Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

domingo, 16 de maio de 2010

O prazer esta no sonhar e projetar do que propriamente no realizar

Dias atrás fiz uma descoberta: Obtenho mais prazer quando projeto e planejo o sonho do que propriamente quando o torno realidade, ou melhor quando estou planejando a forma de realizar o sonho sinto prazer, porque estou dando asas a criatividade. Isso a propósito de ter projetado um torneio de duplas de voley, mas que ficou só em projeto, porque senti que os elementos não estavam motivados, nem se quer tentei convencê-los, não valia a pena, isso fez com que ao invés de ficar frustrada, refletisse sobre o prazer que senti ao colocar no papel desde a ideia, passando pelo nome do torneio, o calendário dos jogos, a criação do emblema para por nas T-Shirts personalizadas que iria mandar confeccionar, até aos troféus e medalhas que seriam gravadas para esse efeito é claro que se realizasse teria muito prazer, porque jogar voley por si só já proporciona imenso prazer.
Essa descoberta confirma que o mais gostoso de uma viajem não é quando chegamos no destino e sim todos os passos que demos para lá chegar. Assim como o mais importante não é ganhar ou vencer e sim o competir, que mostra o que fizemos no percurso para conquistar a vitória.

Daqui podemos extrapolar para outras situações, como os preparativos para uma festa e não a festa em si, a escolha de um presente ou a sua confecção e não quando entregamos o presente.

O momento em que colocamos nossa criatividade em ação é sempre um momento de prazer e de libertação de nós mesmos, semelhante ao que acontece quando duas almas gêmeas complementares se unem.
O prazer do sonhar , o prazer do planificar o sonho muitas das vezes supera o prazer do sonho realizado, por isso devemos "apostar" no sonho, mesmo que esse não se realize na pratica, já se realizou no momento em que o delineamos o que nos proporciona muito prazer.

4 comentários:

Experiencias de uma vida disse...

A paz esteja contigo
Amiga pelo muito de vida que já viví.e talvez nem tanto de sabedoria que deveria ter adquirido nesta vida.creio que conseguiste o atalho perfeito,para uma realização intima bastante satisfatória
Namatê

Céu disse...

A paz esteja contigo também! Amiga obrigada pelo seu comentário, a sabedoria está presente nas suas palavras. Não sei se é um atalho perfeito, mas foi uma descoberta ou melhor uma tomada de consciência como se tivesse dado o "clik" naquele momento e a partir daí passei em revista os momentos passsados podendo corroborar essa descoberta, talvez banal para muitos, mas para mim não o foi.
Namastê

Igor Carneiro disse...

Vou ser sincero.

Talvez pela minha falta de maturidade, pelo meu pouco tempo de vida, não consigo pensar o mesmo. Só me tranquilizo quando ver minha vontade concretizada e "desespero-me" quando não a vejo.

Grande abraço!

Shalom!

Céu disse...

Obrigada Igor por seu comentário na forma de testemunho pessoal.Eu pensava assim também, contudo, não sei se esta descoberta estará relacionada com a maturidade ou o atingimento do limiar da tolerabilidade em relação às frustrações ou "desesperos" vividos.
Um grande abraço!
Shalon!