Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Ainda o Amor...Sempre o Amor!

Ainda o amor...sempre o amor! Amor que se confunde com a amizade, não tendo limites definidos, difícil afirmar o que surgiu primeiro o amor amizade ou o amor Eros. A amizade surgiu porque o amor já estava alojado no coração, ou o amor surgiu porque a amizade já estava nele instalada?
A amizade pressupõe que o amor esteja em sua base, então, provavelmente, seria assim: O amor tem vária vertentes, a amizade é uma delas, o amor romântico é outra, amor sensual/paixão é outra, etc...portanto são várias vias que podem interligar essas vertentes, a partir do surgimento de alguém na vida de uma pessoa, como cada pessoa pode despertar uma vertente somente, daí a razão porque não amamos a todos da mesma forma, alguns amamos apenas com uma vertente (amor fraterno, amor filial, amor parental, amor amigo, amor paixão, ), a outros (muito poucos) amamos com duas vertentes (amizade e romantismo, um evoluir de uma vertente em outra vertente), a outro amamos com todas as vertentes, o Amor total, o encontro de 2 almas gêmeas complementares (integração corpo, mente e espírito).

É intrigante observar quando estamos próximo do amor não nos apercebemos das ações que cometemos, algumas até audaciosas, que jamais pensamos que seríamos capazes de fazer. Só quando estamos mais afastados é que tomamos consciência disso, ou seja , das autênticas loucuras no sentido de infringirmos regras por nós estabelecidas ou pela sociedade, mas que em momento algum nos causam arrependimentos, antes pelo contrário, nos enchem de saudades.

É um mistério acompanhar a trajetória de um amor, que começa com a amizade, evoluiu para o amor romântico, transforma-se num amor sensual, ardente, que atinge o rubro da paixão, alcançando o paraíso e depois voltar ao patamar da amizade e assim permanecer latente, pronto a recomeçar, como um vulcão que entrou em erupção e depois ficou inativo, mas em condições de voltar a entrar em erupção, ou como um incêndio numa floresta, que aparentemente foi debelado, mas basta uma fagulha para reacendê-lo.

Vários filósofos, pensadores, escritores e poetas expressaram o significado do amor:
*"A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande"-Roger Bussy-Rabutin
*"Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura"- Friedrich Nietzsche
*"Não há ninguém, mesmo sem cultura, que não se torne poeta quando o Amor toma conta dele" - Platão
*"Amar, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido"-Vinícius de Moraes
*"O amor romântico é como um traje, que, como não é eterno, dura tanto quanto dura; e, em breve, sob a veste do ideal que formámos, que se esfacela, surge o corpo real da pessoa humana, em que o vestimos. O amor romântico, portanto, é um caminho de desilusão. Só o não é quando a desilusão, aceite desde o principio, decide variar de ideal constantemente, tecer constantemente, nas oficinas da alma, novos trajes, com que constantemente se renove o aspecto da criatura, por eles vestida" - Fernando Pessoa
*"Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia" _ William Shakespeare
*"No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo"- Jonathan Swift
*"O amor calcula as horas por meses, e os dias por anos; e cada pequena ausência é uma eternidade"- John Dryden
*"Quando o amor vos fizer sinal, segui-o; ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados. E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos; ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir"_Khali Gibran
"*Somente quando encontramos o amor, é que descobrimos o que nos faltava na vida"- John Ruskin
*"O amor é a poesia dos sentidos. Ou é sublime, ou não existe. Quando existe, existe para sempre e vai crescendo dia a dia" - Honoré de Balzac
*"Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.
É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.
É querer estar preso por vontade.
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.
Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?" - Luís de Camões
o Amor é a chama da vida, fonte inesgotável de saúde, criatividade, juventude, beleza e prazer... Amar e ser amado, uma bênção de Deus! - Céu

Nenhum comentário: