Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Angústia pelo inevitável...

Ontem não sei porque pensamentos angustiantes começaram a surgir, quando atingimos uma certa idade vemos que nos aproximamos do fim, o crepúsculo da vida está se aproximando a passos largos, não que pressentimos que o momento está chegando, apenas por um frio raciocínio matemático, nem é em termos de expectativa de vida e sim por simples cálculo tendo como o máximo 100 anos, a pessoa com 80 anos no máximo só terá mais 20 anos para viver e o que são 20 anos?? Se a vida passa numa velocidade estonteante?!?!?

Primeiro pensamos nos nossos entes queridos que são mais velhos do que nós, então surge uma angústia que aperta o coração por saber que uma das estrelas da nossa vida, que está nesse rol, estará connosco por pouco tempo, nesse momento o único desejo é abraçar, pedir perdão pelas faltas, pelas ingratidões e mágoas causadas e tentar fazer tudo para que o menor dos desejos se torne realidade e possa compensar todas as amarguras, sacrifícios, renúncias, dissabores que teve na vida. Além de que chegamos a conclusão que toda a independência e autonomia que pensávamos ter, só existe porque temos essa estrela na retaguarda, nos amparando nas nossas quedas ou nas situações difíceis e fatalmente surge a pergunta "como será sem esse apoio, essa segurança e amparo para as situações que aparecerão?" Isso faz lembrar a frase que ouvi do meu pai quando voltávamos do enterro da minha avó, mãe dele "e agora para onde vou?", ele que era chefe de família, que havia deixado o lar paterno quando se casou e emigrou, construindo a sua o seu lar, o trabalho, criou os filhos, naquele momento sentia-se sem rumo, perdido.

Talvez por isso que haja muitos casos de depressão nos idosos e a necessidade de falar do passado, como uma forma de não encarar que a vida está chegando ao fim.

Depois pensamos em nós próprios que apesar de ainda não estarmos no "rol" anterior, já estamos mais próximos do fim do que do começo e nova angústia surge por ver que a vida passou tão depressa e todos os dias fazemos com que ela passe mais depressa ainda, quando desejamos que chegue logo determinado dia ou simplesmente desejamos que o dia que está ruim termine logo para por fim a um sofrimento, um peso, uma decepção, esquecendo que ao fazermos isso estamos abreviando o fim. Lembro que no final do ano de 2006, porque a outra estrela da minha vida, estava doente, desejei e falei alto "que este ano termine logo", nunca havia dito isso por mais ruim que fosse um ano, sem me lembrar que quanto mais depressa o ano fosse embora, mais rápido o fim da minha estrela se aproximava, se fosse hoje não diria isso, diria antes "que o novo ano não tenha pressa de chegar, porque este eu sei como estou vivendo e o outro é uma incógnita de como será".

Hoje mais do que nunca a frase "viver o momento" assume um grau elevado de importância, porque é a resposta, a solução, o tratamento para aliviar a angústia pelo inevitável, se vivermos o momento não desperdiçamos o tempo que nos resta até o crepúsculo chegar e se tivermos que nos arrepender, que seja por agirmos e termos errado, mas aproveitamos e não por deixarmos de agir, adiando para o depois ou por medo de errarmos.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Jesus sorrindo...Expressão do Amor

JESUS SORRINDO! O artista deste quadro mora na Florida, ele pinta quadros enormes (do tamanho de uma porta) em 30-45 minutos.O artista prefere permanecer anônimo e diz que quer que as obras falem por si mesmas. Observe com cuidado e veja que as obras foram assinadas 'Jesus Painter' (Jesus Pintor)...
Cristo rindo! Um conceito que eu nunca vi antes.Lindas obras feitas a lápis...Que bom ver Jesus de um modo diferente,que não aquela imagem sofrível que sempre vemos.

JESUS ESTÁ ENTRE NÓS E NÃO MAIS CRUCIFICADO.

Esse pintor conseguiu captar a essência do Amor demonstrando isso na expressão facial de Jesus e de quem com ele conviveu pessoalmente ou convive (dentro de si) como podemos perceber nas expressões do olhar do padre Fábio de Melo, do padre Marcelo Rossi, do Papa João Paulo II , da madre Teresa de Calcutá, uma expressão de serenidade, de felicidade, de leveza de espírito que transmite paz ao coração, energia positiva, esperança no amanhecer de um novo dia e de um mundo mais fraterno e solidário, onde...

Sairão flores, ao invés de balas, das armas apontadas para um Ser Humano;

Ao invés de sangue, jorrarão lágrimas de emoção, felicidade, gratidão e Louvor a Deus.

O som que se ouvirá será o cântico dos pássaros, da água cristalina jorrando de cascatas levadas pelo rio correndo em direção ao mar, ao invés de estrondo dos mísseis, sons dos estilhaços das explosões das bombas, balas, granadas ou minas armadilhadas. O silêncio da natureza.

Os homens respeitarão a vida, a natureza, o ser humano, o Planeta onde vivem

Haverá justiça e distribuição equitativa dos bens e riquezas.

Em resumo o paraíso na Terra! Que só será possível quando o amor falar mais alto em todos os corações.

Um Livro..um mar de emoções!

Escrever um livro nada mais é do que o extravasar das emoções contidas no nosso interior quer vividas na realidade, quer sentidas na nossa imaginação. É muito gratificante receber a apreciação crítica sobre o que escrevemos, especialmente se for feita por alguém de quem gostamos muito, ou que gosta de nós, isso nos eleva e desperta um mar ou vulcão de emoções..
Cada texto, cada frase ou cada livro que escrevemos marca o nosso momento interior:

Ora de reflexão sobre os acontecimentos do nosso dia a dia, do mundo que nos rodeia;

Ora sobre recordações dos acontecimentos que marcaram a nossa existência, mas que ficaram esquecidos no tempo;

Ora sobre os sonhos que se transformaram em realidade ou os que ainda esperam se tornar reais;

Ora sobre as observações que fazemos da natureza, do comportamento das pessoas, do nosso próprio comportamento em cada situação ou forma de estar na vida;

Ora sobre as emoções que vivemos, as sensações e os sintomas que sentimos;

Ora sobre o conhecimento que adquirimos, desenvolvemos ou procuramos;

Ora sobre os problemas surgidos na tentativa de encontrar as soluções para resolvê-los;

Ora sobre resultados de experiências realizadas;

Ora sobre as nossas dúvidas e inquietações ou frustrações e decepções.

Escrever é tão fascinante...por vezes uma válvula de escape para as tensões e frustrações do dia a dia, por vezes é a oportunidade de contar ou criar e recriar a história, de registrar um sonho e a sua realização ou de fazer companhia a alguém que esteja em solidão. As lembranças vão surgindo originando uma retrospectiva em relação a (minha)escrita:

O gosto pela escrita surgiu pela necessidade de querer "recortar" o tempo e guardar os momentos ("recortes do tempo" ) para sempre, a forma disso acontecer, ou melhor, de eternizar os momentos, é através da escrita ou da fotografia. Os pensamentos se não forem escritos desaparecem no tempo em questão de segundos, porque nosso cérebro concebe uma quantidade imensurável de pensamentos com uma velocidade estonteante.

No começo o escrever era apenas um "diário" dos acontecimentos marcantes, depois passou a ser o registro das emoções sentidas, para depois dar lugar as reflexões, porém de acesso restrito, apenas pessoal, uma forma de estar preservada, porém, alguns acontecimentos que abalaram a estrutura interna, fizeram com que mudasse e permitisse o acesso mais alargado, surgindo o primeiro livro, um misto de homenagem, registro de um sofrimento, descrição da evolução de uma doença, auto punição mas ao mesmo tempo o pedido de ajuda para ser julgada e definir se fora ou não culpada dos acontecimentos. Como essa dúvida, culpada ou inocente estava presente o tempo todo, acompanhando o pesado momento de luto, surgiu uma nova fase na escrita, o de fazer reflexões não para as guardar no "cofre" e sim para partilhar com o mundo, na esperança de que houvesse troca de opiniões, para isso foi criado o Blog, mas tentativa frustrada, foram poucos os comentários, tudo permanecia como antes, sem retorno, embora já não estivesse guardado num cofre privado e sim num público.

Em dado momento um leitor assíduo, que gostara do que lera, sugeriu que escrevesse um livro, surgindo assim o 2º livro, basicamente a reunião das reflexões feitas no Blog com a descrição de algumas emoções vividas. O leitor aprovou, o que deu origem ao 3º livro, basicamente sobre a prática do volley com enxertos de outras reflexões feitas no Blog, mas que não tivera a mesma aprovação do leitor. Por fim por ser tratar de um momento de balanço de vida, surge o 4º livro, a retrospectiva de uma existência, o leitor deu os parabéns! sinal de que gostara e o demonstrou de tal forma que fora um momento emocionante!

Contudo, apesar dos livros editados, falta muito para conseguir ser um escritor, falta por exemplo um estilo literário, falta a interação com o leitor , que desperte o seu interesse, prenda a sua atenção, lhe acrescente algo, o faça ser transportado para outra dimensão enquanto estiver lendo, que estimule a sua imaginação ou lhe seja útil de alguma forma. Por agora, nada disso se encontra nesses 4 livros, mas quem sabe um dia deixe de ser um "monólogo" de autor e passe a ser um "diálogo" autor-leitor que possa ser enquadrado num estilo literário, então nesse dia nada faltará para ser um(a) escritor (a)!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O amor é lindo...a nossa amizade é linda!

A felicidade de estar com um amigo é tão grande que parece abrir horizontes ou caminhos e atrair beleza, energia positiva e tudo de bom que existe no Universo, foi o que acabou de acontecer neste momento, logo após ler e responder a mensagem de um amigo, recebi esta mensagem que prolonga a maravilhosa sensação, vivida momentos antes, ao ponto de extravasar para o exterior o que vai dentro da alma, sob a forma de uma espécie de cântico, ou poema:

O Amor é lindo!

Lindo também, é sorrir!
Lindo é estar de bem com a vida!
Lindo é saber dizer na hora certa:Muito obrigado; Deus te abençoe! Posso ajudar ? Com licença! Desculpe!
Lindo é ter fé!
Lindo é ser atencioso e cortês!
Lindo é levar luz onde há escuridão!
Lindo é ajudar o próximo, sem temor!
Lindo é partilhar o que temos de melhor!
Lindo é contemplar a lua cheia, enchendo nossos corações de sonhos!
Lindo é o espetáculo do sol se pondo!
Lindo é contemplar a mansidão do mar num dia de calmaria!
Lindo é admirar o próximo, sem ser corroído pela inveja!
Lindo é entender que a felicidade existe dentro de nós e não no bazar da esquina!
Lindo é a família unida, que cresce, floresce e dá frutos!
Lindo é ouvir nossa canção preferida, dos tempos de antigamente!
Linda é a demonstração de afeto explícito, a qualquer hora, em qualquer lugar e circunstância!Linda é a felicidade de um casal sonhador!
Linda é a serenidade de criança dormindo!
Lindo é o despertar da existência!
Lindo é o desabrochar da juventude!
Lindo é o vigor da mocidade!
Linda é a experiência da velhice!
Lindo é o bailado de uma borboleta visitando as flores de um belo jardim!
Lindo é enxergar Deus em cada demonstração de amor, de alegria, de felicidade!
Linda é nossa amizade!
(Rivaldo Cavalcante)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Lição dos gansos...

Ah...! Se entre Amigos fossemos gansos...!!! Transcrevo esta "lição" que recebi via correio eletrônico no formato PPT (infelizmente não veio o nome do autor):
NA PRÓXIMA TEMPORADA, QUANDO VIRES OS GANSOS EMIGRAR, DIRIGINDO-SE PARA UM LUGAR MAIS QUENTE PARA PASSAR O INVERNO, REPARA QUE VOAM EM FORMA DE “ V “.
TALVEZ TE INTERESSE SABER POR QUE ELES O FAZEM ASSIM.
AO VOAR EM FORMAÇÃO DE “ V ”...O BANDO INTEIRO AUMENTA EM 71% O ALCANCE DO VOO
COM RELAÇÃO AO DE UM PÁSSARO VOANDO SOZINHO.
Lição 1: COMPARTILHAR DA MESMA DIREÇÃO E SENTIDO DO GRUPO, PERMITE CHEGAR MAIS RÁPIDO E FACILMENTE AO DESTINO, PORQUE AJUDANDO-NOS UNS AOS OUTROS OS RESULTADOS SÃO MELHORES. QUANDO UM GANSO SAI DA FORMAÇÃO...
SENTE A RESISTÊNCIA DO AR E A DIFICULDADE DE VOAR SOZINHO. ENTÃO, RAPIDAMENTE RETORNA À FORMAÇÃO, PARA APROVEITAR O PODER DA
ELEVAÇÃO DOS QUE ESTÃO À SUA FRENTE.
Lição 2: PERMANECENDO EM SINTONIA E UNIDOS JUNTO ÀQUELES QUE SE DIRIGEM
CONOSCO NA MESMA DIREÇÃO, O ESFORÇO SERÁ MENOR. SERÁ MAIS FÁCIL E AGRADÁVEL ALCANÇAR AS METAS. ESTAREMOS DISPOSTOS A ACEITAR E OFERECER AJUDA. QUANDO O GANSO LIDER SE CANSA... SE MUDA PARA O FINAL DA FORMAÇÃO.
ENQUANTO OUTRO ASSUME A DIANTEIRA.
Lição 3: COMPARTILHAR A LIDERANÇA.. RESPEITAR-NOS MUTUAMENTE O TEMPO TODO. DIVIDIR OS PROBLEMAS E OS TRABALHOS MAIS DIFICEIS. REUNIR HABILIDADES E CAPACIDADES, COMBINAR DONS, TALENTOS E RECURSOS OS GANSOS VOANDO EM FORMAÇÃO GRASNAM PARA DAR CORAGEM E ALENTO
AOS QUE VÃO NA FRENTE, PARA QUE ASSIM MANTENHAM A VELOCIDADE.
Lição 4: QUANDO HÁ CORAGEM E ALENTO, O PROGRESSO É MAIOR. UMA PALAVRA DE ÂNIMO A SEU TEMPO MOTIVA, AJUDA, DÁ FORÇAS PRODUZ O MELHOR DOS BENEFÍCIOS. QUANDO UM GANSO ADOECE, FICA FERIDO OU ESTÁ CANSADO... E DEVE SAIR DA FORMAÇÃO OUTROS SAEM DA FORMAÇÃO E O ACOMPANHAM PARA AJUDA-LO
E PROTEGE-LO. PERMANECEM COM ÊLE ATÉ QUE MORRA OU SEJA CAPAZ DE VOAR NOVAMENTE;E ENTÃO ALCANÇAM SEU BANDO, OU SE INTEGRAM EM OUTRA FORMAÇÃO.
Lição 5: ESTEJAMOS UNIDOS UM AO LADO DO OUTRO APESAR DAS DIFERENÇAS, TANTO NOS MOMENTOS DIFICEIS, COMO NAS HORAS DE TRABALHO. E NOS MANTIVERMOS UM AO LADO DO OUTRO, APOIANDO-NOS E UNIDOS SE TORNARMOS REALIDADE O ESPÍRITO DE EQUIPE SE, APESAR DAS DIFERENÇAS, PUDERMOS FORMAR UM GRUPO HUMANO PARA ENFRENTAR TODO TIPO DE SITUAÇÕES. SE ENTENDERMOS O VERDADEIRO VALOR DA AMIZADE. SE TIVERMOS CONSCIÊNCIA DO
SENTIMENTO DE PARTILHA. A VIDA SERÁ MAIS SIMPLES, E O VÔO DOS ANOS
MAIS PRAZENTEIRO !
AMIGOS... SEJAMOS GANSOS!!!

domingo, 13 de novembro de 2011

Uma relação que transcende a vida terrena!

No dia de São Francisco de Assis (4 de Outubro), na Itália, Padre Tomaz faz um gesto simbólico que comoveu o mundo!
__Cada animalzinho que passa em nossa vida, deixa um pouco do seu amor, e leva consigo o nosso carinho.
Esta é uma relação que transcende a vida terrena e perdura por toda a nossa existência.
Felizes daqueles que carregam consigo o olhar de gratidão de um cãozinho feliz, recolhido do abandono das ruas, pois este amor é infinito e gratificante, e nos ensina a ser alguém melhor, um ser-humano de verdade.


Uma história que faz recordar o cuidado que São Francisco tinha com os animais:


Passado alguns dias após o recebimento da mensagem contendo esta foto, ouvi o relato de uma enfermeira: "estava na estrada tinha um cão da raça Husky Siberiano branco com olhos de cores diferentes que tinha levado uma pancada, estava entre os carros, os carros se desviando, chovia, tinha um jovem casal tentando se aproximar do cão, mas tinham receio porque ele rosnava, estacionei o carro me dirigi ao cão, tirei o meu kispo branco e coloquei por baixo do cão, o casal pediu se fazia o favor de o colocar no carro que iriam levar ao veterinário, pois tinha pata ferida com sangue e se os acompanhava por causa de devolver o kispo, eu disse que podia ficar com o Kispo, apertei-o e o cão aconchegou-se e coloquei-o na mala do carro, eles seguiram e eu fui embora".


Parabéns a Enfermeira pela demonstração de amor e respeito pela vida, neste caso de um animalzinho! Uma belíssima atitude!
Quer a imagem, quer a história reportam ao cântico de São Francisco de Assis:

O Cântico das Criaturas (Cântico do Irmão Sol)
Altíssimo, onipotente e bom Senhor, a ti subam os louvores, a glória e a honra e todas as bênçãos!A ti somente, Altíssimo, eles são devidos, e nenhum homem é sequer digno de dizer teu nome.
Louvado sejas, Senhor meu, junto com todas tuas criaturas, especialmente o senhor irmão sol, que é o dia e nos dá a luz em teu nome. Pois ele é belo e radioso com grande esplendor, e é teu símbolo, Altíssimo.
Louvado sejas, Senhor meu, pela irmã lua e as estrelas, as quais formaste claras, preciosas e belas.
Louvado sejas, Senhor meu, pelo irmão vento, e pelo ar, pelas nuvens e o céu claro, e por todos os tempos, pelos quais dás às tuas criaturas sustento.
Louvado sejas, Senhor meu, pela irmã água, que é tão útil e humilde, e preciosa e casta.
Louvado sejas, Senhor meu, pelo irmão fogo, por cujo meio a noite alumias, ele que é formoso e alegre e robusto e forte.
Louvado sejas, Senhor meu, pela irmã, nossa mãe, a terra, que nos sustenta e nos governa, e dá tantos frutos e coloridas flores, e também as ervas.
Louvado sejas, Senhor meu, por aqueles que perdoam por amor a ti e suportam enfermidades e atribulações.Benditos aqueles que sustentam a paz, pois serão por ti, Altíssimo, coroados.
Louvado sejas, Senhor meu, por nossa irmã, a morte corpórea, da qual nenhum homem vivo pode fugir.
Pobres dos que morrem em pecado mortal! e benditos quem a morte encontrar conformes à tua santíssima vontade, pois a segunda morte não lhes fará mal.
Louvai todos vós e bendizei o meu Senhor, e dai-lhe graças, e o servi com grande humildade!

Frases de São Francisco de Assis
1. Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível.
2. O que temer? Nada.A quem temer? Ninguém.Por quê? Porque aqueles que se unem a Deus obtêm três grandes privilégios: onipotência sem poder; embriaguez, sem vinho e vida sem morte.
3. Quem a tudo renuncia, tudo receberá.
4. Apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras.
5. Ninguém é suficientemente perfeito, que não possa aprender com o outro e, ninguém é totalmente destituído de valores que não possa ensinar algo ao seu irmão.
6. Onde há amor e sabedoria, não tem temor e nem ignorância.
7. Pregue o Evangelho em todo tempo. Se necessário, use palavras.
8. A cortesia é irmã da caridade, que apaga o ódio e fomenta o amor.
9. Todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem Deus quer que ajudemos aos animais, se necessitam de ajuda.Toda criatura em desgraça tem o mesmo direito a ser protegida.
10. Todos os seres são iguais, pela sua origem, seus direitos naturais e divinos e seu objetivo final.
11. Não vos esforceis pelas honras do mundo, mas honrai o SENHOR.
12. Senhor, dai-me força para mudar o que pode ser mudado Resignação para aceitar o que nã0 pode ser mudado...E sabedoria para distinguir uma coisa da outra.

Frases sobre São Francisco de Assis
Caso desaparecessem os Evangelhos, nós poderíamos reconstituí-los a partir da biografia de São Francisco de Assis" - Cardeal Vicente Scherer
"Francisco é, num certo sentido, o santo universal; através dele Cristo quis proclamar o Evangelho, não só à sua época, mas também às outras, à nossa, a culturas e civilizações" - João Paulo II.
"São Francisco não se apresentou como reformador nem como profeta, mas como irmão e amigo" - Teodósio Lombardi
Depois de tanta beleza qualquer palavra que fosse acrescentar seria uma redundância ou estragaria a harmonia existente!

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Parabéns Brasil pelo êxito nos Jogos de Guadalajara!

Uma reportagem interessante "no Qatar existe um time de futebol feminino, cuja a treinadora é portuguesa" numa cultura onde o domínio é masculino, ver meninas praticam um esporte que tradicionalmente tem maior expressão masculina, é realmente o sinal de que as mulheres estão cada vez mais conquistando o seu direito ao lugar ao sol.


Como palavra puxa palavra, esporte puxa esporte, vários esportes lembram os Jogos Pan- Americanos, para ressaltar o desempenho dos atletas Brasileiros em Guadalarjara e algumas homenagens prestadas:jogos Panamericanos, Nicolas Oliveira, Bruno Fratus, Cesar Cielo e Nicholas Santos, campeões do revezamento 4x100m livres, aparecem mostrando as medalhas de ouro conquistadas na categoria, com a frase “Uma homenagem dos Correios a quem faz bonito do fundo da piscina ao alto do pódio”.)("O esporte só chegou a esse nível pelo investimento feito até agora", disse o jogador de vôlei de praia Emanuel, medalha de ouro no Pan de Guadalajara e campeão olímpico em Atenas 2004)(O BM&F Bovespa premiou 14 medalhistas brasileiros dos Jogos Pan-Americanos, nesta quinta-feira, em São Paulo. A bolsa de valores, que mantém o clube de mesmo nome, manteve a tradição de presentear os atletas com premiação em ouro. Quem subiu no lugar mais alto do pódio, recebeu 1 kg, o dobro da quantia entregue para quem ficou com a prata e quatro vezes o que ficou com os donos de medalha de bronze. A porção de ouro total, que superou 9 kg, é equivalente a um investimento de R$ 1,1 milhão. Os respectivos treinadores também ganharam 30% do prêmio. "Nessa crise mundial, o ouro foi o que teve a maior valorização. Hoje, a grama está em R$ 93, é a maior cotação que já tivemos. É um desembolso considerável", descreveu Sérgio Luís Coutinho Nogueira, diretor técnico do clube de atletismo do BM&F Bovespa. "A campanha em Guadalajara foi considerada a melhor que já tivemos e o clube ganhou 12 das 23 medalhas do atletismo brasileiro", emendou Ricardo D'Angelo, treinador.


Parabéns Brasil!


Parabéns aos atletas brasileiros que disputaram os jogos, em especial aos integrantes das equipes de Vôlei ("a menina dos meus olhos", a minha paixão) pelo exito alcançado:

1º - Estados Unidos - 92- - 79 - 65 - 236
2º - Cuba - 58 - 35 - 43 - 136
3º - Brasil - 48 - 35 - 58 - 141
Total de medalhas do Brasil nos Jogos Pan-Americanos Guadalajara 2011: 141
Medalhas de ouro
•Adriana da Silva - Atletismo - Maratona feminino
• Rosangela Santos - Atletismo - 100 metros feminino
• Ana Lemos da Silva - Atletismo - 200 metros feminino
• Leandro Oliveira - Atletismo - 1500 metros feminino
• Maurren Maggi - Atletismo - Salto em distância feminino
• Lucimara da Silva - Atletismo - Heptatlo feminino
• Marilson Santos - Atletismo - 10000 metros masculino
• Ailson Feitosa, Sandro Viana, Nilson André e Bruno de Barros - Atletismo - 4x100 metros masculino
• Ana Cláudia Lemos Silva, Vanda Gomes e Franciela Krasucki e Rosângela Santos - Atletismo - 4x100 metros feminino
• Solonei Silva - Atletismo - Maratona masculino
• Diego Hypólito - Ginástica artística - Salto masculino
• Diego Hypólito - Ginástica artística - Solo masculino
• Francisco Barreto, Petrix Barbosa, Pericles Da Silva, Diego Hypolito, Arthur Zanetti e Sergio Sasaki Jr. - Ginástica artística - Equipe masculino
• Dayane Amaral, Debora Falda, Luisa Matsuo, Bianca Mendonça, Eliane Sampaio e Drielly Altoe - Ginástica rítmica - Conjunto geral com três fitas e dois arcos
• Dayane Amaral, Debora Falda, Luisa Matsuo, Bianca Mendonça, Eliane Sampaio e Drielly Altoe - Ginástica rítmica - Conjunto geral
• Dayane Amaral, Debora Falda, Luisa Matsuo, Bianca Mendonça, Eliane Sampaio e Drielly Altoe - Ginástica rítmica - Conjunto geral de bolas
• Seleção Brasileira de Handebol Feminino - Handebol - feminino
•Lucélia Ribeiro - Karatê - Até 68 kg feminino
• Felipe Kitadai - Judô - Até 60 kg - Masculino
• Leandro da Cunha - Judô - Até 66 kg - Masculino
• Bruno Mendonça - Judô - Até 73 kg - Masculino
• Leandro Guilheiro - Judô - Até 81 kg - Masculino
• Tiago Camilo - Judô - Até 90 kg - Masculino • Luciano Correa - Judô - Até 100 kg - Masculino
•Fernando Reis - Levantamento de peso - Acima de 105 kg Masculino
• César Cielo - Natação - 50 m livre - Masculino
• Thiago Pereira - Natação - 100 m costas - Masculino
• César Cielo - Natação - 100 m livre - Masculino
• Felipe França - Natação - 100 m peito - Masculino
• Leonardo de Deus - Natação - 200 m borboleta - Masculino
• Thiago Pereira - Natação - 200 m costas - Masculino
• Thiago Pereira - Natação - 200 m medley - Masculino
• Thiago Pereira - Natação - 400 m Medley - Masculino
• César Cielo, Bruno Fratus, Nicholas Santos, Nicolas Oliveira, Gabriel Mangabeira*, Thiago Pereira* e Henrique Rodrigues* - Natação - Revezamento 4 x 100 m livre - Masculino
• Guilherme Guido, Felipe França Silva, Gabriel Mangabeira, César Cielo, Thiago Pereira*, Felipe Lima*, Kaio Almeida* e Bruno Fratus* - Natação - Revezamento 4x100 m Medley - Masculino
• Marcel Stürmer - Patinação sobre rodas - Patinação artística masculino
• Alexandre do Amaral e Gabriel Borges - Vela (Iatismo) - Snipe
• Matheus Dellagnello - Vela (Iatismo) - Sunfish
• Mauricio Oliveira, Alexandre de Silva, Guilherme Hamelmann e Daniel Santiago - Vela (Iatismo) - J24• Patricia Freitas - Vela (Iatismo) - RS:X Windsurf feminino
• Ricardo Santos - Vela (Iatismo) - RS:X Windsurf masculino
• Seleção Brasileira de Voleibol Feminino - Vôlei - Feminino
• Seleção Brasileira de Voleibol Masculino - Vôlei - Masculino
• Larissa Franca e Juliana Felisberta - Vôlei de praia - feminino
• Alison Cerutti e Emanuel Rego - Vôlei de praia - masculino
• Hugo Hoyama, Gustavo Tsuboi e Thiago Monterio - Tênis de mesa - Equipe masculino
• Ana Luiza Ferrão - Tiro esportivo - Pistola 25 m - Feminino
• Reinaldo Colucci - Triatlo - Masculino
Medalhas de prata
• Kléberson Davide - Atletismo - 800m rasos masculino
• Cruz Nonata da Silva - Atletismo - 5.000m feminino
• Hudson de Souza - Atletismo - 3.000m com Obstáculos masculino
• Cruz Nonata da Silva - Atletismo - 10.000m feminino
• Joelma Sousa, Geisa Coutinho, Barbara Oliveira e Jaílma de Lima - Atletismo - Revezamento 4x400 m rasos feminino
• Fabiana Murer - Atletismo - Salto com Vara Feminino
• Robson da Conceição - Boxe - Até 60kg Masculino
• Yamaguchi Falcão - Boxe - Até 81kg Masculino• Nivalter de Jesus - Canoagem - C1 - 200 m - Masculino
• Erlon Silva e Ronílson de Oliveira - Canoagem - Velocidade C2 1.000 m - Masculino
• Marcelo Giardi - Esqui aquático - Wakeboard Masculin
•Seleção Brasileira de futebol feminino - Futebol - feminino
• Arthur Zanetti - Ginástica artística - Argolas masculino
• Angelica Kvieczynski - Ginástica rítmica - Maça
• Rafael Andrade - Ginástica de trampolim - masculino
• Seleção Brasileira de Handebol - Handebol - masculino
• Doda Miranda, Rodrigo Pessoa, Karina Johannpeter, Bernardo Alves - Hipismo - Salto por Equipe
• Erika Miranda - Judô - Até 52 kg - Feminino
• Rafaela Silva - Judô - Até 57 kg - Feminino
• Rafael Silva - Judô - Acima de 100 kg - Masculino
• Aline Ferreira - Lutas - Luta Livre até 72kg Feminino
• Yane Marques - Pentatlo Moderno - feminino
• Graciele Herrmann - Natação - 50 m Livre - Feminino
• Bruno Fratus - Natação - 50 m livre - Masculino
• Daynara de Paula - Natação - 100 m Borboleta - Feminino
• Felipe Lima - Natação - 100 m Peito - Masculino
• Joanna Maranhão - Natação - 400 m Medley - Feminino
• Michelle Lenhardt, Flávia Delaroli, Tatiana Barbosa, Daynara de Paula e Graciele Herrmann* - Swimming - Revezamento 4 x 100 m livre - Feminino
• Joanna Maranhão, Jéssica Cavalheiro, Manuella Lyrio, Tatiana Barbosa, Sarah Correa*, Gabriela Rocha*, Larissa Cieslak* e Thamy Ventorini* - Natação - Revezamento 4 x 200 m livre - Feminino
• André Schultz, Nicolas Oliveira, Leonardo de Deus, Thiago Pereira, Giuliano Rocco*, Lucas Kanieski* e Diogo Yabe* - Natação - Revezamento 4 x 200 m livre - Masculino
• Poliana Okimoto - Natação - Maratona Aquática 10km - Feminino
• Fabiana Beltrame - Remo - Skiff simples leve - Feminino
• João Borges e Alexis Mestre - Remo - Dois sem - Masculino
• Rogério Dutra da Silva - Tênis - Simples - Masculino • Bernardo Arndt e Bruno Oliveira - Vela (Iatismo) - Hobie cat 16
Medalhas de bronze
• Joilson Silva - Atletismo - 5.000m Masculino
• Ronald Juliao - Atletismo - Lançamento de Disco Masculino
• Sabine Heitling - Atletismo - 3.000m com Obstáculos Feminino• Giovani dos Santos - Atletismo - masculino 10,000 metres
• Jefferson Sabino - Atletismo - Salto Triplo Masculino
• Bruno de Barros - Atletismo - 200m rasos Masculino
• Geisa Coutinho - Atletismo - 400m rasos Feminino
• Daniel Paiola - Badminton - Simples masculino
• Seleção Brasileira - Basquete - feminino
• Marcelo Suartz - Boliche - Individual Masculino
• Julião Henriques Neto - Boxe - Até 52kg Masculino
• Robenílson de Jesus - Boxe - Até 56kg Masculino
• Everton Lopes - Boxe - Até 64kg Masculino
• Myke Carvalho - Boxe - Até 69kg Masculino
• Roseli Feitosa - Boxe - Até 75 kg Feminino
• Givago Ribeiro e Gilvan Ribeiro - Canoagem - Velocidade K4 1.000 m - Masculino
• Celso de Oliveira Júnior, Gilvan Ribeiro, Givago Ribeiro e Roberto Maheler - Canoagem - Velocidade K4 1.000 m - Masculino
• Guilherme Toldo - Esgrima - Florete Individual - Masculino
• Fernando Scavasin, Heitor Shimbo, Guilherme Toldo e Renzo Agresta - Esgrima - Florete por Equipe Masculino
• Renzo Agresta, William de Moraes, Tywilliam Pacheco e Heitor Shimbo - Esgrima - Sabre por Equipe - Masculino • Daniele Hypólito - Ginástica artística - Solo feminino
• Daniele Hypólito - Ginástica artística - Trave feminino
• Angelica Kvieczynski - Ginástica rítmica - Individual geral
• Angelica Kvieczynski - Ginástica rítmica - Arco
• Angelica Kvieczynski - Ginástica rítmica - Bola• Bernardo Alves - Hipismo - Salto Individual
• Jesper Martindal, Marcelo Tosi, Márcio Jorge, Ruy Fonseca e Serguei Fofanoff - Hipismo - Concurso Completo de Equitação - CCE por equipes
• Sarah Menezes - Judô - Até 48 kg - Feminino
• Maria Portela - Judô - Até 70 kg - Feminino
• Mayra da Silva - Judô - Até 78 kg - Feminino
• Maria Altheman - Judô - Acima de 78 kg - Feminino
• Valeria Kumizaki - Karatê - Até 55 kg feminino
• Jessica Candido - Karatê - Até 50 kg feminino
• Douglas Brose - Karatê - Até 60 kg masculino
• Wellington Barbosa - Karatê - Acima de 84 kg masculino
• Joice da Silva - Lutas - Luta Livre até 55kg Feminino
• Lara Teixeira e Nayara Figueira - Nado Sincronizado - Dueto Feminino
• Giovana Stephan, Joseane Costa, Lara Teixeira, Lorena Molinos, Maria Bruno, Maria Pereira, Nayara Figueira e Pamela Nogueira - Nado Sincronizado - Equipes Feminino
• Guilherme Guido - Natação - 100 m costas - Masculino
• Joanna Maranhão - Natação - 200 m Medley - Feminino
• Kaio Márcio - Natação - 200 m borboleta - Masculino
• Henrique Rodrigues - Natação - 200 m medley - Masculino
• Thiago Pereira - Natação - 200 m peito - Masculino
• Fabíola Molina, Tatiane Sakemi, Daynara de Paula e Tatiana Barbosa - Natação - Revezamento 4x100 Medley - Feminino
• Talitha Haas - Patinação sobre rodas - Patinação artística feminino
• Seleção Brasileira de Polo Aquático Feminino (Tess De Oliveira, Cecilia Canetti, Marina Zablith, Marina Canetti, Catherine de Oliveira, Izabella Chiappini, Cristina Beer, Luiza Carvalho, Fernanda Lissoni, Gabriela Gozani, Mirela Coutinho, Gabriela Dias e Manuela Canetti) - Polo Aquático - Feminino
• Seleção Brasileira de Polo Aquático Masculino (Henrique Carvalho, João Coelho, Danilo Correa, Jonas Crivella, Marcelo das Chagas, Felipe de Costa, Luís dos Santos, Marcelo Franco, Ruda Franco, Gustavo Guimarães, Bernardo Rocha, Gabriel Rocha e Emílio Vieira) - Polo Aquático - Masculino
• Cesar Castro - Saltos Ornamentais - Trampolim de 3 m Masculino
• Vinicius de Lima, Vinicius Rodrigues e Rafael Fernandes - Squash - Equipe masculino
• Marcio Ferreira - Taekwondo - Até 58kg - Masculino
• Ana Clara Duarte e Rogério Dutra - Tênis - Duplas mistas
•Bruno Heck - Tiro esportivo - Carabina 3 Posições - Masculino
• Luiz da Graca - Tiro esportivo - Fossa dublê - Masculino
• Roberto Schmits - Tiro esportivo - Fossa Olímpica - Masculino
• Julio Almeida - Tiro esportivo - Pistola de ar 10 m masculino
• Julio Almeida - Tiro esportivo - Pistola 50 m - Masculino
• Pamella Nascimento - Triatlo - feminino
• Claudio Biekarck, Marcelo da Silva e Gunnar Ficker - Vela (Iatismo) - Lightning

23º lugar (3º do Continente Americano) nas olimpíadas de 2008 em Pequim
Ouro : 3 medalhas
• Natação 50 m livre César Cielo;
•Atletismo Salto em distância Maurren Maggi (F);
•Vôlei Estados Unidos x Brasil Equipes (F)
Prata : 4 medalhas
• Vela Star - Classificação final Robert Scheidt/Bruno Prada (M);
•Futebol Brasil x Estados Unidos Equipes (F);
•Vôlei de Praia Rogers/Dalhausser (EUA) x Márcio/Fábio Luiz (BRA) Márcio/Fábio Luiz (M) ;
•Vôlei EUA x Brasil Equipes (M)
Bronze : 8 medalhas
•Vela 470F - Classificação final Fernanda Oliveira/Isabel Swan (F)
•Vôlei de Praia Geor/Gia (GEO) x Ricardo/Emanuel (BRA) Ricardo/Emanuel (M)
•Futebol Bélgica x Brasil Equipes (M)
•Judô Até 73 kg Leandro Guilheiro (M)
•Judô Até 57 kg Ketleyn Quadros (F)
•Judô Até 81 kg Tiago Camilo (M)
•Natação 100 m livre César Cielo (M)
•Taekwondo Acima de 67kg Natália Falavigna (F)

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Beija-Flor ...a lenda de duas histórias de Amor!



O amor é um tema fascinante que por mais que se conheça sempre surge uma faceta nova, recebi uma mensagem contendo a lenda do Beija-Flor, ao tentar encontrar o autor não foi encontrado, mas foi encontrado mais uma lenda, semelhante a que tinha recebido, mas com nuances diferentes embora versando sobre o mesmo tema, o AMOR! E por ver tamanha importância houve necessidade de conhecer este passarinho que há muito me encantava por ficar parado no ar como que contemplando a beleza da flor de onde extrairia o seu alimento e em troca faria a polinização que permitirá a reprodução dessa beleza.

O Beija-Flor, colibri ou cuitelo é uma ave da ordem Apodiformes, que inclui apenas a família Trochilidae e seus 108 gêneros. Existem 322 espécies conhecidas. No Brasil, alguns gêneros recebem outros nomes, como os rabos-brancos do gênero Phaethornis ou os bicos-retos do gênero Heliomaster. No antigo sistema classificativo, a família Trochilidae integrava a ordem Apodiformes, juntamente com os andorinhões. Entre as características distintivas do grupo, contam-se o bico alongado, a alimentação à base de néctar, 8 pares de costelas, 14 a 15 vértebras cervicais, plumagem iridescente e uma língua extensível e bifurcada.
O grupo é originário das Américas e ocorre desde o Alasca à Terra do Fogo. A maioria das espécies é tropical e subtropical e vive entre as latitudes 10ºN e 25ºS. A maior biodiversidade do grupo encontra-se no Brasil e no Equador, que contam com cerca de metade das espécies conhecidas de beija-flor. Os troquilídeos estão ausentes do Velho Mundo, onde o seu nicho ecológico é preenchido pela família Nectariniidae (Passeriformes).Os beija-flores são aves de pequeno porte, que medem em média 6 a 12 cm de comprimento e pesam 2 a 6 gramas. O bico é normalmente longo, mas o formato preciso varia bastante com a espécie e está adaptado ao formato da flor que constitui a base da alimentação de cada tipo de beija-flor. Uma característica comum é a língua bifurcada e extensível, usada para extrair o néctar das flores.Tal como a maioria das aves, o sentido do olfato não está muito desenvolvido nos beija-flores; a visão, no entanto, é muito apurada. Além de poderem identificar cores, os beija-flores são dos poucos vertebrados capazes de detectar cores no espectro ultravioleta.
A alimentação dos beija-flores é baseada em néctar (cerca de 90%) e artrópodes, em particular moscas, aranhas e formigas. Os beija-flores são poligâmicos.Os Beija-fFlores estão representados:
No brasão de armas e na moeda de 1 cêntimo de Trinidade e Tobago.
Nas linhas de Nazca
(As linhas de Nazca são geóglifos e linhas direitas no deserto Peruviano. Foram feitas pelo povo Nazca, que floresceu entre 200 a.C. e 600 d.C. ao longo de rios que desciam dos Andes. O deserto estende-se por mais de 1.400 milhas ao longo do Oceano Pacifico. A área de Nazca onde se encontram os desenhos é conhecida pelo nome de Pampa Colorada. Tem 15 milhas de largura e corre ao longo de 37 milhas paralela aos Andes e ao mar. As pedras vermelho escuras e o solo foram limpas, expondo o subsolo mais claro, criando as "linhas". Não existe areia neste deserto. Do ar, as "linhas" incluem não só linhas e formas geométricas, mas também representações de animais e plantas estilizadas. Algumas, incluindo imagens de humanos, estendem-se pelas colinas nos limites do deserto).
Na cédula de R$ 1,00.
No símbolo da Prefeitura Municipal de Betim, Minas Gerais.
Na música Cuitelinho, do folclore de Minas Gerais.
Na música brasileira Ai que Saudade D'ocê.
(
Wikipédia)
Duas lendas sobre o beija-flor

1ª-LENDA DO BEIJA-FLOR=>o ser apaixonado que procura a sua amada em cada flor

Existiam duas tribos morando à beira de um rio: uma tribo maior e uma tribo menor.
A tribo menor plantava e pescava com muito afinco e, com isso,começou a ter mais peixe e maior abundância de alimentos. Isto gerou inveja na outra tribo, que começou a hostilizar seus vizinhos, primeiro com palavras, depois com gestos e por fim declararam guerra àqueles que, mesmo em menor número, eram mais trabalhadores e eficientes.
Indiferente a estas questões, dois jovens se enamoraram, porém cada qual pertencia a uma tribo. O rapaz pertencia à tribo menor e a jovem à tribo maior. Apesar da guerra, os dois se encontravam às escondidas, mas um dia os guerreiros da tribo da jovem a seguiram e os encontraram namorando. Depois de espancar o rapaz e pensando que ele já estivesse morto levaram a jovem de volta à tribo.
O Conselho dos Anciãos foi convocado para o julgamento da pobre jovem. A acusação era de traição, já que as tribos estavam em guerra e eles acreditavam que ela passava segredos para a outra tribo. A sentença era de morte, mas por ela ser muito jovem e bela, convocaram o Pajé que resolveram transformá-la numa flor.
O rapaz, socorrido por seus guerreiros, sobreviveu ao espancamento e, tão logo se recuperou passou a procurar desesperadamente pela sua amada. Ele chamou os anciãos e anunciou que iria até a outra tribo em busca de seu amor. Eles não permitiram tremenda loucura e tentaram, de toda forma, impedi-lo.
Afirmaram que na sua tribo existiam lindas moças que poderiam ser boa esposa e dar-lhe filhos fortes e saudáveis. O rapaz estava irredutível e os anciãos, vendo tamanha decisão e tristeza do jovem, chamaram o pajé para ajudá-los. Depois de muito pensar e sabendo que a jovem amada tinha sido transformada em flor decidiram transformá-lo em Beija-Flor.
É por isto que o Beija-Flor vai de flor em flor, sempre tentando achar a sua amada.


2ª Lenda do Beija-Flor=> Coacyaba o primeiro Beija Flor(Maués)
Os índios do Amazonas acreditam que as almas dos mortos transformam-se em borboletas. É por esse motivo que elas voam de flor em flor, alimentando-se e fortalecendo-se com o mais puro néctar, para suportarem a longa viagem até o céu. Coacyaba, uma bondosa índia ficara viúva muito cedo, passando a viver exclusivamente para fazer feliz sua a filhinha Guanamby. Todos os dias passeava com a menina pelas campinas de flores, entre pássaros e borboletas. Dessa forma pretendia aliviar a falta que o esposo lhe fazia. Mesmo assim, angustiada, acabou por falecer. Guanamby ficou só e seu único consolo era visitar o túmulo da mãe, implorando que esta também a levasse para o céu. De tanta tristeza e solidão, a criança foi enfraquecendo cada vez mais e também morreu. Entretanto, sua alma não se tornou borboleta, ficando aprisionada dentro de uma flor próxima à sepultura de sua mãe, par assim permanecer ao seu lado. Enquanto isso, Coacyaba, em forma de borboleta, voava entre as flores, colhendo néctar. Ao aproximar-se da flor onde estava Guanamby, ouviu um choro triste, que logo reconheceu. Mas, como era frágil borboleta, não teria forças para libertar a filhinha. Pediu, então, ao Deus Tupã que fizesse dela um pássaro veloz e ágil, que pudesse levar a filha para o céu. Tupã atendeu ao seu pedido, transformando-a num Beija-Flor, podendo, assim, realizar o seu desejo. Desde então, quando morre uma criança, órfã de mãe, sua alma permanece guardada dentro de uma flor, esperando que a mãe, em forma de beija-flor, venha buscá-la, para juntas voarem para o céu, onde estarão eternamente.
Fonte: Lendas e Mitos dos índios Brasileiros/ Waldemar de Andrade e Silva. FTD

Faça a sua parte

Duas versões para uma mesma lenda, mas ambas encerram o fundamental: Se cada um cumprir a sua parte tudo é possível de ser realizado, até o mais difícil ou improvável de acontecer, acontece. Diante de um problema, obstáculo, situação difícil, uma crise, não adianta ficar sentado reclamando, maldizendo as circunstâncias, apontando culpados ou esperando que os outros ajam. Devemos fazer o que nos compete, mesmo que pareça uma gota de água diante das dimensões do fogo a ser extinto...

Faça a sua parte...  
1-Diz a lenda que havia uma imensa floresta onde viviam milhares de animais, aves e insetos. Certo dia uma enorme coluna de fumaça foi avistada ao longe e, em pouco tempo, embaladas pelo vento, as chamas já eram visíveis por uma das copas das árvores. Os animais assustados diante da terrível ameaça de morrerem queimados, fugiam o mais rápido que podiam, exceto um pequeno beija-flor. Este passava zunindo como uma flecha indo veloz em direção ao foco do incêndio e dava um vôo quase rasante por uma das labaredas, em seguida voltava ligeiro em direção a um pequeno lago que ficava no centro da floresta. Incansável em sua tarefa e bastante ligeiro, ele chamou a atenção de um elefante, que com suas orelhas imensas ouviu suas idas e vindas pelo caminho, e curioso para saber porquê o pequenino não procurava também afastar-se do perigo como todos os outros animais, pediu-lhe gentilmente que o escutasse, ao que ele prontamente atendeu, pairando no ar a pequena distância do gigantesco curioso. – Meu amiguinho, notei que tem voado várias vezes ao local do incêndio, não percebe o perigo que está correndo? Se retardar a sua fuga talvez não haja mais tempo de salvar a si próprio! O que você está fazendo de tão importante? – Tem razão senhor elefante, há mesmo um grande perigo em meio aquelas chamas, mas acredito que se eu conseguir levar um pouco de água em cada vôo que fizer do lago até lá, estarei fazendo a minha parte para evitar que nossa mãe floresta seja destruída.
Em menos de um segundo o enorme animal marchou rapidamente atrás do beija-flor e, com sua vigorosa capacidade, acrescentou centenas de litros d’água às pequenas gotinhas que ele lançava sobre as chamas.
Notando o esforço dos dois, em meio ao vapor que subia vitorioso dentre alguns troncos carbonizados, outros animais lançaram-se ao lago formando um imenso exército de combate ao fogo.
Quando a noite chegou, os animais da floresta exaustos pela dura batalha e um pouco chamuscados pelas brasas e chamas que lhes fustigaram, sentaram-se sobre a relva que duramente protegeram e contemplaram um luar como nunca antes haviam notado.


2-Um incêndio avançava sobre a floresta destruindo tudo o que encontrava pelo caminho.
Os animais, assustados correm para se proteger na outra margem do rio.
O "rei" leão procura por todos os seus amigos: lá estão os sapos, as cobras, os esquilos, as cabras, coiotes,os macacos, enfim, todos os animais.
Com isso, ele sorri satisfeito pensando, pelo menos aqui todos estão seguros.
Perto dali o pequenino beija-flor enche seu biquinho com água do rio voa e do alto solta aquelas gotas sobreo imenso fogo.
Depois do quinto mergulho na água o leão faz a pergunta esperada por todos:
Beija-flor, você acha que vai conseguir apagar este incêndio com estas gotinhas?
Não, responde a pequenina ave, mas estou fazendo a minha parte!

A 1ª versão é a minha preferida, pois se todos colaborarmos, sem buscar recompensas, tudo ficará melhor com o passar do tempo e a ajuda de uns fará a vida de outros muito melhor ou, pelo menos, menos pior. Talvez se todos que estão atravessando momentos de crise comum fizessem bem a sua parte quem sabe a crise não seria vencida e houvesse justiça na distribuição dos sacrifícios e das recompensas.


Que Deus nos ajude a que possamos fazer a parte que nos compete fazer para que possamos tornar o mundo melhor ou pelo menos não sejamos os culpados dele estar pior.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Felicidade material x felicidade Espiritual

Hoje dia dos finados ou fiéis defuntos, além de prestar homenagem aos entes queridos que já se foram, de orar por eles para que deixem o purgatório e sejam conduzidos para o Esplendor da Luz Perpétua, é um dia para refletir sobre em que consiste a felicidade e o que carregaremos connosco quando o crepúsculo da vida nos alcançar, neste contexto, por coincidência ou não, veio até mim esta lenda:


Um rei tinha presenteado sua filha, a princesa, com um belo colar de diamantes. O colar tinha desaparecido e as pessoas do reino procuraram por toda a parte sem conseguir encontrá-lo.
Alguém disse que um pássaro poderia tê-lo levado, fascinado pelo brilho. O rei,então, pediu a todos que voltassem a procurá-lo e anunciou uma recompensa de U$ 50.000 para quem o encontrasse.
Um dia, um rapaz caminhava de volta para casa ao longo de um lago ao lado de uma área industrial. O lago estava completamente poluído, sujo e com um mau cheiro terrível. Enquanto andava, o rapaz viu algo brilhar no lago e quando olhou viu o colar de diamantes.
Decidiu tentar pegá-lo, de forma que pudesse receber os U$ 50.000 de recompensa. Pôs sua mão no lago imundo e agarrou o colar, mas de alguma forma o perdeu e não o pegou.
Tirou a mão para fora e olhou outra vez , e o colar estava lá, imóvel. Recomeçou. Desta vez entrou no lago e, emporcalhando sua calça no lago imundo, afundou seu braço inteiro para pegar o colar.
Mas, estranhamente, ele perdeu o colar novamente! Saiu e começou a ir embora, sentindo-se deprimido. Então, outra vez ele viu o colar, bem ali. Desta vez ele estava determinado a pegá-lo, não importava como.
Decidiu mergulhar no lago, embora fosse algo repugnante de fazer, tal a sujeira era lama do lago. Seu corpo inteiro tornou-se imundo.
Mergulhou e mergulhou e procurou por toda parte pelo colar, mas fracassou novamente. Desta vez ele ficou realmente aturdido e saiu, sentindo-se mais deprimido ainda, já que, sem conseguir pegar o colar, não receberia os U$ 50.000.
Um velho que passava por ali o viu, e perguntou-lhe sobre o que estavahavendo. O rapaz não quis compartilhar o segredo com o velho, pensando que o velho poderia tomar-lhe o colar para si; então recusou-se a explicar a situação para o velho.
Mas o velho pôde perceber que o rapazinho estava incomodado e, sendo compassivo, outra vez pediu ao rapaz que lhe contasse qual o problema, e ainda prometeu que não contaria nada para ninguém.
O rapaz reuniu alguma coragem e, como já dava o colar como perdido, decidiu pôr alguma fé no velho. Contou tudo sobre o colar e como ele tentou pegá-lo, mas como tinha fracassado.
O velho então lhe disse que talvez ele devesse olhar para cima, em direção aos galhos da árvore, em vez de olhar para o lago imundo. O rapaz olhou para cima e, para sua surpresa, o colar estava pendurado no galho de uma árvore. Tinha, o tempo todo, tentado capturar um simples reflexo do colar.
A felicidade material é exatamente como o lago poluído e imundo; porque é um mero reflexo da felicidade verdadeira no mundo espiritual. Não alcançaremos a felicidade plena que procuramos na vida material, não importa o quanto nos esforcemos.
Em vez disso, devemos “olhar para cima”, em direção a Deus, que é a fonte da felicidade real, e parar de perseguir o reflexo desta felicidade no mundo material. Esta felicidade espiritual é a única coisa que pode nos satisfazer completamente.



"...Antes de sairmos à cata desesperada de valores materiais expressivos, analisemos o que necessitamos dar em troca.Porque nada vale que mereça sacrificar a honra, a dignidade pessoal, a auto-estima, a vida espiritual.Tudo é passageiro na Terra!"


“Com efeito, passa o homem como uma sombra; em vão se inquieta; amontoa tesouros e não sabe quem os levará” (Salmo 39:6)


“Fixemos nosso coração em fazer empenho para aumentar nosso tesouro no céu.”
Mateus 6: 19,20