Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Coeficiente Espiritual...a 3ª inteligência!

Coeficiente espiritual (QS), um conceito novo, vem complementar o Coeficiente Emocional (QE) este já mais conhecido e o tradicional e velhinho QI presente em tantos exames psicológicos, que está sendo desenvolvido entre os executivos e empresários:

“Estamos recordando quem somos. Mas ainda falta percorremos o caminho que nos leva a Ser .” (recebida por correio eletrônico)

Dana Zohar (física e filósofa americanapela Universidade Harvard, com pós-graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT) no seu livro "QS-Inteligência Espiritual" revela a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas, tornando-as mais criativas, manifestado pela necessidade de encontrar um significado para a vida. Sua pesquisa está voltada para o chamado "ponto de Deus" no cérebro (uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experiência espiritual das pessoas). "A inteligência espiritual colectiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos em uma cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual", segundo afirmou Dana.

Dana entrevistada pela EXAME em Porto Alegre durante o 300 Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suíça, em 1971, que representa 1 milhão de especialistas em treinamento em todo o mundo. Eis os principais trechos da entrevista:
O que é inteligência espiritual?
É uma terceira inteligência, que coloca nossos actos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efectivos. Ter alto quociente espiritual (QS) implica ser capaz de usar o espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentido, adequado senso de finalidade e direcção pessoal. O QS aumenta nossos horizontes e nos torna mais criativos. É uma inteligência que nos impulsiona. É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor. O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida. É ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas acções.
Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afectado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional. Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual.
Qual a diferença entre QE e QS?
É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação. A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular. Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afectam minha emoção e como eu reajo a isso. A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.
No início do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana. Só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um génio se não soubesse lidar com as emoções. A ciência começa o novo milénio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual. Ela nos ajudaria a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.
Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:
1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo
2. São levadas por valores. São idealistas
3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade
4. São holísticas
5. Celebram a diversidade
6. Têm independência
7. Perguntam sempre "por quê?"
8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo
9. Têm espontaneidade
10.Têm compaixão

O QS distingue-se do QI e do QE pela capacidade de transformação. O QI basicamente é responsável pela resolução de problemas lógicos. O QE permite avaliar situações em que nos encontramos e encontrar um comportamento em consonância. O QS permite-nos perguntar se queremos estar numa determinada situação e poderá motivar-nos a criar uma outra diferente. Apesar da conotação que o nome carrega, o QS tem pouca relação com a religião formal. Ateístas e humanistas poderão ter um elevado QS, enquanto um religioso convicto e activo poderá não o ter. http://povodebaha.blogspot.com/2004/07/inteligncia-espiritual.html

Os pesquisadores atuais, como o antropólogo Stephen Jay Gould, autor de A má medida do homem, e Howard Gardner, professor na Universidade de Harvard e autor do livro Formas de inteligência, afirmam que o teste de QI mede apenas um tipo, a inteligência lógica.
Segundo eles, existiriam várias outras formas de inteligência: a musical, a literária, a espacial e a do corpo, que não são medidas pelo teste do QI. Isso explicaria por que pessoas com baixos resultados no QI são, no entanto, extremamente bem-sucedidas.
Gardner vai mais longe: cada um de nós possui, em grau maior ou menor, vários tipos de inteligência. Para ele, há inteligências inatas, geneticamente adquiridas, mas que dependem da experiência de vida para se desenvolver. Se Mozart tinha uma aptidão inata para a música, o fato é que ele também tinha um pai músico e uma mãe música.
A inteligência pode ser definida como a capacidade mental de raciocinar, planejar, resolver problemas, abstrair idéias, compreender idéias e linguagens e aprender...a criatividade, a personalidade, o caráter ou a sabedoria...
Existem vários tipos de inteligência...
...Lógico-matemática - abrange a capacidade de analisar problemas, operações matemáticas e questões científicas. Medida por testes de QI, é mais desenvolvida em matemáticos, engenheiros e cientistas, por exemplo.
..Linguística - caracteriza-se pela maior sensibilidade para a língua falada e escrita. Também medida por testes de QI, é predominante em oradores, escritor e poetas.
...Espacial - expressa-se pela capacidade de compreender o mundo visual de modo minucioso. É mais desenvolvida em arquitetos, desenhistas e escultores.
...Musical - expressa-se através da habilidade para tocar, compor e apreciar padrões musicais, sendo mais forte em músicos, compositores e dançarinos.
...Físico-cinestésica - traduz-se na maior capacidade de utilizar o corpo para a dança e os esportes. É mais desenvolvida em mímicos, dançarinos e desportistas, por exemplo.
...Intrapessoal - expressa na capacidade de se conhecer, estando mais desenvolvida em escritores, psicoterapeutas e conselheiros.
...Interpessoal - é uma habilidade de entender as intenções, motivações e desejos dos outros. Encontra-se mais desenvolvida em políticos, religiosos e professores.
...Naturalista - traduz-se na sensibilidade para compreender e organizar os fenômenos e padrões da natureza. É característica de paisagistas, arquitetos e mateiros, por exemplo. (Esta última criada e desenvolvida por CAMPBELL e não por Gardner)... geralmente, quem se dá bem nisso são os paisagistas, biólogos
...Espiritual: Ter alto coeficiente espiritual (QS) significa ser capaz de usar a nossa componente espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentido, adequado senso de finalidade e direção pessoal. Incrementar o nosso QS implica aumentar os nossos horizontes e tornarmo-nos mais criativos. É algo que nos impulsiona para abordarmos e solucionamos os problemas de sentido e valor. O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida. É ele que usamos para desenvolver os valores éticos e crenças que vão nortear as nossas ações ao longo de toda a nossa vida.http://mdiversidades.blogspot.com/2009/01/voc-acredita-no-teste-de-qi.html

Para saber o tipo de inteligência basta um click:

3 comentários:

Pedro disse...

Olá Céu! Bem disposta?

Com este novo tema lançado no seu blog a Céu introduziu o QS (quoeficiente espiritual) - a terceira inteligência humana - como novo “portal” da esfera humana. :) E assim, eu aproveito o contexto e “entro em palco” para desferir no tema um leque de novas (seis) perguntas, novas dúvidas para tentar perceber as possíveis novas entradas de horizontes que venham a jorrar luz sobre a natureza humana em si. Assim sendo:

1 . O QS terá alguma relação mais incidente nos indivíduos que praticam “doutrinas alternativas” como o yoga e o reiki?
2. Da mesma forma que existem o QI e o QE e os seus respectivos testes de medição, também se pode encontrar testes para medir QS? (Por acaso já fui visitar uma página Web que permitia um desses testes, mas gostava de ver mais; será que existe?; a propósito, o seu último link, no seu texto, penso que não está a funcionar).
3. Existe alguma eventual ligação do QS com o mundo onírico dos sonhos ou do subconsciente?
4. O QS tem alguma ligação ao conceito de sexto sentido?
5. O QS tem peso na influência de indivíduos pessimistas? (Segundo o seu texto, o Qs tem influência em pessoas positivas que têm uma boa noção da suas orientações de vida).
6. Existe(m) forma(s) de se desenvolver um pouco mais o Qs nos indivíduos que não são inatos?


Peço desculpa "bombardear" o seu texto com estas dúvidas, mas penso que faz parte da minha natureza assim proceder. (Boa desculpa, não é? ;) )

Beijinhos

Pedro

Céu disse...

Obrigada Pedro por suas perguntas, como é um tema novo para mim, estou tentando elaborar as respostas de forma a poder atender às sua expectativas, por isso responderei em outro momento.
Um abraço

Céu disse...

Pedro, ainda estou buscando fundamentos para poder responder às suas perguntas, nessa busca encontrei isto que pode responder a 6ª pergunta:Atitudes para Desenvolvimento da Terceira Inteligência, como é extenso, vou fazer um Post novo.
Um abraço