Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 1 de janeiro de 2012

Ano Novo, músicas do passado...fortes emoções no presente

No 1º dia do Ano de 2012 um conjunto de fortes emoções surgiram quando, por acaso ao mudar de canal na televisão surge o show dos 30 anos do Roupa Nova ao vivo, que coincidência no final do ano de 2010, também por acaso, um canal televisivo, o mesmo, passara esse mesmo show, quantas emoções foram despertadas , em ambas as alturas, quando as músicas marcantes começaram a tocar uma atrás das outras, com lembranças especiais, cada uma mais emocionante do que a outra:

1-Dona (Os momentos com o Rô, inclusive ele havia mandado a letra, porque era assim que me via) Dona desses traiçoeiros Sonhos sempre verdadeiros Oh! Dona desses animais Dona dos seus ideais...Pelas ruas onde andas Onde mandas todos nós Somos sempre mensageiros Esperando tua voz...Teus desejos, uma ordem Nada é nunca, nunca é não Porque tens essa certeza Dentro do teu coração...Tan, tan, tan, batem na porta Não precisa ver quem é Pra sentir a impaciência Do teu pulso de mulher...Um olhar me atira à cama Um beijo me faz amar Não levanto, não me escondo Porque sei que és minhaDona!!!...Dona desses traiçoeiros Sonhos sempre verdadeiros Oh! Dona desses animais Dona dos seus ideais...Não há pedra em teu caminho Não há ondas no teu marNão há vento ou tempestade Que te impeçam de voar...Entre a cobra e o passarinho Entre a pomba e o gavião Ou teu ódio ou teu carinho Nos carregam pela mão
É a moça da CantigaA mulher da CriaçãoUmas vezes nossa amigaOutras nossa perdição...O poder que nos levantaA força, que nos faz cair Qual de nós ainda não sabe Que isso tudo te faz Dona! Dona!Dona! Dona! Dona!

2- Whisky A Go Go (lembra o momento com o Rô quando disse "dança comigo")Foi numa festa, gelo e cuba libre E na vitrola Whisky a Go Go À meia luz o som do Johnny Rivers Aquele tempo que você sonhou...Senti na pele a tua energia Quando peguei de leve a tua mão A noite inteira passa num segundo O tempo voa mais do que a canção
Quase no fim da festaNum beijo, então, você se rendeu Na minha fantasia O mundo era você e eu
Eu perguntava, do you wanna dance?E te abraçava, do you wanna dance? Lembrar você Um sonho a mais não faz mal[x2]...Foi numa festa, gelo e cuba libreE na vitrola Whisky a Go GoÀ meia luz o som do Johnny RiversAquele tempo que você sonhou...Senti na pele a tua energiaQuando peguei de leve a tua mãoA noite inteira passa num segundoO tempo voa mais do que a canção...Quase no fim da festaNum beijo, então, você se rendeuNa minha fantasiaO mundo era você e eu...Eu perguntava, do you wanna dance?E te abraçava, do you wanna dance?Lembrar vocêUm sonho a mais não faz mal[x2]...Eu perguntava, do you wanna dance?E te abraçava, do you wanna dance? Lembrar você Um sonho a mais não faz mal Eu perguntava, do you wanna dance?E te abraçava, do you wanna dance?Lembrar vocêUm sonho a mais não faz mal...Lembrar vocêUm sonho a mais não faz mal...Lembrar vocêUm sonho a mais não faz mal


3-Seguindo no Trem Azul (momentos com o Gabriel o nº2 e o Luis o nº5 no volley, quando fomos assistir o show do Roupa Nova no Canecão, o primeiro show ao vivo que assisti depois fomos ver o mar em Copacabana , também primeira vez que fui a beira mar de noite e senti a sua força e o quanto é poderoso, além do Gabriel tocá-la no meu violão para mim. Também a cantarolei diversas vezes, como se as vibrações dela pudessem chegar até ao principe encantado, alma gêmea complementar ) Confessar Sem medo de mentir Que em você Encontrei inspiração Para escrever...Você é pessoa que nem eu Que sente amor Mas não sabe muito bem Como vai dizer...Te dou o meu coração Queria dar o mundo Luar do meu sertão Seguindo no trem azul...Toda vez que for assoviar A cor do trem É da cor que alguém fizer E você sonhar...Não faz mal Não ser compositor Se o amor valeu Eu empresto um verso meu Prá você dizer...Só me dará prazer Se viajar contigo Até nascer o sol Seguindo no trem azul...Te dou o meu coração Queria dar o mundo Luar do meu sertão Seguindo no trem azul...Vai lembrar De um cara como eu Que sente amor Mas não sabe muito bem Como vai dizer...Só me dará prazerSe viajar contigoAté nascer o solSeguindo no trem azulUh! Uh! Uh!...Te dou o meu coração Queria dar o mundo Luar do meu sertão Seguindo no trem azul Seguindo no trem azul...


