Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

segunda-feira, 20 de julho de 2009

O Homem na Lua..."Um grande passo para a Humanidade"


Década de sessenta do século e milênio passado, uma década importante, para além de ter surgido um ser humano fantástico, um amigo fascinante e de fatos marcantes terem ocorrido, tem um de particular relevo para a Humanidade:

O Homem pisou na Lua (Satélite natural do Planeta Azul) distante a 380 000 km da Terra e tem um raio de 1700 km, que é praticamente um quarto do raio da Terra. O primeiro astronauta a caminhar na Lua, o norte-americano Neil Armstrong, fê-lo em 20 de Julho de 1969, um dia histórico para a Humanidade, onde disse : "Este é um pequeno passo para o Homem, mas um grande passo para a Humanidade”. Os astronautas que foram à Lua demoraram cerca de 4 dias a chegar lá. Mas a luz do Sol (corpo luminoso) reflectida na Lua (corpo iluminado) demora só cerca de um segundo a chegar à Terra. Essa luz é o que chamaos luar.
Como este ano é o Ano consagrado à Astronomia, um pouquinho de geometria espacial e teoria se impõe:
1- Comparação entre raio, massa, distância à Terra, período de rotação e translação da Terra e dosoutros astros Sol e Lua
Raio /Massa/ Distância à Terra/ Período de rotação /Período de translação
Terra/ 6400 km/ 6,0 x 1024 kg /0 km 24 h /1 ano
Lua/ 1700 km /7,3 x 1022 kg /384 000 km/ 27,3 h/ 27,3 h
Sol /700000 km/ 2,0 x 1030 kg /150 x 106 km /30 dias /2 ,2 x 107 anos

2- Fases da Lua (posição relativa do Sol, da Terra e da Lua)
A Lua é um corpo iluminado pela luz do Sol. A porção da Lua que vemos iluminada chama-se fase. O intervalo de tempo entre duas fases da Lua iguais e consecutivas é designado por lunação. A duração de uma lunação é de 29 dias, 12 horas e 44 minutos (cerca de 29,5 dias).

A Lua apresenta diferentes aspectos ou fases quando vista da Terra:


*Lua Cheia (um "disco cheio")=>Quando esses três astros estão em linha e a Terra está entre o Sol e a Lua. (100% iluminada). Passados 15 dias depois da Lua Nova, a Lua e o Sol, vistos da Terra, estão em direcções opostas, separados de aproximadamente 180°. Num certo momento, a face visível está 100% iluminada. É a Lua Cheia! “Nasce”, aproximadamente, às 18 horas e “põe-se” às 6 horas do dia seguinte. Nesse dia termina a fase crescente. No dia seguinte começa o período minguante.

*Quarto Minguante ( um "C"=50% iluminada; para fixar melhor: Minguante significa Decrescente, o contrário de crescente; porque segundo dizem: "A Lua é mentirosa")=> Posição intermédia entre a Lua Cheia e a Lua Nova. A Lua está aproximadamente 90° a oeste do Sol. Neste dia, o aspecto da Lua é de um semicírculo voltado para o Leste, também 50% iluminado num certo instante. A Lua “nasce” à meia-noite e “põe-se” ao meio-dia, aproximadamente. Permanece assim no seu período minguante, que se estenderá até a próxima lua nova
*Lua Nova (um "disco escuro"=0% iluminada) =Quando esses três astros estão em linha e a Lua está entre o Sol e a Terra. ocorre quando o hemisfério voltado para a Terra não recebe nenhuma luz (0%) do Sol, pois os dois astros estão na mesma direcção. “Nasce”, aproximadamente, às 6 horas e “põe-se” aproximadamente às 18 horas. No dia seguinte começa o período crescente da Lua, aparecendo no céu cada dia uma porção maior da sua face iluminada
*Quarto Crescente (um "D"= 50% iluminada)=> Posição intermédia entre a Lua Nova e a Lua Cheia. Cerca de 7 dias e meio depois da Lua Nova, a Lua e Sol, vistos da Terra, estão separados de aproximadamente 90°. O seu aspecto é o de um semicírculo voltado para o Oeste, 50% iluminado pelo Sol. É o Quarto Crescente. “Nasce”, aproximadamente, às 12 horas e “põe-se” às 0 horas. A Lua ainda está no seu período crescente, por isso, no dia seguinte vemos no céu mais que um quarto da Lua


3- Eclipse do Sol


Existe um eclipse do Sol quando a Lua está exactamente entre o Sol e a Terra, de modo que a luz do Sol aparece tapada em alguns lugares da Terra. O eclipse total do Sol só se observa numa zona limitada da Terra e dura só alguns minutos. De dia fica então de noite... Então cabe uma pergunta:


"Porque é que não há sempre um eclipse todos os meses, quando há Lua Nova?
Porque o plano da órbita da Lua em volta da Terra não é o mesmo que o plano da órbita da Terra em volta do Sol... Só há alinhamento dos três astros em certas ocasiões, que os astrónomos prevêem com precisão.




