Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Escrita ..pensamentos e ensinamentos através do tempo

A linguagem escrita é uma forma de perpetuar os pensamentos e ensinamentos através dos tempos e tornar imortal os seus autores. Recordando ou pesquisando nos recônditos da linguagem escrita ou da literatura, existem 3 formas de redação: Descrição, narração e dissertação. Destes a narração é um dos gêneros literários mais fecundos. Entre os tipos de textos mais conhecidos, estão o Romance, a Novela, o Conto, a Crônica, a Fábula, a Parábola, o Apólogo,a Lenda, entre outros. O principal objetivo do texto narrativo é contar algum fato. E o segundo principal objetivo é que esse fato sirva como informação, aprendizado ou entretenimento. Se o texto narrativo não consegue atingir seus objetivos perde todo o seu valor. A narração, portanto, visa sempre um receptor.
Segundo Aristóteles a literatura é dividida em 3 categorias:
1- Lírica (apresentam um mundo interior, ou subjectivo (o mundo exterior é apresentado pelos olhos do poeta); centram-se em torno do "eu"; têm uma função emotiva). è muitas vezes descrita em Verso (é o nome dado a cada linha que compõe um poema ou uma composição poética. O conjunto de versos que constituem uma unidade gráfica recebe o nome de estrofe, sendo que um texto lírico pode ter um número muito variado tanto de estrofes como de versos por estrofe. Geralmente, uma estrofe apresenta uma ideia ou um sentido completo, mas esta regra pode ser quebrada para produzir efeitos estilísticos.). De acordo com o número de versos que as constituem, as estrofes podem ser: monóstico - um verso;dístico - dois versos; terceto - três versos; quadra - quatro versos quintilha - cinco versos; sextilha - seis versos; sétima - sete versos, oitava - oito versos; nona -nove versos; décima - dez versos.
Os gêneros líricos são: Balada (origem medieval, era um poema acompanhado por música, cantado durante os bailes e festas); Canção (origem medieval: destinado ao canto, era um poema de tom lírico e erudito na época trovadoresca. Na época Renascentista, adopta novas normas de versificação e é usada preferencialmente para temas amorosos. Depois do século XV, torna-se um poema simples, usado igualmente para temas morais e heróicos. Normalmente, a canção é composta por: introdução - apresenta o espaço e o tempo em torno do sujeito lírico texto -desenvolvimento do assunto cabo ou finda - conclusão e dedicação da canção a uma personalidade. De acordo com o assunto, pode ser chamada: canção amorosa (ou cantiga de amigo e cantiga de amor) canção filosófica canção patriótica canção satírica (ou cantiga de escárnio e mal-dizer) Cantata - quando a canção se debruça sobre um assunto elevado
Madrigal - quando a canção exprime um galanteio); Écloga (Poema sobre a vida dos pastores e sobre o campo, tendo como cenário uma Natureza idealizada. Género originário da Antiguidade Clássica);Elegia (Poema que exprime sentimentos tristes, normalmente causados por acontecimentos como a morte, a prisão, o exílio ou a guerra); Esparsa (pequeno poema medieval de tom melancólico e enigmático. Desenvolve directamente o assunto abordado); Hino (celebra uma divindade, uma nação, uma personalidade ou acontecimento extraordinários, ou um ideal relioso, cívico ou patriótico. Geralmente, é cantado, não recitado); Ode (oriunda da Grécia, começou por referir qualquer tipo de canto, alegre ou triste. Por volta do século VII a.C., passou a designar uma composição subjectiva, que cantava os sentimentos do sujeito lírico.
Píndaro, no século VI a.C., usou a Ode para cantar as vitórias atléticas dos festivais, as quais serviam de motivo para o verdadeiro objectivo: exaltar os valores morais, os valores da poesia, etc. Escrita em estilo elevado, é utilizada para temas como: louvor de cidadãos ou eventos públicos;prazeres da vida; Encantos da vida rústica; Reflexões morais e filosóficas
Tipicamente, é composta por: estrofe, antístrofe e epodo; Quadra Popular ( a forma lírica mais comum entre o povo; foi também utilizada por poetas de renome. Composta por 4 versos de sete sílabas (redondilha maior), a rima surge geralmente no 2º verso e 4º versos, sendo os outros dois versos brancos (sem rima). A quadra popular pode ser composta por uma única estrofe ou por várias); Sextina (de origem medieval (trovadoresca). Possui uma forma complexa de seis estrofes de seis versos e com a repetição de determinadas palavras de estrofe para estrofe); Soneto (de origem italiana, na época Renascentista, desenvolveu duas formas distintas: Soneto Italiano - composto por 14 versos (decassilábicos) distribuídos por duas quadras e dois tercetos.
Soneto Inglês - composto por 14 versos distribuídos por três quadras e um dístico); Vilancete (forma poética própria para canto. Constituído por: mote - dois ou mais versos que serviam de tema para a composição do poema,voltas - estrofes que constituem o corpo, ou desenvolvimento, do poema)

2- Épica/narrativa ( Os textos que... apresentam um mundo exterior e objectivo centram-se em torno de "ele", "ela", "eles" e "elas" têm uma função referencial ou informativa)
Há dois tipos de narrativa: a narrativa de ficção e a narrativa de factos
Os gêneros narrativos são
*Epopeia (A epopeia é, basicamente, uma narrativa em verso. O seu objectivo é exaltar a grandeza e a glória de actos, eventos e personagens, pelo que recorre a um estilo elevado, com recurso a abundantes figuras de estilo. Obedece ainda a um cânone (conjunto de regras) rígido, a que também se chamam poemas épicos, é talvez um dos mais antigos, tendo raízes anteriores à escrita. As mais famosas epopeias incluem: Ilíada - composta por Homero, narra o desfecho da Guerra de Tróia. Odisseia - composta por Homero, narra as aventuras do herói Ulisses no seu regresso a casa, depois da Guerra de Tróia. Eneida - composta por Virgílio, narra a fundação de Roma pelo herói Eneias. Os Lusíadas - composta por Luís Vaz de Camões, narra a história de Portugal e a primeira viagem à Índia.
*Ficção (novelas, romance, contos)
*Alegóricos (Fábulas, parábolas, Apólogo)=> é constituído por narrativas metafóricas com um objectivo moral e didáctico, podendo surgir em forma de prosa ou poesia.
* Crônicas=> A palavra "crónica" deriva do radical grego "chrónos", tempo, e, naturalmente, designa uma forma narrativa de natureza historiográfica
3-Drama (Os textos que... apresentam um mundo exterior e objectivo centram-se em torno do "tu"; têm uma função apelativa)
http://criarmundos.do.sapo.pt/Literatura/pesquisabasesliteratura025.html

Como a linguagem/literatura é complexa, porém de uma profunda beleza e riqueza, porque nas entrelinhas pode-se ler o que vai na alma de quem escreve.

Nenhum comentário: