Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Amor Eros...Sucessão de ciclos de ondas!

O Amor Eros, é uma sucessão de ciclo de ondas, o “vento” (estímulo) começa a soprar no “mar interior”, ocorre uma colisão entre as moléculas da emoção, iniciando-se um processo de transferência de energia entre o ar e o mar. Surgem pequenas deformações, “ondas capilares”. A superfície do “mar interior”torna-se rugosa. Se o vento cessar, a rugosidade também cessa imediatamente, mas aumentam se o “vento” continuar e se transformam em pequenas “ondas” com uma parte elevada chamada crista, e uma depressão chamada cavado. Neste estágio, se o vento cessar elas continuarão a ter vida própria e se propagarão pela superfície do corpo. O “vento” continuando a soprar, a transferência de energia prossegue e as “ondas da emoção” ganham altura, formando um “espectro de Ondas” até ao desenvolvimento máximo, onde atinge um platô de equilíbrio, a energia transferida do “vento” se iguala à energia dissipada das ondas, surge a “calmaria” (Sublime estado de êxtase). Quanto maior for a velocidade do vento, maiores serão as ondas que compõe o espectro, e mais tempo será necessário para atingir o estágio estável.

A forma ou as características do espectro de ondas depende de 3 propriedades do vento: *Intensidade: ventos intensos formam ondas maiores.
*Duração: se o vento cessar prematuramente poderá não haver tempo suficiente para construir um espectro estável. Precisam soprar durante algum tempo de forma contínua para que ocorra transferência de energia suficiente para formar ondas altas para construir um espectro estável;
*Extensão: ventos soprando sobre uma pequena área não conseguem formar espectros estáveis. Precisam soprar por uma área extensa de comprimento, “pista de vento”, para formar o espectro estável.Assim que as ondas são formadas, elas se propagam sobre a superfície, e escapam da zona de geração. Se a propagação se efetuar sobre uma superfície onde o vento continua a soprar, a transferência de energia continuará ocorrendo, e a onda a crescer, exceto se tiver atingido o estágio estável. Na zona de geração, as ondas parecem desorganizadas, e o mar caótico. Quando escapam da zona de geração as ondas com menores comprimento se dissipam, e o espectro vai sendo filtrado. As maiores, podem viajar por milhares de quilômetros. É assim que ondas formadas no Pacifico Sul, ao sul da Austrália, atingem o Alaska. Também é comum ondas formadas no Atlântico Norte causarem ressacas no litoral Norte do Brasil, e depois alcançarem a Namíbia, na África. Uma vez geradas, as ondas mantém sua trajetória mesmo fora da área de ação do vento, quando passam a ser denominadas de swell. Por se propagarem como as ondulações concêntricas, geradas por um objeto lançado na água, a energia se distribui ao longo de uma circunferência cada vez maior, o que resulta em diminuição da energia por unidade de comprimento de crista, ou seja, em diminuição da altura da onda. Dessa maneira ondas de tempestade podem se transformar em ondas construtivas como será visto mais adiante.

Quando o espectro de ondas de emoção é o "máximo" a forma de eternizá-los é descrevê-los posteriormente, o mais próximo do ocorrido, se for em PPT muito melhor porque pode associar imagem e som que exaltem o momento. Na contabilidade do amor Eros sobressaem 121 espectros de máxima emoção, com direito a alcançar o paraíso nesta dimensão terrena.

4 comentários:

Experiencias de uma vida disse...

Oi amiga Deus te abençoe e proteja
Tuas pesquizas estão indo bem longe.
Parabens
Mas te confesso elas foram muito além do meu conhecimento , o meu cerebrozinho as vezes fica boiando .Mas tudo bem procura ir sempre além,pois tem capacidade para isso e muito mais .
Progresso sempre .
Namastê

Céu disse...

Obrigada Alcione pelo seu comentário.Neste texto apenas fiz uma tentativa de analogia das etapas do prazer do amor com as etapas da formação das ondas do mar. Uma forma pessoal de descrever e eternizar as sensações únicas que para muitos é banal e corriqueira, associando-as ao mar, que tem um significado muito importante, profundo e especial para mim.
Talvez por isso tenha originado a falta de clareza ou sentido que deixou seu "cerebrozinho boiando", desculpe se ficou menos claro.
Namastê

Experiencias de uma vida disse...

OI Céu
Muita Paz
meu comentário foi só um comentário
Entenda bem ; não houve intuito de critica,pelo contrário acho muito positivo tua forma de entender as coisas que para muitos podem ser julgadas simples ou banais.
Se analizarmos bem tudo começou no mar .
Pelo menos do básico que estudamos os primeiros vestigios de vida originou-se lá (no velho e belo mar)
Mas complicado é saber
(COM QUEM ESTÁ A VERDADE? )
Enquanto não sabemos ao certo vamos curtindo toda a beleza
dessa benção Divina que foi concedida a nós pobres mortais
Namastê

Céu disse...

A Paz esteja contigo!
Obrigada Alcione por seu comentário sua pergunta "Mas complicado é saber
(COM QUEM ESTÁ A VERDADE? )"
Cada vez mais penso que talvez o mais importante não seja saber com quem está a verdade e sim o que é verdade, procurá-la e partilhá-la, mesmo que os outros não a aceite como sendo verdade e sim a nossa interpretação da realidade, porque estará de algum modo refletindo sobre ela.
Namastê