Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

A construção do paraíso começa no aqui e no agora...

O tempo é curto, a vontade de partilhar pontos para reflexão é grande, por isso a transcrição de um PPT acabado de ser recebido e que se enquadra neste tempo do Advento:
Por mais que gostemos da vida no corpo físico, um dia, todos morreremos, isto é fato.Morrem os pobres e morrem os ricos. Foi assim que um dia aquele homem, que detinha poder e muitas posses, foi habitar o além.Foi recebido pelo benfeitor, encarregado de conduzi-lo à sua nova residência.Caminhavam calmamente por um lugar pitoresco, com ruas calmas, um gramado extenso e grande variedade de árvores e jardins.Ao passarem por uma das casas, o benfeitor mostrou-a ao homem e lhe disse: “observe! Aquela é a casa de sua cozinheira.” “Mas ela ainda não morreu”, respondeu o homem.Sem dar nenhuma resposta, andaram por mais algum tempo e o orientador mostrou outra casinha graciosa e disse: “essa é a casa do seu jardineiro.”Ambas eram casas muito agradáveis. Simples, mas aconchegantes. Jardins com flores silvestres e pássaros voando e cantando por entre as borboletas que pousavam de flor em flor.

Discretos regatos com águas cantantes e cristalinas cortavam os gramados verdes.O homem estava muito animado, pois se seus empregados teriam moradias tão agradáveis, o que não estaria reservado a ele, um homem rico e poderoso?

Caminharam por mais algum tempo, quando o benfeitor parou diante de um barraco, localizado numa área menos clara e quase sem nenhum encanto.Com um gesto gentil indicou ao homem sua nova residência. O homem teve um sobressalto. Indignado perguntou ao orientador:“como posso eu, um homem rico e possuidor de muitos bens, morar agora nesse barraco caindo aos pedaços? Sem dúvida deve ser uma brincadeira!” “Infelizmente não é, meu filho”, falou amavelmente o benfeitor. E acrescentou: “todas as construções são feitas com os materiais que vocês nos enviam diariamente enquanto estão na Terra.

São materiais invisíveis aos olhos físicos, mas firmes o bastante para construir um recanto sólido aqui, no mundo espiritual.



Cada gesto nobre, cada boa ação, cada trabalho realizado com honestidade e desinteresse, são matérias primas importantes aplicadas nos tesouros verdadeiros deste lado da vida.”“Mas como saber disso, se ninguém me avisou enquanto estava na Terra?”, objetou o infortunado.

“Ora, meu filho, talvez você tenha esquecido, mas há mais de dois milênios se ouve falar de um Homem chamado Jesus, que orientou muito bem sobre essa questão, recomendando que se construíssem tesouros no céu, onde nem a traça come nem os ladrões roubam.”

Pensativo e sem argumentos, o homem adentrou seu mísero barraco, em busca de um mínimo de conforto para sua alma inquieta.REFLETINDO...Nossos maiores tesouros são as virtudes. 

A compaixão, a fraternidade, a solidariedade, a ternura, o afeto, são elementos importantes na construção da beleza e da harmonia.A honestidade, a dignidade, a humildade, a indulgência e a justiça, são virtudes essenciais para construções sólidas e indestrutíveis.

Assim sendo, vale a pena investir nesses tesouros desde hoje, pois a imortalidade não é uma proposta para ser pensada depois da morte, é uma realidade para ser vivida hoje.

PENSE NISSO, 

MAS PENSE AGORA!

sábado, 14 de novembro de 2015

Lágrimas e uma vela pelas vidas perdidas pela estupidez dos homens!


As notícias do massacre/carnificina/atentado terrorista ocorridos ontem em Paris geraram uma profunda consternação na Humanidade, muitas lágrimas rolaram e vão continuar rolando por muito tempo.
Quando os Homens vão deixar de lado a estupidez que caracterizam os espíritos inferiores que não evoluem espiritualmente e permanecem eternamente mergulhados nas trevas?
É compreensível que o Homem tendo livre arbítrio nas suas decisões opte por não evoluir espiritualmente, porém não se compreende que um ser humano (se é que possa ser chamado assim) atente contra a vida  de centenas de outros seres humanos. Em nome de que?
Que esse ser humano tenha tanto desprezo pela vida e decida por fim a ela, porque não o faz sem levar outras vidas ? esta e muitas outras perguntas ficarão sem resposta.
 Hoje foram estas vidas que se foram, amanhã serão outras, até quando meu Deus? Até quando a estupidez humana vai prevalecer?
Acendo  esta vela
 Para que o espírito dos que partiram tragicamente no dia 13/11/2015   encontrem a Luz eterna. Para afastar  as trevas dos corações dos Homens  na esperança de nunca mais ouvir notícias chocantes, tristes como esta e muitas outras ao longo da história da Humanidade.

Dai-lhes, Senhor, o repouso eterno.
E brilhe para eles a vossa luz.
Descansem em paz. Amém.

domingo, 18 de outubro de 2015

Campanha LLLL...Onda solidária através de um livro!

Bárbara Aslan, autora do livro :   Escolheu o mês de Setembro 2015, nas suas férias, para assinalar o início de outro projeto para distribuir os exemplares deste seu livro que não foram comercializados ( a editora propusera a devolução dos livros que não foram vendidos, conforme estava estipulado no contrato, para o autor ou doá-los, esta foi a opção seguida, uma vez que ainda restam alguns livros que ficaram na posse do autor) de forma gratuita, que pudesse ser útil a quem precise e dar oportunidade às pessoas mostrarem o quanto a leitura de um livro, pode fazer a diferença em termos de generosidade e solidariedade, deixando de ser  um gesto meramente egoísta (relaxamento, aquisição de conhecimento, prazer individual, um encontro consigo mesmo) para ser um gesto altruísta (um encontro do outro, uma boa-ação, que acaba retornando para o próprio traduzido pela sensação de bem-estar interior e de gratidão por ter a bênção de poder estar ajudando quem precise e não ser quem esteja precisando de ajuda).
O projeto, isto é, uma campanha solidária em movimento, inspirada nas histórias envolvendo mensagens colocadas dentro de uma garrafa e lançada ao mar, aproveitando as férias na Costa da Caparica, desdobrada em 2 estratégias:

1- Pelo Mar  (revelou-se um fracasso, por falta de planejamento, por timidez, por falta de convicção na hora de lançá-lo): livro com capa protetora, dentro de uma bolsa de de congelar alimentos, dentro de um envelope de polietileno (era para se uma bolsa insuflável e a prova de água, porém não fora encontrada na altura) com o seguinte recado:



Alguém pegou no conjunto que estava na areia, retirou do envelope e logo atirou para areia sem o condicionar como estava, óbvio que deve ter ficado destruído. Talvez porque a Bárbara tenha ficado cerca de 200 metros do local fazendo exercício ao mesmo tempo que disfarçadamente observava o que aconteceria, porém  a praia estava praticamente deserta, o que tenha suscitado desconfiança por parte de quem pegara e jogasse de novo na areia por receio que fosse alguma espécie de cobrança golpe, armadilha, "pegadinha" ou algo do gênero, ou  simplesmente não "entrou no espírito" da proposta.
2- Por terra: Com capa protetora dentro do envelope de polietileno com o seguinte recado:


 
Pousado no  livro da estátua em homenagem a um médico:




Este parece que poderá resultar, passado 3 horas a Bárbara constatou que o livro já não estava onde fora deixado. 
Imaginar que o livro possa estar contribuindo para que alguém ou instituição venha a receber o valor comercial do livro, através de um gesto solidário de quem possa doar ao encontrar o livro, cria uma certa aura de magia, duplamente gratificante para a autora, o livro lido e uma onda de solidariedade desencadeada.
Que Deus permita que assim seja!

domingo, 30 de agosto de 2015

Yin/yang um casamento diferente...duplamente abençoado por Deus


O tempo voa, ainda ontem a afilhada mais nova brincava com balões e colecionava Barbies, agora (2 meses atrás) está casada, um casamento diferente mas muito emocionante, romântico, primoroso em todos os detalhes, os noivos trataram de tudo, inclusive fizeram um workshop de serigrafia para eles próprios poderem fazer os convites lacrado com o monograma dos noivos.




 O casamento aconteceu em dois momentos: O primeiro, uma cerimônia Íntima e sacramentada, na igreja, somente o padre, os noivos, os padrinhos, o afilhado dos noivos e os pais do afilhado, mostrando a essência de um casamento religioso, a união de 2 pessoas que se amam com a Bênção de Deus e a consagração a NªSª:

 A madrinha ofereceu um bolo (yin/yang,  tema do casamento)  e uma lembrança (marcadores de livro em madeira com pirogravura dos convites e uma vela em formato de coração dentro de um saquinho de organza) aos noivos, um complemento para recordarem esse momento único, além de canudos e saquinhos com arroz e pétalas de rosa perfumadas, lançadas após a cerimônia, nos dois momentos :


O segundo momento numa quinta de cerimônias, onde foi montado um altar tendo por fundo a fonte com 2 golfinhos, o padre que realizou o casamento no dia anterior abençoou os noivos e os convidados, cerca de 80, após a cerimônia os convidados fizeram um corredor e lançaram o arroz e as pétalas de rosa desejando felicidades aos noivos, seguiram-se as fotos, a recepção, os convidados dirigiram-se para as respectivas mesas, conforme o placar (cada mesa um contraste tipo:Tempestade/bonança...) o almoço foi servido, os noivos distribuíram as lembrancinhas (para os homens uma garrafinha de moscatel, para as mulheres um leque, para as crianças um catavento), o beijo tradicional, depois a valsa dos noivos, momentos de descontração e animação:













Na hora de partir o bolo, já de noite, os noivos surpreenderam os convidados, foi distribuído balões com vela dentro que foram largados ao mesmo tempo iluminando o céu como se fossem estrelas, o desejo de todos que os noivos sejam felizes, criando mais um momento emocionante, lindo, mágico.
Parabéns aos noivos! foi uma cerimônia linda, cheia de emoção, simples, mas elegante, bem organizada primando pelos detalhes. Os noivos tiveram imenso trabalho, esmeraram-se, mas valeu à pena, todos os convidaram saíram elogiaram, uma cerimônia única, especial, duplamente abençoada por Deus, que marcou a diferença. 
Felicidade aos noivos! 


Casamento religioso com efeito civil
O casamento religioso com efeito civil é aquele que é celebrado fora das dependências do cartório, porém quem preside o ato do casamento não é o juiz e sim a autoridade religiosa (padre, rabino, etc). Da mesma forma que o casamento em cartório, este deve ser realizado de forma pública, a portas abertas durante todo o ato de sua realização. Após a realização da cerimônia, os noivos não recebem a certidão de casamento, mas sim um termo de casamento, que precisa ser levado ao cartório num prazo de 90 dias (a contar da data da realização da cerimônia) para registrar o casamento. Caso isso não ocorra, o casamento não fica regularizado no cartório, isto é, os noivos permanecem solteiros.
Nesta modalidade de casamento, os noivos tem que dar entrada ao processo de habilitação para o casamento no cartório, da mesma forma que as outras modalidades. Após 30 dias, não havendo nenhum impedimento legal, o cartório expedirá um documento chamado Certidão de Habilitação, que deverá ser entregue a autoridade religiosa antes da realização da cerimônia.

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Anjos Encarnados, PAS ou Empata?




Anjos encarnados um tema que só hoje despertou o interesse, já tinha visto o Filme “a cidade dos anjos”, onde o tema era justamente este, os filmes do gênero envolvendo anjos, céu, espírito, sempre foram fascinantes e um foco de especial atenção, porém sem que houvesse a tentativa de aprofundamento. Recentemente a Ka questionou se sabia fazer a leitura da Aura, porque haviam lhe dito que ela era uma “empata”, na altura a resposta foi que tinha interesse no tema, mas que depois foi deixado de lado porque achava que não faria falta, no tratamento com o Reiki, o mais importante não é o diagnóstico e sim desbloquear os canais energéticos para que a energia vital circule livremente em equilíbrio. A procura do diagnóstico pode levar a que o Reikiano acredite que possa estar no comando, ser ele o curador, o que não seria verdade, ele é mero canal por onde a energia cósmica dispersa passa e se dirigida para o ser vivo que está sendo “tratado” e assim reequilibrar a sua energia vital afetada, se assim não fosse não era necessário pedir autorização ao Bem Superior deste a autorização para aplicação ou envio à distância. Entretanto despertou algum interesse o termo, pelo menos para saber de que se tratava, apesar de muito cedo ter aprendido o que era empatia, que muitas vezes é usada, erroneamente, como sinônimo de simpatia, porém sem fazer a relação com a espiritualidade. Três dias atrás, procurando dados sobre astrologia para inserir no projeto do Natal de 2015, houve o direcionamento para o PAS (pessoa altamente sensível) onde surgiu a possível resposta do porque desde sempre parecer que falava uma linguagem diferente dos outros: “parece que falo japonês, grego, chinês, as pessoas não entendem o que eu digo, gera sempre interpretações erróneas que acabam originando conflitos e confusões”. O termo é novo, mas o ter a noção de ser hiper sensível já é um dado adquirido intuitivamente, mas nessa pesquisa houve a confirmação e a constatação de forma racional e lógica de possíveis respostas para outras sensações:
“estar certa quando todos estão errados”, chegando mesmo a duvidar que fosse possível isso acontecer usando a razão;
idealizar projetos que a priori são sem sentido, que os outros criticam, interferem, lançam dúvidas, mutas vezes levados até ao fim quase que por teimosia e ás vezes até incompleto ou alterado pela influência dos outros, mas que depois se verificam ter todo o sentido e até teria sido um êxito total se fosse aplicado na íntegra, um exemplo disso foi as Bodas de Ouro/Bodas de Prata, vozes criticas levantaram-se, para todos os passos um “bota abaixo” sempre, na celebração religiosa, quando desistiu-se de implementar, deixando a critério dos interessados, inclusive comunicando ao padre “ser voto vencido”, acabou sendo implementado, porém sem que fizesse as alterações que estavam idealizadas, aproveitando modelo (o padre nunca tinha feito a cerimônia de Bodas de Ouro), mas sem as alterações que seriam feitas que fossem pertinentes à ocasião, as leituras ficaram descontextualizadas. Entretanto, apesar dos pesares, foi do agrado de todos, principalmente da pessoa mais importante e que fora destinado para ela, Houve alguém que disse que estava tudo bem organizado e atribuíra a autoria do evento, mas que tentou-se desviar, para não parecer que estava “contando vantagem”;
“Abrir caminhos” em terrenos áridos e depois ser seguido pelos outros sem que enfrentem as mesmas dificuldades, barreiras, obstáculos que tiveram que ser superados para conseguir esse caminho aberto, quer no terreno profissional, quer no terreno da vida em geral.
“Estar no mundo errado”, “ser certinho num mundo incerto”, muitas vezes pensar “para o mundo que eu quero descer para vomitar” diante de tanta maldade, injustiça, falta de amor, traição, crueldade, jogos de poder, corrupção, violência, guerras, terrorismo, massacres em nome de uma religião e supostamente em nome de Deus. Mas que tudo isso poderia desaparecer se os Homens cumprissem a parte que lhe compete, agissem verdadeiramente tendo Deus no comando, usando o seu livre arbítrio em pró do amor, da fraternidade, do respeito pela vida, pela natureza, pelo Universo, para construir a paz, para desenvolvimento tecnológico e científico visando o Bem da Humanidade e aproximação a Deus, não para o seus interesses pessoais.
Ser eu e o mundo, ou o mundo e eu, as pessoas e eu,  não estar inserida, não fazer parte, ter sempre o mundo contra mim, sozinho na multidão.
Ter ideias e ao expor-las sofrer duras críticas, mas depois os outros porem-na em prática também ou passam a imitá-las.
Falta de tolerância com mentiras, falsidades, com os erros dos outros e o próprios erros
"ser um patinho que cai em todas as armadilhas ou arapucas.
Os “melindres” sentido por perceber um tom mais áspero empregue pelas pessoas, principalmente pelas mais próximas, pelas injustiças recebidas ou pelas injustiças cometidas contra os menos favorecidos inclusive os animais que não tem quem os defenda.
“ser anormal, inadaptada na sociedade, indefesa como uma criança, ingênua, sem malícia para a vida, apesar dos anos avançarem”
Os sons muito altos ou os cheiros forte são incomodativos
“Ser uma espécie de eremita” não gostar de multidões, convívios familiares, reuniões sociais, nas poucas existentes, uma postura de falar quando interpelada, evitar puxar assunto, chegando mesmo a estar “desligada” do mundo, porém não anti social, apenas preferir o "meu mundo"
E para colaborar com essas sensações uma timidez acentuada, uma sensualidade praticamente inexistente, pouco consumista em termos de roupa e acessórios de moda.

De empata a PAS, para começar a descobrir, se não for um delírio de grandeza/ surto psicótico, um “anjo encarnado”, nas pesquisas, por ora nada científica, os termos podem ser equivalentes, até mesmo sinônimos, mas como é um terreno pantanoso, cheio de armadilhas, é preciso ir mais devagar, com cautela e prudência, por agora é melhor ficar por aqui.

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Amor sob novo prisma ...mais uma reflexão!


Momentos difíceis, sentimentos confusos, contraditórios, opostos levam a observar o amor sob um novo prisma e chegar a uma triste e frustrante conclusão: Quanto mais se conhece o Amor, mais desconhecido ele se torna. Quando se pensa que viveu e se vive o Amor, logo se descobre que apenas viveu uma ínfima parte dele, então  quando se pensa no amor total ou incondicional, aí essa fasquia consegue ser menor, como se consegue...
Amar os  inimigos?
Amar quem nos fere?
Amar quem nos trai ?
Amar quem é responsável por transformar os dias em autêntico pesadelo, um verdadeiro inferno?
Amar quem a todo instante está  "puxando o tapete"?
Amar  quem tira a vida das pessoas?
Amar quem nos calunia, difama, injuria ou qualquer tipo de ofensa à nossa honra?
Isso em relação ao que acontece nesta selva de pedra em que se transformou a sociedade e se for para a selva onde existem os animais selvagens, este nem tanto até conseguem despertar algum amor, mas e os animais peçonhento, como amar as cobras?
Por outro lado, quando se pensa no amor a dois, recorda-se os vividos, únicos, alguns eternos enquanto durou, outros eternos que atravessaram e atravessam a barreira do tempo,  revive-se a sublime sensação de flutuar no paraíso e aí tudo fica baralhado o véu da ilusão torna a encobrir a realidade e volta-se a acreditar nas palavras relativas ao amor: "o amor tudo perdoa" "o amor é paciente", "o amor é cego", "o amor desperta o melhor que há em nós", "o amor é confiança", "o amor eleva ao paraíso", "o amor é libertação", "o amor é generoso", "o amor é altruísta", "o amor é compreensivo", "o amor não fere" "o amor não mata", "o amor promove a justiça", "o amor promove a paz e a serenidade" e por momentos esquecemos das injustiças que nos acontecem e ocorrem a nossa volta, das ofensas, traições e "crocodilagem" de que somos vítimas no dia-a-dia na vida profissional, das guerras, do terrorismo, do vandalismo, da violência doméstica, das chacinas, dos abusos sexuais até no seio da família, da pedofilia,  do bulling nas escolas, do assédio moral ou sexual no local de trabalho, da corrupção espalhada pelo mundo a fora, dos homicídios que a todo instante é divulgado  pela comunicação social, da busca desenfreada pelo poder a qualquer preço, sem ligar para as pessoas que são derrubadas, pisadas ou deixadas para trás,ou seja a falta de amor que parece reinar na Humanidade pelos quatro cantos do mundo. 

domingo, 24 de maio de 2015

Dia de Pentecostes...reflexão sobre os dons e os frutos do Espírito Santo

Hoje,  para os que professam a Fé Católica, é o dia de Pentecostes/Divino Espírito Santo, altura ideal para recordar a Oração ao Espírito  Santo evocando os 7 dons do Espírito Santo

Oração ao Espírito Santo

Ó Espírito Santo,
Amor do Pai e do Filho, inspirai-me sempre
o que devo pensar,
o que devo dizer, como devo dizer,
o que devo calar, o que devo escrever,
como devo agir, o que devo fazer,
para obter a vossa glória,
o bem das pessoas
e minha própria santificação.
Amém.

Oração
Senhor, vem dar-nos SABEDORIA,
que faz ter tudo como Deus quis.

Dá-nos, Senhor, o ENTENDIMENTO, que tudo ajuda a compreender.

Senhor, vem dar-nos divina CIÊNCIA, que como o Eterno faz ver sem véus.

Dá-nos, Senhor, o teu CONSELHO, que nos faz sábios para guiar.

Senhor, vem dar-nos a FORTALEZA, a santa força do coração.

Dá-nos, Senhor, filial PIEDADE, a doce força de amar.

Dá-nos, enfim, TEMOR sublime, de não amá-lo como convém.
Os tempos  que correm necessitam de muita oração invocando os sete dons do Espírito Santo para que seja possível gerar os frutos do Espírito (O fruto do Espírito é uma manifestação física da vida transformada de um cristão. Para amadurecermos como crentes, devemos estudar e compreender os atributos do fruto de nove partes): 
Amor – “E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele” (1 João 4:16). Com Jesus Cristo, o nosso principal propósito deve ser fazer tudo com amor. “O amor é paciente, o amor é bondoso; o amor não é invejoso, não trata com leviandade, não se enobrece; não se porta com indecência; não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. O amor não se deleita com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.O amor nunca falha” (1 Coríntios 13:4-8). 
Alegria – “A alegria do Senhor é a vossa força” (Neemias 8:10). “Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à dextra do trono de Deus” (Hebreus 12:2).
Paz – “Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Romanos 5:1). “Ora o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz, em crença, para que abundeis em esperança, pela virtude do Espírito Santo” (Romanos 15:13).
Longanimidade/magnanimidade/resignação (paciência) – Somos “corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência e longanimidade, com gozo” (Colossenses 1:11). “Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros, em amor” (Efésios 4:2).
Benignidade (simpatia) – Devemos viver “na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido, na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda” (2 Coríntios 6:6-7).
Bondade – “Pelo que, também, rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação, e cumpra todo o desejo da sua bondade, e a obra da fé, com poder” (2 Tessalonicenses 1:11). “(Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade)” (Efésios 5:9).
(fidelidade) – “Ó Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei a ti, e louvarei o teu nome, porque fizeste maravilhas: os teus conselhos antigos são verdade e firmeza” (Isaías 25:1). “Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados, com poder, pelo seu Espírito, no homem interior; para que Cristo habite pela fé nos vossos corações” (Efésios 3:16-17).
Mansidão – “Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas, também, tentado” (Gálatas 6:1). “Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros, em amor” (Efésios 4:2).
Temperança (auto-controle) – “Vós, também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude, a ciência, e à ciência, temperança, e à temperança, paciência, e à paciência, piedade, e à piedade, amor fraternal, e ao amor fraternal, amor” (2 Pedro 1:5-7).
Neste período de tempestade avassaladora o único fruto produzido foi o fortalecimento da Fé, todos os dias desde Janeiro até Abril, sempre que entrava na região onde fica localizado o trabalho uma frase surgia automaticamente na mente "o senhor é meu pastor, na me faltará se me conduzires" e logo em seguida começava a cantar:
Se as águas do mar da vida quiserem te afogar
Segura na mão de Deus e vai
Se as tristezas desta vida quiserem te sufocar
Segura na mão de Deus e vai
Segura na mão de Deus, segura na mão de Deus
Pois ela, ela te sustentará
Não temas, segue adiante e não olhes para trás
Segura na mão de Deus e vai
Se a jornada é pesada e te cansas da caminhada
Segura na mão de Deus e vai
Orando, jejuando, confiando e confessando
Segura na mão de Deus e vai

Só assim conseguia seguir em frente em direção ao trabalho, sem esmorecer, dia após dia, "tenteando para não cair" como ouvira há muitos anos atrás de uma idosa num asilo. Quando a tempestade formada passar por completo (por hora fez os estragos, mas ainda não se vislumbra a bonança)  então começará a tarefa de "arrumar a casa" interior, fazer uma faxina mental para retomar o caminho do desenvolvimento espiritual, pessoal e profissional.



segunda-feira, 18 de maio de 2015

Recordar momentos mágicos vividos... injeção de serotonina para curar uma tristeza profunda

As  situações difíceis vão se somando dia após dia, em  cada dia  é preciso usar uma estratégia  diferente para poder superar/ultrapassá-las, desta vez, parece que a mente encontrou a estratégia para injetar uma dose de serotonina, uma volta no tempo, a recordação de um momento mágico vivido numa fase da vida de fundamental importância, que foi acompanhada pela energia do Amor , vivido intensamente, embora virtual (será?), não é o que o cartão em forma de um mini livro, enviado para o "príncipe virtual" no ano em que seu aniversário pode ser comemorado, ano bissexto, já que ele nasceu no dia 29/2, contendo um "carinho materializado" (o texto foi reproduzido na íntegra, as imagens não se conseguiu e foi substituída por outras  parecidas):
Há 20 anos atrás surgiu "Sm0ker" para iluminar o mundo com seu radiante brilho, encantar a todos com sua magia, espalhar o amor por onde passar e tornar feliz quem dele se aproximar......
Anjo
Mágico
Deus Amor
...............Carrega o símbolo da Justiça com ele, no futuro bem próximo será um Defensor da lei, dos

fracos, oprimidos e indefesos.            Resultado de imagem para balança da justiça
.............Batalhador, derrubará todos os obstáculos, que a vida colocar em seu caminho, mesmo que tropece e caia em alguns deles............
Dezenove anos  depois de ter espalhado muita luz, como
mágico,
Que é, transformou tudo a sua volta num lindo conto de fadas, impregnado de Amor, como não poderia deixar de ser, sendo o Deus do Amor, a partir de uma máquina fantástica, mas frio objeto, cultivou um maravilhoso sentimento, o Amor, numa das personagens desse conto de fadas, de tal forma que ele próprio tornou-se o personagem principal, transportando uma das personagens diversas vezes para o paraíso com seus carinhosos e deliciosos "delitos" e juntos............
.............Dançaram a valsa do Amor e o prazer foi tanto que flutuavam nas nuvens do paraíso, como só o Deus do Amor é capaz!
                                                Resultado de imagem para dançando nas nuvens
.............Cada acorde dessa sinfonia espalhava no ar toda a magia, o mistério e encanto que o Amor encerra............
..........Seu sorriso autêntico raio de sol, dava um colorido especial a cada amanhecer, dando mais vida à vida da personagem.Resultado de imagem para Raio de sol
É tão poderoso que o Conto de Fadas que criou, prolonga-se de tal forma emocionte e mágico, mesmo através da distância. Com tanta intensidade que nenhuma realidade é capaz de superar.

                                              Resultado de imagem para amor através da distância

A vida na Terra oferece muitos perigos, apesar de todos os atributos que possui é necessário que esteja protegido....por isso receberá este, o símbolo máximo do Amor para proteger contra todos os perigos!            
                                                              Resultado de imagem para crucifixo de ouro

Como todo o símbolo, necessita de um suporte:
                                                          Resultado de imagem para fio de ouro fino

É a única forma de te abraçar e ficar "dependurada" no teu pescoço, em contacto com esse excitante corpinho.................Hummmmmmmmmmm!...............que arrepio delicioso!....:)))
Tudo que é raro é belo, é frágil, atrai a todos, inclusive aqueles que destroiem e danificam tudo que tocam, por isso necessita ser protegido! Para poder espalhar seu brilho por onde passar, sem ser atingido por nenhuma força negativa, e continuar sendo, para quem cruzar o seu caminho...Um raiode sol tal qual foi para a personagem do Conto de Fadas.............
Obrigada  por transformar a realidade num lindo Conto de Fadas, exprimindo o Amor em toda a sua plenitude, mistério e magia como um lindo sonho jamais sonhado um dia!


Feliz Aniversário querido!
Que todos os dias sejam marcados com o símbolo do Amor que você cultivou no meu coração!
Que Você encontre sempre um raio de sol, tal qual foi para mim nesses meses de mágico de  relacionamento, que só alguém  assim especial é capaz de proporcionar!
Que seja feliz! Tão ou mais feliz como você me fez feliz!
Que em sua vida exista sempre magia, o encantamento, um colorido especial, como só o Amor pode espalhar, tal qual você espalhou na minha vida!
Que essa força e essa riqueza interior te acompanhe ao longo do seu caminhar e te ajude a superar todos os obstáculos que surgirem e te erga se tropeçar e cair em algum desses obstáculos.
Te Amo!
C/  todo amor:************
sua para sempre apaixonada e admiradora de além mar.
                                                         Resultado de imagem para ursinhos com coração
Depois de reproduzir e reviver esses momentos inesquecíveis, porém adormecidos durante anos, as nuvens negras parecem que se dissiparam, mas uma pergunta surgiu, porque a mente resolveu reviver esse momento lindo de um passado longínquo, quando no passado recente ocorreram momentos igualmente lindos, mágicos, mais intensos, profundos e duradouros, por ser o encontro ou  reencontro de 2 almas gêmeas complementares? Talvez  porque aconteceu na mesma altura em que o sonho de uma vida  se tornou realidade, mas que atualmente essa realidade virou um pesadelo, daí a mente ter ido buscar o que de certa forma estava relacionado, para poder resgatar de alguma forma esse momento para recarregar a energia, conseguir reverter a situação, tal como a Fênix, fazer renascer das cinzas, o ideal que motivou um dia a perseguição de um sonho, mas que uma realidade cruel e injusta se encarregou de queimar.

domingo, 17 de maio de 2015

As Palavras tem poder


As Palavras têm Poder 

A linguagem dirige nossos pensamentos para direções especificas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para uma boa comunicação. 

1) CUIDADO COM A PALAVRA NÃO. A Frase que contém NÃO, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O NÃO existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente. Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você NÃO pensar na cor vermelha e você pensou. Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não quer. 

2) CUIDADO COM A PALAVRA MAS, QUE NEGA TUDO QUE VEM ANTES. Por exemplo: "O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...". Substitua o MAS por E, quando indicado. 

3) CUIDADO COM A PALAVRA TENTAR, QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA. Por exemplo: "Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas". Em outras palavras: Tenho grande chance de não ir, pois vou "tentar". Evite TENTAR, FAÇA. 

4) CUIDADO COM NÃO POSSO OU NÃO CONSIGO, que dão idéia de incapacidade pessoal. Use NÃO QUERO, NÃO PODIA ou NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vai conseguir, 
que vai poder. 

5) CUIDADO COM AS PALAVRAS DEVO, TENHO QUE OU PRECISO, que pressupõem que 
algo externo controla a sua vida. Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU. 

6) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo, utilizando o verbo no passado. Isto libera o presente. Por exemplo, "Eu tinha dificuldade em fazer isto..." 

7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo". 

8) Substitua o SE por QUANDO. Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar", fale "Quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar". 

9) Substitua ESPERO por SEI. Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso", diga "Eu sei que vou aprender isso". ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece a linguagem. 

10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: Ao invés de dizer "Eu gostaria de agradecer à presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês". O verbo no presente fica mais forte e concreto. 

(Dr.Jairo Mancilha, Ph.D/ neurolinguistica, cardiologista e Psiquiatra)

sábado, 16 de maio de 2015

Vencer as rotinas da mente... uma estratégia para superar a tristeza


Os dias  tem sido de profunda tristeza, porém salpicados de alguns raios de sol: Os jogos de Voley  que estão numa ótima fase em termos de participação, integração e performance semelhante ao passado inclusive com "contatos imediatos ligeiros" do "príncipe do Voley" e alguns PPT inclusive um "sob medida" para este momento:
Sentindo-se triste? 
Dance ou vá tomar uma duche e veja a tristeza desaparecer de seu corpo. Sinta como a água que bate em você leva junto a tristeza, da mesma forma que leva embora o suor e a poeira de seu corpo.
Coloque sua mente em uma situação tal que ela não seja capaz de funcionar de maneira habitual. Qualquer coisa serve. Afinal, todas as técnicas que foram desenvolvidas ao longo dos séculos não passam de tentativas para distrair a mente e demovê-la dos velhos padrões.Por exemplo, se você estiver se sentindo irritado, inspire e expire profundamente durante apenas dois minutos e veja o que acontece com a sua raiva.A dica é nunca se repetir. Caso contrário, se toda vez que se sentir triste você for para o chuveiro, a mente transformará isso num hábito. Após a terceira ou quarta vez, ela aprenderá: "Isso é algo permitido. Você está triste, então é por isso que está tomando uma duche." Nesse caso, a duche irá apenas transformar-se em parte de sua tristeza. Seja inovador, seja criativo. Continue confundindo a mente.Seu companheiro diz algo e você se sente irritado. Em vez de bater nele ou jogar alguma coisa em sua direção, mude o padrão do pensamento: dê-lhe um abraço e um beijo. Confunda-o também! De repente, você perceberá que a mente é um mecanismo e que ela se sente perdida com o que é novo.Abra a janela e deixe novos ventos entrarem.  OSHO
Pesquisando o tema surgiu este  texto que de imediato convida a reflexão:
 O objectivo da tristeza é para nos fazer sentir (lembrar e alertar) que algo foi perdido, que algo aconteceu que não nos serve ou nos provoca mal-estar. E é tarefa do sofredor fazer o trabalho mental de descobrir o que é que o incomoda. Isto aponta para um problema mais amplo que muitas pessoas enfrentam no seu dia-a-dia. Por vezes quando nos sentimos tristes no meio do turbilhão de coisas que temos para fazer, simplesmente desejamos que rapidamente esse sentimento se afaste. Passamos rapidamente para a tarefa seguinte, sem percebermos a verdadeira razão por nos sentimos dessa maneira. Algumas vezes esta estratégia pode comprovar-se eficaz. Mas, se o assunto/situação for realmente pertinente, a tristeza irá fazer-se sentir novamente, só que agora noutro contexto, sem causa aparente. Nesse momento, temos mais dificuldade para identificar as razões, ficamos confusos. À medida que a tristeza se vai instalando, a nossa atenção vai-se dirigindo para o nosso mal-estar. 
Sem percebermos o que se passou, tentamos a todo o custo, evitar, repudiar esse sentimento que nos causa uma enorme angústia, esse sentimento que pode vir a interferir com a nossa funcionalidade. Numa primeira fase os nossos corpos ficam lentificados, essencialmente, para nos ajudar a focar e resolver um problema que pode estar a surgir nas nossas vidas. Quando visto como temporário e como um subproduto positivo da nossa longa história humana, podemos superar a tristeza de uma forma rápida e positiva. 
Por outro lado se continuarmos a desejar não nos sentir assim, e não prestarmos a atenção devida podemos sair prejudicados. Se não tentarmos perceber que o nosso sentimento de tristeza nos está a enviar uma mensagem, que está a enviar-nos informação na forma de uma sensação física e emocional, outros problemas associados podem surgir, tais como depressão, ansiedade, fobia social. 
 A tristeza é informação subtil que nos “obriga” a dirigirmos a nossa atenção para algo que necessita de ser resolvido, melhorado ou compreendido. 
Como é que se pode usar a  tristeza com uma vantagem? A tristeza deve ser vista como um estado temporário e útil. É normal ficar triste. A tristeza existe para ajudar-nos, por exemplo, a resolver um problema pessoal. Quando você se protege, evita e abafa todo esse sentimento, ou procura as pessoas para que o animem, você está a perder a oportunidade de perceber algo útil para si. Em primeiro lugar, que você tem a habilidade para fazer mudanças sólidas ao que lhe provocou perda ou mal-estar que justifique a tristeza e, segundo, que tem capacidade para persistir e para lidar com a situação, até que a alteração tenha efeito. Reforçando novamente a ideia, a tristeza, assim como todas as emoções, é um estado temporário, os nossos corpos não suportarem o impacto emocional por muito tempo, assim, devemos usá-las (emoções e sentimentos) a nosso favor, enquanto as sentimos. 
Lembre-se: A tristeza pode ajudar-nos a ter/fazer melhores decisões. Muitas vezes, sofremos a dor emocional de modo que aprendemos a evitar certos comportamentos e a fazer melhores escolhas na vida. Quando algo não funciona para nós, ficamos propensos a tentar fazê-lo de forma diferente da próxima vez. 
Permita-se estar/ficar triste. Negar tais sentimentos pode forçá-lo ao recalcamento, fazendo com que numa fase posterior a sua força se faça sentir provocando mais dano. Chore se você sentir essa necessidade. Provavelmente irá sentir alívio depois de chorar. 
Se você se sentir triste, aceite estar triste durante algumas horas ou um dia. Use a sua tristeza para fazer uma introspeção, decida ficar sozinho, ouvir música melancólica, e observar os seus pensamentos e sentimentos. Planejar um determinado tempo para expressar a sua infelicidade temporária, pode ajudá-lo a sair desse estado. 
Pense no contexto em que emergem esses sentimentos de tristeza. São relacionados a uma perda ou a um evento infeliz? Geralmente não é tão simples como descobrir a “causa ” da tristeza, mas talvez seja possível compreender os fatores envolvidos. 
A tristeza como resultado de uma mudança. A tristeza pode ser resultado de uma mudança que você não esperava, ou pode sinalizar a necessidade de uma mudança na sua vida. A mudança geralmente é stressante, mas é necessário para o nosso crescimento. Estar temporariamente triste não é depressão.
http://www.escolapsicologia.com/tristeza-qual-o-seu-proposito/

domingo, 3 de maio de 2015

Perante uma injustiça perseveramos se lembrarmos que Deus é o nosso Juiz!


Hoje mais do que nunca uma injustiça, cometida nos últimos dias de Abril, gerou uma dor profunda como se um punhal fosse cravado no coração. Ver o sonho de uma vida ser posto em causa, por uma situação de extrema injustiça, causada por um bando arruaceiro de  desocupados, mal educados que não satisfeitos em interromper o funcionamento e impedirem um trabalhador de executar o seu trabalho, ainda ofenderam a sua honra e atentaram contra a sua integridade física, mental, moral e profissional e tudo isso sendo, na verdade, resultado de um fogo cruzado de um "braço de ferro" entre 2  facções políticas. O mais revoltante é saber que o profissional é utilizado como peão num jogo de xadrez e como um bombeiro para apagar um incêndio, mas com gasolina,  em algumas situações uma presa fácil lançada as feras selvagens irracionais.
Uma forma de retirar o "punhal" cravado no coração e impedir as sequelas dessa punhalada causada pela injustiça de que somos alvo é  fazer a Oração contra injustiça
A Oração contra injustiça, é a Oração que fazemos quando estamos enfrentando de alguma maneira uma situação de injustiça em nossa vida.
A injustiça é algo que trás muita tristeza e frustração, pois sabemos que estamos passando por uma situação a onde estamos certos e assim mesmo estamos pagando um preço por isso. A injustiça pode ser de uma pessoa próxima, por exemplo um parente ou amigo, ou uma injustiça do poder publico, como governo e etc.
Porém devemos orar a Deus e ficar perseverantes diante de uma situação de injustiça, não devemos esquecer que Deus é nosso juiz diante de toda e qualquer situação e é ele que faz justiça por nós. Em sua palavra, o Senhor nos diz que não é por força e nem por violência que conseguimos alguma coisa e sim por Deus, e que a nossa ira não move a mão de Deus, por isso devemos ficar firmes em oração, perseverantes e confiar que Deus age em nosso favor e tira toda injustiça. Faça a oração contra injustiça e deixe Deus agir em sua causa.
Oração contra injustiça pode ser feita assim:

Senhor meu Deus, entro em tua presença neste momento, para colocar a minha situação diante de ti em oração. Pai, estou sendo alvo de uma injustiça e o Senhor sabe que não devo nada e que andei de maneira correta nesse sentido. Mais eu creio na tua palavra que diz, que o Senhor é meu juiz e que a minha raiva não opera as tuas mãos e por isso eu não quero fazer nada por mim mesmo, nem procurar justiça por meus meios, mais sim confiar em ti, que luta por mim e sabe de todas as minhas necessidades e falhas. Eu determino em nome de Jesus, que todo mal, toda injustiça saiam da minha vida, que tudo que atrapalha e se levanta contra mim, saiam da minha vida agora! e determino que na mina vida haja paz e justiça. Amém e graças a Deus.

http://www.oracaododia.com/oracao-contra-injustica/

sábado, 18 de abril de 2015

Páscoa com o Léo..lenda e .pegadas do coelho

Páscoa significa passagem. O dia da Páscoa, foi estabelecido por decreto do Concílio de Niceia (ano de 325), devendo ser celebrada no domingo, após a primeira lua cheia do equinócio, que ocorre no início da primavera, no hemisfério Norte. A Páscoa, da qual dependem todas as demais festas móveis do ano eclesiástico é uma festa móvel, varia o dia a cada ano e a data é sempre comemorada entre os dias 22 de Março a 25 de Abril. É comemorada em vários países. Os espanhóis chamam a data de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques. Para os judeus, a Páscoa (Pessach) é uma antiga festa realizada para celebrar a libertação do povo hebreu, do cativeiro no Egito. As festividades começavam na tarde do dia 14 do mês lunar de Nisan. Era servida uma refeição semelhante a que os hebreus fizeram ao sair apressadamente do Egito.
São vários os símbolos da Páscoa, entre eles o coelhinho e os ovos da Páscoa, existe uma lenda que contempla esses dois símbolos, que é contada às crianças:


Perto da casa do menino Jesus, um passarinho construiu seu ninho. Todas as manhãs, Jesus era acordado pelo alegre e bom canto da avezinha.
Certa manhã, porém, ele foi acordado pelo piar aflito do passarinho. Jesus espiou e viu que a mãe passarinho chorava desconsolada, pois a raposa havia roubado os seus ovinhos.
O menino Jesus ficou triste e saiu pelo campo, pedindo aos bichos que passavam que o ajudassem a encontrar os ovinhos roubados.
-Gatinho, queres ajudar-me a encontrar os ovos da mãe passarinho?
-Não posso Jesus. A minha dona encarregou-me de caçar um rato que sempre rouba queijo todas as noites.
Assim Jesus foi se dirigindo aos animais, mas era inútil. Todos estavam ocupados. O cão cuidava da casa. A formiga trabalhava apressadamente. O grilo estava cansado de pular de galho em galho. Nenhum bicho podia ajudar Jesus. Foi então que o coelho colocou as orelhas para fora da toca e disse:
-Jesus, se quiseres, eu posso-te ajudar.
E saiu a correr até encontrar o esconderijo da raposa. Mas que pena. Ela já havia comido todos os ovinhos. O coelho com pena do passarinho e querendo agradar a Jesus, resolveu pedir um ovinho para cada um dos passarinhos que conhecia e levou a Jesus.
O menino Jesus colocou os ovinhos no ninho da mãe passarinho, que nem desconfiou de nada. Como recompensa, o coelhinho foi encarregue por Jesus, de todos os anos, na Páscoa, distribuir ovinhos para as crianças.

Este ano  por ser a 1ª Páscoa com o caçula, o Léo, foi criada as "pegadas do coelho", uma tentativa de integrar adultos e crianças:

O menino gosta de biscoito Maria por isso foi colocado biscoitos, sobre um guardanapo para que pudesse comer, intercalados nas pegadas começando por uma cenoura com dentadas para ser mais verosímil, como se fosse realmente deixadas por um coelho em 3 locais estavam escondidos uma caixa de ovos de chocolate imitando ovos de verdade, um coelho com um guiso e um coelho para colorir lavável com as canetas e ovos de chocolate, em cada desses locais foi colocado um criptograma com o local aonde estavam escondidos as "caixas" dos adultos (contendo bombons feitos  em casa ' sacos de amêndoas de chocolate e amêndoas tipo francês e um ovo decorativo), sinalizando os locais para chamar a atenção do  Léo foi colocado balões de gás. A brincadeira não resultou porque às vezes que o menino apontava para o biscoito  tinha um adulto (avó e a madrinha) que "cortava o barato" do bebê porque  achavam que não era para deixar ou não ser o momento, depois quando não havia mais clima a mãe e a madrinha da mãe "forçaram" o clima e fizeram com que ele achasse e depois os adultos decifraram e foram encontrar os respectivos "ovos". Como sobremesa teve um  Pão-de-Ló em formato de ovo de chocolate.


A avó do Léo comemorou o seu aniversário no sábado e o bolo foi pensado para ela:

http://www.significados.com.br/pascoa/
http://www.historias-infantis.com/lenda-do-coelho-da-pascoa/

domingo, 1 de março de 2015

Emoções no Esporte...Toque do Passado no Presente



As emoções continuam a aflorar na paixão: Os últimos treinos foram intensos 2 deles  proporcionou tornar o passado presente,  houve excesso de participantes com formação de 3 equipes, enquanto a equipe aguardava para entrar, um colega topou aquecer jogando "squashvolley" ( termo criado para "cortar" para o chão e ricochetear na parede e o outro fazer a mesma coisa, baseado no Squash, só que com a bola de Volley e sem raquete) foi espetacular, felizmente  foi o colega que desistiu primeiro, já que estava começando a cansar e seria difícil admitir isso (enquanto rola a bolinha não há cansaço, a paixão gera energia extra, mas o corpo tem limites); Noutro treino mesma situação mas com o "príncipe do Volley" que propôs  outro  tipo de aquecimento: "volley'sreflexos" (termo criado para toques rápidos à curta distância incluindo manchete que obrigava a ir próximo do chão, engraçado que nos treinos anteriores havia pensado em fazer com o "príncipe do Volley "com malícia para testar reflexos" -como fazia quando o parceiro se tornava constante e havia uma sintonia, tal e qual uma dança onde o par está envolvido num clima de cumplicidade, deslizando na pista ao som da melodia, num mundo a parte (a última vez que isso aconteceu foi há 2 anos com o colega de treino,  psicólogo), só que  a melodia é substituída pelo som da bola- mas na primeira tentativa não aconteceu, desta vez aconteceu espontaneamente, talvez porque o "príncipe do Volley" cumprimentara com um aperto de mão, um abraço e um beijo no rosto, o que foi uma surpresa, foi a primeira vez que aconteceu durante um treino e tenha gerado um clima de maior aproximação, sintonia e cumplicidade), emocionante, nem as "medalhas" recebidas acabaram com esse clima, pelo contrário ainda acentuaram mais com a expressão de preocupação que o rosto dele transmitia. Para que o passado ficasse totalmente presente só faltou o aquecimento "Basquetevolley" (termo criado para o aquecimento de "incestar" na tabela  de Basquete ao 3º toque com a bola de Volley, aprendido no 1º ano da 2ª faculdade, embora quase tivesse acontecido num desses treinos) de tal forma que as recordações afloraram, servindo como inspiração para escrever sobre outro dos fundamentos, o toque. Mas as emoções continuaram, nesses últimos 4 treinos, um colega que começou recentemente a frequentar os treinos, usou o termo "gata borralheira" fazendo uma analogia  por sair antes da meia-noite, para poder tomar banho após o treino, uma sintonia de pensamento, já que esse termo já tinha sido formulado, num momento de recaída no romantismo,  por instante surgiu o pensamento de que ele pudesse ter lido post publicado recentemente, mas logo  descartado, permanecendo a comunhão de pensamento diante  uma situação que evocou o Conto de Fadas. A  equipe ganhou 2 sets, num desses sete consegui fazer 8 pontos seguidos.
O fantástico é que todas essas emoções maravilhosas ocorreram nas  noites  dos  dias mais terríveis que aconteceram este ano, no novo local do  trabalho, extremamente desgastantes, desmotivantes, estressantes, com discussões, foi justamente há 3 dias que ocorreu um dos dias mais terríveis, onde um funcionário conflituoso, complicado, faltou com o respeito, foi calunioso e por fim disse não confiar, quando na verdade ele é que não é confiável, criando situações difíceis, armando sempre conflito, não ouve as orientações, quer mandar onde tem que obedecer, mas também foi quando a emoção da paixão atingiu o rubro devolvendo a paz ao espírito e a serenidade interior que ficara muito abalada.

Abençoado Volleyball, abençoado seja o "Príncipe do Volley" e os colegas que geraram emoções que cortaram os efeitos nefastos dos dias terríveis  vividos no trabalho.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Dia de São Valentim...Bolo Amor e outros



Dia de São Valentim = Dia dos namorados => Dia do Amor



O amor  é um tema que povoa os pensamentos, voa nas asas da imaginação ou da fantasia das pessoas, preenche as páginas dos livros e as telas dos cinemas, embora famoso, não passa de um desconhecido, ninguém sabe como, onde e quando surgiu o conhecimento a respeito, embora na mitologia existam divindades do Amor:
Greco-romana = Afrodite, Vênus, Eros, Cupido
Indígena Tupi = Rudá
Japonesa = Tsuki
Chinesa = Guan Yin
Hindu = Kama
Egípcia = Isis
Nórdica = Freya
Neste dia ao pensar no amor muitas lembranças surgem, umas más (7anos e 9 meses da partida de uma das estrelas da vida), outras boas, como os 18 meses de vida do Léo, os bailes carnavalescos frequentados na infância até a puberdade, uma vez que coincide ser sábado de carnaval e, principalmente relacionados aos "príncipes encantados" e a descoberta da existência de uma nova categoria "príncipe do volley", que difere daqueles porque não desperta a fantasia romântica, porém assemelha-se por despertar o sorriso fácil, a busca do aperfeiçoamento para ter uma boa performance ou desenvolvimento, no esporte, ou melhor na paixão esportiva, a admiração pela performance observada e principalmente pelo estado de êxtase após um jogo bem disputado, como tem acontecido nos últimos treinos, devolvendo o que parecia ter ficado perdido no passado, a atitude e postura em quadra, concentração no jogo, seguindo a bola, atenta aos sinais e "telegramas" e agindo em conformidade, com total abstração da vida fora do jogo,como se não existisse mais nada fora da quadra, só o momento, inclusive voltar a dizer "deixa" com firmeza, quando está na bola e outro se aproxima para ir na bola também, assim como um aquecimento altamente rentável, cheio de energia com remates fortes por parte do "Príncipe do Volley", somado a forma de tratamento empregue por ele fazendo elogios ou aplaudindo as boas jogadas realizadas, contatos nas mãos ao entrar e sair de quadra ou após a realização de um ponto principalmente se foi com brilho ou sorrindo mesmo estando do outro lado da quadra, ou demonstrando que gosta que seja o seu par no aquecimento, mesmo quando já outra pessoa o tenha chamado para fazerem o aquecimento, ele chamar para que se junte a eles, ou ainda cedendo o lugar em quadra para começar a jogar, quando 2 elementos tinham que ficar de fora para irem rodando na hora de ir para o sac e em consequência inspiração para escrever de forma a colmatar as falhas, neste caso na recepção:




O fantástico dessa experiência dessa forma de amor, são as sensações despertadas que em quase tudo se assemelha as sensações despertadas na vivência do Amor Eros, apenas diferem por não despertar as reações físicas expressas na relação sexual ou pela ausência das fantasias que são inerentes as estas.
As lembranças desencadeadas demonstram uma verdade incontestável: Tudo que realizamos com amor (não necessariamente amor Eros) nos eleva, nos faz dar o melhor de nós, gera uma energia positiva, um alto astral a nossa volta, cria em nós um estado de plenitude, porque o Universo assim o  permite.


quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Gata Borralheira...Versão Esportiva


O Volley é fascinante, quando bem jogado, opera milagres, como o dissipar de algumas nuvens negras carregadas que o dia a dia coloca no horizonte, transformando a energia negativa que aprisiona o ser numa energia maravilhosa libertadora, até vira um conto de fadas, "a gata borralheira versão esportiva". Já há muito que não experimentava essa sensação e o melhor disso é que não foi planejado, embora desejado e quando tudo apontava no sentido de não voltar a experimentar, mas aconteceu, por momentos parecia que houve recuo do tempo aos "anos dourados do Volley", como que as pessoas do presente fizessem parte do passado, quer pelo gesto de algumas pessoas relembrando que num jogo é fundamental a coesão, a união, o espírito de equipe, a comunicação não verbal expressa e entendida pelos integrantes, o esforço de cada um em salvar ou corrigir alguma falha que fora cometida (um dos colegas foi chamada por outra colega para o aquecimento a dois, mas ele me chamou para juntar a eles, mas não foi possível porque uma colega ficaria sozinha, infelizmente porque o aquecimento com esse colega é ótimo, ele remata com força não suaviza, exatamente como o esquerdino dono da bola limão. No jogo esse colega combinou jogadas e trocas como outrora ocorria, e sempre nas boas jogadas ou jogadas esforçadas o toque das mãos); pelos elogios quando houve boas jogadas, inclusive fazer alusão a ser de profissional (um terceiro toque  no fundo por cima do bloqueio, surpreendendo os adversários e conseguindo fazer o ponto, o colega vibrando exclamou "profissional"); Pela atitude em quadra, fruto de ter feito "o dever de casa" imaginando as possíveis situações e os respectivos posicionamentos na recepção principalmente no contra ataque do adversário, gerando maior concentração, acompanhamento da bola fazendo com que estivesse na posição correta em todas as situações, totalmente abstraída dos problemas que momentos antes existiam, apesar do aquecimento não ter sido muito intenso como deveria ter sido, pois é importante para que haja um bom desempenho no jogo e lembranças de várias "verdades": "o jogo decorre conforme o treino" (um mau treino ou aquecimento prévio ineficaz levará a um mau desempenho no jogo); "Aonde chega os pés chegam as mãos" (ao invés de tentar pegar com os pés, embora isso seja um gesto mecânico, reflexo, há os recursos: rolamentos ou mergulho); "dá abacaxi recebe abacaxi" ( se o receptor defende uma bola má para o levantador, este só com muito esforço conseguirá levantar um bola boa para o atacante rematar); "Deixa que eu deixo não pode ocorrer" (é o que acontece quando alguém vai na bola o outro diz que é dele, mas não chega e o outro que até está mais próximo deixa de executar porque alguém disse para deixar e a bola escorre entre os dois); "ameaçou vai" (se não tem intenção ou não consegue chegar até a bola, não deve se movimentar porque o outro já não vai com a confiança necessária, por receio de chocar com colega); "a segunda é minha em qualquer lugar e eu vou com tudo" (na posição de levantador avisando a todos para não interferir e para que tenham confiança que ele, levantador está concentrado na sua posição e função); "quem está na chuva é para se molhar" (quando no "ataque e defesa" alguém amortece o remate por considerar ser mais frágil ou quando se recebe uma bolada em cheio ou com força e quando perguntam se se machucou ou pedem desculpa essa é a resposta).
Depois do banho, por coincidência  ao aproximar do vestiário masculino saiu o colega do elogio, e ficou segurando a porta esperando que passasse, ao correr para não fazê-lo esperar, o relógio caiu do pulso, só percebendo posteriormente, inicialmente de forma contrariada, mas o astral estava tão alto que logo a fantasia se manifestou, lembrando do filme "Cinderela" uma versão moderna onde ela ao sair correndo, perto da meia noite, perdeu o celular, neste caso a hora era a mesma, faltava cerca de 3 minutos para Meia Noite, tinha um "príncipe" (do Volley) esperando, teve a corrida e a perda não do sapatinho de cristal, não do telemóvel, mas do relógio, só com uma pequena diferença a Cinderela era linda...
Que sensação maravilhosa ocorre após um jogo de Volley bem disputado, com boas ou excelentes jogadas, espírito de equipe, confiança e respeito pela posições de cada um. Tão forte e poderosa que dissipa qualquer nuvem negra que paire no horizonte dando lugar a um céu claro e límpido, com estrelas cintilantes e uma lua brilhante ou com um sol radiante.
Abençoado Volley!