Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sábado, 30 de abril de 2011

A distância faz com que o véu da ilusão se desfaça

A distância faz com que a realidade aflore , o véu da ilusão se desfaz. É sempre bom tirarmos um tempo para observar a nossa vida de fora de nós, por vezes o Universo nos dá uma ajudazinha, embora a princípio ficamos contrariados e até mesmo tristes ou frustrados, quando estamos num ritmo e depois contra a nossa vontade abrandamos esse ritmo. Esse abrandamento é o tempo necessário para revermos os pontos chaves do momento para podermos intensificarmos os pontos positivos, corrigirmos ou minimizarmos os pontos negativos, para irmos construindo uma base sólida, limando as arestas para podermos desfrutarmos e aproveitarmos 100% os pontos positivos, aqueles que nos causam bem estar e que nos devolve a liberdade de sonhar, criar fantasias e concretizá-las sem nenhuma sombra.
A distância faz com que tenhamos oportunidade de revermos nossos valores e princípios, decisões tomadas, pontos de vistas formulados para podermos seguir no caminho com passos firmes, sem vacilo, consolidarmos nossos valores, entendermos nossos sentimentos e revermos os pontos onde falhamos, os pontos que precisam ser reforçados.
A distância faz com que tenhamos a noção exata da dimensão do nosso amor, do impacto e repercussão que tem na nossa vida e na vida dos outros, de estarmos a seguir o caminho certo ou de termos que voltar para percorrer novamente o caminho certo que deixamos de seguir em determinado momento da nossa vida.

"A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande".
Roger Bussy-Rabutin

"Distância não é ausência”;
Distância não é estar distante;
Distância não é saudade;
Distância não é tristeza nem angústia;
Distância é um conceito geográfico de espaço que separa fisicamente as pessoas. Apenas isso.
A distância anula-se com um abraço;
Com a ternura;
Com o carinho;
A distância desaparece com o gesto, com a intenção;
A distância separa corpos mas não separa corações;
Não descura o Sentimento;
Não alimenta o desespero;
Não há longe nem distância, quando de facto se quer amar,
Quando os limites não limitam os Sentidos e os Sentimentos.
(autor?-recebido por correio eletrônico)

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Sintonia à distância realidade ou fantasia?

Sintonia à distância existe ou não passa de uma fantasia?

Se não existe então como explicar um desejo incontrolável, uma excitação, que surge sem nenhum estímulo prévio?

Se não existe então como explicar uma sensação ou emoção que sentimos a partir do nada relativa a alguém distante?

Se não existe então como explicar o aperto que sentimos no peito, sobre o coração, no exato momento que algo está acontecendo com quem temos uma grande afinidade ou ligação afetiva?

Se é uma fantasia, uma ilusão criada pela nossa imaginação fértil, então como se processa? Temos consciência de que nossos pensamentos não foram direcionados nesse sentido, ou seja conscientemente não produzimos essa fantasia, esta simplesmente surge, quando damos conta, estivemos envolvidos numa dimensão diferente da nossa realidade, de tal forma que por frações de segundo temos dificuldade em nos situarmos dentro do contexto a nossa volta que em nada está relacionado com o momento vivido antes.

Quantas vezes eu já não toquei o vazio,

na esperança de te sentir.

Quantas vezes eu já não ergui minha mão,

com vontade de acariciar teu rosto ...

ou secar uma lágrima.

Quantas vezes eu não fechei os meus olhos,

para poder visualizar tua boca sorrindo...

enquanto eu sentia que tu sorrias...

do outro lado.

Sinto tanto a tua falta...

Falta do teu calor...

Falta dos teus beijos...

Falta do teu olhar...

Mas a tua voz me aquece , me acaricia ,me embala nas minhas noites vazias...

E a esperança preenche meus sonhos.

A esperança de que não tarde o próximo dia em que vamos nos encontrar.

E de que não tarde, o dia em que não vamos mais nos separar...

CrisMaia


quinta-feira, 28 de abril de 2011

JAPÃO: LIÇÃO DE VIDA PARA O OCIDENTE

Recebi este vídeo mostrando a força da natureza, sublinhando a nossa fragilidade, vulnerabilidade, por vezes esquecida, quando detemos o poder econômico e político ou qualquer forma de poder





Por coicidência logo a seguir recebi o mail com esta imagem, que mostra uma lição a ser aprendida e divulgada:


DEZ COISAS A SEREM APRENDIDAS COM O JAPÃO


1 – A CALMANenhuma imagem de gente se lamentando, gritando e reclamando que “havia perdido tudo”. A tristeza por si só já bastava.


2 – A DIGNIDADEFilas disciplinadas para água e comida. Nenhuma palavra dura e nenhum gesto de desagravo.


3 – A HABILIDADEArquitetos fantásticos, por exemplo. Os prédios balançaram, mas não caíram.


4 – A SOLIDARIEDADEAs pessoas compravam somente o que realmente necessitavam no momento. Assim todos poderiam comprar alguma coisa.


5 – A ORDEMNenhum saque a lojas. Sem buzinaço e tráfego pesado nas estradas. Apenas compreensão.


6 – O SACRIFÍCIOCinquenta trabalhadores ficaram para bombear água do mar para os reatores da usina de Fukushima. Como poderão ser recompensados?


7 – A TERNURAOs restaurantes cortaram pela metade seus preços. Caixas eletrônicos deixados sem qualquer tipo de vigilância. Os fortes cuidavam dos fracos.


8 – O TREINAMENTOVelhos e jovens, todos sabiam o que fazer e fizeram exatamente o que lhes foi ensinado.


9 – A IMPRENSAMostraram enorme discrição nos boletins de notícias. Nada de reportagens sensacionalistas com repórteres imbecis. Apenas calmas reportagens dos fatos.


10 – A CONSCIÊNCIAQuando a energia acabava em uma loja, as pessoas recolocavam as mercadorias nas prateleiras e saiam calmamente.

NENHUM ARRASTÃO, CONTRA O POVO ou PARA ROUBAR O COMÉRCIO


“A passagem do tempo deve ser uma conquista e não uma perda.”
“Viver é a única coisa que não dá para deixar para depois.”

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Sempre sobra tempo...é só querer!

Mais uma pétala de sabedoria no jardim Internet:



Um professor de filosofia parou na frente da classe e sem dizer uma palavra, pegou um vidro de maionese vazio e encheu com pedras. Cada uma tinha uns 2 centímetros de diâmetro. Então perguntou aos alunos se o vidro estava cheio. Eles concordaram que estava.

Então o professor pegou uma caixa com pedregulhos bem pequenos, jogou-os dentro do vidro, agitando levemente. Os pedregulhos rolaram para os espaços entre as pedras. Ele então perguntou novamente se o vidro estava cheio. Os alunos concordaram: agora sim, estava cheio!

Então, o professor pegou uma caixa com areia e a despejou dentro do vidro, preenchendo o espaço restante. Agora, disse o professor, eu quero que vocês entendam que isto simboliza a sua vida.

As pedras são as coisas importantes: sua família, seus amigos, sua saúde, seus filhos, coisas que preenchema sua vida.

Os pedregulhos são as outras coisas que importam: o seu emprego, sua casa, seu carro.

A areia representa o resto. As coisas pequenas. Se vocês colocarem a areia primeiro no vidro, não haverá mais espaço para os pedregulhos e as pedras. O mesmo vale para a sua vida. Cuidem das pedras primeiro. Das coisas que realmente importam. Estabeleçam suas prioridades. O resto é só areia! Mas então, um aluno pegou o vidro e perguntou novamente se o vidro estava cheio. Os alunos concordaram: agora sim, estava cheio! Então ele derramou um copo de água dentro do vidro. Claro, a areia ficou ensopada com a água, preenchendo todos os espaços restantes dentro do vidro e fazendo com que ele, desta vez, ficasse realmente cheio. Então disse:


Não importa o quanto sua vida esteja cheia de coisas e problemas, sempre sobra espaço para o que há de mais importante para sua plena felicidade. Sempre sobra tempo...é só querer!

Músicas que nos aproximam de Deus!



Neste tempo, lindas músicas do passado, que se mantém atualizadas, nos aproximam de Deus:











2- "Homem de Nazaré": http://youtu.be/qRVqIQEPRqM


3- "A Montanha": http://youtu.be/rybX96pg2yY



4-"Quando eu quero falar com Deus " http://youtu.be/4-3i1_nlESs



5-"pegadas na areia": http://youtu.be/eotMu8e6_gM



6- "Aleluia": http://youtu.be/6cC_JTdefHE

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Páscoa...Passagem das trevas para a Luz!

Páscoa...Passagem das trevas para a Luz, da morte para a vida eterna, do pecado para a santidade. Páscoa...manifestação maior do Amor:Dar a vida por um irmão:

Prova De Amor Maior Não Há


Padre José Weber

Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! Eis que eu vos dou um novo Mandamento: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado"

Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! Vós sereis os meus amigos se seguirdes meu preceito: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado"


Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! Permanecei em meu amor e segui meu madamento: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado"


Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! E chegando a minha Páscoa, vos amei até o fim: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado"

Prova de amor maior não há que doar a vida pelo irmão! Nisto todos saberão que vós sois os meus dicípulos: "Amai-vos uns aos outros como Eu vos tenho amado". Boa semana Santa! Feliz Páscoa!

domingo, 17 de abril de 2011

Domingo de Ramos início da Semana Santa!


A Homilia de hoje focou 3 pontos referentes a Cruz, símbolo da Semana Santa, que se inicia com o Domingo de Ramos:

Aceitarmos a nossa cruz

Não tornarmos a cruz dos outros mais pesada

Ajudarmos o outro a carregar a sua cruz

Ouvir a narração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo sempre fez com que as lágrimas rolassem, desde os tempos de criança, quando a ouvi pela primeira vez, pelo sofrimento atroz de Jesus, quer físico: Os pregos atravessando suas mãos e pés fixados na cruz, a coroa de espinhos sobre sua cabeça, o cálice com vinagre e fel; quer psicológico: Pela injustiça, sendo inocente mas tratado como um criminoso, inclusive ser preterido a um salteador, pela humilhação e escárnio que recebeu, por ser verdadeiro, justo e ser tratado como impostor e mentiroso.

Sempre ouvi com atenção, mas curiosamente só hoje é que fui refletindo mais profundamente no significado de cada passagem, escrita há tantos séculos atrás, mas tão atual:

1-Até onde o ser humano é capaz de chegar:

*Atraiçoar um amigo por um punhado de dinheiro (Judas) e ainda por cima sentar-se a mesma mesa e ter o "topete" de perguntar se seria ele o traidor (Durante a última Ceia), sabendo que sim;

*Mentir, caluniar por inveja e para manter o poder (os Sumos Sacerdotes);

*Acovardar-se e negar conhecer um amigo, a quem momentos antes dissera que o protegeria com a própria vida, pensando somente em "livrar a própria pele" (Pedro);

*Omitir-se de resolver uma situação para as quais teria poder para resolver (Pilatos);

*Ser falso a ponto de beijar a face de alguém quando o está atraiçoando (Judas);

*Oferecer vinagre a quem está com sede e padecendo de sofrimento atroz (Os soldados);

*Fazer escárnio de quem está padecendo de um infortúnio semelhante, mesmo sabendo que é culpado e o outro nada fez para merecer tamanho infortúnio (o mau ladrão).


2-O que está destinado a acontecer no futuro acontecerá:

*Jesus falou que seria traído e o traidor mesmo assim manteve a traição

*Jesus disse a Pedro que este o negaria 3 vezes e mesmo assim no momento que foi questionado negou conhecer Jesus.

*Jesus sabia como seria a sua morte, na sua condição humana, pediu a Deus que o livrasse da situação, mas aceitou e entregou-se em Suas mãos.


3- Saber ou intuir acontecimentos futuros, principalmente quando estes serão de sofrimento e dor ou desagradáveis, deve causar uma grande angústia, inimaginável, por nada podermos fazer para modificar o rumo desses acontecimentos, como no caso de Jesus. Por outro lado possibilita, através da aceitação e resignação de que nada podemos fazer, que nos preparemos para conseguirmos suportar melhor a situação inevitável, termos mais força para superá-la e minorarmos os efeitos e as consequências que delas advém

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Lição de vida...carta de uma sobrevivente do tsunami!

Recebi esta carta, por correio eletrônico, de alguém que recebeu de outro alguém que recebeu a original e traduziu, é impossível nao deixar para que outros possam também receber esta lição de vida de sobrevivente do tsunami do Japão:


CARTA DE UMA SOBREVIVENTE DO TSUNAMI (SEM DRAMA)

ALO AMIGOS, FAMILIA E AMIGOS.

INICIALMENTE, QUERO LHES AGRADECER PELA PREOCUPAÇÃO COMIGO.

ESTOU EMOCIONADA COM ISSO.

QUERO LHES PEDIR DESCULPAS PELAS MENSAGENS GENÉRICAS QUE TENHO ENVIADO A TODOS. MAS PARECE SER O MELHOR MEIO DE ME COMUNICAR NESTE MOMENTO.

AS COISAS, AQUI EM SENDAI, TÊM ESTADO SURREAIS. MAS SOU MUITO ABENÇOADA PORTER AMIGOS QUE TÊM ME AJUDADO MUITO.

DESDE MEU TERREMOTO, ESSA PALAVRA TEM SIGNIFICADO MUITO MAIS PARA MIM. ESTOU NA CASA DE AMIGOS E DIVIDIMOS SUPLIMENTOS COMO ÁGUA, COMIDA E AQUECEDORES DE QUEROSENE.

NÓS DORMIMOS LADO A LADO, NUM QUARTO, COMEMOS À LUZ DE VELAS E COMPARTILHAMOS ESTÓRIAS. É CALOROSO, AMISTOSO E BONITO.DURANTE O DIA, NOS AJUDAMOS MUTUAMENTE A LIMPAR A CONFUSÃO DE NOSSAS CASAS.

PESSOAS SENTEM EM SEUS CARROS, PROCURANDO NOTÍCIAS EM SEUS NAVEGADORES OU FICAM EM FILA PARA BEBER ÁGUA, QUANDO UMA FONTE É ABERTA. SE ALGUÉM TEM ÁGUA EM SUA CASA, IMEDIATAMENTE, UM AVISO É COLOCADO EM SUA PORTA PARA QUE OUTROS VENHAM ENCHER JARRAS, GALÕES, GARRAFAS.

INCRIVEL E INACREDITÁVEL É QUE, ONDE ESTOU, NÃO OCORRERAM SAQUES, NEM EMPURRÕES EM FILAS.

PESSOAS DEIXAM SUAS PORTAS ABERTAS COMO SE FOSSE MAIS SEGURO QUANDO OCORREM TERREMOTOS.

AS PESSOAS DIZEM “É COMO COSTUMAVA SER NOS VELHOS TEMPOS, QUANDO TODOS SE AJUDAVAM.”

TREMORES CONTINUAM VINDO. ONTEM, A CADA 15 MINUTOS. SIRENES SOAM O TEMPO TODO E HELICÓPTEROS SOBREVOAM FREQUENTEMENTE.

TIVEMOS ÁGUA POR ALGUMAS HORAS, EM NOSSAS CASAS, HÁ POUCOS DIAS. AGORA, POR QUASE MEIO DIA.

ELETRICIDADE VOLTOU. O GÁS, AINDA NÃO. MAS TUDO ISSO POR ÁREAS.

ALGUMAS TÊM, OUTRAS NADA. NINGUÉM TEM TOMADO BANHO HÁ DIAS.

ESTAMOS NOS SENTINDO IMUNDOS, MAS HÁ TANTAS OUTRAS COISAS IMPORTANTES PARA NOS PREOCUPAR AGORA.

EU AMO ESTE “JOGAR FORA” DE COISASNÃO ESSENCIAIS. VIVENDO NO NÍVEL BÁSICO DO INSTINTO, DA INTUIÇÃO, DO CUIDAR, DO QUE É NECESSÁRIO PARA SOBREVIVER NÃO APENAS PARA MIM, MAS PARA O GRUPO.

EXISTEM ESTRANHOS UNIVERSOS PARALELOS ACONTECENDO. CASAS DESTRUIDAS E CASAS COM ROUPAS LAVADAS, SECANDO AO SOL.

PESSOAS EM FILA POR ÁGUA E COMIDA E PESSOAS PASSEANDO COM SEUS CACHORROS. TUDO ACONTECENDO AO MESMO TEMPO.

OUTROS TOQUES DE BELEZA SÃO, PRIMEIRO, O SILÊNCIO DA NOITE. SEM CARROS, SEM PESSOAS NAS RUAS. E O CÉU, À NOITE, ESTÁ COBERTO DE ESTRELAS. EU COSTUMAVAVER UMA OU DUAS. AGORA, SÃO CENTENAS DELAS.AS MONTANHAS AQUI EM SENDAI SÃO SÓLIDAS E COM O AR LIMPO, PODEMOS VER SUAS SILHUETAS CONTRA O CÉU MAGNÍFICO. E OS JAPONESES SÃO MARAVILHOSOS.

EU TENHO VOLTADO AO MEU LAR PARA CHECAR,TODOS OS DIAS. AGORA QUE A ELETRICIDADE VOLTOU, VIM PARA ENVIAR ESTE E-MAIL.

ENC0NTREI ÁGUA E COMIDA EM MINHA PORTA. NÃO SEI DE QUEM, MAS ESTÃO LÁ. HOMENS IDOSOS DE BONÉ VERDE VÃO DE CASA EM CASA VER SE ESTÁ TUDO BEM. PESSOAS FALAM COM COMPLETOS ESTRANHOS, PERGUNTANDO SE ESTÃO BEM, SEPRECISAM DE ALGUMA COISA. EU NÃO VEJO QUALQUER SINAL DE MEDO OU PÂNICO. RESIGNAÇÃO, SIM. MAS MEDO OU PÂNICO, NÃO.

ELES OS DIZEM QUE PODEMOS ESPERAR TREMORES (AFTERSHOCK) E ATÉ MESMO NOVOS TERREMOTOS POR UM MÊS OU MAIS. E ESTAMOS TENDO TREMORES, DESLIZAMENTOS,ABALOS E ESTRONDOS.

AGRADEÇO POR VIVER NUMA PARTE DE SENDAI UM POUCO MAIS ALTA, MAIS SÓLIDA QUE OUTRAS. ENTÃO, ESTA ÁREA É MELHOR QUE OUTRAS.

ONTEM, AMIGOS DO MEU MARIDO VIERAM DO CAMPO, TRAZENDO COMIDA E ÁGUA. AGRADEÇO MAIS UMA VEZ. DE UMA FORMA, ESTE MOMENTO, PERCEBO ATRAVÉS DE UMA EXPERIÊNCIA DIRETA QUE, DE FATO, EXISTE UM ENORME PASSO EVOLUTIVO CÓSMICO ACONTECENDO NO MUNDO NESTE EXATO MOMENTO. O QUE EXPERENCIEI COM OS ACONTECIMENTOS OCORRIDOS NO JAPÃO ME FAZEM SENTIR QUE MEU CORAÇÃO ESTÁ BEM ABERTO. MEU IRMÃO ME PERGUNTOU SE EU ME SENTIA PEQUENA COM TUDO O QUE ACONTECEU. PELO CONTRÁRIO, EU ME SINTO PARTE DE UM ACONTECIMENTO MUITO MAIOR QUE EU. ESTE MOVIMENTO DE “NASCIMENTO” MUNDO A FORA É RUDE E MAGNÍFICO.

AGRADEÇO MAIS UMA VEZ SEU CARINHO E PREOCUPAÇÃO COMIGO.

COM AMOR, RETORNO A TODOS VOCÊS.
Anne Fumi Johns Stewart May Peace Prevail On Earth http://www.worldpeace.org/

Biorritmo...períodos cíclicos no corpo humano!

Os dias são sempre diferentes, mesmo que tenhamos uma rotina diária. Tem dias que o nosso bioritmo { Quase tudo o que acontece na natureza é periódico. Somos influenciados pelas mudanças cíclicas das estações do ano, pelas fases da Lua, pela alternância do dia e da noite, etc. e os setores de nossa vida acabam sendo influenciados por esses ritmos.
Cientistas descobriram períodos cíclicos no corpo humano e os denominaram biorritmos (Biorritmo é uma ciência que nasceu há mais de 4000 anos, tendo como pai o imperador chinês Huang Tchi, também considerado o pai da acupuntura e que regula nosso relógio biológico.A palavra Biorritmo grego é composta por dois termos, "bios" e "rhythmos" que significam "vida" e "ritmo"No ano 200 A.C Hipócrates e seus discípulos aplicaram o Biorritmo em seus pacientes, onde os resultados foram decisivos para a comprovação científica nos dias de hoje. No século XIX, os estudos foram levados mais a sério por médicos, psicólogos, biólogos, físicos e professores onde consolidou-se a teoria Bioritmo e define três medidas fundamentais e importantes ciclos da raça humana: o ciclo físico, emocional e intelectual=http://www.luizalmada.com/biorritmo/index.php?pagina=2). Estes ciclos podem influenciar a força física, a coordenação motora, a resistência às enfermidades, a estabilidade mental, os humores, o pensamento lógico, o aprendizado, etc.
Os biorritmos vão mostrar as suas reais capacidades - positivas ou negativas - relativas a esses assuntos ao longo do mês.
São quatro os ciclos de biorritmo conhecidos:

Ciclo =>Duração =>Tem Correspondência com . . .
Físico=> 23 dias=> Força física, disposição, coordenação motora, vontade, resistência às doenças e às dores
Emocional =>28 dias=> Criatividade, estabilidade mental, humores, sensibilidade emocional
Intelectual=> 33 dias=> Habilidade para aprender, pensamento analítico, lógica, memória, tomada de decisão
Instintivo=> 38 dias =>Instinto e percepção inconsciente

FASE POSITIVA ( + )
Inicia-se no nível zero ( 0 ), subindo até o ponto máximo do gráfico, para em seguida descer até o nível zero novamente.
Durante toda a trajetória em que a linha colorida permanece acima do nível zero é considerada a Fase Positiva do ciclo representado por essa linha.
Durante esta fase as habilidades associadas com esse ciclo estão altas.

FASE NEGATIVA ( - )
Inicia-se no nível zero ( 0 ), descendo até o ponto mínimo do gráfico, para em seguida subir até o nível zero novamente.
Durante toda a trajetória em que a linha colorida permanece abaixo do nível zero é considerada a Fase Negativa do ciclo representado por essa linha.
Durante esta fase, as habilidades associadas com esse ciclo estão diminuídas.

DIA CRÍTICO
Toda vez que um linha colorida cruza o nível zero no sentido descendente diz-se que aquele é um Dia Crítico.
As habilidades associadas com o ciclo são instáveis nesse dia, e você deverá tomar maiores cuidados.
Isto se justifica pois o ciclo está mudando de sua Fase Positiva para a Fase Negativa.
No gráfico, o Dia Crítico está representado por um quadrado vermelho desenhado abaixo da coluna do dia do mês.
DIA SEMI-CRÍTICO
Quando a linha colorida estiver cruzando o nível zero no sentido ascendente, diz-se que aquele é um Dia Semi-Crítico.
Quando o dia é Semi-Critico acontece a mesma instabilidade ocorrida em Dia Crítico, porém com menor intensidade, já que está havendo uma mudança de sua Fase Negativa para a Fase Positiva do ciclo.
No gráfico, o Dia Semi-Crítico está representado por um quadrado azul desenhado abaixo da coluna do dia do mês.
Quando o quadrado que representa os dias instáveis (críticos ou semi-críticos) estiver sobre a linha divisória do dia do mês, isto significa que cuidados maiores devem ser tomados em ambos os dias, com respeito aos assuntos associados ao ciclo. Se alguém estiver interessado pode ir neste site:


http://www.biorritmofree.com/pt/ para pedir o seu biorritmo diário e receber por mail de forma gratuita ou neste outro site:


http://www.facade.com/biorhythm/ para ver o seu biorritmo por 28 ou 56 dias, além de ver a compatibilidade com alguém ou com pessoas famosas} parece alterar-se inúmeras vezes ao longo do dia:


O prazer nos eleva, os aborrecimentos e tensão no trabalho nos fazem ficar "down", as emoções, contidas nas recordações, de momentos de mágica sintonia, com o ser amado, nos fazem ficar "up", mas as armadilhas que nos fazem cair, pessoas que "puxam o tapete" debaixo dos nossos pés nos "puxam para baixo" para depois voltarmos a ficar "up" quando vemos coroado de êxito os nossos empreendimentos, as nossas ações e decisões tomadas corretamente, ou quando quem estava distante volta a aproximar-se.


Hoje o dia foi assim : Momentos "up", seguidos de momentos "down", novamente momentos "up" seguidos de momentos "down" e assim repetidamente até que findou em "up", graças a Deus! Que entre outras, permitiu que você viesse!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Índios Cherokees...uma lição a reter!

Você conhece a passagem da juventude dos índios Cherokees?


O pai leva o filho para a floresta durante o final da tarde, venda-lhe os olhos e deixa-o sozinho. 
 O filho se senta sozinho no topo de uma montanha a noite toda e não pode remover a venda até os raios do sol brilharem no dia seguinte. Ele não pode gritar por socorro para ninguém. Se ele passar a noite toda lá, será considerado um homem. Ele não pode contar a experiência aos outros meninos porque cada um deve tornar-se homem do seu próprio modo, enfrentando o medo do desconhecido. O menino está naturalmente amedrontado. 
 Ele pode ouvir toda espécie de barulho. Os animais selvagens podem, naturalmente, estar ao redor dele. 
 Talvez alguns humanos possam feri-lo. Os insetos e cobras podem vir picá-lo. 
 Ele pode estar com frio, fome e sede. O vento sopra a grama e a terra sacode os tocos, mas ele não remove a venda. Segundo os Cherokees, este é o único modo dele se tornar um homem. 


Finalmente... Após a noite horrível, o sol aparece e a venda é removida. 
 Ele então descobre seu pai sentado na montanha perto dele. Ele estava a noite inteira protegendo seu filho do perigo. 



Lição a reter da passagem da juventude dos índios Cherokees:

Nós também nunca estamos sozinhos! Mesmo quando não percebemos Deus está olhando para nós, " sentado ao nosso lado".
 Quando os problemas vêm, tudo que temos a fazer é confiar que ELE está nos protegendo.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Uma foto expressa uma emoção contida.

Toda forma de arte expressa a emoção contida num momento. Uma fotografia tem a propriedade de captar dois momentos em simultâneo, o exterior e o interior da pessoa, consegue ir mais além da percepção do olhos do fotógrafo e da própria percepção de quem está sendo fotografado. Quantas vezes o próprio fotógrafo se surpreende com detalhes que não havia tomado consciência, mas que seu subconscientes registrou e focou , direcionando o resultado final, como se tivesse sido guiado por forças invisíveis. Outras vezes é o próprio modelo que tem uma percepção errada, ou apenas diferente, de si mesmo e surpreende-se quando alguém tem uma percepção contrária ao ver a sua foto. Neste caso se questiona se a apreciação feita não estará ofuscada pelo véu da fantasia ou da ilusão acabando por transformar um patinho feio, sem graça, num elegante e lindo cisne, inclusive fazendo o próprio modelo sentir-se como um cisne gracioso. Essa dualidade de percepção deixa de causar conflitos interiores, quando chegamos a conclusão de que a percepção desse nosso apreciador (correspondendo à realidade ou não)não lhe causa decepção, é mais importante para nós do que a nossa própria opinião corresponder ou não a verdade.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Momentos de prazer...adoça as amarguras da vida!

