Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 4 de julho de 2010

Vasculhar o passado poderá conduzir à estagnação

O tema evolução é um campo muito vasto, suscita perguntas para qual não há uma resposta esclarecedora e como tal gera uma única resposta .“foi a evolução da espécie…da tecnologia….do pensamento científico…etc". Dois comentários que deixaram no post relativo à evolução como resposta a pergunta “como surgiu” suscitaram reflexões em direções diferentes:
Do 1º comentário “melhor é viver” , enquanto se está questionando e tentando responder situações que nos antecederam e nos ultrapassam, estamos deixando de viver o momento e perdendo oportunidades, que outros aproveitarão em termos de evolução
Do 2º comentário “questionamentos são o trampolim do desenvolvimento” é a partir de uma pergunta que tudo se construi, se transforma, evolui, na busca e no encontro da resposta.
Os dois comentários que são diametralmente opostos tem em comum partirem de e chegarem a…. evolução. O ponto de equilíbrio ou de intersecção será questionar sim, mas a partir do hoje e não do ontem, tentar achar resposta para o problema que surge no dia-a-dia do nosso viver.
Questionar o ontem só tem sentido se for para encontrar a resposta para um problema surgido no hoje. Reforçando isto duas frases "Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe".(Oscar Wilde)

"Deveríamos usar o passado como trampolim e não como sofá" (Harold MacMillan)

Parece que o mais fundamental será começar a partir do presente e não do passado, porém, se for necessário devemos recuar no tempo passado para achar as respostas que ajudem a solucionar a questão do presente, para que no futuro outros avancem de onde nós pararmos no presente, aí sim a evolução acontecerá, caso contrário, se apenas vasculharmos o passado nada faremos ou acrescentaremos, virá a estagnação, o oposto da evolução.

Nenhum comentário: