Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Encontro de Almas-Gêmeas complementares


No universo, assim como em cada Homem, existe um umbral que separa a realidade da imaginação, criando dois mundos paralelos: o da realidade concreta e da realidade virtual ou imaginária. Quando duas almas-gémeas se encontram atravessam esse umbral, como se entrassem dentro de uma bolha, onde o interior da bolha representa a união das almas que flutuam livremente e o exterior é a realidade concreta. Dentro da bolha as almas estão livres, protegidas e isoladas da realidade, vivem um mundo a parte, onde a razão deixa de existir para que a emoção reine; Onde tudo é permitido, porque as almas são intemporais e livres, não há censura, medos, cobranças, promessas,culpas, complexos, vergonhas, há apenas a entrega total ao momento, o pulsar das emoções e o despertar de sensações guardadas nas profundezas do ser. Tudo que é vivido, sentido, experimentado dentro da bolha é permitido porque gira em torno do amor , sentimento nobre que impõe clareza das intenções respeito mútuo, mesmo que por vezes esse amor seja fonte de prazer, desde que as almas não queiram extrapolar para a realidade concreta que circunda a bolha, enquanto estiver dentro da bolha tudo pode ser, quando se cruza novamente o umbral, só que em direção a realidade concreta, tudo vivido dentro da bolha deverá ficar lá, sem trazer para realidade, a não ser a mágica sensação de êxtase, que renova a vida,, mas que não interfere com a realidade concreta de cada uma delas, a não ser para acrescentar mais vida à vida já existente, porém sem gerar conflitos, sentimento de culpa, porque o que se viveu no interior da bolha, nada mais foi do que liberar a magia da fantasia existente no interior de cada alma, adicionando um tempero especial à própria vida e à realidade em concreto. Sem sombra de dúvida que não é fácil entrar na bolha, viver uma fantasia e depois retornar à realidade como se nada tivesse acontecido, mas aí é que está a beleza, mistério e o fascínio dessa mágica aventura de entrar no interior da bolha , na verdade nada de concreto aconteceu, se houve romance, o corpo reagiu como se na realidade tivesse sido tocado, mas a luz da razão os corpos nunca se encontraram, exatamente como se tivesse tido um sonho erótico que o fez despertar no meio da noite excitado e o corpo reagindo como se estivesse fazendo amor nesse momento, porém se apercebe que esteve o tempo todo sozinho.
Entregar-se a uma fantasia ou a um sonho, não é proibido, não é condenável, antes pelo contrário é aconselhado para elevar o espírito e gerar energia positiva à vida, não importando se for casado ou solteiro, porém há que saber aonde termina a realidade e aonde começa a fantasia, onde termina a fantasia e começa a realidade, sem que uma interfira na outra. Saber separar os momentos, se estiver vivendo a fantasia entregar-se de corpo e alma, porém quando retornar a realidade concreta, se não for livre socialmente, deverá fincar os pés no chão, curtir a lembrança do ocorrido, sem desejar que a fantasia se torne realidade, se for livre socialmente, já não há empecilhos em querer transformar a fantasia em realidade.
Se uma das duas almas-gêmeas não for livre, a outra, mesmo sendo livre não o é para desejar que a fantasia se realize porque causaria sofrimento ao outro e quem vive o amor, a última coisa que desejaria é causar ou ver e sentir o sofrimento do outro.

domingo, 25 de maio de 2008

Doce tentação!


Hummm!....Que doce tentação é esta fusão da fruta com o chocolate...um delicioso indescritível, por vezes inconfessável delírio de prazer!
O chocolate por si só já desperta o prazer, mas quando envolve a fruta, tornando-se sua cobertura, o prazer assume uma dimensão tão grande que transcende a realidade...então se o chocolate acabado de derreter, ainda pingando, torna húmida a fruta aí é um descontrole só...hummm!.....não há auto domínio suficiente que chegue para impedir de cair em tentação... e pegar o voo paraíso!..e uma vez que a tentação foi mais forte, houve voo paraíso, então, um delicioso vício se instala... a simples imagem de um chocolate derretido, ainda pingando é suficiente para desencadear toda a sequência de uma "crise de abstinência", que só termina quando novamente provamos dessa tentadora fusão, embora possa ser disfarçada e trazida a níveis suportáveis pela razão, enquanto se espera a oportunidade de saciar o delicioso vício que se instalou.

Voo Paraíso


O Voo Paraíso acontece quando duas almas se encontram, se complementam, de tal forma a formarem uma só alma completamente unidas.
Como em todos os "voos" pode haver escalas, ou voos diretos.
O paraíso é como um arquipélago formado por várias ilhas paradisíacas, que são os voos com escala, onde atinge-se o paraíso numa dimensão menor, já nos voos directos atinge-se o paraíso em sua maior dimensão.
Os voos diretos são raros, exige uma perfeita sintonia entre as almas que se encontram e se entregam totalmente, sem reservas, medos, máscaras, preocupações, receios, apenas confiam e se abandonam ao sabor do momento e das emoções que forem surgindo.
Os voos diretos são aqueles em que o amor se expressa através do sexo em que o prazer resulta da união dos corpos e dos espíritos, alcançando uma sensação de plenitude, de êxtase, duradoura, que mantém-se gravada nas profundezas do ser que as experimentou. Que basta uma palavra, um cheiro, uma lembrança para que haja voo direto para o paraíso, mesmo que separados pela distância.
Já os voos com escala são aqueles em que o prazer obtido foi através da união dos corpos, sem participação da alma ou do amor propriamente dito, são voos de curta duração, que não ficam gravados no ser.
Convém ressaltar que o voo paraíso não é só o amor sexual ou o sexo que os promove e sim o amor incondicional (podendo ser voo direto ou escalas de acordo com a intensidade, a intenção e o desprendimento):
Quando há um gesto de solidariedade para quem precisa;
Quando se alivia o sofrimento de alguém;
Quando fazemos alguém sorrir;
Quando fazemos alguém feliz;
Quando enxugamos as lágrimas que escorrem pelo rosto de quem está sofrendo;
Quando repartimos com quem pouco ou nada tem;
Quando estendemos a mão a quem está caído no chão;
Quando fazemos companhia a quem está sozinho;
Quando perdoamos as ofensas que nos dirigem;
Quando oferecemos rosas a quem nos oferece espinhos;
Quando somos livres... "sou livre quando sou capaz de amar sem nada exigir em troca";
Quando renunciamos em pró de alguém;
Quando não nos acovardamos diante de uma injustiça;
Quando promovemos a Paz, a harmonia e a concórdia;
Quando somos úteis a alguém;
Em fim quando marcamos a diferença por onde passamos, com pegadas de amor, luz, paz, energia positiva e respeito pelo universo e seus constituintes.
Que o paraíso fique superlotado pelos voos constantemente que vão chegando até ele, pelo espalhar do amor pelo universo.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Alma-gêmea


Alma-gêmea é uma expressão muito utilizada, mas o verdadeiro significado da expressão só é compreendida por aqueles, abençoados, que têm a felicidade de encontrar a sua alma-gêmea, principalmente se estas forem complementares nas versões masculina e feminina, quando isso acontece no plano terreno fortes e variadas emoções acontecem, estabelecendo uma perfeita sintonia, quase não sendo necessário as palavras para se compreenderem, há um encaixe perfeito a todos os níveis: amor, amizade, companherismo, sensual, sexual, intelectual. Estabelece-se uma comunicação em todos os sentidos, gerando uma confiança total e irrestrita, fazendo com que ambos se sintam tão à vontade como se estivessem consigo mesmo, talvez até mais á vontade ainda. A sintonia é de tal forma perfeita, que mesmo separadas na dimensão física conseguem o inacreditável, "fazer amor por telepatia" numa total entrega sem reservas, dando e recebendo prazer, que mesmo depois que deixam de estar sintonizados, os efeitos perduram por algum tempo.
O encontro de duas almas gêmeas complementares gera uma relação muito íntima e forte, com especial carinho, ternura, sensualidade, com respeito, de tal forma que até uma palavra mais vulgar dita, não fere, não magoa e não causa nenhum constrangimento ou vergonha, passado o momento da sintonia.
É uma relação em "mão dupla", um dá o outro recebe, aquele que recebeu dá, e o que deu recebe, inclusive uma troca mútua de prazer, de experiências vividas, sonhadas, ou fantasiadas, uma partilha da vida na sua totalidade, com suas realizações, suas frustrações, seus sonhos e ideais, enfim o dia a dia.
A sintonia entre as almas gêmeas é tão perfeita que mesmo quando estão separados o simples pensamento no outro desencadeia uma maravilhosa onda mágica de energia que conforta, faz companhia, motiva, fortalece, aquece, devolve o sorriso, aplaude e até mesmo causa excitação, de acordo com o momento que é vivido. Rompendo assim, com as barreiras: Do tempo, da distância, tornando-se intemporal, atravessando todas as dimensões do universo.

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Velejando no Furacão Lindo Amor


Velejando no LA o único destino possível é o paraíso do prazer sem limites e sem barreiras, sem medos ou receios, onde corpo e alma se fundem numa entrega total sem reservas ...onde a fantasia se transforma numa mágica realidade e a realidade vira uma doce fantasia, cujo ponto de partida é o sonho.
Passado e presente se misturam, se confundem, não se sabe se tudo partiu da realidade para a fantasia ou se a fantasia foi ao encontro da realidade, não se sabe quem iniciou a união se o corpo ou a alma, se o envolvente corpo ou a envolvida alma, simplesmente tornaram-se uno, numa doce, mas vibrante e enérgica total entrega, gerando uma doce agonia que culmina com o explodir da emoção vinda das profundezas do ser.
Velejar no LA é um fascínio só, mas sentir seu poder, sua força e ao mesmo tempo sua ternura e delicadeza é um completo descontrole...
Como o LA é fascinante e maravilhoso, chega suave, brilhante e envolvente, para depois se tornar num autêntico furacão despertando deliciosas, desconcertantes, fortes e inquietantes sensações, as mais profundas que existem no ser. Tão intensas que, mesmo depois que o furacão serenou, permitindo que o corpo e a alma deixassem de ser o universo uno, de até minutos atrás, para voltarem a ser os dois mundos distintos, permanecem por muito mais tempo , como se essa união ainda existisse.
Encerrando assim, uma misteriosa sintonia, um despertar de emoções vividas juntas pelos dois mundos no paraíso, embora separados pelo horizonte da realidade.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Um carinho faz toda a diferença....


Um gesto de carinho faz toda a diferença...
Quando estamos com o coração apertado de dor, sofrimento ou tristeza e um amigo chega e diz "sinto você triste..." se despede com "um beijo no seu coração" e depois volta e diz "voltei para ver se você quer companhia" disponibilizando seu tempo (apesar de ter o tempo muito preenchido ainda encontra tempo para ser atencioso e carinhoso) de imediato o coração sente-se reconfortado e acarinhado de tal forma que a tristeza, a dor e o sofrimento tornam-se mais suportável.
Como é gostoso receber um gesto de carinho e atenção a qualquer momento, mas quando estamos com nuvens negras no nosso horizonte esse gesto torna-se amplificado, assume uma magnitude tal que vemos raios de sol despontando no horizonte, simultaneamente um prece surge dentro de nós para que esse amigo seja abençoado por Deus, que encontre a felicidade por onde andar e agradecemos porque temos diante de nós um ser maravilhoso, que nos faz companhia, que nos dá um abraço, ou um delicioso "beijo no coração" ou qualquer gesto de carinho e ternura, que faz nosso coração transbordar de alegria, embora antes estivesse "apertadinho" pela tristeza, dor ou sofrimento.
Um brinde a esse ser humano magnífico que com seu carinho faz toda a diferença!

domingo, 11 de maio de 2008

A magia do amor está nas suas mãos....


Acreditar na magia do amor, está nas suas mãos....
Depende exclusivamente de você, na forma como você vê, sente, ou se permite sentir, o amor, que para muitos não passa de ilusão, inclusive já foi descrito em outra oportunidade, dessa forma.
Se você se entregar a esse sentimento sem reservas, incondicionalmente, verá que o impossível se torna possível, o inimaginário passa a ser possível, tudo pode ser realizado e alcançado, basta você acreditar no que sente, sem questionar se é real, sendo tão fantástico e incrível do que ele é capaz: romper a barreira do tempo, da distância, ultrapassar a dimensão física, ser conduzido no universo e alcançar outro mundo para além do horizonte.
Cada vez que se permitir viver o amor um raio de sol brilha no horizonte preenchendo todo universo com um brilho que ofusca toda e qualquer trevas que possam surgir. É acordar com a sensação que esteve com quem se ama, mesmo que estejamos separados por muitos Km de distância. É sentir que o outro precisa de ajuda e ir ao seu encontro sem que ele peça. É sentir quando o outro não está bem, mesmo que afirme o contrário. É fazer com que o outro se sinta feliz e não procurar ser feliz no outro, é pensar "o que eu posso fazer para que ele seja feliz?" Sentir-se feliz porque o outro está feliz. É sentir-se feliz simplesmente porque o outro existe! Esse é o milagre do amor: Ser feliz por sentir o outro feliz!
Mas cuidado, se amor de menos faz mal, amor desmedido também faz mal e perde toda a sua essência, porque acaba sendo sufocante, exigente, passa a fazer cobranças absurdas, gerando incertezas, desconfianças, dúvidas, erros de interpretação, que vão minando e enfraquecendo -o.
A seguir as várias vertentes do amor retiradas de um "slide" recebido por mail
Vida=> Amor existencial
Razão=> Amor ponderado
Estudo => Amor que analisa
Ciência => Amor que investiga
Filosofia => Amor que pensa
Religião= Amor que busca Deus
Verdade=> Amor que se eterniza
Ideal=> Amor que se eleva
Fé=> Amor que se transcende
Esperança= é o Amor que sonha
Caridade => é o Amor que auxilia
Fraternidade => Amor que se expande
Sacrifício => Amor que se esforça
Renúncia=> Amor que se depura
Simpatia => Amor que sorri
Trabalho=> é o Amor que constrói
Indiferença=> é o Amor que se esconde
Desespero =>Amor que se desgoverna
Paixão =>Amor que se desequelibra
Ciúmes => Amor que se desvaira
Orgulho => Amor que enlouquece
Sensualismo => Amor que se envenena
Ódio => Amor que adoeceu gravemente - Francisco Xavier
Há que não esquecer que:
O amor é compreensão, é tolerância, é paciência, é perdão, é renúncia, é sinceridade, é confiança total e absoluta, é harmonia, é equilíbrio, é saber esperar o momento certo e tal como a plantinha, precisa ser regado, renovado, adubado para continuar se desenvolvendo até se tornar uno com o universo, tornando indivisível o Criador e sua criação ou o Artista e sua obra de arte, porque o homem, criado por Deus, é uma obra de arte inacabada, com o livre arbítrio de decidir como acabá-la, nesta dimensão da vida terrena

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Um novo mundo dentro de nós


Um novo mundo dentro de nós começa. quando somos envolvidos pelo furacão L indo Amor e nos deixamos conduzir no tapete mágico das emoções que nos invadem...
Tudo que de melhor existe dentro de nós é libertado, os sonhos adquirem forma, as fantasias transformam-se uma atrás da outra, os desejos são realizados. Vislumbra-se um mundo onde tudo é possível inclusive alcançar a lua ou tocar nas estrelas. Sem limites, barreiras ou reservas.
Nesta viajem maravilhosa flutua-se, ao invés de caminhar, há a partilha de sonhos, num diálogo mudo, que a razão desconhece, mas que o coração sente e entende, respondendo de forma acelerada, batendo mais forte, acelerando a respiração, como se fosse explodir dentro do peito, fazendo com que o corpo também se manifeste, totalmente sincronizado com esse ritmo descompassado, para depois serenar e com um suspiro profundo assumir um estado sublime de plenitude.
O regresso dessa viajem maravilhosa pode ser suave ou sereno, como pode ser brusco, turbulento dependendo da realidade que virá pela frente, seja como for o regressar é difícil, mas necessário para que a vida continue o seu curso normal, porém várias certezas ficam:
1-Essa viajem maravilhosa é única, embora possa ocorrer tantas vezes quanto o ser desejar e o momento assim se propiciar, mas cada viajem será sempre única, porque cada momento é único que não se repete.
2-Para alcançar o estado sublime de plenitude há que se entregar com o espírito aberto e receptivo ao sabor do momento e das sensações que dele advém, sem que haja interferência da razão, do pensamento lógico e crítico , apenas deixar-se levar....
3-Nenhum raciocínio lógico ou crítico apagará as marcas deixadas por essa maravilhosa viajem, nem a mais dura das realidades conseguirá eliminá-la do interior, muito pelo contrário, por ser tão maravilhosa essa viajem acaba por suavizar até a pior das realidades, embora sem interferir diretamente com a ela, indiretamente sim, porque há uma mudança dentro do interior que se reflete na realidade, de forma a torná-la com um colorido diferente e ás vezes acaba por tornar essa realidade menos dramática, mais suportável, quando esta nos sufoca.
4- Existem muitos mundos dentro de uma mesma pessoa, um desses mundos é o da fantasia, outro dos sonhos, estes dois comandados pela emoção, guiados pela imaginação, tendo como ponto de partida o amor, o desejo, a vontade de alcançar a felicidade e de encontrar-se consigo mesmo, através do encontro com o outro, mesmo que seja virtual, onde pode apresentar-se despido diante de si mesmo e do outro, exatamente como é, sem máscaras, sem enfeites, sem complexos, rompendo com todas as correntes que o impedem de ser livre.
Sem esses 2 mundos o ser humano perde-se na realidade que ele próprio criou, sem motivação ou força para modificá-la, deixando, por vezes sufocar-se ou ser engolido sem nada fazer, porque não conseguiu superar a si mesmo, ou aos seus medos, receios, culpas, inseguranças, mágoas ou frustrações. Tudo isso porque não ousou sonhar e muito menos entregar-se ao sonho , nem tão pouco conseguiu desfrutar dessa maravilhosa e mágica viajem, porque simplesmente não se entregou ao momento...
5-Felizes aqueles que desfrutam dessa maravilhosa e mágica viajem!