Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sábado, 24 de junho de 2017

Dia de São João...minutos de reflexão!


A senda nos caminhos da vida por vezes nos conduzem a momentos de reflexão, contemplação e porque não dizer de perplexidade. Hoje na missa de São João, foi um desses momentos, a Homília parecia ser a resposta de Deus aos anseios e questionamentos sobre o  "inferno ocupacional" ou o pesadelo de um sonho, instantes antes o desalento era tão grande pela massificação das manifestações de insatisfação que se duplicam, sextuplicam-se ou multiplicam-se que instigaram a razão, esse implacável carcereiro/carrasco, mas igualmente protetor e defensor guardiã da integridade do nosso ser, a questionar e duvidar se  não serão justificadas, se há um desagrado a  "gregos e a troianos" a quem então estamos agradando com nossas atitudes, posturas, decisões que julgamos serem corretas, verdadeiras, justas,, éticas e legais? Antes de fazer um julgamento errôneo e concluir que estamos errados porque a razão,  sendo lógica, dita que uma pessoa não pode estar certa e uma multidão estar errada, a resposta de Deus se fez sentir através das palavras do padre que ecoaram fundo "...agradar a Deus..." e continuou..." os pais de São Joâo  quando todos diziam que o nome deveria ser Zacarias como pai, este contraria a todos e diz que chamar-se-á João... ouvindo os desígnios de Deus no íntimo do seu ser, não agindo como todo mundo age, não  se detendo na expressão sempre foi assim é assim que tem que ser..." essa foi a resposta que precisava no momento para não sucumbir, que fez recordar que  ao longo da vida as expressões "nunca gostei das maiorias" porque elas estando errada muitas das vezes derrubam o certo que a minoria não teve número suficiente para prevalecer; "não é porque todos fazem que eu vou fazer" e justificava, se agora todos decidem saltar de uma janela ou atirar-se de uma ponte eu também vou me atira da ponte ou saltar de uma janela? a que propósito? e" é assim porque sempre foi assim, é assim que todos fazem" quer dizer que só existe uma forma de fazer ? uma "bitola"? essa afirmação é de mentes estreitas que estacionaram ou se acomodaram,  de pessoas que não evoluem e nem permitem que outros evoluam, não resolvem o problema e nem permitem que outros possam encontrar soluções para o problema.  Consideram  erro se for feito de outra forma,  esqueceram-se de que "a ordem dos fatores não alteram o produto" se todo mundo quando for calcular a área de um retângulo fizer base x altura e alguém fizer altura x base esse alguém estará errado porque todos fazem da primeira forma? Parece que nos tempos que corre  houve uma inversão dos valores éticos e morais, o certo passou a ser o errado e o errado passou a  ser  certo.
É preciso rever ou redescobrir esses valores, para que o certo seja certo em qualquer momento e em qualquer lugar , mesmo que o certo esteja em minoria , "fora de moda"  nos obrigue a retroceder ou reconhecer que estamos errados , ou estejamos sozinhos contra um multidão.
Essa "resposta de Deus" foi o sopro de ânimo, força necessária para seguir na senda da vida pelos caminhos da verdade, da justiça, fazendo o que é correto, ético ou legal, mesmo tendo que enfrentar uma multidão.

Nenhum comentário: