Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 2 de agosto de 2009

Ser amigo também é saber dizer não

Até que ponto um amigo deve ir por outro amigo? abrir mão dos seus princípios?
Por um amigo devemos ir até onde for necessário, desde que não estejamos ferindo à nossa consciência ou indo contra os princípios que nos regem.
Um amigo não deveria pedir ao outro que faça algo contra a sua consciência, porque isso seria desrespeitar o outro. E o princípio em que se baseia a amizade, assim como o amor, é a confiança e o respeito mútuo.
Nem tudo que um amigo pede ao outro pode ser atendido.
Tem pedidos que devem ser rejeitados, se estes poderão causar mais danos do que benefícios.
Quando fazemos um pedido pensamos que seja para o nosso bem, porque só estamos focando uma direção, porém ás vezes o pedido acarretará consequências nefastas, mas não nos apercebemos, se o amigo perceber isso é seu dever negar o pedido, mesmo à custa do outro ficar zangado e até romper a amizade. Entretanto se isso acontecer é porque a amizade não possuía bases fortes e sólidas.
Dizer não quando for preciso é um ato de coragem e uma prova de amizade.

Amigo que é amigo diz sim quando for necessário, mas também diz não se a situação assim o exigir, porque o amigo quer o nosso bem e muitas vezes o nosso bem está justamente em receber um não. Dizer sim, quando deveria se dizer não é como se estivesse "dando corda para se enforcar", estamos contribuindo para que o mal aconteça e não o bem.

O maior desejo de um amigo é que tudo de bom aconteça ao seu amigo, que encontre o seu caminho, tenha saúde,tenha sucesso, paz de espírito e que se precisar terá uma mão estendida para ajudar, lembrando que muitas vezes a ajuda passa por dizer um simples não.

Nenhum comentário: