Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Três desejos ...três verdades!

Uma mensagem interessante recebida pelo correio eletrônico ressaltando que o mais importante na vida é o amor incondicional e que perante o crepúsculo da vida somos todas iguais:

TRÊS DESEJOS DE ALEXANDRE Nascido em Pella, Macedónia, em 356 a.c., filho do rei Filipe II, destacou-se muito novo pela inteligência. Com 13 anos, começou a ser educado por Aristóteles, aprendendo diversas matérias: retórica, política, ciências físicas e naturais, geografia e interessava-se pela história grega e por obras de grandes autores. Distinguiu-se nas artes marciais e na doma de cavalos, acabando mesmo por dominar facilmente aquele que seria o seu companheiro de viagens, Bucéfalo. O pai transmitiu-lhe conhecimentos de estratégia e proporcionou-lhe dotes de comando. Com 18 anos, teve a sua primeira prova de coragem, ao comandar um esquadrão que venceria a batalha de Queronéia, em 338 a.c. Com o assassinato do pai, em 336 a.c., subiu ao trono da Macedónia e assumiu a prioridade em iniciar a expansão territorial do reino. Logo nos primeiros tempos, o norte do seu reino foi atacado, mas venceu facilmente a batalha. Com a Grécia longe de perigo, partiu para a conquista do império persa. Em 334, já na Ásia, no rio Granico, enfrentou os persas e venceu. Seguiu a viagem triunfante, conquistando várias cidades aos persas, até chegar a Górdia, onde conseguiu o domínio da Ásia. Quem não gostou destas conquistas, foi Dário III, o rei dos persas, que decidiu desafiar Alexandre. Em 333, na batalha de Isso, os persas saíram vencidos. Logo de seguida, o rei da Macedónia assumiu a Síria e entrou no Egipto. Aos poucos, o maior sonho de Alexandre ia ganhando forma: unir a cultura oriental à ocidental. Em 332 fundou Alexandria, cidade que se tornou importante pólo cultural. Um ano depois, enfrentou novamente Dário na batalha de Gaugamela, o que levou à queda em absoluto da Pérsia, que ficou em poder dos macedónios. Com a morte de Dário, Alexandre foi proclamado rei da Ásia e sucessor da dinastia persa. Em 328 casa com Roxana e tem um filho, Alexandre IV. No ano seguinte, segue com as suas tropas para a índia, onde fundou várias cidades. As suas tropas acabaram por não querer prosseguir viagem, devido ao cansaço, como tal, Alexandre decide regressar à Pérsia. Nesta viagem foi ferido mortalmente e apanhou febres que nenhum médico soube curar. Acaba por falecer na Babilónia, a 13 de Junho de 323 a.c. com apenas 33 anos. Momentos antes de falecer convoca os seus generais e pede três últimos desejos:

1- Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;
2- Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistado como prata , ouro, e pedras preciosas ;
3-Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.

Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos, perguntou a ALEXANDRE quais as razões
desses pedidos e ele explicou:
1- Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura
perante a morte;
2- Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui
conquistados,
aqui permanecem;
3- Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos
vazias partimos.
Pense nisso..
PERANTE A VIDA PODEMOS SER DIFERENTES ENTRE NÓS, MAS PERANTE A MORTE
SOMOS TODOS IGUAIS...
ALEXANDRE O GRANDE percebeu no fim de sua vida que o mais importante na vida é o verdadeiro amor incondicional.
E para você, o que é o mais importante?

Uma música...Uma onda mágica de emoção!

A música é uma das mais belas e fascinantes expressões artísticas capazes de tocar a alma e inundar o coração com um tsunami de magia e emoção.
Uma experiência interessante é estar com pessoas desconhecidas num círculo e cada um dizer o seu nome, mas de forma musical, isso faz com que nos apercebemos como cada um é (tímido, extrovertido, agressivo, etc).
A música pode ser:
... comunicação direta coração a coração.
... libertação da alma prisioneira
... expressão de um sentimento guardado dentro do peito
... cura para os males do espírito e do corpo
... exaltação à beleza
... descontração
... psicoterapia
...manifestação divina do amor
Existem músicas que marcam momentos maravilhosos vividos de forma tão intensa que quando a ouvimos ou simplesmente surge na nossa mente espontâneamente, como é o caso da música "Suddenly", uma onda mágica de emoção, carinho, ternura, êxtase invade o mais profundo do nosso ser, nos faz flutuar nas nuvens e ficar perdido nas recordações do passado, esta nostalgia acaba por dar voz a saudade que até então estava silenciosa.

sábado, 23 de outubro de 2010

O nosso coração nos "prega peças"...

O nosso coração por vezes nos prega peça junto com a nossa mente, um dia a espera do Mail do amigo especial, surge a mensagem que “Eu” tinha deixado um comentário no texto acabado de publicar no Blog algo pensando nele, o coração disparou, por segundos veio a lembrança que poderia ser ele ao invés de mandar um mail, porém surgiu a decepção, não era ele, por outro lado a perplexidade, por uma dessas coincidências da vida (será mesmo coincidência?) o blog da pessoa trata de Reiki, um tema de fundamental importância e apreço.
Nossos pensamentos são poderosos e tem uma força que atrai como se fosse um imã magnético, nosso corpo responde ou reage aos pensamentos, portanto devemos manter pensamentos positivos e construtivos, porque assim atraímos a energia maravilhosa que existe no Universo (e que o Reiki a direciona para a energia vital do ser vivo). Quando temos pensamentos negativos atraímos energia negativa para a nossa vida, os pensamentos de vingança, de inveja, de intrigas, rancor e ódio só servem para tornar nossa vida carregada negativamente e atrasar ou desviar a nossa evolução espiritual.
Nas leis da Física os pólos opostos se atraem, mas nas leis do Universo o semelhante atrai o semelhante, se os pensamentos forem de amor atrairá o amor para a vida, se for de alegria, a alegria será atraída, se os pensamentos forem de ódio e vingança, estes serão atraídos para a própria pessoa e assim sucessivamente, porque a vida nos devolve tudo que mandamos para ela, segundo Einstein terá dito um dia.

Votar com consciência ...um acto de cidadania e democracia

Aproxima-se um dia importante: O dia de eleição, segunda volta, para o Presidente da República do Brasil .
Votar com consciência é um ato de cidadania, de democracia, embora no Brasil sejamos obrigados a exercer o nosso direito . Independentemente de ser um ato obrigatório, votar para eleger um candidato à presidência de um país é um ato muito importante, se assim não considerasse não faria tantos km embaixo de uma forte tempestade de chuva e vento, com visibilidade muito reduzida na estrada, como ocorreu no dia 3/10/2010, na primeira volta das eleições.
Quando entregamos o título e o nosso nome é encontrado na listagem surge a grata sensação de sermos importantes, fazermos parte e contarmos para o Brasil, nossa Pátria amada! Com orgulho primimos a tecla que valida o nosso voto, através de uma moderna, quiçá pioneira, tecnologia avançada, o voto eletrônico.
Por ser importante o voto requer que haja consciência política, embora para os políticos desonestos, quanto mais ignorante o povo for melhor, porque é facilmente manipulado, deixa-se levar pela comunicação social ( nem sempre imparcial, justa, verdadeira e isenta), muitas vezes vende o seu precioso voto por ninharia ou por um benefício ilusório, ou ainda, para anarquizar, protestar ou ridicularizar com a situação votam em pessoas despreparadas, embora populares, desconhecendo ou não levando em consideração:
1-O quociente eleitoral: Determina-se o quociente eleitoral dividindo-se o número de votos válidos apurados pelo de lugares a preencher em cada circunscrição eleitoral, desprezada a fração se igual ou inferior a meio, equivalente a um, se superior=> Qe = nº de votos válidos/Cadiras a serem preenchidas (Código Eleitoral, art. 106).
2- O quociente partidário: Determina-se para cada partido ou coligação o quociente partidário, dividindo-se pelo quociente eleitoral o número de votos válidos dados sob a mesma legenda ou coligação de legendas, desprezada a fração=> Qp = Número de votos do partido/Qe (Código Eleitoral, art. 107).

Esse sistema proporcional faz com que candidatos menos votados sejam eleitos no lugar de outros que tiveram muito mais votos (isso no caso dos deputados federais e estaduais)
Como ilustração, em forma de "Charge", pode ser visto em:
que sintetiza numa frase o que é o quociente eleitoral, quando não há consciência política: "você vota no palhaço e elege o marginal"
Que seja um resultado justo e o melhor para o País! E será... se cada voto for ditado por uma consciência política que visa, dar continuidade ao já alcançado desenvolvimento do nosso país, de forma a conseguir que se torne uma das maiores, quem sabe a maior, potência político-econômica, tecnológica e social do mundo!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

A estrada para o sucesso não é uma reta

Um mail recebido mostrando que a estrada para o sucesso não é uma reta.
ESTRADA PARA O SUCESSO .…
(Sucesso é um estado de espírito. A origem da palavra explica por quê: sucessus é o particípio passado do verbo latim sucedere, “acontecer”. Ou seja, sucesso é apenas um fato acontecido. Qualquer fato, mesmo o mais banal, que deixe a pessoa feliz. No Humor tadela o sucesso está exemplificado de acordo com a etapa da vida: aos 2 anos sucesso é conseguir andar, aos 4 é conseguir não fazer xixi na calça, aos 12 é conseguir ter amigos, aos 18 é conseguir ter a carteira de motorista, aos 20 é conseguir fazer sexo, aos 35 e 50 é conseguir ter dinheiro, depois vai declinando, até que aos 90 anos sucesso é conseguir andar)
A estrada para o sucesso não é uma reta…

Há uma curva chamada fracasso…
Um trevo chamado confusão…
Quebra molas chamados amigos…
Faróis de advertência chamados família…
E pneus furados chamados empregos…
Mas se você tiver um estepe chamado Fé e um motorista chamado Jesus, você chegará a um lugar chamado Sucesso!!!!

sábado, 16 de outubro de 2010

Alegria...

O dia seguinte à tempestade tropical (que originou emoções fortes e uma infinita alegria) surgiu iluminado e radiante, como que o Universo mostrasse não só a sua aprovação, mas a sua autoria, deixando impresso sua assinatura, ao finalizá-lo com um presente inesquecível: Este cenário deslumbrante, maravilhoso, repleto de magia e encanto, de uma beleza indescritívelmente inigualável, que origina a lembrança da música Allegria (ouvida pela primeira vez na sintonia do Reiki e depois no Espetáculo "Milleniun" no Casino de Palma de Maiorca)
Alegria- Cirque Du Soleil
Composição: René Dupéré
Allegria
Come un lampo di vita (Como um raio de vida)
Allegria
Come un passo gridar (Como um louco a gritar)
Allegria
Del delittuoso grido (De um delituoso grito)
Bella reuggente pena, seren (De uma triste pena, serena)
Come la rabbia di amar (Como uma raiva de amar)
Allegria
Come un assalto di gioia ( Como uma explosão de júbilo)
Allegria
I see a spark of life shining (Eu vi uma faísca da vida brilhando)
Allegria
I hear a young minstrel sing (Eu ouço um jovem menestrel cantando)
Allegria
Beautiful roaring (O grito bonito)
screamof joy and sorrow, (Um rugir de sofrimento e de felicidade)
so extreme...There is a love in meraging(Tão extremo... Um amor furioso dentro de mim)
Allegria
A joyous, magical feeling (Um feliz e mágico sentimento)
Allegria
Come un lampo di vita (Como um raio de vida)
Allegria
Come un passo gridar (Como um louco a gritar)
Allegria
Del delittuoso grido (De um delituoso grito)
Bella reuggente pena, seren (De uma triste pena, serena)
Come la rabbia di amar (Como uma fúria de amar)
Allegria
Come un assalto di gioia (Como um assalto de felicidade)
Allegria
Como la luz de la vida (Como a luz da vida)
Allegria
Como un payaso que grita (Como um palhaço que grita)
Allegria
Del estupendo grito (De um estupendo grito)
De la tristeza loca Serena, (De uma tristeza louca Serena)
Como la rabia de amar (Como uma raiva de amar)
Allegra
Como un asalto de felicidad (Como um assalto de felicidade)
There is a love in me raging (Tão extremo Um amor furioso em mim)
Allegria
A joyous, magical feeling (Um feliz e mágico sentimentos)

Para logo a seguir cantar uma música que cantava na Missa:
Louvado seja o meu senhor , louvado seja o meu senhor, louvado o meu senhor , louvado seja o meu senhor (refrão)
Por todas as criaturas pelo sol e pela lua pelas estrelas efirmamentos pela água e pelo
Por aqueles que agora são felizes
Por aqueles que agora choram
Por aqueles que agora nascem
Por aqueles que agora morrem
Que dá sentido a vida é amar-te e te louvar-te para que a nossa vida sempre uma canção.

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

"Tempestade tropical" ...pasagem das trevas para a luz!

O dia por vezes, apresenta momentos alternantes que variam do negativo ao positivo, como uma tempestade tropical, o céu fica negro pelas nuvens escuras que nele se encontram, instantes depois o céu fica de um azul luminoso e radiante pelo brilho da luz emitida pelo sol, exatamente o que acabou de acontecer:
Estava na página aromas&magia e como num passe de mágico desponta no horizonte um raio de sol...surge uma nova mensagem no correio interrompendo a "navegação"...você chegou! Nesse momento um clarão iluminou o céu, que até minutos atrás encontravasse mergulhado num profundo breu... (10 dias de serenidade e equilíbrio, alcançados nas férias, são interrompidos por acontecimentos desagradáveis desencadeados por comportamentos desajustados de pessoas mal educadas, mal formadas, incultas, agressivas, que ofendem, intimidam, desrespeitam e privam o profissional de sua liberdade dentro do seu espaço profissional, que pensam que podem impor,impunemente, sua vontade independemente de ser contrária ao que é correto e legal)... e tudo se modificou. O céu voltou a estar iluminado com o cintilar das estrelas, como fogos de artifícios, traduzindo uma mensagem carregada de energia positiva maravilhosa "eu estou aqui, você não está só!

A sensação que fica depois da "tempestade tropical" isto é do céu negro passar a azul brilhante é a mesma que temos quando passamos da negritude das trevas para a brancura da luz, um estado de êxtase que nos deixa como que anestesiado, sem reação.

Então a serenidade e o equilíbrio regressam e duas exclamações surgem:

Abençoado sejas por chegares no momento certo! Obrigada meu Deus porque assim permitiu!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Ecos da Vida

O ser humano se comunica basicamente e não exclusivamente através da palavra escrita, falada, gesticulada.
Falamos muito e nada dizemos e por vezes, pouco ouvimos. Quando alguém demonstra nos ouvir com atenção nos sentimos bem e quando alguém comenta algo sobre aquilo que dissemos ou escrevemos faz com que nossas palavras não caiam no vazio, além de por vezes, colocar o chão sob nossos pés, nos fazendo "regressar" a realidade, caso contrário seguiríamos nas asas da imaginação até aos confins da nossa mente e nos distanciaríamos cada vez mais da realidade.
Por outro lado seria muito bom se nossas palavras e pensamentos ecoassem, não somente nas palavras dos outros, como nas suas ações e principalmente que fossem coerentes com o nosso agir.
A propósito de eco, recebi esta mensagem:

Um filho e seu pai, caminhavam nas montanhas. De repente, o filho magoa-se e grita: "Aaaaaahhhhhhhhh!!!!!"
Para seu espanto ouve uma voz vinda de algum lugar damontanha: "Aaaaaahhhhhhhhh!!!!!"
Com curiosidade o menino grita: "Quem está aí??" Recebe uma resposta: "Quem está aí??"
Zangado com a resposta, o menino grita: "Cobarde" E recebe como resposta: "Cobarde"
O menino olha para o seu pai e pregunta-lhe: “Que é que se passa?" O pai, sorri e diz-lhe:
“Filho, presta atenção" E o pai grita para a montanha: “Admiro-te" E a voz responde: " Admiro-te "
Novamente, o homem grita: “És um campeão" E a voz responde-lhe: " És um campeão "
O menino estava admirado, mas não entendia.
Então, o pai explica-lhe
As pessoas chamam-lhe eco, mas na realidade é a vida!
Tua vida não é uma coincidência, é um reflexo de ti.
Devolve-te tudo o que dizes ou fazes.
Se desejas felicidade, faz felizes os que te rodeiam
Se desejas mais amor no mundo, cria mais amor à tua volta.
Se desejas um sorriso na alma, dá um sorriso à alma dos que conheces.
Esta relação aplica-se a todos os aspectos da vida. A vida dar-te-á de regresso, exactamente aquilo que tu lhe deste.
A nossa vida é simplesmenteum reflexo das nossas acções.
Alguém disse:

"Se não gostas do que recebes de volta, revê muito bem o que dás!"

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Prazer solitário...uma observação embaraçosa ou surpreendente

A observação da obtenção de prazer solitário pode ser :
1- Embaraçosa/constrangedora - quando se presencia involuntariamente um homem buscando o prazer solitário ("pedir carona pro céu") como ocorreu no final do verão, numa praia deserta, onde um homem senta-se nas pedras de frente para o mar, afastado da areia, até aí nada de estranho, estaria contemplando o mar, porém, depois vem sentar-se na mesma direção, mais próximo, desta vez voltado para onde estava uma mulher , foi então que esta percebeu que estava acontecendo e se antes era uma impressão, logo deixou de ser, quando ocasionalmente se virou para desligar a máquina fotográfica, que estava no automático para fotografar o coração, que estivera fazendo na areia e viu que ele ficou de pé "sacudindo", por frações de segundos não houve reação, não sabia o que fazer, logo em seguida decidiu pegar nos pertences de forma serena e o mais natural possível e ir embora do local, deu algumas passadas, virou-se e o viu afastar-se correndo noutra direção.

Ou quando um cão de um amigo fica com as patas dianteiras fincado no nosso braço executando movimentos como se estivesse com uma cadela .

2- Surpreendente quando se trata de um animal, um periquito, em frente a um espelho, depois de ter estado sobre a gaiola de um canário tentando alcançá-lo, volta para a sua gaiola e em frente ao espelho arma-se abrindo suas asas e movimentando-se como se estivesse sobre uma fêmea.
A descoberta de que os animais também possam sentir ou buscar prazer de forma solitária, diante do espelho como no caso do periquito, ou utilizando o braço de uma mulher ou bonecas como no caso do cão, é algo realmente surpreendente e revela a verdade já pronunciada no século passado " existem mais coisas entre o céu e a terra do que a nossa vã filosofia pode alcançar"

O Amor é como o mar...Simplesmente Divino!

O amor é como o mar...
...Cada dia se apresenta de uma forma diferente, com uma cor diferente;
...Uma sucessão de altos e baixos, de tempestades de emoção e de calmaria, serenidade ou bonança;
...Poderoso;
...Sábio;
...Misterioso;
...Fascinante;
...Belo, iluminado ;
...Harmonioso;
...Relaxante;
...Transmite energia positiva;...Renova a energia;
...Acolhe e recebe a todos e de todas as raças, credo religiosos, políticos, pobres ou ricos, feio ou bonitos, inteligentes e menos inteligentes, gordos ou magros, incondicionalmente desde que haja respeito;
...Surge de mansinho, mas logo toma "conta do pedaço", preenchendo todo o espaço e deixando marcas por onde passa;
...Avassalador em alguns momentos e noutros tranquilo;
...Sujeito as intempéries, sendo ele próprio causador das mesmas;
...Profundamente marcante;
...Sente-se sua presença mesmo à distância;
...Simplesmente Divino!

Mar e Mente...sintonia geradora de auto-hipnose

O mar possui um magnetismo que nos faz ficar como que hipnotizados, em transe, num desses momentos, durante um diálogo com um senhor à beira-mar, surge um pensamento relâmpago, a nossa mente pode ser comparado a o mar porque tem força, poder, mistério, magnetismo, beleza, ambos são fascinantes desconhecidos, apesar dos muitos estudos, pesquisas realizadas através do tempo por todo mundo.
A história nos remete à:

Origem das bacias oceânicas => Inicialmente a temperatura atmosférica era muito elevada, mas àmedida que a Terra foi esfriando, a grande massa de vapor d'água presente
na atmosfera se condensou e precipitou na superfície do planeta, preenchendo as bacias oceânicas, há cerca de 4 bilhões de anos, logo após a solidificação da crosta. As rochas mais antigas que se tem conhecimento foram datadas de 3,8 bilhões de anos. Elementos voláteis, como o vapor d'água, também foram introduzidos no planeta, trazidos por cometas que penetraram na atmosfera terrestre. Dentre os gases que escaparam para a atmosfera e que continuam a ser expelidos por vulcões encontram-se o dióxido de carbono (CO2) e o ácido hidroclorídrico (HCl), este último sendo a fonte de cloro para a água do mar. Logo nos primórdios dos oceanos, a água acumulada nas bacias oceânicas sofreu um processo de salinização, que foi incrementado a medidaque a erosão dos continentes forneceu mais elementos dissolvidos para a
solução.

Origem da mente=> De acordo com a teoria evolucionista homem e macaco tiveram um ancestral comum, entretanto, a espécie humana logo desenvolveu atributos que o diferenciaram dos outros primatas. O principal destes atributos, foi o desenvolvimento da consciência, característica esta que os humanos adquiriram há aproximadamente 2,5 milhões de anos

Para o antropaleontólogo Isaac, a necessidade do homem primitivo de criar estratégias de caça, tendo que interagir em grupo e viver em cooperação, levou-o a se desenvolver intelectualmente, de forma que passou a inventar uma técnica mais eficiente de comunicação.Os conhecimentos adquiridos e as técnicas utilizadas pelo homem, que garantiram sua subsistência no meio, passaram ao longo do tempo a serem transmitidas de uma geração a outra, ou seja, pode se dizer que a partir daí o homem tornou-se um ser cultural, pois foi necessário passar os conhecimentos adquiridos às novas gerações que se sucediam.

Para Augusto Cury a mente humana é um sofisticado e complexo campo de energia psíquica que coexiste e co-interfere com o campo de energia físico-química do cérebro. A energia psíquica transmuta-se ou transforma-se em energia física, e vice-versa.

Didatica e tecnicamente falando a mente é composta de duas partes: a mente analítica (é o racional, a mente consciente, ciente de que pensa, observa os dados, se lembra e resolve problemas) e a mente reativa (a parte da mente de uma pessoa que trabalha totalmente numa base de estímulo–resposta. Ela não está sob controlo volitivo, e exerce força e o poder de comando sobre a consciência, propósitos, pensamentos, corpo e ações).
Mar e mente são originadores, receptores e transformadores de energia, talvez por isso é que diante do mar conseguimos "entrar em transe", interagindo numa perfeita sintonia, de modo que a mente reactiva influencia a mente analítica, surgindo resposta a uma pergunta que momentos antes fora formulada, solução para um problema equacionado previamente, a análise de uma situação ocorrida ou até mesmo o conhecimento prévio de algo que se realizará no futuro, Como que mente e mar formasse um binômio promotor de auto.hipnose.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Férias...momento de recarga da energia

As férias são momentos de recarga da energia gasta durante um ano de trabalho. Elas devem ser programadas de acordo com a necessidade do espírito de:
Encontrar-se consigo mesmo;
Voltar a serenidade e paz de espírito perdidos durante as vicissitudes do trabalho e da vida;
Relaxamento e descontração;
Divertimento;
Contemplação da natureza e do que é belo;
Encontrar-se com Deus e com a natureza;
Descansar;
Praticar atividade física;
Viajar e conhecer lugares novos e mares diferentes;
Estar em contaco com o mar;
Obter aspecto bronzeado, saudável;
Ouvir o som do silêncio.
O regresso das férias ao trabalho ás vezes desencadeia um misto de ansiedade ou apreensão, por retornar a um clima pesado e desgastante que, por vezes, se vive no ambiente de trabalho, ou se encontraremos mudanças desagradáveis ou desfavoráveis para nós e de melancolia por termos que deixar o "paraíso" e tristeza por saber que o equilíbrio , a serenidade e a sensação de bem estar alcançados provavelmente desaparecerá passado alguns dias no trabalho. Outras vezes são tão exaustivas que há a sensação de ser preciso outras férias para descansar das mesmas. Atualmente até já se fala de "síndrome do pós férias"(É a angústia do regresso a que a ciência já apelidou de síndrome pós-férias:Insónias, distúrbios alimentares, apatia, irritabilidade, nervosismo, agressividade, cansaço e fadiga extrema, que levam a muitos dizerem "o pior das férias é mesmo o regresso ao trabalho".

Estar diante do Mar é como se estivesse diante de Deus!

O Mar é um ente da natureza poderoso que apresenta um equilíbrio dinâmico, olha-se à distância, na linha do horizonte, ele parece um lago sereno, porém na proximidade vemos as suas águas sempre em movimento. Isso prova que o estar sereno não significa estar estático ou estagnado.
O Mar é uma fonte recarregadora de baterias, quando a energia estiver baixa, basta contemplar o mar para novamente a energia ficar renovada.
O Mar pode ser o "muro das lamentações", uma forma de aliviar os problemas, as mágoas e as tristezas que sufoca o nosso coração é deixar rolar as lágrimas diante do mar. Quando choramos diante do mar a sensação é de que as lágrimas juntam-se as águas do mar levando tudo o que nos martiriza ou aflige, logo em seguida sentimos um alívio e a serenidade e a sensação de paz interior se apodera de nós.
O Mar é um fiel amigo ouvinte e confidente, sempre que algo nos sufoca: Culpas, mágoas, decepções, erros, frustrações se sentarmos de frente para o mar e de costas para o mundo e desabafarmos o que nos atormenta o espírito, teremos a sensação de que somos ouvidos, mesmo que não pronunciamos nenhum palavra.
O Mar é libertação, quando nos sentimos aprsionados dentro de nós mesmos, ou dentro de emaranhados de preocupações, se entramos no mar e somos envolvido por uma onda e nos deixamos ser levados por ela, temos a sensação de liberdade! Imagino que os surfistas tenham essa sensação, entre outras.
A interação com o Mar gera uma sintonia capaz de obter as respostas às diversas perguntas e questionamentos que nos inquietam no momento, originando ensinamentos como se estivesse na presença de um mestre espiritual, os últimos ensinamentos recebidos, na busca do equilíbrio dinâmico e da serenidade do espírito, foram 3:
1- Esvaziar a mente
2- Viver o momento no momento, de acordo como ele se apresenta
3- Agir ao invés de reagir, "segurando os cavalos" quando o espírito estiver galopando acelerado "picado" pela ansiedade consequente ao ritmo frenético dos nossos pensamentos na estrada da vida.
Disso tudo resulta uma descoberta maravilhosa: Estar diante do Mar é como se estivesse diante do próprio Deus!

Abençoado Amor!

Amor...

Uma vez mais pensando no amor! Todos os dias encontramos situações que nos fazem pensar o quanto o amor é abençoado:

... Deixa um rastro de luz no nosso horizonte, mesmo que esteja carregado de nuvens pretas causadas pelas preocupações do dia-a-dia, pelas mágoas, frustrações, decepções, dissabores e amarguras que somos confrontados durante a vida;


... Revela beleza aonde não conseguimos ver quando nos olhamos no espelho sem o seu toque mágico;
... Cria um energia maravilhosa dentro de nós que nos faz sentir "Zen";
... Estimula a nossa criatividade de forma surpreendente;
... Nos empresta uma força e coragem que nos faz enfrentar qualquer obstáculo que surja no nosso caminho;
... Aquece o nosso coração;
... ilumina o nosso olhar;
... Torna a nossa pele macia, suave;
... Aprimora a nossa sensibilidade;
... Desenvolve a nossa intuição ou sexto sentido;
... Faz com que nossos gestos sejam delicados;
... Mostra o caminho do bem;
... Dá sentido à vida, sendo o responsável pelo seu surgimento;
... Dá vida à própria vida;
... Dá asas à imaginação;
... Espalha magia;
... Motiva a que procuremos ser cada vez melhores em tudo que fazemos;
... Promove a caridade e a solidariedade;
... Cria harmonia e justiça;
... impele ao sacrifício em pró do ser amado;
... Aproxima-nos de Deus e...
... Promove a Paz!!!

Tome um sorriso
E doe-o a quem nunca o recebeu.
Tome um raio de sol
E faça com que atinja
Lá onde reina a noite.
Descubra uma fonte
Para banhar
Quem vive no barro.
Derrame uma lágrima
Para colocá-la no rosto
De quem nunca chorou.
Tome sua coragem
E coloque-a no espírito
De quem não sabe lutar.
Descubra a vida
E narre-a a quem
Não consegue entendê-la.
Pegue a esperança
E viva na sua luz.
Retome a bondade
E doe-a a quem
Não sabe doar.
Descubra o amor
E faça o mundo conhecê-lo.
(Gandhi)

Fantasia é a realidade visível para nós, invisível para os outros.

Viver uma fantasia traz as mesmas sensações que traria se fosse realidade. Mas o que é uma fantasia, se não a realidade vivida ou tornada possível dentro de nós?
A fantasia é a realidade visível somente aos nossos olhos, mas invisível aos olhos dos outros. A dificuldade reside em saber distinguir quando uma fantasia é saudável ou não. O paradoxo é que cada um fará essa distinção, através do seu senso crítico, desde que, este não esteja afetado por uma doença, de fórum psiquiátrico, em que ocorrem delírios ou alucinações consequentes a perda do senso crítico, num estado avançado da doença.


Há uma complexidade em definir se as sensações que sentimos são frutos da nossa imaginação ou de uma realidade circundante invisível aos nossos olhos.


No filme "Going the distance" há uma cena em que é sugerido sexo por telefone para vencer a distância, mas que não foi conseguido o objectivo, porque a fantasia que ambos estavam utilizando era dissonante nos detalhes, não permitindo o "entrar no clima", de forma a despertar, no corpo, as reaçoes como se ambos estivessem se tocando, nem mesmo quando cada um estimulou o seu próprio corpo imaginando que seria o outro a fazê-lo seguindo a fantasia.


Conseguir ter sensações que desencadeiam reaçoes no nosso corpo, sem que este tenha recebido contacto físico, sem estarmos na presença de alguém ou sem nos auto estimularmos, é no mínimo fascinante, surpreendente e ao mesmo tempo inquietante, principalmente quando surgem de um momento para o outro, sem que tenhamos formulado, criado, imaginado alguma fantasia a respeito e nós simplesmente bloqueamos a razão e nos abandonamos nesse mar de sensações, é uma experiência maravilhosamente incrível, fantástica, indescritível.


A razão mostra que não aconteceu na realidade, mas a emoção pergunta: Que importa se não passou de uma fantasia aos olhos dos outros? O importantante são as emoções sentidas que deixam como consequência um bem-estar físico, mental e espiritual bastante perceptível e visível na realidade.