Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Desenhar na areia, à beira-mar...uma psicoterapia!

Apenas, somente dois meses depois de regressar de férias e, tudo que foi adquirido em termos de relaxamento, serenidade, ensinamentos e até o contacto com o mar não mais aconteceu, o tempo levou…
Estas férias trouxeram a redescoberta do prazer e da liberdade proporcionado pelo escrever e desenhar na areia à beira-mar, outrora realizada.
Que sensação maravilhosa de liberdade… quando estamos numa praia deserta ou com poucas pessoas, onde só ouvimos o som das águas do mar batendo nas rochas, quando as há ou simplesmente o som do ir e vir das ondas e começamos a desenhar na areia, deixando a nossa mente voar livremente, acabamos por “voar” também, como se nos tele transportássemos para um outro lugar sem características físicas, sem barreiras ou limites. Estabelece-se uma sintonia com o Universo, deixamos de ser observadores para estarmos inseridos dentro de um contexto onde o corpo e a razão parecem não existir, de tal forma absortos que não nos apercebemos de nada em nosso redor, se nesse momento alguém se aproximasse e dissesse um simples “bom dia” levaríamos um valente susto e teríamos dificuldade, por breves momentos, de reconhecer a realidade a nossa volta e dizermos algo, estremeceríamos como se estivéssemos sendo, por exemplo, molestados por um assaltante.

Ao desenhar na areia próximo as águas do mar entramos dentro de nós mesmo e vamos libertando as correntes que nos aprisionam, quanto mais concentrados nos desenhos estivermos, mais vamos nos aprofundando dentro de nós mesmos, como se entrássemos num túnel, inicialmente vemos seus limites, mas à medida que o vamos percorrendo, vamos ficando soltos no vazio, como se entrássemos numa outra dimensão além do físico, nada de concreto ou palpável. Provavelmente acabamos por fazer auto-hipnose, pois, entramos num estado modificado da consciência.

Desenhar na areia, à beira-mar, pode ser uma psicoterapia para alguns distúrbios mentais, nomeadamente, ansiedade e depressão, ou para alívio das tensões ou "stress" do dia a dia

2 comentários:

Igor Carneiro disse...

Muito interessante... como eu moro numa cidade praieira, vou fzr esse teste!


Deus a abençoe!

Shalom!

Céu disse...

Obrigada Igor pelo seu comentário! que bom que achou interessante e irá experimentar, seria maravilhoso se depois você partilhasse o resultado dessa experiência, de como se sentiu.
Deus lhe abençoe!
Shalom!