A vida é tão complexa, mas ao mesmo tempo simples, está tudo encadeado em uma sequência lógica de acontecimentos, embora nem sempre percebemos esse encadeamento, assim como não percebemos que tudo tem o momento certo de acontecer. Por vezes somos tão ansiosos que queremos tudo com muita rapidez, nos esquecemos que tudo tem o timing certo de acontecer e quando aquilo que desejamos que aconteça, acontece nós não curtimos o momento por mais tempo, deixamos que situações do nosso cotidiano interfira tornando o momento prazeroso mais breve.

Felizmente quando vivemos momentos de extremo prazer e emoção que nos fazem cruzar o umbral da fantasia ou atingir o paraíso, estes tornam-se o ponto de equilíbrio, a cada situação que nos rouba o equilíbrio, lá está a lembrança desses momentos para contra balançar, como se nos dissesse "psiu!então vai deixar essa tolice estragar a sensação maravilhosa que viveste! vais desperdiçar o presente que o Universo te deu, a maravilhosa sensação de êxtase de quem esteve no paraíso, que torna o espírito mais elevado, leve, dedicado, alegre, cheio de energia e criatividade, para cultivar pensamentos e sensações negativas causadas pelas injustiças, covardia, calúnias e até mesmo ofensas que recebeu durante o dia no trabalho?" e a "chamada de atenção" surte efeito, pelo menos por alguns momentos adoça as amarguras da vida, até que novamente as forças negativas voltam a dominar, para novamente outra "chamada de atenção" e assim vamos travando uma batalha entre "voar" leve, livre e solto nas asas da força positiva ou ficar acorrentado na teia das forças negativas. Se deixarmos os pensamentos negativos entrarem para "cortar o clima"dos momentos de prazer, mais energia negativa vamos acumulando dentro de nós, mais acontecimentos negativos vamos atraindo, porém cortamos esse círculo vicioso, substituindo os pensamentos negativos por pensamentos positivos quer projetivos, quer recordativo.

Hoje essa luta foi renhida o dia todo, porém, Graças a Deus, predominou a força positiva e o equilíbrio interior retornou, fazendo com que a maravilhosa sensação que sentira antes, não só permanecesse como deixasse a porta aberta para que novas sensações, mais ampliadas ainda, pudessem entrar e expulsassem para longe as energias negativas que rondaram o tempo todo.

domingo, 3 de abril de 2011

A lição do passarinho...a maior estabilidade vem do joelho dobrado!

Você já viu um passarinho dormindo num galho ou num fio, sem cair? Como é que ele consegue isso? Se nós tentássemos dormir assim, iríamos cair e quebrar o pescoço. O segredo está nos tendões das pernas do passarinho.E les são construídos de forma que, quando o joelho está dobrado, o pezinho segura firmemente qualquer coisa. Os pés não irão soltar o galho até que ele desdobre o joelho para voar. O joelho dobrado é o que dá ao passarinho a força para segurar qualquer coisa. É uma maravilha, não é? Que desenho incrível que o Criador fez para segurar o passarinho! Mas, não é tão diferente em nós. Quando nosso "galho" na vida fica precário, quando tudo está ameaçado de cair, a maior segurança, a maior estabilidade nos vem de um joelho dobrado, dobrado em oração.Se você algumas vezes, se vê num emaranhado de problemas que o fazem perder a fé, desanimar de caminhar; não caminhe mais sozinho, Jesus quer fortalecê-lo e caminhar consigo por toda sua vida!É Ele quem renova suas forças e sua fé, e se cuida de um passarinho, imagina o que não fará por você Seu filho amado, basta você CRER!"Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedires o que quiseres e vos será feito" Jô 15:7"Lançai sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós" 1 Pe 5:7 Edson capixaba

E jamais se esqueça: Tudo o que nasce de joelhos nasce para ficar em pé! Você é a coisa mais linda que Deus tem neste mundo! Uma abençoada vida para você!

sábado, 2 de abril de 2011

Sexo não é sinônimo de Luxúria

A Semana Santa aproxima-se, para os católicos é o momento de reflexão e expiação dos pecados, através da Confissão, arrependimento, penitência e a firme intenção de não voltar a pecar.

Um dos sete Pecados Capitais, é a Luxúria, tentação contra o sexto mandamento "não pecar contra a castidade", o que logo imediatamente nos reporta ao sexo ou a relação sexual, porém sexo não é sinônimo de Luxúria como é a interpretação dada por muitas pessoas, inclusive pelo padre que pergunta quer ao casado, quer ao solteiro se pecou contra a castidade, se fosse assim então todos estariam cometendo esse pecado permanentemente, principalmente aqueles que estão unidos pelos Sagrados Laços do Matrimônio, que segundo os preceitos morais e os bons costumes (embora muitas das vezes não passam de hipocrisias) da sociedade e da própria religião Católica, estes estão autorizados a praticar o sexo. Seria uma coerência ter autorização para pecar, se sexo fosse sinônimo de luxúria. A luxúria (do latim luxuriae) é o desejo passional e egoísta por todo o prazer sensual e material. Também pode ser entendido em seu sentido original: “deixar-se dominar pelas paixões”.

Senhor Krishna disse: "É a luxúria, nascida dentre a paixão, que se transforma em ira quando insatisfeita. A luxúria é insaciável, e é um grande demônio. Conheça-a como o inimigo." (3.37). O nome desse inimigo é Asmodeus,o demônio da luxuria =>Algumas fontes dizem que Asmodeus era um anjo caído, tendo a condição de Serafim ou Querubim, antes da sua queda. As antigas tradições apócrifas: Asmodeus seria filho de Adão (Adamah) o primeiro homem, e de Lilith, enquanto ela ainda era sua esposa (Lilith foi a primeira mulher de Adão, só depois Deus criou Eva) e ambos viviam no paraiso. Só depois, Lilith se revoltou e saiu do paraíso, passando a ser a terrível Deusa Negra. Ashmoedai seria o mais velho de 7 irmãos demónios: Mahawet, Sham'ha, Naam'ha, Shibbetha, Bahael et Rhu'há. Mais tarde Lúcifer, veio a possuir Eva, e desse segundo relacionamento sexual nasceu Caim. Assim, Caim e Asmodeus são por isso os primeiros primogénitos da história humana, ambos condenados aos domínios infernais.

Asmodeus é um demónio da mitologia do judaísmo (Livro de Tobias 3,8,17- 6,14 – 8,2), considerado o demónio bíblico da ira e da luxúria. É um demónio bíblico, foi ele quem matou os 7 maridos de Sara, filha de Raquel, no próprio dia do casamento. De acordo com o dicionário bíblico, Asmodeus é o demónio que assediava Sara, filha de Raquel, e que matou os seus sete primeiros maridos, no próprio dia do casamento, antes de eles terem relações sexuais. Sara, devido á vergonha que tal situação causava ao pai, pediu a Deus para morrer. Então Deus ouvindo as suas orações, enviou o Arcanjo Rafael para resolver o problema e guiar Tobias. Assim, o Arcanjo Rafael deu a receita do “medicamento de Deus”, que consistiu em queimar, num queimador de incenso, uma mistura de coração e fígado de um certo peixe. O terrível cheiro do peixe expulsou o demónio do corpo de Sara, e o Arcanjo Rafael o teria capturado e acorrentado de mãos e pés no deserto do alto egípto, permitindo desta forma a Sara casar-se com Tobias.


São três os níveis do sexo:


O primeiro nível de sexo é o grosseiro. Por exemplo, um homem que vai a uma prostituta. A experiência que ele obtém lá, não pode ser mais profunda do que a experiência física. Uma prostituta pode vender seu corpo, mas não seu coração e, certamente, não existe nenhum meio de se vender a alma. Nesse nível, os corpos se encontram – como num estupro. Num estupro, não há encontro de corações ou almas; o estupro acontece apenas no nível físico. Não existe jeito de violar uma alma; a experiência do estupro é unicamente física.



Outro nível é o psicológico – da mente, do coração. O casamento de pessoas que se apaixonam e então se casam vai um pouco mais adiante, é um pouco mais profundo do que os casamentos no nível físico. Eles chegam ao coração; chegam à profundidade psicológica, mas por causa da monotonia retrocedem para o nível físico a cada dia. A instituição do casamento que se desenvolveu no Ocidente nestes últimos duzentos anos está nesse nível. E devido a isso, suas sociedades são disjuntas e devassas.


O terceiro nível, o qual até agora, não foi compreendido no Oriente nem no Ocidente. Esse terceiro nível de sexo é o nível espiritual. Nosso ego usa o sexo para satisfazer seus desejos e impulsos. Visa ao prazer carnal e à reprodução somente. A alma utiliza a energia sexual quando está amando. Nosso ego controla nossos desejos e luxúria, extravasando a energia sexual apenas pelo chakra sexual, sem elevar a função do chakra cardíaco a um propósito divino, como faz nossa alma. É obcecado pela sexualidade mundana,olhando para todos como se fossem parceiros em potencial, sem intencionar a relação como uma experiência de cunho espiritual. Simplesmente, quer prazer. E pronto! Não consegue sentir felicidade, caso não possua parceiro sexual. Em carências de relação, torna-se irritadiço e mal-humorado. Nossa alma busca elevar a energia da kundalini para nossa conexão ao Alto e para chegar a orgasmos muito mais satisfatórios, plenos de espiritualidade, além da volúpia carnal, com emoção, responsabilidade, muito carinho. Quando a alma está presente na relação, o sexo não é mais a satisfação de nossas descargas hormonais, mais um ato puro e legítimo de verdadeiro amor! O nível de prazer é incomparável a este caso, podendo ser atingido o êxtase espiritual. "O êxtase do santo foi, um dia, mero impulso, como o diamante lapidado, gota celeste eleita para refletir a claridade divina, viveu na aluvião, ignorado entre seixos brutos. Claro está que, assim como se submete o diamante ao disco do lapidário, para atingir o pedestal da beleza, assim também o instinto sexual, para coroar-se com as glórias do êxtase, há que dobrar-se aos imperativos da responsabilidade, às exigências da disciplina, aos ditames da renúncia. André Luiz, Chico Xavier,"No Mundo Maior"


À Luz da Ciência, a alma e o corpo (a psique e o soma) vivem unidos um ao outro num único ser, determinados por uma relação mútua entre os impulsos internos e os externos para formar uma totalidade indissolúvel. A vida, portanto, conta com um processo energético, um impulso (pulsão) que tende a um determinado fim, que é a morte. E justamente por isso, esse impulso ou energia tem de ser antagonicamente contrária à essa desagregação para continuar existindo. A essa hipotética energia vital, Jung deu o nome de libido, pois ele considerava o processo psíquico como um processo vital. As forças motivadoras do processo psíquico que determinam o comportamento humano são os instintos. Quando os instintos são psiquificados, ou seja, quando eles se tornam perceptíveis pela psique, eles perdem aquela compulsividade característica e ganham alguma representação. Um primeiro exemplo desses 'estados de excitação' é a chamada fome. A fome pode ser traduzida metaforicamente manifestando-se como uma simples cobiça ou um desejo insaciável e incontrolável, como é a ambição pelo dinheiro e pelo poder sem limites.Outro importante instinto para a conservação da espécie é a sexualidade.


A terceira categoria de instintos é o impulso à ação. Nesse ponto, o organismo começa a funcionar quando seus instintos vitais básicos já estão satisfeitos. Entre essas ações estão incluídos, portanto, o impulso a viajar, o amor à mudança, o desassossego e o instinto lúdico.


Em ambos os sexos, há duas importantes reações fisiológicas quando se inicia o estímulo sexual: a vasocongestão e a miotonia. A vasocongestão nada mais é que o enchimento de sangue dentro dos órgãos. A miotonia é a contração regular ou em espasmos involuntários que se observa em alguns tecidos musculares.



O desejo é a 1ª Fase Sexual, onde os instintos são estimulados e os apetites crescem. O desejo e a sensualidade são experiências subjetivas que incitam a pessoa a buscar atividade sexual. Em termos cerebrais, há mensagens neurofisiológicas que motivam a busca por sexo. Esses sinais neurológicos ainda não foram bem explicados, mas já se fala em uma espécie de Centro de Desejo Sexual no Cérebro, que seria constituído principalmente por uma pequena região cerebral denominada Claustro (componente do sistema límbico, considerado o "ponto G do Homem" que apresenta muita atividade quando há estímulo sexual visual).


A reflexão retrata o processo de excitação e conduz o seu impulso para uma série de imagens que, se o estímulo for bastante forte, é reproduzida exteriormente em diferentes formas, como uma expressão verbal, a expressão de um pensamento abstrato, uma representação dramática, um comportamento ético, um feito científico ou uma obra de arte. Graças ao instinto de reflexão o processo de excitação se transforma, quase completamente, em conteúdos psíquicos e, neste processo natural, há a transformação de um impulso fisiológico em um conteúdo consciente, tornando-se uma experiência.


É possível distinguir cinco grupos principais de fatores instintivos: a fome, a sexualidade, a atividade, a reflexão e a criatividade. Em última análise, estes instintos são certamente determinantes extrapsíquicas.


Jung postula a existência de dois pólos fundamentais que se confrontam. De um lado estão as forças que alimentam o insaciável apetite dos instintos e, de outro, as forças que se opõe às primeiras, restringindo a impetuosidade dos instintos. A inter-relação dessas forças antagônicas é muito importante, pois promove a auto-regulação de todo o equilíbrio psíquico do indivíduo




O oposto da luxúria é a sublimação

Trata-se da transformação do instinto sexual inferior ou lunar, em superior ou solar. A sublimação provavelmente será a base empregue por aqueles que abraçam ao celibato, inclusive pelo próprio Jesus. Embora, a sublimação seja difícil de ser alcançada, nem sempre é conseguida pelos celibatários, haja vista a história de padres com filhos, padres que cometem pedofilia ou abusos sexuais).

Para quem deseja alcançar a sublimação, a prática indicada pelo Arcanjo Samael é o mantra HAM-SAH: Inala-se o ar com força, na prática através desta correta respiração iremos bombear a energia de baixo para cima. Imaginamos a energia subindo como se fosse um fio de luz dourado pela coluna até o cérebro. Ao inalar, mentalizamos ou pronunciamos a sílaba HAM, seguramos um pouco o ar: (RÃMMMMMMM) e exalamos o ar com força, de uma só vez, e ao mesmo tempo que soltamos o ar pronunciamos SAH (SÁ!). Ao soltar o ar, pronunciando ou mentalizando a sílaba SAH, imaginamos a energia descendo do cérebro ao coração se expandindo em luz. Esta prática deverá ser realizada por pelo menos 30 minutos, sempre que percebemos energia em nossos organismos, sendo que estamos sempre produzindo energia, o ideal é que seja realizada diariamente. HAM é masculino e SAH é feminino. SAH é lunar, e HAM é solar. Atualmente predomina o aspecto lunar negativo SAH, que provoca a perda das energias, com esta prática invertemos o processo de lunar (negativo), para solar (positivo), fazendo a energia subir para dentro e para cima.


Portanto sexo não é sinônimo de luxúria e como tal não é pecado, sexo só te torna sinônimo de luxúria quando é desvirtuado (prostiuição, pedofilia, abuso sexual de menores, imposto conta a vontade, ou praticado em grupo). A busca pelo prazer, pela satisfação dos desejos e instintos, não é pecado, depende da intenção, a base em que se apoia, da forma ou dos meios empregues para alcançar.


Entre 2 seres que se amam profundamente, cujas as almas são gêmeas complementares, o sexo atinge o terceiro nível, o espiritual, seus espíritos se unem e se elevam, o Universo aprova, é uma Benção Divina, tudo que acontece entre eles conduz ao prazer profundo, começando pelo físico, passando pelo mental e espiritual, terminando no êxtase, isento de culpas ou recriminações.