4-Maria, Maria (música tocada no violão e cantada por todos os amigos do volley na festa surpresa que eles fizeram para mim, ao mesmo tempo que entregaram um ramo de flores vermelhas, o primeiro que recebi, um deles dançou uma valsa comigo tocada ao violão e depois me levaram para ver o bolo, uma quadra de volley, moção a mais , as lágrimas rolaram soltas) Maria,Maria É um dom, uma certa magia Uma força que nos alerta Uma mulher que merece viver e amarComo outra qualquer do planeta..Maria,Maria É o som, é a cor, é o suorÉ a dose mais forte e lenta De uma gente que ri quando deve chorarE não vive, apenas agüenta...Mas é preciso ter força É preciso ter raça É preciso ter gana sempre Quem traz no corpo a marca Maria, Maria Mistura a dor e a alegria...Mas é preciso ter manha É preciso ter graça É preciso ter sonho sempre Quem traz na pele essa marca Possui a estranha mania De ter fé na vida ...Mas é preciso ter força É preciso ter raça É preciso ter gana sempre Quem traz no corpo a marca Maria, Maria Mistura a dor e a alegria...Mas é preciso ter manhaÉ preciso ter graçaÉ preciso ter sonho sempre Quem traz na pele essa marca Possui a estranha mania De ter fé na vida



5- Linda (Novamente lembranças do momento com o Rô onde aconteceu uma sintonia fascinante, no momento em que estava gravando esta música e escrevendo para lhe enviar dizendo que era a música que cantava para ele, só que mudando o a pelo o, ele mandava a letra dizendo que era o que ele sentia em relação a mim) Linda...Só você me fascina....Te desejo...Muito além do prazer...Vista...Meu futuro em teu corpo...E me ama...Como eu amo você...Vem...Fazer diferente...O que mais ningiém faz...Faz parte de mim...Me inventa outra vez...Vem...Conquistar meu mundo...Dividir o que é seu ...Mil beijos de amor...Em muitos lençóis...Só eu e você...Linda...conte a mim seus segredos...Em teus sonhos...Diga quem é você...Livre...Nunca mais tenha medo...Pois quem ama...Tudo pode vencer

6-Anjo (novamente a lembrança do Gabriel tocando esta música no meu violão na minha casa, O Gabriel estava a minha espera a saída do bloco operatório, onde as dores eram tantas que a lágrima rolava sem que eu pudesse controlar ou me queixasse e ele segurou na minha mão e a apertou com força mais tarde diria "não sabia o que fazer, via a tua dor, embora tu não dissesses nada, para aliviar a tua dor, por isso segurei na tua mão" e foi um momento muito reconfortante, Obrigada! meu amigo, penso que nunca te agradeci por isso) Se você vê estrelas demaisLembre que um sonho não volta atrás Chega perto e diz: "Anjo!"Se você sente o corpo colarSolte o seu medo bem devagar Chega perto e diz: "Anjo!"Bem mais perto diz: "Anjo!"...Se uma coisa louca sai do seu olhar Fique em silêncio, deixe o amor entrar Prá que tanta pressa de chegar?Se eu sei o jeito e o lugar Se eu sei o jeito e o lugar
Se você vê estrelas demais Lembre que o sonho não volta atrásChega perto e diz: "Anjo!"Se você sente o corpo colarSolte o seu medo bem devagarChega perto e diz: "Anjo!"Bem mais perto e diz: "Anjo!"...Se uma coisa louca sai do seu olharFique em silêncio, deixe o amor entrarPrá que tanta pressa de chegar?Se eu sei o jeito e o lugarSe eu sei o jeito e o lugar...Oh! Oh! Oh! Yeah!Anjo! Anjo! Anjo!Oh! Oh! Anjo!!!!


7- Ando meio desligado (música que traduz o estado de "flutuar" que o Rô me fazia sentir e que o "príncipe encantado" me faz sentir, só que com intensidade muito maior) Ando meio desligado Eu nem sinto meus pés no chão Olho e não vejo nada Eu só penso se você me quer Eu nem vejo a hora de lhe dizer Aquilo tudo que eu decorei E depois, o beijo que eu já sonhei Você vai sentir Mas por favor não leve a malEu só quero que você me queira Não leve a mal Ando meio desligado...Eu nem vejo a hora...Eu nem vejo a hora...Não leve a mal...


8-Andança (momentos de intensa explosão de emoção, vivida com o "príncipe encantado" quando este a enviou após os momentos deliciosos proporcionados por ele, que deixaram por longo tempo flutuando, "sem sentir os pés no chão") Vim tanta areia andeiDa lua cheia eu sei, uma saudade imensaVagando em verso eu vim vestido de cetinmNa mão direita rosas vou levar...Olha a lua mansa a se derramar(me leva amor)Ao luar descansa meu caminhar(amor) Seu olhar em festa se fez feliz (me leva amor)Lembrando a seresta que um dia eu fiz(Por onde for quero ser seu par)...Já me fiz da guerra por não saber(me leva amor) Que esta terra encerra meu bem querer (amor) E jamais termina meu caminhar (me leva amor) Só o amor me ensina onde vou chegar (Por onde for quero ser seu par)
Rodei de roda andei, dança da moda eu sei Cansei de ser sozinha Verso encantado usei, meu namorado é rei Nas lendas do caminho Onde andei...No passo da estrada só faço andar (me leva amor) Tenho a minha amada a me acompanhar(amor) Vim de longe léguas cantando eu vim(me leva amor)Vou não faço tréguas sou mesmo assim (Por onde eu for Quero ser seu par)
Já me fiz a guerra por não saber (me leva amor) Que esta terra encerra meu bem querer (amor)E jamais termina meu caminhar (me leva amor) Só o amor ensina onde vou chegar (Por onde eu for Quero ser seu par)


10-Felicidade (música cantarolada inicialmente para o RÔ, depois cantada com mais força e emoção para o "príncipe encantado"como se fosse uma declaração para ele) Do meu coração desertoVocê fez uma cidade Veloz, um amor esperto Total na cumplicidade Quando o raio do amor nos feriu A felicidade então nos sorriu Eu quero só você Longe, perto ao lado Eu só penso em estar com você Eu quero só você Sonho as noites acordado Só pensando em você Eu só penso estar com você Que seja descomplicado Feroz e na hora exata Que não exista certo e errado Na lua, na noite prata Quando o raio do amor nos feriu A felicidade então nos sorriuEu quero só você...



11-Amanheci Sozinho ( passou a ser tema que expressava o vazio deixado pela ausência de comunicação do "príncipe encantado" quando este tivera que aumentar a distância e na altura a pergunta era "será que eu disse ou fiz alguma coisa errada"? e a música retrata isso, porque não conseguia entender que ele precisava de maior espaço para para ele e o ritmo de sua vida atribulada e preenchida. Ainda hoje, quando as saudades aumentam ou quando o tempo de afastamento é maior, isso é esquecido novamente e vem a tortura "foi porque fiz ou disse algo que não gostara, mas a razão põe fim a essa tortura e por vezes o próprio acaba por indiretamente, sem saber, acabar com ela) Amanheci sozinho , na cama um vazio Meu coração que se foi sem dizer se voltava depois Sofrimento eu não vou agüentar Se a mulher que nasci para viver não me quer mais...Sempre depois das brigas nós nos amamos muito Dia e noite a sós o universo era pouco pra nós O que aconteceu pra você partir assim...Se te fiz algo errado perdão volta pra mim Essa paixão é meu mundo Um sentimento profundo Sonho acordado um segundo que você vai ligar O telefone que toca, eu digo alô sem resposta Mais não desliga escuta o que eu vou te falar...REFRÂO Eu te amo e vou gritar pra todo mundo ouvir Ter você é meu desejo de viver,Sou menino e teu amor é que me faz crescer E me entrego corpo e alma pra você...Sempre depois das brigas nós nos amamos muito...Essa paixão é meu mundo Um sentimento...profundo Sonho acordado um segundo que você vai ligar O telefone que toca, eu digo alô sem resposta Mais não desliga escuta o que eu vou te falar...2x Refrão


12-A Viagem (lembra os "voos" ao paraíso com o "príncipe encantado/ "alma gêmea complementar)"Há tanto tempo que eu deixei você Fui chorando de saudade Mesmo longe não me conformei Pode crer Eu viajei contra a vontade...O teu amor chamou e eu regressei Todo amor é infinito Noite e dia no meu coração Trouxe a luz Do nosso instante mais bonito...Na escuridão o teu olhar me iluminava E minha estrela-guia era o teu riso Coisas do passado São alegres quando lembram Novamente as pessoas que se amam...Em cada solidão vencida eu desejava O reencontro com teu corpo abrigo Ah! Minha adorada Viajei tantos espaços Prá você caber assim no meu abraço...Te amo!

13-Começo, meio e fim (a música que foi tema na novela felicidade em que tocava fundo, uma melancolia inexplicável, que só se tornou compreensível, quando o amor foi vivido em sua plenitude, hoje quando a escuto, já não sinto melancolia e sim emoção porque surge os momentos de grande emoção vividos com o encontro da alma gêmea complementar)A vida tem sons que pra gente ouvir Precisa entender que um amor de verdade É feito canção, qualquer coisa assim, Que tem seu começo, seu meio e seu fim...A vida tem sons que pra gente ouvir Precisa aprender a começar de novo. É como tocar o mesmo violão E nele compor uma nova canção ...Que fale de amor Que faça chorar Que toque mais forteEsse meu coração...Ah! Coração!Se apronta pra recomeçar.Ah! Coração!Esquece esse medo de amar de novo.


14-Chuva de prata (momentos com o Marcelo, o primeiro príncipe encantado, porque uma vez estava treinando Water Polo, saiu da piscina para me cumprimentar com um beijo no rosto " beijo molhado", como uma amiga chamou ao ouvir o relato, como um simples beijo no rosto pode deixar uma marca tão profunda que o tempo não apaga da memória a forte emoção sentida)Se tem luar no céu Retira o véu e faz chover Sobre o nosso amor
Chuva de prata que cai sem parar Quase me mata de tanto esperar Um beijo molhado de luz Sela o nosso amor...Basta um pouquinho de mel prá adoçar Deixa cair o seu véu sobre nós Oh, lua bonita no céu molha o nosso amor...Toda vez que o amor disser: Vem comigo!Vai sem medo de se arrepender Você deve acreditar no que é lindo Pode ir fundo, isso é que é viver Cola seu rosto no meu, vem dançar Pinga seu nome no breu pra ficar Enquanto se esquece de mim Lembra da canção...Toda vez que o amor disser: Vem comigo! Vai sem medo de se...arrepender Você deve acreditar no que eu digo Pode ir fundo, isso é que é viver...Chuva de prata que cai sem parar Quase me mata de tanto esperar Um beijo molhado de luz Sela o nosso amor Enquanto se esquece de mim Lembra da canção Oh, lua bonita no céu Banha o nosso amor...


Uau! quanta emoção! fazia tanto tempo que eu não me deixava abandonar ao sabor de uma música, inclusive dançando as músicas com maior ritmo, como o "Show de Rock..." Este momento de libertação foi que fez com que pudesse enfrentar a carga negativa que se seguiu após o almoço, quando um familiar sem mais nem porque resolveu criar "banzé", entrando em conflito, palavras de acusação dirigidas de forma descontrolada a mim, sem nenhuma razão, saindo em seguida sem terminar a sobremesa, pesando o clima, justamente no dia consagrado a Paz! e onde até minutos antes reinava a harmonia e um clima ameno.


Obrigada ao "Roupa Nova" pelas músicas que marcaram alguns dos momentos mais emocionantes da minha vida , obrigada aos amigos do Volley (UERJ), ao Marcelo (UFRJ), ao Gabriel (ACM), ao Rô (MIRC), ao "príncipe encantado/alma gêmea complementar", por essas emoções, que foram revividas, num emocionante flashBack, hoje no primeiro dia do Ano Novo!


Nenhum comentário: