Sua visita me deixou muito feliz...

Sua visita me deixou  muito feliz...

terça-feira, 31 de maio de 2011

S E J A ! ! ! ...mais uma pétala colhida no Jardim Internet

Do vasto "Jardim" Internet surge mais uma pétala na caixa do correio eletrônico, sob o formato PPT, enviado pelo ConReiki, sem que trouxesse o nome do seu criador, pesquisou-se em alguns recantos do jardim, mas todos desconheciam, quando estava prestes a declarar como desconhecido, encontrou-se, finalmente a menção de um nome e a partir dele chegou-se a um recanto fascinante:
http://www.lisiesilva.com/lisie_love_dreams.htm.

Esta pétala de sabedoria, traduz o que ao longo da vida seria uma meta a ser alcançada, mas que ainda não fora conseguida, ficando apenas na intenção, porque o caminho é difícil, principalmente quando temos o desejo mas não temos a capacidade ou condições para o realizar.


S E J A F O N T E!

Fonte de água pura e cristalina.
Seja água abundante para quem tem sede de amor, de carinho.
De força, de apoio de diretriz.
Se você não tem nenhum motivo para ser feliz,
seja feliz por ser fonte.
Por ser procurado por aqueles que precisam de você.
S E J A P O R T O!
Porto de chegada de almas cansadas,
Seja porto para aqueles que andam perdidos pelo mundo,
E que precisam de um lugar tranqüilo para descansar o fardo que carregam.
Para ser porto de chegada, abrace, afague, receba, dê boas vindas.
Seja porto de saída, saída para quem precisar partir, despedindo-se das ilusões, das dores, dos fracassos e decepções.
Partindo para uma vida melhor, para isso, ajude, apóie, converse, estenda as mãos, ouça, oriente. Seja também porto seguro, para quem lhe ama e precisa de você.
Porto seguro para os amigos, para a família, para quem precisar.
Para ser porto seguro, esqueça o ego e pense no próximo, esqueça suas dores e amenize as dores do próximo.
Se você não tem motivos para ser feliz,
seja feliz por ser porto,
para receber aqueles que procuram por você.
S E J A P O N T E!
Ponte que liga a vida terrena à eternidade do céu.
Para ser ponte, compreenda, perdoe e deixe as pessoas passarem por você.
Para ser ponte,
Esteja no fim da estrada daqueles que não encontram o caminho de volta.
Seja a passagem e não o atalho,
Seja o caminho livre e não o pedágio.
Se você não tem outro motivo para ser feliz, seja feliz por ser ponte.
Ponte significa união, ligação, laços de afeição.
S E J A E S T R A D A!
Estrada longa, gostosa de passear,
Estrada iluminada de dia pelo sol e de noite pelo luar.
Seja estrada que guia,
Estrada que conduz a outros caminhos.
Se você não tem outro motivo para ser feliz, seja feliz por ser estrada, estrada dos peregrinos da vida, estes plantarão flores aos seus pés.
Seja estrada para os caminhantes do tempo,
Estes regarão suas flores.
Seja estrada para os andarilhos do mundo,
Estes poderão colhê-las, e sentir seu perfume.
S E J A E S T R E L A!
Seja a estrela que mais brilha no firmamento.
Seja a estrela inspiradora dos poetas,
Dos românticos e apaixonados.
Para ser estrela, ilumine os que lhe cercam,
Distribua luz gratuitamente.
Seja estrela guia, estrela da sorte.
Se você não tem outro motivo para ser feliz, seja feliz por ser estrela,
Por que as estrelas estão sempre no alto,
São soberanas porque guiam os navegantes.
S E J A C H U V A!
Chuva que molha os corações secos, vazios de amor, de esperança, de paz.
Seja chuva que inunda os campos áridos, que molham os jardins, que dá vida a toda vegetação, e que faz transbordar os rios.
Se você não tem outro motivo para ser feliz, seja feliz por ser chuva,
a chuva é sempre esperada,
Por que dela depende a continuidade de toda a humanidade.
S E J A Á R V O R E!
Árvore que dá frutos para quem tem fome.
Que dá sombra e refresca o árduo calor dos caminhantes que seguem pela vida.
Seja árvore que aninha, que acolhe os passarinhos, que enfeitam os quintais.
Se você não tem outro motivo para ser feliz, seja feliz por ser árvore.
Por que ser árvore é ter raízes sólidas e profundas.
É ter braços que se alongam, que se estendem...
É produzir flores para enfeitar a alma de alguém,
É ser forte e enfrentar temporais.
É ter suas folhas embaladas pelo vento,
É ser molhada pela chuva
E acalentada pelo sol, é fazer parte da criação
Como um ser único.
-Lisiê Silva-

sábado, 28 de maio de 2011

Xingu chora...

Xingu chora e sangra
por Mônica Martins*
Carta do Cacique Mutua a todos os povos da Terra

O Sol me acordou dançando no meu rosto. Pela manhã, atravessou a palha da oca e brincou com meus olhos sonolentos. O irmão Vento, mensageiro do Grande Espírito, soprou meu nome, fazendo tremer as folhas das plantas lá fora. Índio do Xingu. Eu sou Mutua, cacique da aldeia dos Xavantes. Na nossa língua, Xingu quer dizer “água boa”, “água limpa”. É o nome do nosso rio sagrado.

Como guiso da serpente, o Vento anunciou perigo. Meu coração pesou como jaca madura, a garganta pediu saliva. Eu ouvi. O Grande Espírito da floresta estava bravo.Xingu banha toda a floresta com a água da vida. Ele traz alegria e sorriso no rosto dos curumins da aldeia. Xingu traz alimento para nossa tribo.Mas hoje nosso povo está triste. Xingu recebeu sentença de morte. Os caciques dos homens brancos vão matar nosso rio.

O lamento do Vento diz que logo vem uma tal de usina para nossa terra. O nome dela é Belo Monte. No vilarejo de Altamira, vão construir a barragem. Vão tirar um monte de terra, mais do que fizeram lá longe, no canal do Panamá. Enquanto inundam a floresta de um lado, prendem a água de outro. Xingu vai correr mais devagar. A floresta vai secar em volta. Os animais vão morrer. Vai diminuir a desova dos peixes. E se sobrar vida, ficará triste como o índio.Como uma grande serpente prateada, Xingu desliza pelo Pará e Mato Grosso, refrescando toda a floresta. Xingu vai longe… desembocar no Rio Amazonas e alimentar outros povos distantes.

Se o rio morre, a gente também morre, os animais, a floresta, a roça, o peixe… tudo morre. Aprendi isso com meu pai, o grande cacique Aritana, que me ensinou como fincar o peixe na água, usando a flecha, para servir nosso alimento.

Se Xingu morre, o curumim do futuro dormirá para sempre no passado, levando o canto da sabedoria do nosso povo para o fundo das águas de sangue.Hoje pela manhã, o Vento me levou para a floresta.

O Espírito do Vento é apressado, tem de correr mundo, soprar o saber da alma da Natureza nos ouvidos dos outros pajés. Mas o homem branco está surdo e há muito tempo não ouve mais o Vento.Eu falei com a Floresta, com o Vento, com o Céu e com o Xingu. Entendo a língua da arara, da onça, do macaco, do tamanduá, da anta e do tatu. O Sol, a Lua e a Terra são sagrados para nós.Quando um índio nasce, ele se torna parte da Mãe Natureza. Nossos antepassados, muitos que partiram pela mão do homem branco, são sagrados para o meu povo.

É verdade que, depois que homem branco chegou, o homem vermelho nunca mais foi o mesmo. Ele trouxe o espírito da doença, a gripe que matou nosso povo. E o espírito da ganância que roubou nossas árvores e matou nossos bichos. No passado, já fomos milhões. Hoje, somos somente cinco mil índios à beira do Xingu, não sei por quanto tempo.Na roça, ainda conseguimos plantar a mandioca, que é nosso principal alimento, junto com o peixe. Com ela, a gente faz o beiju. Conta a história que Mandioca nasceu do corpo branco de uma linda indiazinha, enterrada numa oca, por causa das lágrimas de saudades dos seus pais caídas na terra que a guardava.

O Sol me acordou dançando no meu rosto. E o Vento trouxe o clamor do rio que está bravo. Sou corajoso guerreiro, não temo nada.Caminharei sobre jacarés, enfrentarei o abraço de morte da jiboia e as garras terríveis da suçuarana. Por cima de todas as coisas pularei, se quiserem me segurar.

Os espíritos têm sentimentos e não gostam de muito esperar.Eu aprendi desde pequeno a falar com o Grande Espírito da floresta. Foi num dia de chuva, quando corria sozinho dentro da mata, e senti cócegas nos pés quando pisei as sementes de castanha do chão. O meu arco e flecha seguiam a caça, enquanto eu mesmo era caçado pelas sombras dos seres mágicos da floresta.

O espírito do Gavião Real agora aparece rodopiando com suas grandes asas no céu.Com um grito agudo perguntou:– Quem foi o primeiro a ferir o corpo de Xingu? Meu coração apertado como a polpa do pequi não tem coragem de dizer que foi o representante do reino dos homens.O espírito do Gavião Real diz que se a artéria do Xingu for rompida por causa da barragem, a ira do rio se espalhará por toda a terra como sangue – e seu cheiro será o da morte.

O Sol me acordou brincando no meu rosto. O dia se abriu e me perguntou da vida do rio. Se matarem o Xingu, todos veremos o alimento virar areia.A ave de cabeça majestosa me atraiu para a reunião dos espíritos sagrados na floresta. Pisando as folhas velhas do chão com cuidado, pois a terra está grávida, segui a trilha do rio Xingu. Lembrei que, antes, a gente ia para a cidade e no caminho eu só via árvores. Agora, o madeireiro e o fazendeiro espremeram o índio perto do rio com o cultivo de pastos para boi e plantações mergulhadas no veneno. A terra está estragada. Depois de matar a nossa floresta, nossos animais, sujar nossos rios e derrubar nossas árvores, querem matar Xingu.

O Sol me acordou brincando no meu rosto. E no caminho do rio passei pela Grande Árvore e uma seiva vermelha deslizava pelo seu nódulo.– Quem arrancou a pele da nossa mãe? – gemeu a velha senhora num sentimento profundo de dor. As palavras faltaram na minha boca. Não tinha como explicar o mal que trarão à terra.– Leve a nossa voz para os quatro cantos do mundo – clamou – O Vento ligeiro soprará até as conchas dos ouvidos amigos – ventilou por último, usando a língua antiga, enquanto as folhas no alto se debatiam.

Nosso povo tentou gritar contra os negócios dos homens. Levamos nossa gente para falar com cacique dos brancos. Nossos caciques do Xingu viajaram preocupados e revoltados para Brasília. Eu estava lá, e vi tudo acontecer.

Os caciques caraíbas se escondem. Não querem olhar direto nos nossos olhos. Eles dizem que nos consultaram, mas ninguém foi ouvido.O homem branco devia saber que nada cresce se não prestar reverência à vida e à natureza. Tudo que acontecer aqui vai voar com o Vento que não tem fronteiras. Recairá um dia em calor e sofrimento para outros povos distantes do mundo.O tempo da verdade chegou e existe missão em cada estrela que brilha nas ondas do Rio Xingu. Pronta para desvendar seus mistérios, tanto no mundo dos homens como na natureza.

Eu sou o cacique Mutua e esta é minha palavra! Esta é minha dança! E este é o meu canto!“Porta-voz da nossa tradição, vamos nos fortalecer. Casa de Rezas, vamos nos fortalecer. Bicho-Espírito, vamos nos fortalecer. Maracá, vamos nos fortalecer. Vento, vamos nos fortalecer. Terra, vamos nos fortalecer.”Rio Xingu! Vamos nos fortalecer!Leve minha mensagem nas suas ondas para todo o mundo: a terra é fonte de toda vida, mas precisa de todos nós para dar vida e fazer tudo crescer.Quando você avistar um reflexo mais brilhante nas águas de um rio, lago ou mar, é a mensagem de lamento do Xingu clamando por viver.

* Mônica Martins é jornalista e criadora da personagem fictícia Cacique Mutua.(O Autor)

Pare Belo Monte: Não À Mega Usina na Amazônia assine a petição!



sexta-feira, 27 de maio de 2011

Ensinamentos e desafio do Mar no dia de balanço de vida!

O Mar é uma fonte fascinante de energia, força, poder, beleza,mistério que se torna uma fonte inesgotável de inspiração e ensinamentos reveladores do amor e sabedoria Divina, quando conseguimos entrar em sintonia com ele.

O dia de balanço de vida ficou marcado por uma sintonia tão profunda com o Mar, que originou o "recebimento" de 10 ensinamentos, norteadores do caminho a seguir a partir do ponto de viragem:

1º-"Dar o devido Valor as coisas e situações sem super valorizar o que não tem valor ou tem valor reduzido e sem subvalorizar o que tem valor elevado


2º- Limpar e esvaziar a mente e a vida, jogando fora todo o entulho ou lixo acumulado


3º- Equacionar o problema, achar a solução, aplicá-la e por de parte assim que resolver


4º- Gastar o dinheiro quando for preciso, sem ficar o tempo todo calculando o que sobra para gastar.


5º- Viver o momento presente


6º- Agir ao invés de reagir perante as situações adversas


7º- Responder quando for perguntado, certificando-se de que realmente o outro espera ou deseja uma resposta


8º- Não aceitar provocação e nem provocar


9º- Antes de dar uma resposta contar até 10 ou esperar 10 segundos


10º- Planejar, por em prática, fazer tudo para que se concretize, mas sabendo que tudo tem o momento certo de acontecer, desde que seja para acontecer.


Deste último ensinamento surgiu um desafio que gerou o pensamento "tenho tanto projetos inacabados, outros ainda por começar, mas não realizo nenhum como vou aceitar esse desafio, o primeiro, durante todo este tempo de sintonia com o Mar?", mas este não tardou em "responder": "te vira! tens que gerir bem o tempo e os teus projetos".


Será muito difícil, diria mesmo complicado e até impossível, mas mãos à obra, porque um desafio é sempre muito estimulante e não importa quanto tempo leve ou quantos "quilômetros" terão que ser percorridos, o importante é "por-se a caminho", é dar o primeiro passo...

Dia de balanço existencial...sucessão de altos e baixos!

O dia de "balanço de vida" foi tão repleto de altos e baixos em termos de emoções positivas, mescladas de negativas gerando um esgotamento, um grande desgaste energético, apesar disso, terminou com saldo positivo, num estado de êxtase, cuja a gota final foi um emotion card recebido.


O dia começou, despertado pela sensação de uma mágica emoção a percorrer todo o corpo, ao observar o celular, havia o torpedo, de um ente querido, em triplicado (para ter a certeza de que seria recebido), depois o sol despontou no horizonte por entre umas nuvens negras formando uma imagem envolta de magia e mistério. Em seguida o recebimento de uma rosa de cor rosa colhida no próprio jardim entregue de forma emocionada pelo pai. Seguiu-se nuvens em forma de coração, como que anunciando que o Universo estava em festa, que o amor acompanharia o dia.


Uma nuvenzinha negra cobriu o sol temporariamente, quando foi assistir à missa, em louvor e agradecimento a Deus por permitir tudo o que a vida proporcionou até hoje, na igreja onde fora o velório de sua mãe, em frente ao hospital onde estivera internada, mas depois a nuvenzinha dissipou-se. Para daí algum tempo voltar a se formar quando um telefonema de felicitação terminou com a notícia de doença na família.


Novamente a nuvenzinha se dissipou para dar lugar a um sol maravilhoso, diante do mar, houve auto tratamento Reiki em simultâneo com envio de Reiki a distância para os entes queridos, em especial aos que estariam alterados por alguns sintomas de doenças; Foi quando o balanço de vida foi realizado, o ponto de equílibrio e em simultâneo o vislumbramento do ponto de viragem da vida.


Caminhar com os pés descalços na areia com a agua das ondas molhando inclusive a calça, apesar de estar dobrada foi um "descarrego" de toda a enegia negativa e o carregamento de energia positiva. de tal forma que seguiram-se mais 3 nuvenzinhas (3 telefonemas de felicitações que acabaram com a mesma notícia da doença na família, mas que em seguida a energia positiva imperou (o carteiro entregou um cartão, vários torpedos).


O bolo delicioso, idealizado para essa altura, correspondeu, apesar de que, devido ao calor, parte do enfeite que era de chocolate (uma rede de voley) desmoronou, foi colocado no gelo, voltou a forma inicial o tempo suficiente para ser fotografado, depois demoronou logo a seguir. Antes de comê-lo junto com uma deliciosa pizza, mais uma nuvenzinha surgiu, a missa de sétimo dia de um conhecido vizinho, interrompida 2 vezes, uma por um telefonema de felicitações e outra para ir receber a pizza encomendada ( a missa demorou muito por ser o mês de Maria) e novamente a tristeza pela recordação do funeral e missa de 7 dia da mãe querida (foi o mesmo padre que foi dar-lhe a comunhão no último domingo que passou em casa, 1 semana antes do seu crepúsculo de vida).


O "sol brilhou no horizonte" (sentido figurado porque estava de noite) ao ler 2 mails emocionantes e por fim um emotion card que mostrava que realmente a pessoa a tinha nos pensamentos.


Depois de um dia destes, recheado de fortes emoções, o resultado não poderia ser outro, cair na cama feito uma pedra e só acordar no dia seguinte com o despertador tocando para um novo dia povoado das lembranças do dia anterior.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Balanço de vida consequência inevitável da maturidade

"A maturidade me permite olhar com menos ilusões, aceitar com menos sofrimento, entender com mais tranquilidade, querer com mais doçura."Lya Luft

Este pensamento sintetiza o dia de hoje, "balanço da vida", um jorrar de emoções, da fonte do passado que se junta à fonte do presente para criar a fonte do futuro.

O "balanço de vida" é marcado pela doçura do bolo "curricular" de chocolate, cujo formato, um trevo de 4 folhas em forma de coração, chama pela sorte ao mesmo tempo que vinca o amor, suporta as etapas marcantes da vida, ao longo de cada década da existência, estas, divididas em 2 fases pela linha do horizonte, como uma quadra de voley é dividida ao meio por uma rede.

Do "balanço de vida" surge o tão procurado ponto de equilíbrio que se transforma no ponto de viragem que originará uma mudança de pólo na vida: De "robot rebelde" (a razão no comando com as investidas da rebelde emoção) à "louco centrado na razão" (a emoção assume o comando sob a vigilância da razão).

E porque "balanço de vida" é uma consequência inevitável da maturidade... Uma pétala colhida no "jardim" Internet


Canção na plenitude

Não tenho mais os olhos de menina, nem corpo adolescente, e a pele translúcida há muito se manchou.Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura agrandada pelos anos e o peso dos fardos bons ou ruins. (Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)O que te posso dar é mais que tudo o que perdi: dou-te os meus ganhos. A maturidade que consegue rir quando em outros tempos choraria,busca te agradar quando antigamente quereria apenas ser amada.Posso dar-te muito mais do que beleza e juventude agora: esses dourados anos me ensinaram a amar melhor, com mais paciência e não menos ardor, a entender-te se precisas, a aguardar-te quando vais, a dar-te regaço de amante e colo de amiga,e sobretudo força — que vem do aprendizado.Isso posso te dar: um mar antigo e confiável cujas marés — mesmo se fogem — retornam, cujas correntes ocultas não levam destroços mas o sonho interminável das sereias.Extraído do livro "Secreta Mirada", Editora Mandarim - São Paulo, 1997, pág. 151.Lya Luft

terça-feira, 24 de maio de 2011

No universo da Internet uma "Conspiração Espiritual"

Acabei de receber esta linda mensagem, justamente na véspera de um dia que já foi aguardado com muita expectativa, depois passou a ser muito festejado de forma inesperada, passou a ser um marco de ocorrência de uma situação desagradável, que nos anos seguintes fosse tratado como um dia comum, para depois passar a ser celebrado como um dia especial nos outros anos seguintes, para deixar de ser comemorado pela profunda tristeza, que se abateu, dias antes, no coração, provocado por um acontecimento carregado de muita dor e sofrimento, mas que logo no ano a seguir, passou a ser um dia de emoções opostas, tristeza e alegria, sorrisos e lágrimas, euforia e depressão, ocasionado por momentos mágicos emocionantes.



Neste momento, momentos antes de chegar, está envolto de uma mágica energia, que começou com uma mensagem contendo uma música que representa o ritmo musical mais apreciado no passado, seguido por outra mensagem contendo uma "jugbox". com as músicas do ano em que esse dia passou a fazer parte da vida, umas das músicas tem o ritmo que é impossível não começar a dançar, outra do cantor que fora seu ídolo; Para logo a seguir apreciar a sabedoria oriental, que chegara no correio eletrônico, enviado pelo Conselho Internacional de Reiki, que enviou também esta:

CONSPIRAÇÃO ESPIRITUAL

Na superfície da terra exatamente agora há guerra e violência e tudoparece negro.
Mas, simultaneamente, algo silencioso, calmo e oculto está acontecendo e certas pessoas estão sendo chamadas por uma luz mais elevada.Uma revolução silenciosa está se instalando de dentro para fora.Debaixo para cima. É uma operação global.Uma conspiração espiritual.
Há células dessa operação em cada nação do planeta.Vocês não vão nos assistir na TV. Nem ler sobre nós nos jornais.Nem ouvir nossas palavras nos rádios. Não buscamos a glória.Não usamos uniformes.Nós chegamos em diversas formas e tamanhos diferentes. Temos costumese cores diferentes. A maioria trabalha anonimamente. Silenciosamente trabalhamos fora de cena. Em cada cultura do mundo. Nas grandes e pequenas cidades, em suas montanhas e vales. Nas fazendas, vilas, tribos e ilhas remotas.Você talvez cruze conosco nas ruas.E nem perceba…Seguimos disfarçados. Ficamos atrás da cena.E não nos importamos com quem ganha os louros do resultado,e sim, quese realize o trabalho. De vez em quando nos encontramos pelas ruas. Trocamos olhares de reconhecimento e seguimos nosso caminho.Durante o dia muitos se disfarçam em seus empregos normais. Mas à noite, por atrás de nossas aparências, o verdadeiro trabalho se inicia.Alguns nos chamam do Exército da Consciência. Lentamente estamos construindo um novo mundo.Com o poder de nossos corações e mentes. Seguimos com alegria e paixão. Nossas ordens nos chegam da Inteligência Espiritual e Central. Estamos jogando bombas suaves de amor sem que ninguém note; poemas,abraços, musicas, fotos, filmes, palavras carinhosas, meditações epreces, danças, ativismo social, sites, blogs, atos de bondade…Expressamos-nos de uma forma única e pessoal. Com nossos talentos e dons.Sendo a mudança que queremos ver no mundo. Essa é a força que move nossos corações.Sabemos que essa é a única forma de conseguir realizar a transformação.Sabemos que no silêncio e humildade temos o poder de todos os oceanos juntos. Nosso trabalho é lento e meticuloso. Como na formação das montanhas.O amor será a religião do século 21.Sem pré-requisitos de grau de educação. Sem requisitar um conhecimento excepcional para sua compreensão.Porque nasce da inteligência do coração. Escondida pela eternidade no pulso evolucionário de todo ser humano. Seja a mudança que quer ver acontecer no mundo. Ninguém pode fazer esse trabalho por você.Nós estamos recrutando. Talvez você se junte a nós. Ou talvez já tenha se unido.Todos são bem-vindos. A porta está aberta.
(autor desconhecido)

Realmente neste momento parece haver uma conspiração do Universo , como se lançasse uma rede de amor, causando uma sensação de leveza, de bem estar, como transportasse para uma outra dimensão envolta de luz , serenidade e beleza.

Louvado seja Deus!

Que Deus abençoe a todos que fazem parte desta "Rede" de Amor quer no mundo virtual, quer no mundo real que tornam o dia envolto de mágica emoção que aquece e ilumina o coração.

Pérolas da Sabedoria Oriental

A sabedoria é um dom que nem todos expressam, embora esteja na memória universal que acompanha a Humanidade desde o seu nascimento. Requer interiorização, sob a forma de meditação, da observação do que se passa no mundo exterior processando no interior do ser e depois devolver ao mundo sob forma de ensinamento que aponta a direção do caminho no sentido da evolução para a atingir a perfeição.
Algumas pérolas da sabedoria oriental recebida em PPT enviado pelo Conselho Internacional de Reiki:

*O sábio teme o céu sereno; porém, quando vem a tempestade ele caminha sobre as ondas e desafia o vento. (Confúcio 孔夫子)‏
*O homem de bem exige tudo de si próprio; o homem medíocre espera tudo dos outros. (Confúcio 孔夫子)
*Escolha um trabalho que ama e não terá que trabalhar um único dia em sua vida. (Confúcio 孔夫子)
*O que eu ouço, esqueço. O que eu vejo, lembro. O que eu faço, aprendo. (Confúcio 孔夫子)
*Saber o que é certo e não fazê-lo é a pior covardia. (Confúcio 孔夫子 )
*A natureza dos homens é a mesma, são os seus hábitos que os mantém separados. (Confúcio 孔夫子 )
*É melhor acender uma vela que amaldiçoar a escuridão. (Confúcio 孔夫子)
*Ao examinarmos os erros de um homem, conhecemos o seu caráter.
(Confúcio 孔夫子)
*O homem realmente culto não se envergonha de fazer perguntas aos menos instruídos. (Lao-Tsé 老子)‏
*Quem conhece os outros é sábio; quem conhece a si mesmo é iluminado. (Lao-Tsé 老子)
*Quem conhece a sua ignorância revela a mais profunda sapiência.
*Quem ignora a sua ignorância vive na mais profunda ilusão. (Lao-Tsé 老子)‏
*Pagai o mal com o bem, porque o amor é vitorioso no ataque e invulnerável na defesa. (Lao-Tsé 老子)
*A alma não tem segredo que o comportamento não revele. (Lao-Tsé 老子)
*O sábio é notado sem se exibir. Renuncia a si mesmo e jamais será esquecido. (Lao-Tsé 老子)‏
*Quem quer humilhar alguém deve primeiro engrandecê-lo. (Lao-Tsé 老子)
*O ser humano tem a perversa tendência de transformar o que lhe é proibido em tentação. (Confúcio 孔夫子)‏
*Quando eu me despojo do que sou, eu me torno o que poderia ser.
(Lao-Tsé 老子)
*Para ganhar conhecimento, adicione algo todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine algo todos os dias. (Lao-Tsé 老子)‏
*Grandes realizações são possíveis quando se dá importância aos pequenos começos. (Lao-Tsé 老子)
*A música gera um tipo de prazer que a natureza humana não pode prescindir. (Confúcio 孔夫子)
*Quando vires um homem bom, tenta imitá-lo; quando vires um homem mau, examina-te a ti mesmo. (Confúcio 孔夫子)
*O coração do homem pode estar deprimido ou excitado. Em qualquer dos dois casos o resultado será fatal. (Lao-Tsé 老子)
*Não são as más ervas que sufocam o grão, é a negligência do cultivador. (Confúcio 孔夫子)‏
*Não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas. (Confúcio 孔夫子)
*Reaja inteligentemente mesmo a um tratamento não inteligente.
(Lao-Tsé 老子)
*Todo desejo incômodo e inquieto se dissolve no amor da verdadeira filosofia. (Lao-Tsé 老子)
*A libertação do desejo conduz à paz interior. (Lao-Tsé 老子)
*É fácil apagar as pegadas: difícil é caminhar sem pisar o chão. (Lao-Tsé 老子)‏‏

sábado, 21 de maio de 2011

Ser "Chique" vai além de um guarda roupa de grife...

SER CHIQUE SEMPRE
Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje.
A verdade é que ninguém é chique por decreto e algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda ... elegância é uma delas.!
Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas.
Muito mais que um belo carro Italiano.
O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.
Chique mesmo é quem fala baixo.
Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.
Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador.
É lembrar-se do aniversário dos amigos.
Chique mesmo é não se exceder jamais: nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor.
É "desligar o radar", o telefone, quando estiver sentado à mesa do restaurante, prestar verdadeira atenção a sua companhia.
Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!
Chique do Chique é não se iludir com "trocentas" plásticas do físico ... quando se pretende corrigir o caráter: não há plástica que salve grosseria , incompetência, mentira, fraude, agressão, intolerância, ateísmo...falsidade.
Mas, para ser Chique, Chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos terminar da mesma maneira, mortos sem levar nada material deste mundo.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem, que não seja correta.
Lembre-se: o diabo parece Chique, mas o inferno não tem qualquer glamour!
Porque, no final das contas, Chique mesmo é Crer em DEUS!
Investir em conhecimento pode nos tornar sábios ... mas, Amor e Fé nos tornam humanos!
GLÓRIA KALLIL

quinta-feira, 19 de maio de 2011

O Pão de Cristo...uma lição para para por em prática

Mesmo que não seja verdade ... O que se segue é um relato sobre um homem chamado Vítor. Recebido no correio eletrônico.

Depois de meses sem encontrar trabalho, viu-se forçado a recorrer à mendicidade para sobreviver, o que o entristecia e envergonhava muito.

Numa tarde fria de inverno, encontrava-se nas imediações de um restaurante de luxo, quando viu chegar um casal.Vítor pediu-lhe algumas moedas para poder comprar algo para comer.

- Não tenho trocos - foi a resposta seca. A mulher, ouvindo a resposta do marido, perguntou:

- Que queria o pobre do homem?

- Dinheiro para comer. Disse que tinha fome - respondeu o marido encolhendo os ombros.

- Lourenço, não podemos entrar e comer comida farta de que não necessitamos e deixar um homem faminto aqui fora!

- Hoje em dia há um mendigo em cada esquina! Aposto que ele quer é dinheiro para beber!

- Mas eu tenho uns trocos comigo. Vou dar-lhe alguma coisa!

Mesmo de costas para eles, Vítor ouviu tudo o que diziam. Envergonhado, queria afastar-se e fugir dali, mas a voz amável da mulher reteve-o:

- Aqui tem qualquer coisa. Consiga algo de comer, e, ainda que a situação esteja difícil, não perca a esperança: há-de haver, nalgum lugar um trabalho para si. Faço votos para que o encontre.

- Muito obrigado, minha senhora. A senhora ajuda-me a recobrar o ânimo!Nunca esquecerei a sua gentileza.

- Você vai comer o Pão de Cristo! Partilhe-o! - acrescentou ela com umlargo sorriso, dirigido mais ao marido do que ao mendigo.

Vítor sentiu como se uma descarga eléctrica lhe percorresse o corpo. Foi a um lugar barato para comer um pouco. Gastou só metade do que tinharecebido e resolveu guardar o restante para o dia seguinte: comeria do'Pão de Cristo' dois dias.Mas uma vez mais sentiu aquela descarga eléctrica a percorrer-lhe ocorpo: O PÃO DE CRISTO!

"Um momento! - pensou - Eu não posso guardar o 'Pão de Cristo' só paramim". Parecia-lhe como que escutar o eco de um hino antigo que tinha aprendido na catequese. Naquele momento, passava um velhote ao seu lado.- Quem sabe, se este pobre homem não terá fome também - pensou - Tenho de partilhar o 'Pão de Cristo'.

- Ouça - chamou Vítor - Quer entrar e comer uma comidinha quentinha?O velho voltou-se e encarou-o de olhar incrédulo.

- Está a falar sério, amigo? O homem não acreditava em tanta sorte, até estar sentado à mesa coberta com uma toalha e com um belo prato de comida quente à frente.Durante a refeição, Vítor reparou que o homem envolveu um pedaço de pão num guardanapo de papel.

- Está a guardar um pouco para amanhã? - Perguntou.

- Não, não. É conheço um miúdo da rua e que tem passado mal ultimamente.Estava a chorar com fome, quando o deixei. Vou levar-lhe este pão.

- O Pão de Cristo! - Recordou novamente as palavras da senhora e teve a estranha sensação de que havia um terceiro convidado sentado naquela mesa.

Ao longe, os sinos da igreja pareciam entoar o velho hino que antes lhe tinha ressoado na cabeça.Os dois homens foram levar o pão ao menino faminto que o começou a devorar com alegria. Subitamente, deteve-se e chamou um cãozinho, um cachorrinho pequeno e assustado.

- Toma lá. Metade é para ti - disse o menino. O Pão de Cristo também chegará para ti. O menino tinha mudado de semblante. Pôs-se de pé e começou a correr comalegria.

- Até logo! - disse Vítor ao velho - Nalgum lugar encontrará emprego.Não desespere! Sabe? - sussurrou - Isto que comemos é o Pão de Cristo. Foi uma senhora que me disse quando me deu aquelas moedas para ocomprar. O futuro só nos poderá trazer algo de muito bom!

Enquanto se afastava, Vitor reparou melhor no cachorrinho, que lhe farejava as pernas. Abaixou-se para o acariciar, quando descobriu que ele tinha uma coleira onde estava gravado o nome e o endereço do dono.Vítor pegou nele e caminhou um bom bocado até à casa dos donos do cão, e bateu à porta.Ao ver que o seu cãozinho tinha sido encontrado, o homem primeiro ficou todo contente; depois, tornou-se mais sério, pensando que se calhar oteriam roubado; mas, encarando a cara séria de Vítor e vendo no seurosto um ar de dignidade, disse então:

- Pus um anúncio no jornal oferecendo uma recompensa a quem encontrasseo cão. Tome!Vítor olhou o dinheiro, meio espantado, e disse:

- Não posso aceitar. Eu apenas queria fazer bem ao animal.

- Pegue-lhe! Para mim, o que você fez vale muito mais que isto! E olhe, se precisar de emprego, vá amanhã ao meu escritório. Faz-me falta, ao pé de mim, uma pessoa íntegra assim.Vítor, ao voltar pela avenida, como que volta a ouvir aquele hino que recordava a sua infância e que lhe ressoava no espírito. Chamava-se"REPARTE O PÃO DA VIDA'.

NÃO TE CANSES DE DAR, MAS NÃO DÊS SOBRAS,

DÁ COM O CORAÇÃO, MESMO QUE DOA.

QUE O SENHOR NOS CONCEDA A GRAÇA DE TOMAR A NOSSA CRUZ E SEGUÍ-LO, MESMO QUE DOA!

Bem, agora se o desejares, reparte com os teus amigos. Ajuda-os a repartir e a reflectir. Eu já o fiz. ESPERO QUE SIRVA para a tua VIDA...QUE DEUS NOS ABENÇOE SEMPRE...!!!


Jesus: Senhor, eu amo-Te muito, e necessito de Ti sempre: estás no mais profundo do meu coração. Abençoa, com o Teu carinho, a minha família, aminha casa, o meu emprego, os meus bens, os meus sonhos, os meus projectos e os meus amigos.



"Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)

sábado, 14 de maio de 2011

Se um dia estiver insatisfeito comigo, pergunta-me...

Senhor, Se um dia eu estiver "cheio da vida", com vontade de sumir, de morrer, insatisfeito comigo e com o mundo em torno de mim, como hoje (faz 4 anos que minha querida mãe se foi para sempre);
Pergunta-me, se eu quero trocar a luz pelas trevas;
Pergunta-me, se eu quero trocar a mesa posta, pelos restos que tantos vem buscar no lixo;
Pergunta-me, se eu quero trocar meus pés por uma cadeira de rodas;
Pergunta-me, se eu quero trocar minha voz, pelos gestos;
Pergunta-me se eu quero trocar o mundo dos sons pelo silêncio dos que nada ouvem;
Pergunta-me, se eu quero trocar o jornal que leio e depois jogo no lixo, pela miséria dos que vão buscá-lo para fazer dele seu cobertor;
Pergunta-me, se eu quero trocar minha saúde, pelas enfermidades de tanta gente;
Pergunta-me, até quando não reconhecerei as tuas bênçãos, a fim de fazer de minha vida um hino de louvor e gratidão e dizer, todos os dias, do fundo do meu coração:
OBRIGADO SENHOR
POR MAIS UM DIA.


Acrescento:

OBRIGADO SENHOR
PORQUE NÃO PERMITIU QUE MINHA MÃE TIVESSE UM SOFRIMENTO MAIOR E MAIS ARRASTADO;

OBRIGADO SENHOR
PORQUE PERMITIU QUE MINHA MÃE ESTIVESSE NO SEU PERFEITO JUÍZO ATÉ AO SEU DERRADEIRO SUSPIRO DE VIDA.

OBRIGADO SENHOR
PORQUE PERMITIU QUE MINHA MÃE TIVESSE AUTONOMIA PARA REALIZAR SUAS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA ATÉ 3 DIAS ANTES DO SEU CRESPÚSCULO DE VIDA.

OBRIGADO SENHOR
PORQUE PERMITIU QUE O MEU TRABALHO PASSASSE A SER PRÓXIMO DE CASA E PODER DAR TODO O APOIO QUE MINHA MÃE NECESSITOU NO FIM DA VIDA.

OBRIGADO SENHOR
PELOS MOENTOS ALTOS QUE ME EXIBIRAM TUAS BÊNÇÃOS E PELOS MOMENTOS BAIXOS QUE ME ABRIRAM PARA A TUA PROTEÇÃO.

domingo, 8 de maio de 2011

Dia da Mãe...alegria para alguns, tristeza para outros!

glitters


No dia em que se homenageia as mães, por muito tempo, um dia alegre e festivo, enquanto ela viva, agora um dia em que a dor da saudade, deixada pela sua partida, faz com que o coração sangre, gerando lágrimas incontidas e um único pensamento que esteja ela onde estiver, que esteja em Paz, envolta na Luz Divina, sem sofrimento. Faço das palavras contidas nestes dois poemas, as minhas palavras:
1-(Poema dedicado a todas as mães falecidas)
Maria, cheia de graça,
Ó Santa Mãe de Jesus,
Ouça esta minha oração,
De joelho aos pés da cruz,
E acolha minha mãe,
Com o Seu manto de luz!
Dê a ela a recompensa
Por tudo que fez pra mim:
Afago, afeto, ternura,
Todo carinho e calor;
Oferte a ela uma rosa -
Eu te peço - MÃE de amor!
E ao Seu Filho apresente
Esta filha tão querida,
Que foi prá mim o presente,
Tudo que tive na vida!
E em Sua companhia,
Acolhida em Seus braços,
Possa ela enfim descansar
Recebendo todo o amor
Que em vida soube dar!
Antonio Manoel Abreu Sardenberg

Para Sempre
Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece com o que é breve e passasem
deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo -
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.
Carlos Drummond de Andrade

Desperdiçamos o tempo, correndo atrás do bem material, de tudo que o dinheiro pode comprar, querendo sempre ter mais e mais, ocupamos demasiado o nosso tempo, deixamos de ter tempo para desfrutar da companhia daqueles que amamos, dar carinho e conforto, conviver com nossos entes queridos, dar-lhes um pouco de atenção, para satisfazer um desejo ou realizar um sonho do ente querido que o faria feliz, por vezes tão simples e ao nosso alcance, deixando sempre para amanhã, sem nos lembrarmos, que o amanhã poderá não vir, que um dia todos partiremos e nada levaremos connosco, somente aquilo que gravamos no nosso espírito, que é imortal, todo amor que vivemos e espalhamos, todo o bem que fizemos, toda a felicidade que proporcionamos a alguém.


Ah se eu pudesse fazer o tempo voltar atrás...

sábado, 7 de maio de 2011

Parabéns Luísa!

Parabéns Luísa! Finalista do Curso de Economia da Universidade do Minho.
Para ti 3 lembranças para transmitir o desejo de êxito e sucesso na profissão escolhida : um ramo de rosas vermelhas e brancas de parabéns, um tricórnio e bastão de chocolate, representando doce sabor da vitória hoje alcançada e um ursinho com o emblema da profissão para desejar felicidades!

O economista é o profissional que se dedica ao estudo e análise das causas e efeitos dos fenômenos sociais, nos aspectos estruturais e conjunturais, formulando, por conseguinte, diretrizes e planos relacionados à atuação dos agentes econômicos, quer sejam eles do setor público ou do setor privado.
O economista deve estar atento às alterações e tendências dos cenários econômicos, no sentido de planejar e replanejar, buscando corrigir distorções e desvios de rumo para a consecução dos objetivos propostos.
Seu trabalho é o extrato da atividade econômica da sociedade, o que ela produz e o que necessita produzir para sobreviver e, em especial, a busca pela inclusão de mais seres humanos na condição de beneficiários do processo de crescimento e desenvolvimento.
Há poucas décadas, o papel do economista tem se mostrado cada vez mais importante. Nota-se,
gradualmente, uma presença mais intensa do economista em discussões sobre a condução das políticas econômicas em âmbito mundial.
Há os que classificam o economista como pessimista frente às novidades que atravessam a sua ortodoxia, que ele é desumano. Porém, não fosse ele crítico e realista frente a tanta ingratidão, a sociedade poderia ter sucumbido às mais intensas guerras e aos períodos de recessão econômica. Pois é papel do economista promover as escolhas, diante dos custos de oportunidade, face à escassez dos recursos de produção e às restrições orçamentárias.
Sair da armadilha de uma inflação indexada e, ao mesmo tempo, implantar um plano de estabilização monetária, é apenas um dos clássicos exemplos da importância do economista para a sociedade. O economista calcula tudo e sua formação social, teórica e multidisciplinar, o coloca em posição privilegiada dentre os outros profissionais, podendo flexibilizar-se entre a consultoria e auditoria de empresas e a burocracia do setor público, podendo também especializar-se na elaboração e análise de projetos de viabilidade econômico-financeira.
O economista, na verdade, é o profissional que é obrigado a lembrar diariamente ao seu empregador quer seja ele governo ou empresa, que o mundo não flui livremente, sem percalços. Mas também, ele precisa formular mecanismos, dentro do sistema econômico para melhorar a distribuição de renda criando oportunidades de ascensão da sociedade
.
ReFAE – Revista da Faculdade de Administração e Economia, v. 1, n. 2,p. 29-32, 2010

JURAMENTO
“ juro perante Deus e a todos aqui presente,/ fazer da minha profissão de Economista/ um instrumento não de valorização pessoal,/ mas sim utilizá-lo para promoção/ do bem estar e progresso social e econômico/ de meu povo e de minha nação,/ procurando sempre tentar solucionar,/ de forma racional e humana,/ nossos problemas neste setor”.


ASSIM EU JURO
Ou

1) Juro que na minha profissão de Economista seguirei os caminhos da honestidade, do bom senso, do conhecimento e da justiça, colocando-me como um auxiliar do processo de integração social e do desenvolvimento das empresas nas quais atuarei. Comprometo-me perante a comunidade, a aceitar os desafios lançados pela carreira que hoje abraço, fazendo deles os degraus para o meu crescimento profissional e humano.

2) Perante Deus eu juro fazer de minha profissão de Economista um instrumento não de valorização pessoal, mas sim utilizá-lo para a promoção do bem estar e progresso social e econômico de meu povo e minha nação, procurando sempre tentar solucionar, de forma racional e humana, nossos problemas neste setor.

Oração a São Matheus (Padroeiro dos Economistas)

São Mateus que deixastes a riqueza para seguir com entusiasmo o chamado do Mestre, fazendo da pobreza um hino de louvor a Jesus, intercedei por mim, que me encontro em aflição. Vós que ouvistes do Mestre as palavras: "Não ajunteis para vós os tesouros da terra, a onde a traça e o caruncho os destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam, mas ajuntai para vós os tesouros dos céus!" Ensinai-me ó São Mateus o verdadeiro valor das coisas terrenas e não permiti que a ganância e a soberba dirijam meus atos.Protegei o que é meu e de minha família da ganância e do alcance alheio, para que as minhas posses não lhes causem cobiça nem ensejem atos ilícitos desvairados.Ensinai-me por fim, a ajuntar tesouros no céu e a servir a Deus e não ao dinheiro. Amém.

Oração do Economista
Pai nosso que dos céus nos abastece com superávits,
Santifica-nos, com a tua intervenção entre o equilíbrio,
Da oferta e da demanda do sistêmico mercado econômico.
Venha a nós, maior propensão marginal a poupar ou a consumir,Seja feita a tua vontade pelos ganhos dos subsídios.
Não nos deixes sem auferir lucros, investimentos, títulos e ações!
Livra-nos dos especuladores, dos déficits,dos impostos e das inflações.
Pois só teu é o cenário das elasticidades e dos ciclos econômicos,
Para todo o sempre, toda a utilidade,ceteris paribus, seja também, enfim, Amém.
Carlos Henrique Cost

Outra versão


"Em nome do pai Keynes, da taxa de lucro, da política fiscal e monetária, LUCRO!
Pai Keynes que estais na economia
Santificada seja vossa macro
Venha a vós a vossa renda
Superávit no défici orçamentário
Assim na demanda como na oferta.
A aplicação nossa de cada dia nos renda hoje
Perdoai a baixa eficiência marginal
Assim como nós perdoamos os administradores.
Não nos deixais cair na propensão marginal
E livrai-nos de todo prejuízo.
LUCRO!"

Parabéns Bianca!

Parabéns Bianca! Finalista de Engenharia Biomédica da Universidade do Minho. Para ti 3 lembranças: 1 ramo de rosas, para dar os parabéns pelo êxito alcançado; 1 tricórnio e o bastão de chocolate, para saborear o doce gosto da vitória alcançada e o ursinho com o emblema do curso para desejar felicidades na profissão escolhida.


Engenharia Biomédica é a disciplina da Engenharia que se dedica ao desenvolvimento e produção de próteses, instrumentos médicos, equipamentos de diagnóstico, e ao estudo dos organismos vivos do ponto de vista da engenharia. A Engenharia Biomédica é uma área multidisciplinar que conjuga conhecimentos de química, física e biologia bem como as técnicas de engenharia química, engenharia electrónica, engenharia biológica, engenharia dos materiais, bioinformática, bioengenharia e engenharia física.Funcionamento do corpo humanoAs técnicas de engenharia podem ser aplicadas ao estudo do corpo humano. Nesta óptica, um engenheiro está interessado no transporte e na transformação de alimentos, sangue e oxigénio no corpo humano, com as propriedades dos materiais que o constituem, com a distribuição de elementos químicos e com as propriedades dos tecidos. Estas informações são utilizadas para produzir modelos do corpo humano com os quais é possível prever os efeitos das terapêuticas a efectuar.

História da Engenharia Biomédica


A história da engenharia biomédica baseia – se em milhares de anos. Em 2000, os arqueólogos alemães descobriram uma múmia de 3.000 anos de Thebes com um protético de madeira amarrado a seu pé para servir como um “dedo grande do pé”. Os investigadores disseram que devido análises feitas esse desgaste na superfície inferior sugere que poderia ser a prótese mais velha de membro a que se tem notícia. Em 1816, o médico francês Rene Laennec colocou sua orelha ao lado de uma caixa desencapada, assim que enrolou em cima um jornal e escutou através dele, provocando a idéia que posteriormente aconteceria à invenção do estetoscópio de hoje. Não importa qual a data, a engenharia biomédica forneceu avanços na tecnologia médica para melhorar a saúde humana. As realizações biomédicas da engenharia variam dos dispositivos adiantados, tais como: muletas, sapatos de plataforma, dentes de madeira, marcapassos, máquinas semelhantes ao coração-pulmão, máquinas de hemodiálise, equipamento de diagnóstico, tecnologias de imagem de várias formas, órgãos artificiais, implantes e próteses avançadas. A academia nacional de engenharia estima que há atualmente aproximadamente 32.000 bioengenheiros que trabalham em várias áreas de tecnologia da saúde. Como um esforço acadêmico, as raízes da engenharia biomédica alcançam desenvolvimentos incríveis dentro da eletrofisiologia. A história da engenharia biomédica originou durante a Segunda Guerra Mundial. Os biólogos precisavam também de conhecimento nas áreas da matemática e física sendo necessário nos avanços na tecnologia. Este trabalho preparou-os para os desenvolvimentos eletrônicos na medicina nos anos posteriores.

A Origem da Engenharia Biomédica
A Engenharia Biomédica surgiu nos Estados Unidos, na década de 60, em função do crescente desenvolvimento tecnológico da área da Saúde. Atualmente na América do Norte existem mais de 60 cursos de graduação em Engenharia Biomédica, mais de 70 cursos de mestrado e mais de 70 cursos de doutorado.No Brasil, os primeiros cursos de mestrado e doutorado na área sugiram na década de 70 e o primeiro curso de graduação, em 2001.


No ano 2000 apareceu em Portugal a licenciatura em Engenharia Biomédica com a abertura da Faculdade de Engenharia da Universidade Católica Portuguesa, em 2001 foi criada também uma no Instituto Superior Técnico, seguindo-se, em 2002, a Universidade Nova de Lisboa, a Universidade de Coimbra e a Universidade do Minho.


Em 2006, a Universidade do Porto previu para o ano lectivo de 2006/2007 um Mestrado Integrado de cinco anos na área de Bioengenharia. Este curso, da inciativa conjunta da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e do ICBAS (Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar), baseia-se na formação através de um Mestrado integrado de 5 anos, previsto na recente Lei de Bases do Sistema Educativo (acordo de Bolonha). A designação escolhida para o curso (BioEngenharia) pretende englobar as diferentes aplicações de Engenharia incluídas nesta formação, conhecidas internacionalmente por Engª Bioquímica (ou Engª Biológica) e Engª Biomédica, que correspondem a mercados de trabalho em parte diferenciados, mas com formação inicial de base comum. O curso oferece três Ramos ou Especializações (Engenharia Bioquímica, Engenharia Biomédica, Biotecnologia Molecular), após um Tronco Comum de 2 anos. Os dois primeiros Ramos estão centrados na Faculdade de Engenharia, enquanto o terceiro Ramo está centrado no ICBAS.


Em 2007 é criado um Mestrado Integrado em Engenharia Biomédica e Biofísica na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Existem actualmente profissionais que realizam funções semelhantes às do engenheiro biomédico, mas que derivam de áreas distintas (Medicina, Física,...). Prevê-se uma especialização mais concreta de um engenheiro biomédico, face aos profissionais já existentes, dado que o engenheiro biomédico recebe uma formação muito mais abrangente, tendo em vista uma maior capacidade de selecção de informação. Assim iremos continuar a assistir a uma evolução contínua e crescente no campo das ciências biomédicas que irá trazer certamente novos avanços que serão oportunamente utilizados como “material útil” para a comunidade em geral.




“A medicina hoje é também uma encruzilhada de tecnologias, e as escolas médicas são locais de eleição para o fomento desta fertilização cruzada, que os médicos já não conseguem fazer se permanecerem orgulhosamente sós. As escolas médicas têm que estar mergulhadas numa comunidade académica tecnologicamente diversificada e têm que recrutar profissionais não médicos de competências variadas.” H.Gil Ferreira, Vida Mundial, Maio 99.
A Engenharia Biomédica é uma especialidade que se tem vindo a desenvolver em todos os países desenvolvidos, sem excepção. A designação adoptada varia de país para país, sendo o termo ‘Engenharia Biomédica’ mais utilizado nos Estados Unidos. Na Europa, aparece não só o termo ‘Engenharia Biomédica’ nalguns países, mas também as designações ‘Engenharia Clínica’ e ‘Engenharia Hospitalar’, por vezes a coexistirem no mesmo país (por exemplo, no Reino Unido, algumas Universidades, adoptaram a designação ‘Engenharia Biomédica’ e, outras, a de ‘Engenharia Clínica’).
Segundo Bronzino ("The Biomedical Engineering Handbook", CRC Press, Boca Raton, 1995):“Os Engenheiros Biomédicos aplicam princípios de engenharias eléctrica, mecânica, química, óptica e outras engenharias para e compreender, modificar ou controlar sistemas biológicos (i.e. homem e animal), para além de projectar e manufacturar produtos que possam monitorizar funções fisiológicas, assistir no diagnóstico e tratamento de pacientes." http://www.biomedica.eng.uminho.pt/lebm.htm

As Quatro Macro Sub-áreas da Engenharia Biomédica
Engenharia Médica ou Instrumentação: direcionada ao estudo, projeto e execução de instrumentação (principalmente eletrônica), sensores, próteses, etc, para a área médica.Imagiologia=>As técnicas de imagiologia são utilizadas no diagnóstico. Entre estas técnicas encontram-se: Radiografia; Tomografia axial computorizada: Ultra-sonografia; Fluoroscopia; Ressonância magnética; Tomografia por emissão de positrões (PET); Tomografia por emissão de positrão único (SPECT).


Informática em Saúde: modelamento, projeto e desenvolvimento de sistemas computacionais para o auxílio das atividades da área da Saúde, além do desenvolvimento de softwares voltados para o suporte de dispositivos e processos dedicados da área. Processamento de Sinais e Imagens Biomédicas.



Kits de diagnóstico Bioinformática
A quantidade de informação biológica tem aumentado exponencialmente nos últimos anos, quer por causa do aumento da produção científica quer, especificamente, por causa do projecto genoma humano. Esta informação tem que ser tratada e processada através de programas de computador e esse é o papel da bioinformática. Actualmente estão a ser desenvolvidos códigos numéricos para analisar o genoma humano, pesquisar publicações científicas e prever a estrutura de proteínas.



Engenharia Clínica ou Hospitalar: voltada às atividades de certificação e ensaios de equipamentos médicos, atividades em hospitais incluindo projeto, adequação e execução de instalações, assessoria em processos de tomada de decisão na aquisição de equipamentos, treinamento e orientação de equipes de manutenção. As restrições de segurança são muito importantes. Alguns intrumentos médicos são completamente seguros. Normalmente, foi necessário adicionar sistemas de segurança. O próprio instrumento é capaz de diagnosticar as suas próprias falhas, desligando-se e impedindo dessa forma o seu uso indevido. Normalmente, as normas de segurança exigem que, ao longo do tempo de vida do instrumento, não deve ocorrer nenhuma falha de segurança que ponha em risco a saúde de um paciente.Alguns intrumentos médicos têm que ser esterilizados. Este facto coloca vários problemas de engenharia, dado que os materiais usados e o próprio instrumento têm que resistir ao calor.
Os testes dos instrumentos médicos têm que ser exaustivos. Por exemplo, o software tem que ser sujeito a todas as situações possíveis antes de poder ser utilizado. Isto obriga a que os instrumentos sejam tão simples quanto possível para prevenir efeitos inesperados.As normas reguladoras impostas pelos governos deverão estar sempre presentes na mente de um engenheiro biomédico. A fim de se satisfazerem as medidas reguladoras, muitos sistemas biomédicos devem possuir uma documentação, em que se apresente o modo de manuseamento, design, construção, testes e entrega. Isto é pensado para incrementar a qualidade e a segurança da terapia reduzindo possíveis falhas que poderiam ser acidentalmente omitidas.Os engenheiros biomédicos trabalham essencialmente tendo por base dois pontos de vista regulamentares. Esses parâmetros afectam directamente a saúde dos cidadãos, pois os instrumentos médicos, são construídos com base nesses parâmetros.



Tecidos Artificiais e Biomateriais: Cultivo de células e produção de órgãos e tecidos biológicos artificiais. Síntese de novos biomateriais. Desenvolvimento de dispositivos implantáveis e nano estruturas.Biomateriais e desenvolvimento de próteses
Determinadas pessoas, quer devido a acidentes, doenças degenerativas ou a deficiências físicas, podem precisar de próteses. Estas próteses têm que ser adequadas à função a que se destinam. Para isso são desenvolvidos novos materiais mais compatíveis com o corpo humano. Estes materiais têm de obedecer a um vasto número de parâmetros de modo a serem biocompatíveis. A biocompatibilidade é essencial para a implementação in-vivo dos biomateriais, de modo a minimizar quaisquer possíveis reacções de rejeição. A título de exemplo, é de referir a esterilidade do biomaterial, que é uma propriedade extremamente importante na àrea dos biomateriais.


Santo Padroeiro dos Engenheiros => São Ferdinando(sua festa é comemorada no dia 30 de maio)
Juramento


Juro que, no cumprimento do meu dever de Engenheiro Biomédico, empregarei a ciência com dignidade, dinamismo e respeito, participando com amor e empenho nas grandes e pequenas obras, não me deixando cegar pelo brilho excessivo da tecnologia, nem me esquecendo que a opção de trabalho se fará a partir da visão de justiça e ética que em mim se fizer presente. Defenderei a natureza, procurando projetar ou construir com critério e segurança, evitando a destruição da plenitude do equilíbrio ecológico. Colocarei então meu conhecimento científico voltado para o desenvolvimento e bem-estar da humanidade. Assim sendo, estarei em paz comigo e com Deus."
Oração do cálculo
Pai dos cálculos que estais no céu
Derivado seja vossos cálculos
Venha à nós a sabedoria
Seja respondida todas as perguntas
Assim nas provas como nos trabalhos
O entendimento da aula dai-nos hoje
Perdoe nossas colas
Assim como nós perdoamos a incompreensão dos professores
Não nos deixe ficar de DP
Livrai-nos do "branco"Amém!
Poema de Cálculo
Aula De CálculoLimites, integrais, derivadas parciais.Nada me assusta mais...Nem o volume do parabolóide(que eu nunca encontro,e por isso, creio, sou um debilóide).Surgem X, Y, Z´s e também a, b, delta, teta e pi´sAhhhh!!! Esse monte de alfabetos me dá arrepios.Sou um troiano sob o fio da espada grega...Prisioneiro acorrentado a senos e cossenos,Jogado a um canto escuro da regra da cadeia.Sempre me perco, não tenho as coordenadasPolares, cartesianas, cilíndricas como aliadas.Sou um pobre demente atado a uma cama com correias.Sendo dopado com doses duplas e triplas de antiderivadas.Meu enfermeiro, um vetor unitário em R3, me odeia...E se nem com pontos de máximo e mínimo traço um gráfico.Suicido-me, friamente, com a ponta seca do compasso.Meus colegas contemplam meu corpo e invejam minha paz.Limites, integrais, derivadas parciais.Nada me assusta mais...


Os ratinhos da juventude ajudam a explicar a lista das dez mais promissoras atividades profissionais do futuro, elaborada pelo governo americano, a partir das projeções de mercado de trabalho.
Em primeiro lugar da lista está o engenheiro biomédico, que é capaz de lidar com diferentes ramos da medicina e engenharia unindo conhecimentos de biologia, química, física, genética, ciência da computação, robótica. Pode-se fazer uma perna mecânica movida pelo cérebro. Ou remédios inteligentes capazes de enfrentar tumores, preservando as "células saudáveis".Na semana passada, duas notícias tiveram repercussão: um "nariz eletrônico" capaz de detectar pelo hálito vários tipos de câncer e uma perna mecânica capaz de responder ao movimento do corpo.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Lapsos de memória

Recentemente ao colocar o endereço para uma compra online, por lapso coloquei o nome de uma rua que não existe (houve troca no sobrenome) depois ao fazer a ratificação foi colocado o número do endereço antigo e por algum tempo não soube definir qual o correto, esse lapso de memória em cima de um nome trocado da rua, terá sido mesmo um lapso ou foi para que não efetuasse a compra por não ser o momento ou por não ser uma boa compra?
Como surgem os lapsos de memória?

Por volta dos 40 ou 50 anos é frequente surgirem pequenos lapsos de memória, que a maioria das pessoas não leva muito a sério. De facto, as falhas de memória temporárias são normais e podem surgir em qualquer idade. Muitas vezes estão relacionadas com a fadiga com o stress ou simplesmente a falta de atenção. O psicólogo Daniel Schacter da Universidade de Harvard é inclusive da opinião que os lapsos de memória têm um lado positivo. “Se os nossos cérebros arquivassem tudo o que vemos, ouvimos e lemos, ficaríamos atafulhados de memórias. A nossa capacidade de encaixar pedaços de informação necessária e deitar fora o resto é essencial ao pensamento”, refere o psicólogo. Uma teoria bastante tranquilizadora!


Componentes da memória
A memória é dividida em três componentes: a imediata , a intermediária e a remota. A imediata diz respeito a fatos recentes próximos (de horas e poucos dias). A intermediária diz respeito a fatos de semanas e meses e a remota se refere a fatos antigos, do passado.
Há uma tendência a se ter dificuldade em reter fatos recentes, com prejuízo das memórias imediata e intermediária na 3ª idade. Por outro lado, a recordação de fatos antigos permanece intacta. Esta situação é considerada normal. O esquecimento de fatos recentes não é considerado uma doença e sim um fato absolutamente normal para a idade sendo denominado "lapso de memória".

Fatores condicionantes de perda de memória
A perda de memória pode estar associada com determinadas doenças neurológicas, com distúrbios psicológicos, com problemas metabólicos e também com certas intoxicações.
A forma mais freqüente de perda de memória é conhecida popularmente como "esclerose" ou demência. A demência mais comum é a doença de Alzheimer, que se caracteriza por acentuada perda de memória acompanhada de graves manifestações psicológicas como, por exemplo, a alienação. No acidente vascular cerebral e nas encefalites, também podem ocorrer problemas em diversas fases da memória.
Após um traumatismo de crânio pode ocorrer a denominada amnésia lacunar: a pessoa não se recorda do acidente e de fatos que ocorreram imediatamente antes do mesmo.
Estados psicológicos alterados, como o "stress", a ansiedade e a depressão podem também alterar a memória. A falta de vitamina B1 (tiamina) e o alcoolismo levam a perda da memória para fatos recentes e com freqüência estão associados a problemas de marcha e confusão mental. Doenças da tireóide, como o hipotireoidismo, se acompanham de comprometimento da memória. O uso de medicação tranqüilizante ("calmantes") por tempo prolongado, provoca a diminuição da memória e favorece também a depressão, o que leva à uma situação que pode se confundir com a demência.

http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=3143&ReturnCatID=1770

Mensageiros da memória
Óxido nítrico e monóxido de carbono são mensageiros da memória, segundo Carlos Tomaz
Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
Memória é a capacidade de reter e recuperar informações um processo que produz alterações no nosso comportamento, permitindo que o indivíduo se situe no presente, considerando o passado e o futuro. Ela fornece as bases para todos os nossos conhecimentos, habilidades, sonhos, planos e anseios.
Em 1973, os fisiologistas Timothy Bliss e Terje Lomo demonstraram em neurônios localizados no hipocampo (uma estrutura do cérebro intimamente relacionada aos processos de memória) que a estimulação elétrica de alta freqüência num axônio pré-sináptico durante alguns segundos produz um aumento na magnitude da resposta pós-sináptica. O aumento pode durar algumas horas em animais anestesiados ou vários dias ou mesmo meses em animais acordados. Esse fenômeno foi denominado pelos pesquisadores de potenciação de longa duração (long-term potentiation — LTP).
Do ponto de vista funcional, a LTP corresponde a um processo de facilitação do sistema nervoso, cujo estabelecimento depende da duração e da freqüência do estímulo repetitivo; ou numa analogia, depende do ‘treinamento’, e portanto, de um processo de ‘aprendizagem’. No hipocampo, vários estudos têm demonstrado que o aminoácido glutamato produz LTP através da ligação com moléculas receptoras existentes na membrana pós-sináptica. Há vários tipos de receptores de glutamato: o tipo NMDA (N-metil Daspartato) e outros não-NMDA. A maior parte das transmissões sinápticas são feitas através dos receptores não-NMDA.
Isso ocorre através de uma cascata de eventos bioquímicos : o neurotransmissor glutamato é liberado pelo terminal da célula A, e liga-se ao receptor da célula B. A membrana de B muda sua polaridade elétrica e isso retira o íon magnésio — uma espécie de ‘tampa sináptica’ dos receptores NMDA. Em conseqüência, entram íons cálcio na célula B.
A entrada de cálcio na célula pós-sináptica ativa pelo menos três diferentes tipos de proteínas quinases, enzimas que são críticas para a indução de LTP. A manutenção de LTP depende do aumento na quantidade de neurotransmissor liberada pelo terminal pré-sináptico. Assim, a indução de LTP depende de um mecanismo pós-sináptico (entrada de cálcio através dos receptores de NMDA), enquanto a manutenção de LTP requer a participação de um mecanismo pré-sináptico.
Recentemente observou-se que o óxido nítrico (NO) e o monóxido de carbono (CO) são importantes mensageiros intercelulares no sistema nervoso central, e assim eles se tornaram imediatamente candidatos a mensageiros retroativos na LTP. Acredita-se que o NO e o CO sejam liberados pela célula pós-sináptica e atravessem rapidamente as membranas de células vizinhas ativando diretamente uma outra enzima formadora de uma molécula sinalizadora, chamada GMP cíclico. Esse aumento da concentração de GMPc seria então responsável pela indução dos efeitos fisiológicos na primeira célula.
Recentemente, dois grupos independentes de pesquisadores obtiveram evidências de que o NO e o CO participam realmente no fenômeno de LTP no hipocampo.
http://www.dct.ufms.br/~mzanusso/Memoria_mecanismos_celulares.htm

Causas dos lapsos de memória
São várias as causas:
-insônia-maconha/Haxixe
-avanço da idade
-psicoses
-álcool
-ansiolíticos/hipnóticos
-doenças degenerativas como alzheimer, parkinson
-tumores cerebrais
-amésia(um distúrbio da consciência)
-crise de ausência(poucos segundos)
-stress(muitas tarefas no mesmo tempo)
-ansiedade severa
-outras possíveis causas.

"A base de uma boa memória é a atenção. Se a pessoa está desatenta ou distraída, não fixa bem as informações. Desse modo, a capacidade de memorização também é menor. Geralmente, as pessoas mais esquecidas são também as mais distraídas".

"É preciso desafiar ludicamente a nossa memória. Até pouco tempo atrás, minha avó, de 99 anos, anotava o que queria comprar no supermercado. Mesmo assim, ela só consultava a lista em último caso. Ao anotar o que queria lembrar, ela já acabava memorizando".

"É preciso diferenciar perda de lapso de memória. Os 'brancos' são causados por estresse e não são privilégio apenas dos mais velhos. Muitos jovens vão mal nas provas porque os pais estão se separando".

O neurologista João Roberto Azevedo faz uma ressalva para quem sonha com uma memória prodigiosa: o esquecimento é importante para o cérebro. Segundo ele, esquecer é fundamental para não atrapalhar o aprendizado de novas informações. "A capacidade de absorção da memória é finita. Não dá para uma pessoa de 30 anos lembrar de tudo o que já aconteceu com ela. O próprio cérebro se encarrega de selecionar o que é importante e deletar o resto. Se não fosse assim, ele entraria em pane", alerta o médico


Alimentos que podem ajudar a preservar a memória
1-Frutas vermelhas: morangos, açaís, amoras, mirtilos, cerejas e framboesas são algumas das frutas que podem ajudar a preservar o mecanismo de memória relacionado à idade, por ajudarem a eliminar proteínas tóxicas que são ligadas à perda da memória

2-Vinho tinto: o consumo moderado de álcool pode prevenir o Alzheimer. Todavia, é preciso aliar este consumo a uma dieta e hábitos saudáveis para que o efeito não seja prejudicial

3- Manteiga de amendoim: assim como o próprio amendoim, é rica em gorduras boas e vitamina E, ajudando o cérebro e o coração a funcionarem adequadamente. Podem ser substituídos por amêndoas e avelãs

4-Semente de girassol: outra boa fonte de vitamina E, assim como outras sementes. Quando tostada, pode conter 30% da quantidade necessária da vitamina por dia. Pode ser consumida em saladas e massas, como pães e bolo

5-Grãos integrais: ricos em fibras, quando incluídos em uma dieta com frutas, vegetais, azeite e vinho tinto, podem colaborar para a diminuição da capacidade cognitiva. "Não ingerimos alimentos e nutrientes isoladamente, mas sim combinados", destacou o professor de neurologia da Universidade de Columbia, Nikolaos Scarmeas

6-Vegetais verde escuros: espinafre, brócolis, escarola e outros vegetais com esta coloração são ricos em vitamina E e folatos. Os folatos diminuem a quantidade de um aminoácido chamado homocisteína no sangue, que é capaz de matar as células nervosas e também é ligada ao maior risco de doenças cardíacas

7-Peixe: salmão, atum e outros peixes ricos em gordura são também ricos em ômega 3 e ácido docosahexaenoico (DHA), essencial para o funcionamento dos neurônios. Além disso, comer mais peixe significa reduzir a ingestão de outras proteínas, como a carne vermelha, rica em gorduras que podem entupir as artérias

8-Azeite: por ser rico em vitamina E, que é uma poderosa antioxidante que protege os neurônios e células nervosas, o azeite, as nozes e sementes colaboram para proteger o cérebro. No Alzheimer, neurônios e partes do cérebro começam a morrer, deteriorando a capacidade cognitiva

9-Abacate: sua gordura é rica em vitamina E e antioxidantes que protegem o cérebro e as células nervosas. "O benefício só está nos alimentos ricos nesta vitamina e não nos suplementos", disse Martha Clare Morris, diretora da seção de nutrição e epidemiologia nutricional do Departamento Interno de Medicina da Rush University, de Chicago http://saude.terra.com.br/




Perda de memória


A memória é codificada em neurônios, armazenada em redes neurais e evocadas por essas ou por outras redes. É modulada pela emoção, nível de consciência e estado de humor. A memória é constituída pela aquisição, consolidação e evocação da informação. A tradução da real experiência vivida, consolidada e evocada na memória é um processo cognitivo que a linguagem tenta traduzir. Portanto, a expressão de um sentimento por meio de uma atitude aproxima-se mais da verdadeira memória aprendida. A emoção, o contexto da situação e a combinação de ambos influenciam da aquisição à evocação. O aprendizado se inicia com uma dose certa de emoção, para que a evocação não sofra grande influencia da ansiedade.
Na doença de Alzheimer (DA) a informação não é aprendida, porque existe degeneração nas
células do Corno de Amonn ou CA1. A região do CA1 está intercomunicada com as principais
regiões do cérebro (hipocampo, córtex entorrinal e o córtex parietal) que registram e modulam o
caráter emocional das experiências e com aquelas que determinam se essas experiências são
novas ou não. Por isso na DA, à perda de memória recente afeta tanto a cognição como a
memória funcional que lhe está relacionada
. Com a progressão da doença a cognição piora e a
memória funcional melhora. http://www.institutopaulobrito.com.br/

Jogar voley ...uma fonte de prazer!

Jogar voley é uma fonte de prazer intenso, só igualável ao estar com o ser amado. Seja com equipes de 6x6, 4x4, 2x2 até 2x1 (neste caso adaptado, o elemento que está sozinho não pode dar 2 toques seguidos, ou passa direto ou então deixa cair no chão e dá o 3º toque).


O voley é um esporte completo, que exige um bom preparo físico, técnica, tactica, integração da equipe, exige muita concentração, velocidade e aplicação correrta dos fundamentos (toque, manchete, serviço, remate) até alguns anos atrás era mais bonito de se ver, com gestos elegantes, que poderia durar horas seguidas, se fossem 2 boas equipes ou duas péssimas equipes a disputarem (porque não eram pontos diretos, tinha a vantagem ao mudar o sac), mas com as novas regras perdeu muito da sua beleza e graciosidade: Antes era falta recepcionar o sac de toque e não com manchete; Tocar na rede era falta, bater 2 vezes na mesma pessoa era considerado 2 toques, logo falta, o que antes era considerado transporte e invasão de campo, hoje não é tão valorizado. Os fundamentos não são aplicados corretamente, antes o toque era dado só com as pontas dos dedos, hoje vê-se quase que o jogador segurando a bola com a palma da mão.


A paixão pelo voley, pelo amor e pelo desafio intelectual sobressai no livro: "Prazer D'Alma: 3 exercícios"-Bárbara Aslan, onde tem um capítulo que faz uma espécie de resenha do voley, nomeadamente os fundamentos(técnicas) e as tácticas que são:


As técnicas básicas do Volley são 5: O Saque/serviço; Manchete/recepção; Toque/passe de dedos , Cortada/remate e bloqueio.
1º- Saque/Serviço => realizada pelo jogador que ocupa a posição 1, é o ínicio da jogada, pode ser de vários tipos:
1-“Por baixo”=>O mais básico, onde o jogador segura a bola na palma da mão não dominante, solta-a ao mesmo tempo que a mão dominante bate na bola de baixo para cima com a região próxima do punho, em simultâneo flexiona ligeiramente as pernas (a não dominante na frente e dá o impulso que dará a força da batida na bola, sem girar o corpo.
2- “Por cima” => Exige um pouco mais de força, com a bola na mão não dominante lança-a, ao mesmo tempo que o membro superior dominante é puxado para trás dá o impulso e bate na bola, com a região da mão próxima do punho, quando esta está descendo, após ser lançada, ficando a perna não dominante na frente para dar estabilidade ao corpo no momento de completar a jogada. (Este raramente eu utilizo, somente depois de ter feito 5 serviços seguidos é que eu arrisco ;)
3- “Em suspensão” => Exige força, coordenação e sincronismo nos movimentos (acertar o tempo de subida com a descida da bola e a finalização da ação) é a técnica “por cima” só que ao invés de estar no solo o jogador lança a bola e dá um salto e depois finaliza a jogada.
4- “Balanceado” => Uma variante da técnica “por baixo”, só que a bola é batida por cima da cabeça, havendo ligeira rotação do corpo que está lateralizado, quase de costas para rede, para frente, a bola faz uma trajetória de uma parábola (gosto muito deste, por ser menos simples que o serviço “por baixo”, é preciso menos força do que o serviço “por cima”, porque com o “balanço” que se dá ao fazer a rotação do corpo, já é suficiente para dar força sem muito esforço)
5- “Viajem ao fundo do mar” => variante do “em suspensão” só que a bola tem mais velocidade e descreve uma trajetória em parábola e cai rapidamente antes da linha dos 3 metros, obrigando ao adversário a fazer “peixinho” para tentar alcançá-la.
6- “Jornada nas estrelas” => lançado por Bernardo, jogador brasileiro, há alguns anos atrás. Exige um pavilhão com teto alto, é uma variante do “sac por baixo”o jogador fica de lado e bate na bola com a face lateral do punho para o alto, a bola cai na vertical sobre o adversário.
Você conhece outro tipo de saque/ serviço?




2ª Técnica básica é a “manchete”/recepção ao sac/serviço ou ataque do adversário, 1º toque, ou melhor início dos 3 toques requeridos:
É feita, preferencialmente pelos jogadores que ocupam a posição 1, 5 e 6, que são os defesas laterais e centro, respectivamente, que devem estar de frente para a rede.
Posição básica para recepção:
1- Pés => afastados, em paralelos, mas não na mesma linha, um vai estar na frente dependendo da posição, se estiver na posição 5 o pé que ficará à frente é o esquerdo (paralelo a linha lateral esquerda), se estiver na posição 1 o pé que ficará à frente é o direito, se estiver na posição centro, o pé não dominante fica à frente.
2- Membros inferiores =>coxas flectidas sobre os joelhos e joelhos flectidos sobre as pernas (como que “sentados numa cadeira”).
3- Membros superiores => em paralelos, com as palmas das mãos viradas para cima, a mão dominante sobre a outra, polegares unidos, antebraços semi flectidos. A bola deverá bater no 1/3 médio da região anterior interna dos antebraços.
A força que se imprime à bola é inversamente proporcional a força com que a bola vem, se vem com muita força, não se imprime nenhuma força, apenas serve como amortecedor, deixando simplesmente a bola bater no antebraço ao mesmo tempo fazendo a extensão da coxa sobre a perna, ou melhor voltando a posição vertical, suspendendo assim a bola para o levantador/passador.
O objectivo dessa técnica é suspender uma bola que está abaixo do nível da cintura do jogador. Porém há situações em que a bola vem acima da cabeça do jogador e não tem nenhum jogador atrás para recebê-la, então pode-se usar a chamada “manchete invertida”, que consiste em: O jogador na posição vertical, antebraços flectidos, mãos sobrepostas, polegares unidos, só que o lugar de receber a bola é no 1/3 médio da região posterior interna dos antebraços, procurando que a bola faça a trajectória em parábola. Se for o terceiro toque da jogada, deverá imprimir maior força para ultrapassar a rede, caso esteja no fundo da quadra.
Você sabe alguma posição diferente para recepção da bola lançada pelo adversário?
Conhece outro termo para a "manchete?"
3ª Técnica básica =>“Toque”
Preferencialmente utilizado pelo levantador/passador para distribuir para o atacante, é o 2º toque, dos três requeridos em cada jogada.
1 – Toque em apoio (o mais comum) => o jogador se descola em direção à bola, coloca-se “em baixo” dela com os pés em paralelo, afastados ligeiramente, as pernas flectidas, braços e antebraços suspensos ao nível do tórax, dedos semi flectidos ao nível da região frontal da cabeça, formando um “triângulo” com os polegares e os indicadores, é onde a bola irá se encaixar. Ao mesmo tempo que a bola é encaixada na mão, os braços são estendidos empurrando a bola, com o impulso gerado pela volta a posição vertical (esse impulso é que determinará a altura que a bola atingirá)
2 – Toque em suspensão (bolas altas) => A mesma posição anterior, só que ao invés de flexionar as pernas, dá um salto para alcançar a bola.
Há variantes do toque:
Toque de costas => como o nome indica o jogador está de “costas” para o atacante, neste o movimento que permitirá esse toque, é a extensão do tronco, a bola tem que ter uma trajectória em parábola para permitir que o atacante finalize a jogada. É utilizado quando o passador quer “fintar” o bloqueio estando de frente para um batedor/atacante, mas envia para o outro atacante que está “nas suas costas” ou quando um jogador vai buscar uma bola no fundo da quadra e portanto está de costas para a rede e não consegue virar o corpo.
Conhece outra variante do toque?


4º Fundamento do Volley: "cortada/remate"
=> “cortada/remate”, realizada pelos atacantes, os jogadores que, normalmente, ocupam a posição 2,4 e corresponde à finalização da jogada, o 3º e último toque de bola requerido (embora possa ser o 2º se a situação assim o exigir ou se proporcionar)
Posicionamento correcto: O jogador afasta-se da rede, dá 2 passos em direcção à rede, junta os pés em paralelo, afastados, flexiona as pernas dá o impulso na vertical com o membro superior não dominante levantado na frente, o antebraço dominante é flectido e suspenso ao nível da orelha e bate na bola, num movimento síncrono, ao mesmo tempo que o membro não dominante é baixado (este é que vai dar orientação ao remate), o dominante é suspenso e atinge a bola de cima para baixo, com a palma da mão, mais próxima do punho. Exige uma perfeita coordenação dos movimentos, conjugando com o tempo, velocidade e altura da bola.
São vários tipos de jogadas que o passador/levantador pode combinar com os atacantes, através de sinais: Bola alta na ponta, bola de tempo, meia bola, chute na ponta, chute no meio, desmico, entre outras


5º técnica “bloqueio”
=> Realizada pelos atacantes,
Posicionamento correcto: O jogador aproxima~se da rede, passos junta os pés em paralelo, afastados, flexiona as pernas dá o impulso na vertical com os membros superiores levantados num movimento Exige uma perfeita coordenação dos movimentos, conjugando com o tempo, velocidade do atacante adversário.
Pode ser:
Simples => 1 Atacante
Duplo => 2 Atacantes
Triplo => Com os 3 atacantes


Táticas do Volley
A tática de volley que mais aprecio, por ser aquela a que me dediquei mais, outrora, é a 4x2 com o levantador na saída de rede. Todas as táticas que conheço são:
4x2 levantador centro (a mais comum, por ser a mais simples)
4x2 levantador ponta
5x1 levantador centro
5x1 levantador ponta (na minha opinião a mais complicada)
Todas as táticas dependem de uma perfeita sintonia entre os elementos da equipe; integração, confiança e cada elemento saber ocupar a sua posição, correctamente,dentro da quadra. Exige uma concentração, um acompanhar da bola, dos elementos da equipe e ter uma visão total não só do próprio campo como do campo do adversário e o respeitar e confiar nas posições, é importante haver comunicação para não acontecer "deixa que eu deixo" onde 2 elementos vão a bola e esta "escorre" entre eles (claro que isso não acontece no volley profissional ) ou então a bola "cair aos pés" de um elemento que não "vai nela" porque "não é minha´" (novamente, isso a nível profissional não ocorre). Porém há que saber que o 1º toque é da defesa (recepção de manchete), o 2º toque é do levantador (distribuição com "toque") e o 3º toque, o remate, é do atacante. Contudo isso acaba por ter exceções que depende de cada jogada e momento, tem vezes que não se proporcionarão jogadas utilizando os três toques, sendo necessário ou oportuno finalizar a jogada no 2º toque, por exemplo. Por isso é necessário a concentração no jogo e acompanhar a bola, os elementos da equipe e os movimentos da equipe adversária para poder colocar a bola "no buraco" deixado na equipe adversária.
Alguém conhece mais táticas, além das mencionada? Qual delas é a preferida e porque?

Muito mais haveria para dizer, falar sobre volley é fascinante, porém não tanto quanto jogar um bom jogo...Que saudades dos jogos na ACM! Que saudades das "peladas" de Domingo no Fundão, nem o sol abrasador do meio dia era obstáculo...Que saudades dos jogos na UERJ chovesse ou fizesse sol lá estavam "os fominhas" jogando, inclusive até passando o rodo para tirar o excesso de água e continuar jogando.

Jogar voley dá tanto prazer que inclusive a professora de voley (Geny, muito exigente, a qual reverencio e agradeço os ensinamentos dos fundamentos básicos e a oportunidade de ter participado nos treinos avançados, apesar de não ter o nível dos demais participantes) dizia "Tem que ter uma intimidade tão grande com a bola como se estivesse fazendo amor com ela".

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Alternância de emoções em simultâneo...talvez seja uma predisposição genética

As emoções brotam como as flores na primavera, nem a distância, nem as "nuvens pretas" conseguem impedir ou bloquear. O que não deixa de ser intrigante, já que o corpo, a mente e o espírito estão interligados, interelacionados, intersubordinados, como as emoções brotam de forma autônoma ou independente, quando a razão tenta travá-la, o físico não está na sua melhor performance e existem outras emoções que desencadeiam lágrimas de tristeza de uma dor profunda que afora em determinados dias ou determinadas épocas, como esta quando o dia das mães se aproxima.
Como é possível haver uma dissociação de emoções e sensações, num mesmo ser?

Como é possível parte de nós estar profundamente triste e a outra parte flutuar de felicidade? Como é possível coexistir nuvens pretas carregadas num céu azul límpido, ensolarado com um Arco-Iris?

Que segredos ou mitérios estão encriptados na nossa mente e no nosso espírito que a nossa razão não consegue descodificar?

Que mecanismo faz com que haja essa dicotomia de emoções e sensações diametralmente opostas?

Será que todos possuem essa dicotomia? Será que isso faz parte do código genético de algumas pessoas?

Recentemente houve um relato informativo a cerca de um estudo de genética onde parece existir o "gen da felicidade" {Foi descoberto em Londres o gene da felicidade: segundo o investigador Jan-Emmanuel de Neve, o gene 5-HTT regula o transporte de serotonina, um químico que associa o sentimento de bem-estar ao cérebro. Assim, quem tem a variante mais longa deste tipo de gene tem tendência a viver mais feliz.este estudo revela ainda que cada pessoa desenvolve duas variantes do gene: a mais longa permite uma libertação e uma reciclagem melhor da serotonina, em comparação com a variante mais pequena=>http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=1848762&seccao=Sa%FAde) (No código genético humano, as possíveis combinações são “longo-longo” (muitos transportadores de serotonina), “longo-curto” (número médio de transportadores) ou “curto-curto” (poucos transportadores). Cada elemento dos pares vem da mãe ou do pai..)}
http://www.examenews.com/tecnologia/ciencia/noticias/cientistas-descobrem-o-gene-da-felicidade

Se realmente for provada a existência desse gene, então talvez poderá existir um gene da tristeza e ir mais além, talvez a dicotomia ou alternância de emoções em simultâneo possa ser uma predisposição genética, podendo correr pela expressão em simultâneo dos dois genes, ou haver a conjugação das variantes curtas ou longas de um ou de ambos os genes.