. Recebo substâncias protetoras por meio de seu sangue. Elas vão ajudar-me a resistir às doenças nas primeiras semanas. Sou muito ativo. Você já deve ter começado a sentir meus movimentos. Reajo a ruídos externos, mas não se preoculpe se não me mexo muito. Os bebês passam por períodos de quietude nestas semanas. Meço: 25cm - Peso: 340g

24 SEMANAS: Meus músculos dos braços e das pernas estão bem desenvolvidos, e eu os exercito bastante. Eu tenho períodos de muita atividade nos quais você sente mexer-me, e outros de calma. Eu tusso e soluço. Meço: 33cm - Peso: 570g
A VISÃO - minhas pálpebras ainda não se separaram, mas, por volta da 28ª semana, vou abrí-las e fechá-las, começando a enxergar.
A AUDIÇÃO - sou capaz de ouvir sua voz e posso ser acordado por música em volume alto. Talvez prefira algum tipo de música e o demonstre com meus movimentos. Reajeo com um pulo a ruídos repentinos.
EXPRESSÕES FACIAIS – eu franzo as sombrancelhas, aperto os olhos, faço “beicinho” e abro e fecho a boca.
SUGAR, ENGOLIR E RESPIRAR - eu sugo o polegar e engulo aquela água quente (líquido amniótico) que o envolve, eliminando-a em forma de urina. Algumas vezes bebo líquido demais e fico soluçando. Faço movimentos de respiração com o peito, como se estivesse praticando para a vida fora do útero.
O PALADAR - As papilas gustativas estão se formando, e, ao redor da 28ª semana, reajeo a sabores doces, ácidos ou amargos.
CONDIÇÕES DE SOBREVIVÊNCIA – sou nutrido pela placenta e protegido pelo líqüido amniótico, que regula a temperatura e me protege contra infecções e choques, e é renovado a cada quatro horas.
MOVIMENTOS - chuto, esmurro e algumas vezes dou cambalhotas. Os punhos de fecham.
PADRÕES DE SONO - adormeço e desperto ao acaso, e é provável que fique mais ativo quando você está tentando dormir.
PERSONALIDADE - A parte do cérebro relativa à personalidade e à inteligência fica muito mais complexa durante o sétimo mês. Assim, a minha personalidade logo vai estar se desenvolvendo.
28 SEMANAS: Minha pele está vermelha e enrugada, mas por baixo dela já está começando a acumular gordura. Houve um grande progresso na parte intelectual do meu cérebro, que está maior e ficou mais complexo. Sinto dor e reajeo exatamente como que já esteja completo. Meço: 37cm - Peso: 900g a 1kg.
32 SEMANAS: Sei agora a diferença entre claro e escuro. Por falta de espaço no útero é provável que fique sempre com a cabeça para baixo, em posição para o parto. Meço: 40,5cm - Peso: 1,6kg.
36 SEMANAS: provavelmente já estou com a cabeça encaixada na posição de parto. Unhas finas cresceram nos meus dedinhos dos pés e das mãos. Como sou menino, os testículos já desceram. Nas quatro próximas semanas de gestação, vou ganhar cerca de 30g por dia. Meço: 46cm - Peso: 2,5kg
40 SEMANAS: A maior parte da lanugem já desapareceu. Posso estar todo coberto de vernix caseosa ou ter apenas restos nas dobras da pele. Uma substância escura, chamada mecônio, se acumula nos meus intestinos. Ela será eliminada como as primeiras fezes depois do nascimento. Meço: 51cm - Peso: 3400kg
Durante o meu desenvolvimento a mamãe foi acompanhada pelo nosso Médico de Família: 1ª Consulta pré natal:Anamnese; Exame físico (geral, ginecológico e obstétrico); Determinações analíticas sistemáticas (grupo, hemograma completo, sideremia, glicemia em jejum, uremia, urecemia, creatinemia, VDRL, rubéola, toxoplasmose, AgHBs, anticorpos anti HIV, Urina tipo II,urocultura e teste de sensibilidade se positiva, rastreio bioquímico de cromossomopatias e defeitos do tubo neural às 14-18 semanas, teste de coombs diretyo se Rh negativo, prova de O’Sullivan) e específicas( eletroforese da hemoglobina, provas de função renal, provas de função hepática e marcadores da hepatite B se AgHBs positivo, estas são as específicas se houver algum indício para isso). Exames complementares sistemático : Ecografia às 14-16 semanas: Datação da gravidez, diagnóstico de gestação multifetal, patologia ovular, detecção de mal formações, patologia ginecológica associada, este é; Específico: Amniocentese genéticas às 14-16 semanas se: Idade materna >35, abortos de repetição, filhos anteriores com malformações, suspeita de malformações fetais na gestação em curso.Detecção de fatores de risco; Informações gerais à gravida Consultas subsequentes: (Até às 32 semanas, mensal; 33 às 37,quinzenal e a partir das 38, semanal.Controle:T.A, peso, análise de urina através da fita teste, altura uterina, auscultação fetal, avaliação do estado geral, revisão da dieta e outras prescrições prescrição, avaliação da situação e apresentação fetal no 3º trimestre, toque vaginal a partir das 34-35 semanas Exames complementares: Ecografia às 18-20 semanas (avaliação do crescimento fetal, detecção de malformações, localização da placenta, volume de líquido amniótico,dinâmica fetal, patologia funicular, sexo fetal); Ecografia às 32-36 semanas (avaliação do crescimento fetal, detecção de malformações, patologia e localização placentária, volume de líquido amniótico, dinâmica fetal, patologia funicular, perfil bio físico fetal, fluxometria)Análises específicas do 3º trimestre: Aminotransferases, bilirrubina total, fosfatase alcalina, AgHBs, VDRL




“Quando começa a minha viagem para o mundo exterior, sou comprimido no fundo da cavidade pélvica, debaixo de arcos formados por ossos, músculos espessos e ligamentos de sustentação.É uma viagem misteriosa, mágica, original, surpreendente e cheia de surpresas. Atravesso uma barreira de diferentes tipos de estimulação sensorial”.

Aqui estou eu, depois de passar neste túnel escuro e estreito , onde tive que me encolher todo, mas com a ajuda da mamãe que muito sofreu ....agora posso “pular fora” pois estou vendo duas mãos acolhedoras, (não sei se são de um médico ou de uma enfermeira), para me segurarem.


Oba, é Natal! Jesus fez esta “viajem” para mostrar que o Amor é a essência da vida, se ele não estiver presente no coração dos Homens, então surgirá a guerra, violência, desrespeito ao ser humano e a natureza , injustiça, má distribuição de renda, miséria, incompreensão, ódio, ofensas, roubo, desconfiança, desespero, sofrimento, solidão.
2009 anos depois e o Homem vive em guerra, inseguro, desconfiado e solitário, porque não aprendeu que o Natal é a renovação da vida e o Amor é a sua essência:





Que todos tenham um feliz Natal!

sábado, 5 de dezembro de 2009

Criatividade...conjugação de emoção, imaginação e destreza!

O ser humano possui uma criatividade extraordinária. É fascinante vermos o resultado dessa criatividade através das “obras de arte” que vamos apreciando, seja na areia, no gelo, nas frutas, com papel, com madeira, com garrafas, com latas, com fósforo, com flores. Mas qual o mecanismo da criatividade?
1.Sob o ponto de vista humano=>Criatividade é a obtenção de novos arranjos de idéias e conceitos já existentes formando novas táticas ou estruturas que resolvam um problema de forma incomum, ou obtenham resultados de valor para um indivíduo ou uma sociedade. Criatividade pode também fazer aparecer resultados de valor estético ou perceptual que tenham como característica principal uma distinção forte em relação às "idéias convencionais".
2-Sob o ponto de vista cognitivo=>Criatividade é o nome dado a um grupo de processos que procura variações em um espaço de conceitos de forma a obter novas e inéditas formas de agrupamento, em geral selecionadas por valor (ou seja, possuem valor superior às estruturas já disponíveis, quando consideradas separadamente). Podem também ter valor similar às coisas que já se dispunha antes mas representam áreas inexploradas do espaço conceitual (nunca usadas antes).
3-Sob o ponto de vista neurocientífico => É o conjunto de atividades exercidas pelo cérebro na busca de padrões que provoquem a identificação perceptual de novos objetos que, mesmo usando "pedaços" de estruturas perceptuais antigas, apresentem uma peculiar ressonância, caracterizadora do "novo valioso", digno de atenção.
4-Sob o ponto de vista computacional=> É o conjunto de processos cujo objetivo principal é obter novas formas de arranjo de estruturas conceituais e informacionais de maneira a reduzir (em tamanho) a representação de novas informações, através da formação de blocos coerentes e previamente inexistentes.
Platão encarava o ato de criar como uma força superior e transcendental, fora do controle do indivíduo. Para o psiquiatra Sigmund Freud, o trabalho criativo era resultado da sublimação de impulsos reprimidos.
O matemático Henri Poincaré afirmou que a criatividade revelava parentescos inesperados entre fatos bem conhecidos, mas erroneamente tidos como estranhos uns aos outros. Essencialmente, a criatividade pode ser definida como a capacidade de gerar ideias e comportamentos que são surpreendentes, relevantes e úteis em um dado momento.
O psicólogo americano Dean Keith Simonton, da Universidade da Califórnia, em Davis, nos Estados Unidos:“Tanto a originalidade quanto a utilidade das idéias variam dos níveis básicos de criatividade – ou seja, da solução bem-sucedida dos problemas cotidianos – até aquela criatividade excepcional, presente nas produções artísticas e científicas”.
A psicóloga Eunice Soriano de Alencar, da Universidade Católica de Brasília: “Comparo a criatividade à eletricidade, que pode tanto se expressar numa poderosa descarga elétrica durante uma tempestade como acender uma lâmpada de uns poucos volts”.
A psicóloga Solange Muglia Wechsler, coordenadora do Centro de Criatividade e Desenvolvimento Humano da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, no interior de São Paulo, a criatividade deve ser entendida sob dois aspectos, o individual e o coletivo. “Se você inventa uma nova receita de bolo a partir dos ingredientes que tem em casa, está sendo altamente criativo no plano pessoal. Mas, para o mundo, aquele pode ser um bolo como qualquer outro”, “Além disso, os criativos apresentam uma motivação intrínseca para a realização da tarefa e sentem um prazer imenso em fazer o que estão fazendo”, “São pessoas com um amplo conhecimento e domínio da técnica e que não se restringem à sua área de atuação.”, afirma ela.
As ideias, para serem consideradas geniais, passam, portanto, pelo crivo da sociedade.
A criatividade geralmente está associada à independência de pensamento, à persistência, à curiosidade, à ousadia e ao inconformismo, entre outros fatores. Os criativos partilham também de um rol de habilidades chamadas cognitivas: fluência de ideias, flexibilidade – ou seja, capacidade de aceitar conceitos novos –, originalidade e atenção aos detalhes.
http://super.abril.com.br/ciencia/como-nascem-ideias-443461.shtml
O hemisfério dominante em 98% dos humanos é o hemisfério esquerdo, é responsável pelo pensamento lógico e competência comunicativa. Enquanto o hemisfério direito, é responsável pelo pensamento simbólico e criatividade. Nos canhotos as funções estão invertidas. O hemisfério esquerdo diz-se dominante, pois nele localiza-se 2 áreas especializadas: a Área de Broca (B), o córtex responsável pela motricidade da fala, e a Área de Wernicke (W), o córtex responsável pela compreensão verbal. http://www.portalsaofrancisco.com.br

Tentar descrever a criatividade não é tarefa fácil, tentar entendê-la é difícil, tentar desenvolvê-la através de um comando racional é tarefa impossível, A criatividade depende do grau de envolvimento em que nos encontramos, da conjugação da liberdade das nossas emoções guiadas pelas asas da imaginação com a destreza ou habilidade manual (ou equivalente, como os pés ou a boca para aqueles que são prvado das mãos, como o caso de André Luis Estanislau, Carlos Eduardo Rosa Fraga pintores brasileiros que pintam com a boca e Daniel Rodrigo Ferreira da Silva, Fernando Fernandes dos Reis, também brasileiros que pintam com os pés).

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Crítica...uma projeçao do Eu!

Uma pessoa que vive fazendo críticas, na verdade pode ser porque:
1- Talvez esteja de olhos postos na perfeição e como tal tudo que observa, mesmo um detalhe insignificante pode depor contra a perfeição. Não que ela seja perfeita, seja infalível ou que faria melhor se fosse ela a fazer, ou querendo demonstrar que é melhor do que os outros, apenas está olhando com olhos de ver, de acordo com os seus padrões de beleza, de correção e de perfeição. Porém pode ser alguém que seja o mais imperfeito dos seres humanos.
2- Talvez seja uma pessoa invejosa sem capacidade, condições ou oportunidades de realizar alguma coisa e por isso desdenha daquilo que os outros fazem para tentar diminuir o outro e assim não sobressair a sua incapacidade.
3- Talvez seja como a fábula da raposa e das uvas de Lafontaine, como não consegue alcançar tira o mérito colocando defeitos aonde não existem.
4- Talvez seja uma pessoa ferida, magoada ou revoltada que projeta essa revolta e mágoa interior para o mundo, talvez de forma inconsciente, como se quisesse que o mundo sentisse o mesmo que está sentindo.
5- Talvez seja a “arma” que uma pessoa usa para sobressair e chamar atenção sobre si mesmo, quando não o consegue por mérito seu.

Seja como for, uma crítica só tem valor se for construtiva, se for para:
...Acrescentar algo positivo;
...Transformar o imperfeito em perfeito;
...Uma chamada de atenção sinalizando o erro para que possa ser corrigido; independente da pessoa que critica fazer melhor ou pior.
...Mostrar aquilo que observou e que passou despercebidos aos outros e ao próprio que foi alvo da crítica, no sentido de melhorar.
...Buscar a perfeição, independente de receber fama, reconhecimento ou de ser alvo de retaliações ou punições.

Ao criticarmos algo ou alguém deveremos pensar com que objetivo estamos criticando e se faríamos melhor se estivéssemos nas mesmas condições daquele que ora criticamos, além de termos a solução alternativa para aquilo que estamos ressaltando.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

passado e futuro não existem...só o presente é real!

O presente é a fronteira que separada o que já foi vivido (passado) do que ainda falta viver (futuro).
O aqui e o agora é o tempo real, o passado já passou, deixou de existir, o futuro ainda não existe, poderá vir ou não, o que existe de concreto e papável é o presente. Se vivermos no passado, deixamos de viver o presente e não preparamos o futuro, porque o hoje amanhã será passado.


Quem vive dos momentos passados, não tem presente e muito menos terá futuro.


É claro que o passado tende a influenciar o hoje e sem sombra de dúvida influenciará o futuro. Quando o passado está mais presente do que o próprio presente, significa que estamos nos distanciando da realidade, não estamos vivendo, apenas recordando, mas se não vivermos o hoje como poderemos recordar o passado? ficaremos aprisionados em algum momento do passado.


Quando nos refugiamos no passado pode significar que estamos vivendo momentos desagradáveis em que não nos sentimos bem e portanto voltamos ao passado, na época em que fomos felizes para nos sentirmos melhor ou poderá significar simplesmente fuga à realidade.


Sem sombra de dúvida que o hoje tende a ser o reflexo de ontem e o amanhã o reflexo de hoje, contudo devemos cuidar para que o passado não exerça domínio absoluto do hoje.


Cada manhã ao acordarmos devemos "zerar"os acontecimentos passados, se formos dormir tristes, deixemos que a tristeza fique no sono que acabamos de ter, ontem talvez tivéssemos motivos para ficar triste, mas hoje ainda nada aconteceu então porque ficar triste como ontem?


Cada amanhecer á a oportunidade que o Universo nos presenteia para nos tornarmos melhores, de realizarmos o que ontem não conseguimos, de tornar realidade o nosso sonho e fantasia ou executar o projeto que ficou inacabado porque o tempo passou.


Então porque desperdiçamos o hoje trazendo o passado para o presente? O passado não podemos mudar, mas o presente cabe a nós vivermos plenamente, nada que fizermos conseguirá resgatar o passado que ficou para trás, também não devemos adiar nada, principalmente o que nos dá prazer e felicidade para depois, porque o amanhã poderá não vir.


Cada momento que deixamos de viver no agora, são oportunidades desperdiçadas de sermos felizes, de subirmos os degraus do desenvolvimento e de cumprirmos com a nossa parte, tarefa ou missão no Universo.