Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Dia de São Valentim ...coração preenchido: Amor para uns, dor e saudades para outros



A Lenda da origem do dia de são Valentim:

O imperador romano Cláudio II (268-270) emitiu um decreto durante o seu curto reinado a proibir a realização de casamentos (assim os soldados lutariam sem ter nada a perder e não teria que indenizar as viúvas dos soldados mortos em combate. Entretanto vivia em Roma, um bispo que continuou a celebrar casamentos, desobedecendo às ordens do imperador. O seu nome era Valentim. Ele realizava os casamentos em segredo, mas espiões imperiais descobriram  e ele foi condenado à morte.

Diz a lenda que muitos jovens atiravam flores e bilhetes para a cela de Valentim. Entre as pessoas que fizeram isso estava uma jovem cega, Artérias, filha do diretor da prisão. Ela conseguiu obter do seu pai a permissão para visitar o bispo romano. Valentim e Artérias acabaram por apaixonar-se e por milagre ela recuperou a visão. Mais tarde, dias antes da execução, o bispo injustiçado escreveu uma carta de amor para a jovem com a assinatura "de seu Valentim". Essa assinatura daria origem à expressão hoje utilizada no Dia dos Namorados.
Na celebração dos dias dos namorados, está implícita a exaltação do Amor em todas as suas vertentes, está inserido no período  da Quaresma (40 dias que antecedem a Páscoa) para os Católicos, marco principal da Fé Cristã, onde "...quando a dor se torna amor", a expressão máxima do Amor: Deus entregou seu próprio amado filho, Jesus, um inocente que , em sacrifício  num sofrimento atroz, morreu pregado na cruz, para expiar os pecados dos Homens  por Ele amados.
A imagem do início, encontrada casualmente na padaria, alusiva ao dia dos namorados , logo foi adquirida porque simboliza o coração neste dia de hoje: negro pela dor e saudade de uma das Estrelas Guia da Vida que se foi há 8 anos e 3 meses e pelos 10 meses  da morte do sonho de uma vida, dois dias antes de estar diante das cinzas deste sonho. Vermelho da emoção despertada pela recordação  do período  "bolha mágica" que envolveu o fascinante encontro de duas"Almas Gêmeas complementares" incluindo a vivência do Amor Eros/paixão/romântico e pela emoção sentida despertada pela última obra editada recebida há 3 dias, por fim ser  um dia após o comentário deixado no post "Coma...Matar, deixar morrer ou esperar pelo crepúsculo" onde as respostas aos comentários sobre o tema incide basicamente no amor total/ incondicional.
"Uma imagem vale mais do que mil palavras" é o que fica deste bolo tão expressivo, será que o pasteleiro que o fez também estava exprimindo "mil palavras" ao confeccioná-lo, ou simplesmente estava fazendo mais um bolo?

Nenhum comentário: