Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 4 de setembro de 2016

Noite Branca...Canonização ...Despedida do Reitor... Pode traduzir uma Onda de Paz Emergente

"A Noite Branca é uma noite celestial, onde cada pessoa, de branco, assemelhando-se a uma estrela, representa uma coordenada que se move constantemente pelo Espaço. O Espaço (cidade) transforma-se, portanto, numa constelação radiante em constante mutação, devido ao movimento dos seus astros (pessoas), que se interligam.Pretende-se que a instalação proposta sirva de dispositivo “astral”, sendo o instrumento de conexão entre as redes celestiais (as pessoas) e o Espaço (cidade).A instalação proposta serve de mecanismo de contacto entre as pessoas e a cidade. .Mahjong é o jogo dos cidadãos que procura aproximar a cidade das pessoas e as pessoas de si mesmas.Uma instalação feita com caixas de fruta em plástico que se assemelha a um labirinto oriental. “Isto é um recreio para a cidade”, explica o seu autor, Tomé Capa. O jovem arquitecto fala da sua peça, Mahjong, criada no âmbito da Noite Branca de Braga, as caixas de fruta, brancas, são “autênticos legos” com que Capa pôde experimentar a construção desta instalação, que tem tanto de lugar de brincadeira como de encontro. O autor explica que quis construir um sítio onde fosse possível “ligar o espaço e as pessoas”, inspirando-se na utilização como oráculo que é feita das peças do jogo de mesa chinês que dá nome à sua criação"
O momento em que o evento ocorreu 2,3 e 4 de Setembro de 2016 coincide  com 2 outros momentos, a celebração da última Missa dominical/despedida do Reitor da Basílica dos Congregados na Cidade de Braga, Padre José Granja, que após 40 anos de vida sacerdotal, ingressará na vida Monástica, num Mosteiro Beneditino e a Canonização da Madre Tereza de Calcutá pelo Papa Francisco em Roma, ambos no dia 4 de Setembro.
Os três eventos interligam-se indiretamente pelo simbolismo que podem representar: Noite Branca=Paz;  Madre Teresa de Calcutá = Nobel da Paz, no dia 17 de outubro de 1979. Reitor José Granja, Monastério = Paz, embora os três eventos sejam divergentes sejam ao mesmo tempo convergentes: A contar pelas garrafas de bebidas alcoólicas espalhadas no dia seguinte á "noite branca" e conhecendo os efeitos maléficos do álcool e ao mesmo tempo reveladores do caráter de um Homem ("se quiser conhecer o caráter de um homem é embebedá-lo") dificilmente a paz reinaria, entretanto representam o mundo, mundo esse para o qual a Madre, agora Santa, canonizada pelo Papa devoto de São Francisco de Assis (exemplo de fraternidade e promotor da paz) Teresa de Calcutá, dedicou a sua existência, e do qual o Reitor José Granja ficará afastado quando for Monge Beneditino, mas como o próprio mencionou "mais próximo do mundo pelo coração através da oração.
Que esses três eventos distintos entre si, convergentes em seu simbolismo, possam originar uma onda branca  gigantesca que inunde o coração dos Homens para que a Paz na Terra seja uma realidade e não apenas um sonho ou um desejo e que todos possam entoar o canto" Paz, paz de Cristo! Paz, paz que vem do amor te desejo irmão! Paz que é felicidade de ver em você Cristo nosso irmão!
Se algum dia na vida, você de mim precisar, saiba que sou seu amigo, pode comigo contar.
O mundo dá muita voltas agente vai se encontrar, quero na volta da vida a sua mão apertar" Glorificando a Deus pela Sua magnífica "obra de arte inacabada" que é o Homem.

Nenhum comentário: