Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 11 de abril de 2010

Obras de Misericórdia!

O primeiro domingo a seguir à Páscoa, ficou consagrado, na Igreja Católica, como o domingo da Divina Misericórdia. Nesse dia é recordado Santa Faustina (Maria Faustina Kowalska), uma freira mística polaca, que ficou conhecida como “Apóstola da Divina Misericórdia”:

Em seu Diário, a religiosa relatou ter recebido instruções de Jesus, através de aparições, para que desse a conhecer ao Mundo a Sua Misericórdia:


"Às três horas da tarde implora à Minha Misericórdia, especialmente pelos pecadores, e, ao menos por um breve tempo, reflete sobre a Minha Paixão, especialmente sobre o abandono em que Me encontrei no momento da agonia. Esta é a hora de grande Misericórdia para o mundo inteiro. Permitirei que penetres na Minha tristeza mortal. Nessa hora nada negarei à alma que Me pedir em nome da Minha Paixão." .

Nunca é demais recordar (no passado era ensinado na Catequese) ou conhecer (para aqueles que não aprenderam na Catequese, como no meu caso que aprendi ouvindo a minha querida mãe dizer) as Obras de Misericórdia:

Temporais

1ª. Dar de comer a quem tem fome.
2ª. Dar de beber a quem tem sede.
3ª. Vestir os nus.
4ª. Dar pousada aos peregrinos.
5ª. Assistir os enfermos.
6ª. Visitar os presos.
7ª. Cuidar dos que partem pela morte.

Espirituais

1ª. Dar bom conselho.
2ª. Ensinar os ignorantes.
3ª. Corrigir os que erram.
4ª. Consolar os tristes.
5ª. Perdoar as injúrias.
6ª. Sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo.
7ª. Rogar a Deus por todos os necessitados, tanto vivos como já passados para além do véu da morte.

Além de praticar as Obras de Misericórdia, deveríamos rezar o Terço da Misericórdia, segundo o diário da Santa Faustina Eis a promessa que Jesus fez a Santa Faustina Kowalska:
"Minha filha, exorta as almas a rezarem esse Terço que te dei. Pela recitação deste Terço, agrada-Me dar tudo o que Me peçam. Quando aos pecadores empedernidos o recitarem, encherei de paz as suas almas, e a hora da morte deles será feliz. Escreve isto para as almas atribuladas: 'quando uma alma vir e reconhecer a gravidade dos seus pecados, quando se abrir diante dos seus olhos todo o abismo da miséria em que mergulhou, que não se desespere, mas antes se lance com confiança nos braços da Minha Misericórdia, como uma criança no abraço da sua querida mãe'. Essas almas têm primazia à Minha Misericórdia. Diz que nenhuma alma que tenha invocação a Minha Misericórdia, não se decepcionou, nem experimentou vexame. Tenho predileção especial pela alma que confiou na Minha bondade. Escreve que, quando recitarem esse Terço junto aos agonizantes, Eu Me colocarei entre o Pai e a alma agonizante, não como justo Juiz, mas como Salvador misericordioso" - (Diário nº. 1541).

Então porque não aprender a rezar o Rosário ou Terço da Misericórdia:

Usa-se o Rosário ou terço comum:

Reza-se primeiro um Pai Nosso, Ave Maria e o Creio.

Pai Nosso - Oração que Jesus Cristo ensinou aos discípulos. Pai Nosso que estais no céu, santificado seja o Vosso nome, Venha a nós, ao Vosso reino, seja feita a Vossa vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. Não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém!

Ave Maria - Composta pelas palavras do Arcanjo São Gabriel na saudação a Maria no dia da Anunciação, e na saudação de Santa Isabel, quando recebe a visita de Maria. A Santa Maria foi rezada pela primeira vez em Éfeso, no ano de 431. Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco; bendita sois vós entre as mulheres, e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, Rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

Credo - Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho e Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu de Maria Virgem, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu a mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia. Subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e mortos. Creio no Espírito Santo. Na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém!

Nas contas do Pai Nosso reza-se: " Eterno Pai, eu vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e Divindade de Vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos pecados do mundo inteiro".

Nas contas da Ave Maria reza-se: " Pela sua dolorosa Paixão, tende Misericórdia de nós e do mundo inteiro".

No final do terço reza-se três vezes: " Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro" .

Uma invocação que se pode dizer às três horas da tarde, Hora da divina Misericórdia é:

"Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós."
Que todos nós procuremos praticar as Obras de Misericórdia, que sejamos misericordiosos e que alcancemos a Misericórdia Divina!

2 comentários:

Igor Carneiro disse...

Um dia eu ainda leio o Diário de Santa Faustina! Parabéns pela evangelização no seu blog e espero que muitas pessoas o leiam!

Abraço!

Céu disse...

Obrigada Igor pelo seu cometário!Que maravilha esta troca, outrora você me recomendou dois livros, agora você se propõe a ler sobre um tema a partir de um texto meu. A partilha do conhecimento é muito enriquecedora, algumas nos faz crescer em termos espirituais, como esta que trocamos.
Que Deus te abençoe