No dia 11/8/1999 ocorreu o eclipse total do sol (último do milênio) só visualizado na Europa e Norte de Africa, um espetáculo maravilhoso, mágico, fascinante mas ao mesmo tempo inquietador por gerar uma sensação de fragilidade, vulnerabilidade, de pequenez perante o Universo. Foi um momento de interação íntima e única com o Universo, a temperatura ficou reduzida por minutos, um frio polar, o mesmo frio que se sente quando se passa entre dois blocos de neve, era um frio até agradável, sem necessidade de recorrer a agasalho. Em termos visuais foi deslumbrante, como se observássemos as 4 fases da Lua em breves segundos.


No dia 22/7/2009 ocorreu outro eclipse total, só visualizado na India e na China, o maior do século XXI. 20 anos depois de ter ocorrido o último eclipse total do miênio passado.

4- Método para determinar a distância Terra-Lua
Utiliza-se a medida direta do tamanho angular da Lua. O tamanho angular médio da Lua no céu é de 0,5º. Considerando na figura abaixo, R sendo o raio da Lua, D a distância Terra-Lua e alfa metade do tamanho angular da Lua.
No triângulo da figura, o ângulo formado por R e D é reto (vale 90 graus). Para este tipo de triângulos (chamados triângulos retângulos) a razão entre o lado em frente ao ângulo alfa e o lado superior reflete uma propriedade do ângulo que permitiu Aristarco estimar a distância D.Em 1969 os astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin, integrantes da missão Apollo 11, instalaram no Mar da Tranqüilidade, um espelho para refletir a luz de um laser emitida da Terra e determinar com precisão a distância média entre os dois astros. O valor médio aceito hoje é cerca de 385,000 km.
Oito anos antes, a 12 de Abril de 1961, Yuri Gagarin tinha feito o primeiro vôo orbital no espaço, a bordo da Vostok I. Ficou famosa a frase que disse "a Terra é azul e eu não vi Deus".

5- Calendário Lunar (2009) e as tarefas ou ações que cada fase lunar propicia:

* Lua Nova
Agora chegou o momento de juntar forças e trabalhar em grupo, pesquisar, organizar-se, tomar decisões afetivas ou de trabalho. Fase ideal para meditar e reavaliar a si mesmo ou uma situação pendente. Tempo de organizar-se e traçar estratégias e planos de ação. O momento não é propício para divulgação de novas idéias. Os segredos estão preservados nesta fase. Ideal para reflexos, tinturas e permanente de cabelo.
26 de janeiro a 02 de fevereiro 25 de fevereiro a 04 de março 26 de março a 02 de abril
25 de abril a 01 de maio 24 a 31 de maio 22 a 29 de junho
22 a 28 de julho 20 a 27 de agosto 18 a 26 de setembro
18 a 26 de outubro 16 a 24 de novembro 16 a 24 de dezembro

*Lua Crescente
Período adequado para dar início a algo novo, fazer viagens, cursos, escrever, empreendimentos, lançar produtos novos, atividade física, reciclagem de projetos e opiniões. Indicado para tratamentos de acupuntura e corte de cabelo, na lua crescente ativa o crescimento. A Lua não é boa para começar dietas rigorosas.
04 a 11 de janeiro 02 a 09 de fevereiro 04 a 11 de março
02 a 09 de abril 01 a 09 de maio 31 de maio a 07 de junho
29 de junho a 07 de julho 28 de julho a 06 de agosto 27 de agosto a 04 de setembro
26 de setembro a 04 de outubro
26 de outubro a 02 de novembro 24 de novembro a 02 de dezembro 24 a 31 de dezembro

*Lua Cheia
Boa ocasião para resolver dificuldades de convívios familiares e amorosos, mudar de emprego ou de residência. Favorecido todo movimento de mostrar suas idéias e se empenhar em coisas difíceis. Especialmente indicado para pedidos ao Universo e exercícios de poder mágico. Cuidado com o que diz, pois nada ficará em segredo ou a salvo de muitos comentários. Indicado para hidratação de pele e corte de cabelo para ganhar volume. Ótimo para colheita de plantas medicinais e frutos. Desaconselhado para cirurgias abertas.
11 a 18 de janeiro 09 a 16 de fevereiro 11 a 18 de março
09 a 17 de abril 09 a 17 de maio 07 a 15 de junho
07 a 15 de julho 06 a 13 de agosto 04 a 12 de setembro
04 a 11 de outubro 02 a 09 de novembro 02 a 09 de dezembro

*Lua Minguante
Nestes dias aproveite para livrar-se daquilo que não precisa mais, fazer limpeza doméstica, para finalizar tarefas começadas, para resolver assuntos pendentes, estar com seus filhos ou família. Tratamentos de saúde, regimes e cirurgias podem ser feitos agora. Corte anti-queda de cabelos para que se fortaleçam. Tratamentos de acupuntura não devem ser feitos agora.
18 a 26 de janeiro 16 a 25 de fevereiro 18 a 26 de março
17 a 25 de abril 17 a 24 de maio 15 a 22 de junho
15 a 22 de julho 13 a 20 de agosto 12 a 18 de setembro
11 a 18 de outubro 09 a 16 de novembro 09 a 16 de dezembro

A Lua, assim como as estrelas, sempre foi muito observada quer por cientistas, quer por leigos. Muito falada, descrita em verso, em prosa, em poesia ou em teses científicas. É testemunha dos mais incríveis, fantásticos e escaldantes romances que ocorrem na face da Terra .É por isso mesmo, musa inspiradora dos românticos apaixonados, dos músicos (o hino da Marinha brasileira começa assim "Qual cisne branco que em noite de lua Vai deslizando num lago azul.O meu navio também flutua Nos verdes mares de Norte a Sul...) ou dos escritores, como Carlos Drumond de Andrade:
Homem; As Viagens
O homem, bicho da terra tão pequeno

Chateia-se na terra
Lugar de muita miséria e pouca diversão,
Faz um foguete, uma cápsula, um módulo
Toca para a lua
Desce cauteloso na lua
Pisa na lua
Planta bandeirola na lua
Experimenta a lua
Coloniza a luaCiviliza a lua
Humaniza a lua.
Lua humanizada: tão igual à terra.
O homem chateia-se na lua.
Vamos para marte — ordena a suas máquinas.Elas obedecem, o homem desce em marte
Pisa em marte
Experimenta
Coloniza
Civiliza
Humaniza marte com engenho e arte.
Marte humanizado, que lugar quadrado.Vamos a outra parte?Claro — diz o engenho
Sofisticado e dócil.Vamos a vênus.O homem põe o pé em vênus,
Vê o visto — é isto?
IdemIdem
Idem.
O homem funde a cuca se não for a júpiter
Proclamar justiça junto com injustiça
Repetir a fossa
Repetir o inquieto
Repetitório.Outros planetas restam para outras colônias.O espaço todo vira terra-a-terra.
O homem chega ao sol ou dá uma volta
Só para tever?Não-vê que ele inventa
Roupa insiderável de viver no sol.
Põe o pé e:Mas que chato é o sol, falso touro
Espanhol domado.
Restam outros sistemas fora
Do solar a col-Onizar.
Ao acabarem todos
Só resta ao homem(estará equipado?)A dificílima dangerosíssima viagem
De si a si mesmo:Pôr o pé no chão
Do seu coração
Experimentar
Colonizar
Civilizar
Humanizar
O homemDescobrindo em suas próprias inexploradas entranhas
A perene, insuspeitada alegria
De con-viver.

2 comentários:

Pedro disse...

Olá Céu! Bem disposta?

Lua:

Astro natural desprovido de luz própria. Cúmplice das condições propensas ao equilíbrio estável do movimento de rotação e translação do planeta Terra; é a responsável pela “inspiração” do mar em encher-se de mais água nas suas marés e vazar-se novamente;

Pódio lunar, onde o Homem se atreve a superar-se a si próprio;

Silhueta das noite esotéricas, deixando-se vendar pela penumbra da Planeta Azul, ocultando-se em misticismo a alguns povos da Terra;

Favo de mel, (ou jorro de luz reflectida), é adornada pela luz das “pequenas” estrelas e inspira saudades aos amantes que escrevem nas linhas pautadas e invisíveis do amor, os sentimentos que lhes brotam na alma;

Auréola de prata dourada que já me fez andar na “lua”, orbitando-me ideias e argumentos com os quais escrevi alguns dos meus poemas e textos afin...

Beijinhos

Pedro

Céu disse...

Obrigada Pedro pelo seu comentário em forma de poema. Espetacular. Parabéns.
Deveria compartilhar mais esse seu talento
Um abraço.