Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

sábado, 23 de outubro de 2010

Votar com consciência ...um acto de cidadania e democracia

Aproxima-se um dia importante: O dia de eleição, segunda volta, para o Presidente da República do Brasil .
Votar com consciência é um ato de cidadania, de democracia, embora no Brasil sejamos obrigados a exercer o nosso direito . Independentemente de ser um ato obrigatório, votar para eleger um candidato à presidência de um país é um ato muito importante, se assim não considerasse não faria tantos km embaixo de uma forte tempestade de chuva e vento, com visibilidade muito reduzida na estrada, como ocorreu no dia 3/10/2010, na primeira volta das eleições.
Quando entregamos o título e o nosso nome é encontrado na listagem surge a grata sensação de sermos importantes, fazermos parte e contarmos para o Brasil, nossa Pátria amada! Com orgulho primimos a tecla que valida o nosso voto, através de uma moderna, quiçá pioneira, tecnologia avançada, o voto eletrônico.
Por ser importante o voto requer que haja consciência política, embora para os políticos desonestos, quanto mais ignorante o povo for melhor, porque é facilmente manipulado, deixa-se levar pela comunicação social ( nem sempre imparcial, justa, verdadeira e isenta), muitas vezes vende o seu precioso voto por ninharia ou por um benefício ilusório, ou ainda, para anarquizar, protestar ou ridicularizar com a situação votam em pessoas despreparadas, embora populares, desconhecendo ou não levando em consideração:
1-O quociente eleitoral: Determina-se o quociente eleitoral dividindo-se o número de votos válidos apurados pelo de lugares a preencher em cada circunscrição eleitoral, desprezada a fração se igual ou inferior a meio, equivalente a um, se superior=> Qe = nº de votos válidos/Cadiras a serem preenchidas (Código Eleitoral, art. 106).
2- O quociente partidário: Determina-se para cada partido ou coligação o quociente partidário, dividindo-se pelo quociente eleitoral o número de votos válidos dados sob a mesma legenda ou coligação de legendas, desprezada a fração=> Qp = Número de votos do partido/Qe (Código Eleitoral, art. 107).

Esse sistema proporcional faz com que candidatos menos votados sejam eleitos no lugar de outros que tiveram muito mais votos (isso no caso dos deputados federais e estaduais)
Como ilustração, em forma de "Charge", pode ser visto em:
que sintetiza numa frase o que é o quociente eleitoral, quando não há consciência política: "você vota no palhaço e elege o marginal"
Que seja um resultado justo e o melhor para o País! E será... se cada voto for ditado por uma consciência política que visa, dar continuidade ao já alcançado desenvolvimento do nosso país, de forma a conseguir que se torne uma das maiores, quem sabe a maior, potência político-econômica, tecnológica e social do mundo!

2 comentários:

Eu disse...

Blog muito interessante parabens...

Céu disse...

Obrigada "Eu" por seu comentário, por ter achado interessante este meu cantinho e pelos parabéns!
Namastê!